Noticiário Atleticano






Próxima Partida:


FLUMINENSE x
ATLÉTICO-PR

Campeonato: Brasileiro
Data: 09.09 (dom) 19h
Estádio: Maracanã
Público: Com torcida
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: - (--)
Assistentes: - (--) e - (--)
Transmissão: Premiere Esportes e Banda B

Maracanã:


Endereço do Estádio:

Rua Professor Eurico Rabelo, s/n

Como chegar ao estádio:

-

Preços dos ingressos:

Visitantes: R$ 10

Postos de venda de ingressos:

- Maracanã (bilheteria 8)
- Fluminense (Laranjeiras)
- General Severiano
- Gávea
- Casa de shows Rio Sampa

Onde se hospedar no Rio de Janeiro:

Plaza Copacabana Hotel:
Av. Princesa Isabel , 263 –
Telefone: (21) 2195-5500
Arpoador Inn:
Rua Francisco Otaviano, 177 –
Telefone: (21) 2176-3371
Hotel Glória:
Rua do Russel, 632 –
Telefone: (21) 2555-7272
Copacabana Mar Hotel:
Rua Min. Viveiros de Castro, 155 – Telefone: (21) 2542-5141

Última Partida:


GOIÁS x
ATLÉTICO-PR

Campeonato: Brasileiro
Estádio: Serra Dourada
Público: 3.496 torcedores
Cidade: Goiânia (GO)
Árbitro: Cléber Wellington Abade (SP)
Assistentes: Valter José dos Reis (Fifa-SP) e Aline Lopes Lambert (SP)

Serra Dourada:


http://www.diskingressos.com.b


CT DO CAJU
Boletim de Treinos - Sábado

Aquecimento

O elenco atleticano realizou, nesta manhã, o último treinamento antes da partida contra o Botafogo. Os jogadores iniciaram os trabalhos com um aquecimento, que teve duração de 20 minutos. Sob o comando dos preparadores físicos Walter Grassmann e Juvenilson de Souza, foram feitos alongamentos, tiros de velocidade e vários saltos.

Treino Recreativo

Logo em seguida aos aquecimentos, os jogadores convocados para a partida de amanhã, realizaram um treino recreativo. Em apenas metade do campo dois do CT do Caju, os atletas foram divididos em dois times e só podiam dar dois toques na bola. Sob o comando do técnico Vadão, o recreativo durou 30 minutos.

Treino Coletivo

Os atletas que não foram relacionados para a partida contra o Botafogo realizaram um treinamento coletivo contra o time "B" do Atlético, que disputará a Copa dos 100 Anos. No campo um do CT, sob o comando do auxiliar técnico Nilson Borges, os trabalhos tiveram duração de uma hora.

Convocação

Confira a relação dos convocados para a partida contra o Botafogo, neste domingo, às 16h, na Kyocera Arena:

Goleiros
Cléber
Tiago Cardoso

Zagueiros
César
Danilo
João Leonardo

Laterais
André Rocha
Carlos Alberto
Ivan

Volantes
Alan Bahia
Cristian
Erandir
Marcelo Silva

Meias
Fabrício
Ferreira
Válber
William Fabro

Atacantes
Denis Marques
Herrera
Marcos Aurélio
Pedro Oldoni

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CBF / Divulgação
Dunga: é agora

SELEÇÃO BRASILEIRA - Amistoso
Brasil e Argentina é decisão para Dunga

Técnico considera duelo contra rival como pontual no novo ciclo brasileiro; Ronaldinho Gaúcho é dúvida; Kaká pode ser banco.

Dunga conseguiu o queria: trabalhar psicologicamente, para inserir na cabeça dos jogadores convocados para a seleção que o amistoso deste domingo, às 12h (horário de Brasília), contra a Argentina, em Londres, é uma decisão.

A tática funcionou para os atletas do elenco, que reconhecem o compromisso contra os rivais sul-americanos como pontual no novo ciclo brasileiro. De forma distinta, novatos, os mais experientes e até as estrelas que estão voltando ao time foram convencidos a encarar a partida como uma final.

ARGENTINA ESTRÉIA "ERA BASILE"
Reuters
 
Com promessa de ofensividade, o técnico Alfio Basile começa a segunda experiência à frente da seleção Argentina neste domingo, diante do Brasil em Londres. O técnico de 59 anos, que dirigiu a equipe de seu país na Copa de 1994, inicia seu novo ciclo utilizando algumas peças que estiveram no último Mundial e com Juan Román Riquelme como capitão.

Assim como Dunga, Basile começa o trabalho na seleção argentina ensaiando uma renovação, atestada pela presença de Clemente Rodríguez na lateral esquerda e de Bilos no meio-campo.

Para os ingleses, que terão o privilégio de acompanhar no novo estádio do Arsenal o maior clássico da América do Sul, uma das atrações será a presença entre os titulares de Mascherano e Tevez, que durante a semana que passou trocaram o Corinthians pelo West Ham United, clube de Londres.

A dupla de ataque que inicia o amistoso contra o Brasil será formada por Tevez e Messi, jovem estrela do Barcelona que desponta como símbolo da geração que se forma na Argentina.

"Creio que será uma boa partida. Será curioso enfrentar Ronaldinho", afirmou Messi, em referência ao companheiro do Barcelona.

Durante os últimos dias, o treinador repetiu definições como "é como uma final" e "o mundo todo estará olhando" para descrever o duelo com os argentinos. Mas, para cada segmento do grupo que comanda, Dunga separou uma frente específica de persuasão psicológica e, de forma efetiva, contagiou o grupo para o amistoso.

O discurso para dinamizar a motivação dos novatos na seleção foi de que o confronto deste domingo, no Emirates Stadium, pode servir para mostrar que jogador tem o perfil para defender o Brasil.

"É nesse momento, nos jogos mais importantes, que o jogador tem que mostrar que é atleta de seleção. O que ele faz nesse tipo de jogo é o que o define como jogador de seleção", declara Dunga, que terá, contra a Argentina, sua segunda partida como comandante do Brasil.

A resposta ao incentivo foi encontrada em palavras de jogadores que estão em busca de espaço na seleção, como Elano. "Quero me esforçar para conseguir ir bem, para poder continuar sendo chamado", declarou o meia.

Em outra ala do elenco, as estrelas remanescentes a última Copa, Kaká e Ronaldinho Gaúcho, ganham no regresso à seleção uma espécie de intimação para se adequarem ao espírito de competição que Dunga deseja adotar. Sem a garantia de privilégios em reconhecimento aos feitos passados, a dupla ouviu do treinador que terá que provar em campo que merecem seguir no time.

"Temos que reconquistar a confiança do torcedor brasileiro. Para isso, todos devem conquistar seu espaço na seleção. A individualidade deve existir, mas sempre à serviço da coletividade", prega o treinador. "A seleção não jogará em função de uma peça. Aqui temos um grupo, que não pode esperar que um jogador só resolva", completa.

Com dores nas costas, Ronaldinho Gaúcho não participou do único treino em Londres e dificilmente enfrenta a Argentina. Kaká, por sua vez, começou a trabalhar com Dunga como reserva no coletivo e talvez tenha que iniciar o novo ciclo na seleção partindo em desvantagem, tendo que correr atrás da vaga de titular.

"Sei que na seleção a cobrança sempre vai existir. Mas, agora, é um novo ciclo, e temos que pensar só no futuro", afirmou Kaká, que foi preterido por Daniel Carvalho na parte inicial do único treino coletivo em Londres.

Nos últimos dias em Londres, Dunga citou algumas vezes que seu trabalho na seleção deve ser pautado pela coerência. Por isso, a tendência é que o técnico mande a campo contra a Argentina o time que iniciou o treino coletivo, com a mesma formação titular do empate com a Noruega, ainda sem Kaká e Ronaldinho Gaúcho, pelo menos a princípio.
 

BRASIL x ARGENTINA

Data: 03/07/2006 (domingo)
Horário: 12h (horário de Brasília)
Local: Emirates Stadium, em Londres (ING)

Brasil
Gomes; Cicinho, Juan, Lúcio e Gilberto; Gilberto Silva, Edmílson, Elano e Daniel Carvalho (Kaká); Fred e Robinho
Técnico: Dunga

Argentina
Abbondanzieri; Zabaleta, Coloccini, Milito e Clemente Rodríguez; Lucho González, Mascherano, Bilos e Riquelme; Tevez e Messi
Técnico: Alfio Basile

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h18

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Com o apoio da torcida, Atlético encara o Botafogo na Kyocera Arena

Da zona de rebaixamento para a Sul-Americana! Ou, quem sabe, Libertadores...

Agora que o torcedor atleticano voltou a sorrir, depois de uma fase que parecia interminável na Zona do Rebaixamento do Brasileirão 2006, o Furacão precisa da vitória para consolidar-se de uma vez no grupo intermediário da tabela de classificação. O jogo contra o Botafogo, que venceu o Paraná no meio de semana, é fundamental nos planos do Atlético, que com um novo sucesso pode somar quatro vitórias seguidas.

Para o jogo deste domingo, às 16h, na Kyocera Arena, o técnico Oswaldo Alvarez terá dois desfalques certos. Pelos lados do campo, o time será completamente diferente, já que Jancarlos e Michel receberam o terceiro cartão amarelo e terão que cumprir suspensão automática neste jogo. Em seus lugares, Vadão ainda mantém o mistério, mas André Rocha (ou Carlos Alberto) e Ivan devem aparecer no time titular.

Se por um lado existem os desfalques, por outro, Vadão poderá contar com o retorno de quatro jogadores que ficaram de fora da vitória contra o Santos. O goleiro Cléber retoma a camisa 1 na vaga de Montoya, os volantes Marcelo Silva e Alan Bahia reforçam o setor de marcação do time atleticano e o meia-atacante Ferreira devolve criatividade e qualidade ao setor de meio campo.

"Todos os jogos são complicados, mas o Botafogo vem melhorando e será um jogo difícil para o Atlético. Estamos conscientes que precisamos dessa vitória, para seguir subindo na tabela e vamos fazer o melhor neste jogo", afirmou o meia colombiano.

O zagueiro Danilo vem tendo importância considerável no sistema de marcação atleticano. Nos últimos jogos, a velocidade na saída de bola é um dos destaques do jogador. "Nas últimas partidas, tivemos uma marcação boa e uma velocidade, principalmente dentro de casa. Estamos com uma seqüência boa, porque o trabalho está sendo bem feito. Esperamos dar continuidade no jogo de amanhã, para não quebrar essa seqüência de vitórias", concluiu Danilo.

Botafogo
Com o mesmo número de pontos que o Atlético, o Botafogo também soma três vitórias consecutivas e essa igualdade deve contribuir para o jogo muito bom de se ver. No time carioca, o técnico Cuca conta com a grande fase vivida pelo atacante Lima. No time, o técnico não terá problemas para escalá-lo.

"Espero continuar marcando os gols que o Botafogo precisa para melhorar ainda mais a posição na tabela de classificação. Atacante vive de gols e a torcida alvinegra pode esperar isso de mim", disse.

ATLÉTICO-PR x BOTAFOGO

Data: 03/09/2006 (domingo), às 16h
Local: Kyocera Arena, em Curitiba (PR)
Árbitro: Giulliano Bozzano (DF)
Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e Ênio Ferreira de Carvalho (DF)

Atlético-PR
Cléber; André Rocha (Carlos Alberto), Danilo, João Leonardo e Ivan; Marcelo Silva, Alan Bahia, Cristian e Ferreira; Marcos Aurélio e Denis Marques
Técnico: Oswaldo Alvarez

Botafogo
Lopes; Rafael Marques, Juninho e Asprilla; Ruy, Diguinho, Claiton, Zé Roberto e Júnior Cesar; Lima e Reinaldo
Técnico: Dirceu Stival (interino)

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 21h13

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Amistoso
Brasil aposta em tradição para engrenar

Rivais históricos, Brasil e Argentina vivem momentos semelhantes no cenário mundial do futebol.


Em seu segundo teste na "era Dunga", o Brasil enfrenta a Argentina e aposta na tradição dos duelos com a Argentina para engrenar um trabalho iniciado após o fiasco da seleção na Copa do Mundo, quando o time comandado pelo técnico Carlos Alberto Parreira parou nas quartas-de-final da competição.

Rivais históricos, Brasil e Argentina vivem momentos semelhantes no cenário mundial do futebol. Novos técnicos e a renovação nos plantéis apontam para o início de uma nova história para os dois países, que se enfrentam neste domingo, no Emirates Stadium, na cidade de Londres, na Inglaterra.

"São duas seleções novas, com novos treinadores. Mas com Brasil e Argentina, nunca tem amistoso. Será uma grande partida. É um momento de renovação, uma coisa normal do futebol. As duas seleções estão entre as pouca que têm essa possibilidade de troca. A cada ano, surgem novos talentos", comentou o meia Kaká, uma das estrelas da equipe.

Apesar de estar apenas em seu segundo jogo à frente do novo treinador, a seleção já é alvo de cobranças. Até mesmo internamente, se espera que o time renda mais contra a Argentina do que em seu primeiro teste pós-Mundial, quando não saiu de um empate contra a Noruega por 1 a 1, na cidade de Oslo.

"Enfrentaremos uma equipe diferente, mas já esperamos estar melhor em relação ao amistoso da Noruega", sintetizou o auxiliar-técnico Jorginho, que agora vê do banco a maior rivalidade mundial do futebol.

No entanto, a pressão pelo mau resultado na Copa ainda gera sentimentos de cautela na seleção. Para o volante Edmílson, cortado poucos dias antes do início do Mundial na Alemanha, o pensamento é o de "pelo menos não perder" para os hermanos.

"Nesse jogo, a vontade maior é de não perder do que de ganhar. Esperamos nos sair melhor do que contra a Noruega. A última Copa mostrou que a seleção tem grupo se sai melhor. Então não interessa se é o melhor do mundo ou o pior. Tem de se encaixar em um grupo", finalizou.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h07

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




POR ONDE ANDA? - Ricardo Pinto
Ricardo Pinto é contratado pelo J. Malucelli

O J. Malucelli anunciou, nesta sexta-feira, a contratação de Ricardo Pinto, ex-goleiro do Atlético.
 
Ele será técnico da equipe B, que disputará a primeira fase do Campeonato Paranaense de 2007 (chamada de Copa dos 100 anos). Ricardo Pinto foi campeão brasileiro da Série B pelo Atlético em 1995 e tornou-se ídolo da torcida rubro-negra. Depois de encerrar a carreira como atleta, foi treinador do time júnior e preparador de goleiros do Atlético.

Como técnico, já dirigiu o Operário Ferroviário, de Ponta Grossa, e o Marcílio Dias, de Santa Catarina. O treinador principal do J. Malucelli é Luciano Gusso, que assumiu o posto com a saída de Lio Evaristo para o Londrina.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h04

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Amistoso
Dunga sofre para acertar posições na seleção

Neste sábado, no treino que antecedeu o amistoso contra a Argentina no domingo, Dunga insistiu na orientação do sistema defensivo.


Um detalhe, sob ponto de vista tático, chama a atenção na observação do começo de trabalho de Dunga à frente da seleção. Tanto dentro, quanto fora de campo, o treinador vem trabalhando obstinadamente para aprimorar o posicionamento da equipe titular. Gestos e palavras entregam essa preocupação do técnico novato.

Neste sábado, no treino que antecedeu o amistoso contra a Argentina no domingo, Dunga insistiu na orientação do sistema defensivo em jogadas de bola parada e ainda alertou para que a linha de zaga evitasse a linha de impedimento, recurso estigmatizado na derrota da seleção para a França na Copa passada.

No ataque, o técnico acompanhou Robinho durante boa parte do treino, pedindo para que o atacante do Real Madrid optasse pelas pontas quantas vezes fosse possível.

Também fora dos cenários de jogo, mergulhado no processo de concepção tática de sua seleção, o treinador vem trabalhando a questão do posicionamento. Dunga afirmou que tem conversado com os jogadores para adequar a função em campo às mesmas desempenhadas em seus respectivos clubes.

"Estamos conversando com os jogadores sempre que possível, para ver esse problema do posicionamento, ver como eles jogam nos clubes e como se sentem mais à vontade em campo. Também para checar os problema que aconteceram na Copa e alguma dificuldade em treino", declarou o técnico, após o treino no Emirates Stadium, em Londres.

Dúvida para o jogo deste domingo contra os argentinos, em razão de dores nas costas, Ronaldinho Gaúcho é um dos jogadores que vem ganhando mais atenção do técnico nesta passagem da seleção por Londres.

Dunga revelou que manteve conversas com o jogador do Barcelona a respeito de qual posicionamento tático seria mais útil para a seleção. Mas, pelo menos por enquanto, segue de pé o mistério sobre a manutenção do astro como meia, como nos tempos de Carlos Alberto Parreira.

"Andamos conversando aqui. O Ronaldinho já jogou de meia na época do Grêmio e também na seleção. Foi atacante pela seleção já, assim como é no seu clube. É tudo uma questão de conversa para chegarmos a um posicionamento adequado", afirma.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h01

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Danilo ressaltou a marcação da equipe

 

 

O Atlético vem tomando poucos gols nas últimas partidas.

Para o zagueiro Danilo, essa tranqüilidade veio devido à marcação de todos os jogadores do time. "Tanto da parte dos volantes, que estão dando uma proteção muito boa, quanto à marcação, desde o ataque. Isso é fruto de um bom posicionamento e de uma marcação forte". O capitão do time espera que essa boa fase continue. "Nas últimas partidas tivemos uma marcação boa e uma velocidade, principalmente dentro de casa. Estamos com uma seqüência boa, porque o trabalho está sendo bem feito. Esperamos dar continuidade no jogo de amanhã para não quebrar essa seqüência de vitórias", analisou o jogador.

Danilo crê que a regularidade da equipe será muito importante para a seqüência do Campeonato Brasileiro. "Para buscar alguma coisa na competição, temos que ter uma regularidade. Dentro de casa temos que conseguir vitórias e fora de casa somar o maior número de pontos possíveis. Esperamos vencer o Botafogo e depois, contra o Internacional, fazer um bom jogo". Mesmo com a dificuldade da próxima partida, o zagueiro espera uma vitória atleticana. "Neste campeonato, todo jogo é complicado. Respeitamos a equipe do Botafogo, mas sabemos que dentro de casa não podemos deixar de marcar pontos", concluiu Danilo.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h54

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




EFE
Kaká: de colete

SELEÇÃO BRASILEIRA - Amistoso
Kaká pode ser banco diante da Argentina


Dunga mantém base da equipe que iniciou o amistoso contra a Noruega, em Oslo. Ronaldinho Gaúcho não treina e preocupa.

Em seu único treino para o amistoso contra a Argentina, no domingo, o técnico Dunga manteve a equipe titular de sua estréia na seleção brasileira, em Oslo. Isto é, com Elano e Daniel Carvalho como meias e Kaká entre os reservas.

Depois de cerca de 30 minutos de movimentação com o preparador físico Paulo Paixão, os jogadores foram reunidos pelo novo treinador da seleção no centro do gramado do Emirates Stadium, em Londres, neste sábado.

Na hora de distribuir os coletes, o meia do Milan foi direcionado à equipe de suplentes. Dunga já havia alertado que nenhum atleta chegaria à seleção com "lugar garantido". E o jogador revelado pelo São Paulo tem de ganhar seu espaço em campo. Após 17 minutos de bola rolando, Dunga mudou a equipe e colocou Kaká no lugar de Daniel Carvalho.

O treinador, depois da sessão, preferiu não escalar sua equipe e deixou a condição de Kaká no ar. "É tudo uma questão de coerência. Todo jogador vai ter de conquistar seu espaço na seleção. Se for bem, vai ser mantido. O Kaká é um grande jogador, mais vai ter oportunidades para jogar assim como os demais", disse.

Dunga enfatizou o posicionamento defensivo, principalmente, no treinamento. Uma das principais preocupações do técnico era que a defesa evitasse fazer a chamada "linha burra", que, nas quartas-de-final da Copa do Mundo, acabou permitindo que o atacante francês Thierry Henry fizesse o gol da eliminação brasileira.

Kaká não foi convocado para o amistoso contra a Noruega, em agosto. O jogador disputou até agora apenas duas partidas oficiais neste início de temporada.

Outra "novidade" na equipe reserva foi a presença de um atleta inglês (não-identificado) atuando ao lado do meio-campista na armação das jogadas do time reserva. O britânico entrou no lugar de Ronaldinho Gaúcho, que, em recuperação de uma lombalgia, não treinou com a equipe e tem participação no amistoso ameaçada.

O astro do Barcelona ficou na concentração brasileira realizando um trabalho específico com o fisioterapeuta Luiz Alberto Rosan. "Ele está com uma dor lombar na parte de baixo das costas, mas a lesão melhor de sexta para este sábado. Vamos avaliá-lo apenas amanhã", disse o médico da seleção, José Luiz Runco.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 20h52

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Ferreira voltará à equipe contra o Botafogo

 
O meio-campo Ferreira cumpriu suspensão autómatica contra o Santos, pelo terceiro cartão amarelo.

O jogador gostou da postura do time na última partida e espera entrar bem na equipe contra o Botafogo. "Eu gostei muito do nosso time contra o Santos. Foi um time concentrado e que aproveitou as oportunidades que teve. Era muito importante vencer aquele jogo. Neste próximo jogo, tentarei fazer o meu melhor para o Atlético, como sempre fiz", comentou.

Ferreira crê que o Atlético terá dificuldades na partida contra o Botafogo, mas está confiante para o jogo. "Todos os jogos são complicados, mas o Botafogo vem melhorando e será um jogo difícil para o Atlético. Estamos conscientes que precisamos dessa vitória para seguir subindo na tabela e vamos fazer o melhor neste jogo", analisou Ferreira.

O Atlético está invicto há quatro partidas. Ferreira acredita que a confiança que a comissão técnica passou aos jogadores, foi fundamental para esta evolução da equipe. "Nosso time melhorou, pela confiança que tivemos da comissão técnica. Quando o time consegue várias vitórias, temos mais tranqüilidade e uma confiança maior. Por isso, o time melhorou e evoluiu muito", finalizou o jogador.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h38

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série A
Jogos de hoje

3ª Rodada - 2º Turno

16h - Cruzeiro 2 x 2 Figueirense - Mineirão - Belo Horizonte (MG)
18h10 - Flamengo 1 x 2 Internacional - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)



Escrito por Vinícius às 20h35

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série B
Jogos de hoje

1ª Rodada - 2º Turno

15h45 - Sport 2 x 0 Avaí - Ilha do Retiro - Recife (PE)
15h45 - Brasiliense-DF 1 x 0 Náutico-PE - Boca do Jacaré - Taguatinga (DF)
16h - Santo André 2 x 0 Paulista - Bruno José Daniel - Santo André (SP)
16h - Paysandu-PA 1 x 2 Ceará - Mangueirão - Belém (PA)
16h - Ituano 0 x 1 América-RN - Novelli Junior - Itu (SP)
17h - São Raimundo-AM 2 x 0 Portuguesa - Vivaldão - Manaus (AM)



Escrito por Vinícius às 20h26

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Amistoso
Dunga faz apologia ao jogo coletivo

Técnico minimiza volta de Ronaldinho Gaúcho e Kaká e diz que não construirá seleção em torno de individualidades.

O futebol brasileiro cansou de acumular glórias graças a seu potencial individual, que em muitas ocasiões compensaram organizações táticas frágeis ou preparo físico deficiente. No entanto, essa marca cultural da história da seleção e de outras equipes nacionais vitoriosas está fora da cartilha do time de Dunga.

No dia que marcou a volta de Kaká e Ronaldinho Gaúcho à seleção depois da eliminação na Copa, na apresentação para os amistosos na Inglaterra contra Argentina e País de Gales, o novo treinador da seleção voltou a reforçar a idéia que o seu time jamais será carregado por uma individualidade destacada.

"O individual é importante, mas muito menos do que o coletivo. É preciso que os jogadores entendam isso, que o conjunto deve se sobressair", comentou Dunga, em resposta à pergunta de qual é a importância da dupla Kaká e Ronaldinho Gaúcho em sua equipe.

Fiel a seu estilo dos tempos de atleta, o treinador ainda definiu o que exige de seu comandado. "É isso o que eu quero: corpo, cabeça, mente, alma e coração", listou.

Dunga ainda evitou entregar publicamente como pretende aproveitar Ronaldinho Gaúcho em seu time, se como meia, como na gestão de Carlos Alberto Parreira, ou se como atacante, da maneira que o jogador está acostumado a atuar em seu clube.

Entretanto, o novato treinador da seleção descartou a hipótese de construir sua equipe em torno da capacidade do astro do Barcelona.

"Existem clubes que jogam em função de um jogador. Isso aqui não vai acontecer. Uma equipe não pode esperar que um jogador decida", afirma.

Mas tudo indica que o que está na cabeça do treinador, pelo menos no universo tático, será exposto no próximo domingo na partida amistosa contra a Argentina em Londres. Com a certa inclusão de Kaká e Ronaldinho Gaúcho, Dunga terá o ponto de partida do que poderá ser seu primeiro time titular.

"Não vou mexer muito na equipe. Caso contrário, não poderei ver a evolução dela", declara o ex-capitão da seleção.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 10h16

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Vadão exorciza torcida e estabelece novas metas


O goleiro Cléber retorna ao time frente ao Botafogo, amanhã

Para o técnico Vadão, vencer o Botafogo amanhã é essencial para manter a tranqüilidade no Brasileirão.

Perto do céu, mas ainda sentindo o calor do inferno. Assim estão os jogadores do Atlético, que não se iludem com a recuperação do time no Brasileirão. Afinal, mesmo figurando no grupo dos classificados para a Copa Sul-Americana, o Atlético continua apenas três pontos à frente da zona de rebaixamento.

O ambiente no CT do Caju é outro desde a vitória sobre o Santos, na última quarta-feira. Mas o elenco rubro-negro lembra bem da situação de poucas semanas atrás, quando era obrigado a conviver com a desconfiança e os protestos da torcida.

Por isso, todos concordam que um bom desempenho diante do Botafogo, amanhã, é essencial para que a Baixada continue em paz.

O técnico Vadão já deixou isso claro para os atletas, evitando qualquer tipo de deslumbramento. "Ganhamos dez pontos em doze, mas ainda não desgarramos lá de baixo. O campeonato está muito perigoso. Não podemos esquecer que com uma vitória a gente vai chegando em cima. Mas uma derrota, pela distância que estamos do grupo de baixo, também complica", avisa o treinador.

Se vencer o Botafogo, o Atlético pode ganhar até três posições, ficando próximo do grupo de classificação à Libertadores. Mas uma derrota pode jogar o time de volta para a zona de perigo. "O campeonato está muito embolado. O primeiro time que cai para a segunda divisão tem 24 pontos e nós estamos com 27. Mesmo assim, estamos com a vaga na sul-americana. Isso mostra que está tudo muito equilibrado", diz o goleiro Cléber, que volta à equipe após cumprir suspensão.

Por isso, os jogadores sabem que não podem se contagiar pela euforia da torcida, que já imagina o time brigando entre os primeiros da tabela. "Temos que aproveitar esse momento, mas também ter os pés-no-chão. Apesar de termos dado essa arrancada, ainda não estamos longe da zona de rebaixamento. Temos que manter essa pegada para ir se afastando cada vez mais e chegar mais perto dos líderes", alerta o dono da camisa 1 do Furacão.

Para tornar o discurso realidade, Vadão tem a receita para manter o grupo sempre motivado, mas com a cabeça no lugar. "Estamos definindo metas de três em três jogos. Se a cada três partidas a gente conseguir seis pontos, saímos dessa zona e vamos chegar no grupo de cima. Por enquanto, estamos pensando em metas pequenas", finaliza o comandante rubro-negro.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h12

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Time cheio de novidades

O Atlético que enfrenta o Botafogo será bem diferente da equipe que bateu o Santos.

O goleiro Cléber, os volantes Alan Bahia e Marcelo Silva e o meia Ferreira voltam ao time, após cumprirem suspensão. Por outro lado, os laterais Michel e Jancarlos receberam o terceiro cartão amarelo e estão fora da partida de amanhã.

Vadão ainda não confirma, mas os quatro titulares têm retorno garantido. Na lateral-esquerda, Ivan ganha uma nova chance. André Rocha, que agradou jogando como volante na quarta-feira, será deslocado para a lateral-direita. "Eu quero jogar, independente da posição. O importante é entrar sempre bem e mostrar o melhor. Eu procuro sempre dar o máximo. É bom ter essa versatilidade para poder ajudar ainda mais a equipe", diz André Rocha.

Assim, o Rubro-Negro entrará em campo com: Cléber; André Rocha, João Leonardo, Danilo e Ivan; Alan Bahia, Marcelo Silva, Cristian e Ferreira; Marcos Aurélio e Denis Marques.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h08

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Dois atleticanos na seleção do Futebol Interior

Dois atleticanos integram a seleção da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro na avaliação do site Futebol Interior.
 
Após a vitória por 2 a 1 sobre o Santos, o atacante Marcos Aurélio e o técnico Oswaldo Alvarez foram considerados destaques da rodada.

Autor de um belo gol na quarta-feira, Marcos Aurélio foi escalado na seleção do Futebol Interior "improvisado" como meio-campo. Na avaliação do site, a regularidade do jogador foi um dos determinantes para a sua indicação. "Na verdade, ele não é meia, mas seria difícil deixá-lo de fora da Seleção após o golaço contra o Santos. Por isso foi convocado", justificou a equipe do Futebol Interior.

Já a indicação a Vadão, é um prêmio aos bons resultados que ele vem obtendo no comando do time, livrando o Furacão da zona de rebaixamento.

Confira a seleção da rodada do site Futebol Interior:
 
Albérico (Fortaleza); Ruy (Botafogo), Antônio Carlos (Juventude), Leonardo (Goiás) e Rubens Cardoso (Internacional); Tcheco (Grêmio), Rosinei (Corinthians), Adriano (Internacional) e Marcos Aurélio (Atlético-PR); Lima (Botafogo) e Tuto (Ponte Preta)
Técnico: Oswaldo Alvarez (Atlético-PR)

Clique aqui e confira os comentários completos de todos os indicados para a seleçãod a rodada do Futebol Interior.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 10h06

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Vadão espera quarta vitória consecutiva

Quando o técnico Vadão chegou ao Atlético, revelou que a equipe atleticana precisaria de quatro vitórias consecutivas para sair de vez da zona de rebaixamento e buscar objetivos maiores.

Se vencer a equipe do Botafogo, o Atlético conseguirá as quatro vitórias que o técnico imaginou quando chegou ao clube. Vadão revelou que teve dificuldades para mudar o cenário no clube. "Não foi fácil. Foi com muita conversa, com muita dedicação e muita luta. Conscientizamos os atletas que teríamos metas a serem traçadas. Colocamos na cabeça dos jogadores que, se não tivéssemos uma reação com vitórias consecutivas, ficaríamos nos arrastando na zona de rebaixamento e os atletas entenderam", comentou.

Além da postura diferente dentro de campo, Vadão fez questão de salientar que a equipe precisava voltar a jogar com as características que o clube sempre teve. "Tínhamos que voltar a jogar como o Atlético. Tem que fazer o que fizemos no primeiro tempo contra o Santos. Jogamos com vontade de vencer e é assim que a torcida do Atlético gosta. Temos que nos adaptar a jogar onde estivermos. Estamos no Atlético e temos que jogar como Atlético", ressaltou.

Mesmo com a boa fase, o técnico rubro-negro sabe das dificuldades que enfrentará na partida contra o Botafogo. Vadão acompanhou o jogo entre Botafogo e Paraná e analisou a equipe carioca. "Eu pude ver um Botafogo jogando muito bem, óbvio que o Paraná não rendeu o que poderia render. Mas temos que lembrar que o Botafogo vem de três vitórias, assim como nós. A ascensão deles é grande, assim como a nossa. É um confronto muito difícil, porque as duas equipes estão com a mesma pontuação", concluiu Vadão.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 10h03

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
André Rocha mudará de posição

André Rocha vem sendo um jogador versátil na equipe do Atlético.

Ele já atuou como terceiro-zagueiro, volante e lateral-direito. O jogador revelou que sente bem em todas as posições em que atuou. "Isso é importante. Estou preparado para atuar na lateral-direita ou no meio-campo. A cada dia me aprimoro mais nos treinamentos para, quando precisar, estar pronto para ajudar a equipe dentro de campo", comentou.

 
O jogador assumiu que independente da posição, sua vontade é de estar em campo. "Eu quero jogar. Tanto pelo meio, como pela lateral, o importante é estar sempre bem para mostrar o meu melhor. O Vadão vem acompanhando os treinamentos e sabe o que é melhor para a nossa equipe". André Rocha crê que essa característica é muito importante. "Nas duas posições, eu procuro dar o máximo. É uma característica importante, porque em uma partida ele pode precisar que eu atue em uma outra posição e eu posso fazer também. Hoje em dia é importante o jogador ter duas posições de origens", analisou o jogador.

A equipe atleticana teve três vitórias consecutivas. André Rocha acredita que essa evolução aconteceu pela vontade dos jogadores e pela união da equipe. "A vontade de cada jogador aumentou. Conversamos e nos unimos cada vez mais, porque só nós jogadores poderíamos tirar o Atlético da situação em que estava. A equipe já estava unida e ficou ainda mais. Um sempre ajuda o outro e isso faz com que o Atlético fique cada vez mais forte e alcance as vitórias", finalizou André Rocha.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 10h01

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Cléber voltará à equipe no domingo

O goleiro Cléber ficou fora da partida contra o Santos, pelo terceiro cartão amarelo.

Na partida contra o Botafogo, o goleiro voltará a vestir a camisa número um e está feliz por voltar ao time. "Estamos em uma fase boa e nada melhor do que voltar à equipe e dar continuidade ao trabalho". Cléber assumiu que não foi fácil assistir à partida e não jogar. "É muito difícil torcer de fora. A equipe jogou bem e não deu espaço ao time do Santos, fizemos um grande jogo e com essa vitória podemos embalar", revelou.

 

Mesmo voltando ao gol na próxima partida, Cléber acredita que não é titular absoluto da equipe. "Não sou dono da posição. Estou à disposição. O Vadão nos deu muita confiança, principalmente depois do jogo contra o Figueirense em que nossa equipe voltou a jogar bem e começamos a embalar". O goleiro gostou da atuação de Navarro Montoya, seu substituto na última partida. "Foi uma boa atuação, mesmo sem atuar há algum tempo, ele foi muito bem e teve uma atuação segura que nos deu a vitória contra o Santos. Todos os goleiros que estão aqui no Atlético têm condições de jogar", analisou.

Cléber quer que a equipe aproveite esse ritmo para crescer no Brasileiro. "Temos que aproveitar esse momento, porque a nossa equipe vem em uma crescente no campeonato. Mas temos que ter os pés no chão. Apesar de termos dado essa arrancada e conseguido essas boas vitórias consecutivas, ainda não estamos longe da zona de rebaixamento. Então precisamos de uma continuidade. Uma vitória contra o Botafogo pode concretizar de vez essa boa fase que estamos", acrescentou Cléber.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 09h58

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Ronaldinho Gaúcho: dúvida

SELEÇÃO BRASILEIRA - Dep. Médico
Ronaldinho Gaúcho depende de treino para jogar

Armador se apresentou com problema na perna esquerda e pode desfalcar a seleção contra a Argentina no domingo.

Ainda sem ter contato com a bola, a seleção brasileira já conta com uma dúvida para a partida amistosa do próximo domingo contra a Argentina, em Londres. Ronaldinho Gaúcho, que não participou da estréia do Barcelona no Campeonato Espanhol na última segunda, se recupera de problema na perna esquerda.

Ronaldinho Gaúcho será avaliado pela comissão médica da seleção brasileira neste sábado e depois ter sua escalação no clássico sul-americano na dependência de um desempenho físico favorável no reconhecimento do gramado do Emirates Stadium.

"Ainda não deu tempo para avaliar o jogador. Isso acontecerá amanhã [sábado], com calma", afirmou José Luiz Runco, médico da seleção.

Ronaldinho Gaúcho sofreu lesão em partida da última semana contra o Sevilla, na decisão da Supercopa da Europa. O meia-atacante sentiu dores na perna esquerda após choque violento com o também brasileiro Daniel Alves.

Por isso, na última segunda-feira, o astro desfalcou o Barcelona na vitória por 3 a 2 fora de casa sobre o Celta de Vigo, no compromisso que marcou a estréia do atual bicampeão nacional no Campeonato Espanhol.

Nesta sexta-feira, Ronaldinho Gaúcho se apresentou à seleção em Londres, mas evitou o contato com a imprensa. Há dez jogos sem anotar gols com a camisa do Brasil, o jogador do Barcelona deverá fazer sua primeira partida pela equipe desde a eliminação nas quartas-de-final da última Copa do Mundo.

Do grupo que o técnico Dunga levou à Inglaterra para os amistosos contra Argentina e País de Gales, Ronaldinho Gaúcho é mais experiente, com 72 partidas pela seleção. O meia-atacante também o principal artilheiro desse elenco, com 29 gols.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 09h56

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Técnico Vadão já tem o "esboço" do Atlético na cabeça

Albari Rosa - Gazeta do Povo / Lateral-esquerdo Ivan será o substituto de Michel, suspenso
 

Lateral-esquerdo Ivan será o substituto de Michel, suspenso
 

Cléber; André Rocha, Danilo, João Leonardo e Ivan; Marcelo Silva, Alan Bahia, Cristian e Ferreira, Marcos Aurélio e Denis Marques.

Embalado após três vitórias consecutivas, o que rendeu um salto da zona de rebaixamento para a zona de classificação da Copa Sul-Americana, o Atlético busca mais três pontos no campeonato. Para o próximo desafio, contra o Botafogo, domingo, às 16h, na Baixada, o técnico Vadão terá dois desfalques.

As duas laterais serão modificadas contra a equipe carioca. Jancarlos e Michel receberam o terceiro amarelo e estão fora da partida. Devido as fortes chuvas desta sexta, o técnico Vadão preferiu não fazer o coletivo e ainda não definiu a equipe.

Apesar da ausência de dois jogadores, Vadão terá o retorno de quatro titulares. O goleiro Cléber, os volantes Marcelo Silva e Alan Bahia, e o meia-atacante Ferreira cumpriram suspensão, e voltam contra o Botafogo.

Mesmo sem confirmar a escalação, o técnico atleticano deu pistas de como será a equipe no domingo. "Amanhã [sábado] temos mais um trabalho e em princípio estou pensando no André [Rocha na direita] e o Ivan [na esquerda]", explicou Vadão.

Com isso, a provável escalação do Atlético para a partida é a seguinte: Cléber; André Rocha, Danilo, João Leonardo e Ivan; Marcelo Silva, Alan Bahia, Cristian e Ferreira, Marcos Aurélio e Denis Marques.

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 09h51

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Marcos Aurélio já é o vice-artilheiro do Atlético

 
O atacante Marcos Aurélio já é o vice-artilheiro do Atlético no Campeonato Brasileiro.

Com quatro gols em apenas cinco jogos, Marcos Aurélio está na vice-liderança ao lado de Ferreira e Alan Bahia. Os três estão atrás de Pedro Oldoni, com seis gols. Marcos Aurélio crê que a boa fase é fruto do seu trabalho. "Essa fase representa tudo para mim. É o resultado do trabalho que venho desempenhando. A nossa equipe está lutando e buscando sempre a vitória. Estão todos batalhando e buscando os nossos objetivos. Isso está me ajudando e sendo muito importante para mim", revelou.

Os artilheiros do Campeonato Brasileiro têm nove gols e Marcos Aurélio acredita que é possível alcançá-los. "Acho que tenho condições sim. Nesse momento viso primeiro ajudar o Atlético e a artilharia fica em segundo plano, mas vou trabalhar para isso. O mais importante agora é alcançar as primeiras posições e conseguir entrar na zona de classificação para a Copa Libertadores", comentou o jogador.

Marcos Aurélio ficou conhecido, em todos os clubes que passou, pela facilidade de marcar gols, e no Atlético não está sendo diferente. O atacante está muito contente com a nova fase na sua carreira. "Em todos os clubes que passei tive a oportunidade de fazer gols. Agora aqui no Atlético estou vivendo uma fase nova e muito importante. Com esses gols estou correspondendo ao que o Vadão está pedindo e estou ajudando o grupo", finalizou o artilheiro.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 09h47

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Amistoso
Dunga quer seleção em ritmo de decisão

Técnico alerta jogadores que desempenho no jogo contra arqui-rivais é fundamental para permanência no projeto para o Mundial de 2010.


Dunga tem sua primeira grande oportunidade de cobrar dos jogadores a postura que julga necessária para defender a seleção brasileira neste domingo, quando o Brasil enfrenta a Argentina, às 12h (horário de Brasília), em Londres. "É como se fosse uma final de Copa", afirma o técnico brasileiro.

Mesmo num fim de semana no qual a Europa se mobiliza para a primeira rodada das eliminatórias do seu torneio continental, Dunga adota um discurso no qual tenta acender seu time para a rivalidade. "O mundo inteiro está aguardando para ver esse jogo", acredita o treinador.

"É o jogo que vale a supremacia do continente sul-americano. Vencer a Argentina é sempre bom, mesmo num início de trabalho das duas seleções", frisa Dunga, que coloca o primeiro clássico de sua gestão como fundamental para aqueles que pretendem seguir prestigiados em seu projeto para a Copa de 2010.

"É preciso que os jogadores entendam que esse jogo vale a continuidade do trabalho deles na seleção. Não quero eles pensando no jogo só na hora, tem que pensar a partir de já, como uma final", enfatiza o técnico.

Lúcio, capitão contra a Noruega, partida que marcou a estréia de Dunga como técnico, e Júlio Baptista, que foi preterido por Carlos Alberto Parreira no grupo que foi ao Mundial e agora ganha nova chance, endossam o pensamento do treinador.

"Contra a Argentina, não tem amistoso. Já é hora de mostrar a cara desse time", disse o novo contratado do Arsenal. "Esse amistoso vale muito pela rivalidade, mas também por enfrentarmos uma equipe de ponta", completa.

Mas não são apenas os brasileiros que ignoram o caráter amistoso do duelo. A Argentina se apresentou nesta manhã em Londres. E já trabalhou em dois períodos no centro de treinamento do Charlton. Enquanto isso, a seleção irá fazer apenas o reconhecimento do gramado do novo estádio do Arsenal, local da partida.

"A gente podia usar esse artifício de se apresentar mais cedo, mas a relação com os clubes da Europa é difícil. Preferimos queimar essa para uma data mais importante", explicou Dunga, escorregando sobre a importância da sua "final".

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 09h43

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Treinador do Botafogo é suspenso por 60 dias

Sai Cuca e entra Dirceu Stival.
 
Treinador do Botafogo, o técnico Cuca foi julgado pela 4ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e ficará 60 dias suspenso, por conta das ofensas dirigidas ao árbitro da partida entre Corinthians e o time carioca, Paulo Henrique de Godoy Bezerra. Ele foi incurso no artigo 186 (ato hostil contra árbitro ou auxiliar), mas absolvido nos artigos 274 (invadir local destinado aos árbitros) e 188 (manifestação desrespeitosa contra árbitro ou auxiliar).

"Cometi um erro. O tribunal está certo em me punir. Agora é cumprir a pena e não há o que fazer", disse Cuca após o julgamento, convicto de que a punição ficou barata.

Quem não teve tanta sorte foi o presidente do time alvinegro, Bebeto de Freitas. Ele foi suspenso por 150 dias, incurso nos artigos 274 e 188, mas absolvido no artigo 186.
 
Fonte: Terra Esportes


Escrito por Vinícius às 09h39

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Cléber: segurança no gol.

BRASILEIRÃO
Atlético tenta fazer a quadra

Meta é consolidar posição na zona da
Sul-Americana.


Sonhando alto, o Atlético recebe o Botafogo, neste domingo, às 16h, na Kyocera Arena. Após três vitórias seguidas, que o levaram da zona de rebaixamento para 11ª posição na tabela do Brasileiro, o Atlético agora volta sua atenção para consolidar uma posição na zana de classificação da Copa Sul-Americana.

No jogo deste domingo, o Rubro-Negro enfrenta um adversário direto na luta pela recuperação no Brasileiro. O Botafogo tem o mesmo número de pontos, 27 pontos, mas ocupa a 13ª posição.

Mais uma vez, o técnico Vadão não contará com todos os seus titulares. Desta vez, desfalcam o time, os laterais Jancarlos e Michel, que estão suspensos. Eles serão substituídos por André Rocha e Ivan, respectivamente.

O time, porém, estará mais forte, com os retornos de quatro titulares, que não enfrentaram o Santos: o goleiro Cléber, os volantes Alan Bahia e Marcelo Silva e o meio-campista Ferreira. O restante da equipe será a mesma que derrotou o Santos por 2 a 1, na quarta-feira, com Marcos Aurélio formando a dupla de ataque com Denis Marques.

O Botafogo vem embalado, depois da convincente goleada por 4 a 0 sobre o Paraná, na quinta-feira. O bom resultado apaziguou o ambiente no alvinegro e manteve o técnico Cuca no cargo. Antes do jogo, ele cogitava deixar o clube. Além disso, Cuca foi suspenso por 60 dias e não poderá comandar o Botafogo. Em seu lugar, entra o auxiliar e irmão dele, Dirceu Stival.

Uma das atrações do time carioca é o atacante Lima, ex-jogador de Coritiba e Atlético, autor de dois gols sobre o Paraná. O volante Claiton, que não enfrentou o Tricolor, retorna e forma o meio-campo com Diguinho e Zé Roberto.

ATLÉTICO-PR x BOTAFOGO

Data: 03/09/2006 (domingo)
Horário: 16h
Local: Kyocera Arena, em Curitiba
Árbitro: Giulliano Bozzano (DF)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e Ênio Ferreira de Carvalho (DF)

Atlético-PR
Cléber; André Rocha (Carlos Alberto), Danilo, João Leonardo e Ivan; Alan Bahia, Marcelo Silva, Cristian e Ferreira; Marcos Aurélio e Denis Marques
Técnico: Oswaldo Alvarez

Botafogo
Lopes; Rafael Marques, Juninho e Asprilla; Ruy, Diguinho, Claiton, Zé Roberto e Júnior César; Lima e Reinaldo
Técnico: Dirceu Stival (interino)

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 09h31

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pelé.Net

BRASILEIRÃO
Atlético-PR e Botafogo jogam em "tira-teima"

Neste domingo, na Kyocera Arena, apenas uma equipe pode chegar à quarta vitória consecutiva no Brasileirão.

Muitas coincidências aquecem o duelo entre o Atlético-PR e Botafogo, marcado para este domingo, às 16h, na Kyocera Arena. Ambas as equipes têm o mesmo numero de pontos, 27 pontos, e entram em campo tentando alcançar a quarta vitória consecutiva.

A boa seqüência de jogos fez com cariocas e paranaenses deixassem a preocupação com o rebaixamento para brigar por uma vaga na Copa Sul-americana. O triunfo nesta rodada garantirá, não só a invencibilidade, mas a possibilidade de sonhos ainda mais altos.

Lima troca de camisa
O Botafogo terá que contrariar os números de sua campanha para voltar com ao Rio de Janeiro com os três pontos. O time venceu apenas um jogo fora de casa, contra o Fortaleza, no último domingo. No mais, foram três derrotas e uma quantidade extensa de empates: sete.

Conscientes da dificuldade de enfrentar o Atlético-PR em Curitiba, os jogadores disseram que ficariam satisfeitos com uma nova igualdade no placar. "Seria um bom resultado. Mas nossa equipe vem atuando bem e temos condição de ganhar o jogo", afirmou Lima.

O atacante, aliás, sabe perfeitamente como o Atlético-PR se comporta dentro de casa. Ano passado, ele foi peça importante na campanha do rubro-negro na Libertadores, chegando a ser vice-campeão. Agora, do outro lado do campo, ele espera manter a média de gols pelo Botafogo: dois em dois jogos.

O jogador ganhou a posição no último jogo, contra o Paraná, tendo sido um dos destaques. O antigo titular, Jefferson Feijão, vem se recuperando de uma contusão e poderá estar a disposição, mas deve começar entre os reservas.

Quem também retorna ao time é o capitão Claiton. Ele havia cumprido suspensão pela expulsão no jogo contra o Fortaleza. Alê, que entrou bem em seu lugar na última partida, recebeu terceiro cartão amarelo e está fora.

Mas o grande desfalque do Botafogo atua do lado de fora do campo. Nessa sexta-feira, Cuca foi suspenso por 60 dias pelo STJD, por ter insultado o árbitro Paulo Henrique de Godoy Bezerra, na derrota para o Corinthians, em 10 de agosto.

Na ocasião, o treinador invadiu o campo para protestar contra a não expulsão de Carlos Alberto. O meia havia dado uma cotovelada em Ruy e recebido apenas o amarelo. Enquanto Cuca cumpre a pena, é provável que assuma o time seu auxiliar técnico e irmão, Dirceu Stival.

Atlético-PR está invicto na Kyocera Arena há seis partidas
No lado dos mandantes do jogo, a mesma euforia pode ser notada pela seqüência de vitórias. Após um mau início de temporada, com as eliminações precoces no Estadual e na Copa do Brasil, e de toda a confusão envolvendo o atacante Dagoberto, o Atlético-PR parece ter se acertado e quer ratificar a boa fase diante do Alvinegro carioca, time que goleou por 4 a 0 no primeiro turno, em pleno Rio de Janeiro.

Desde que Vadão chegou, o rubro-negro já freqüentou a zona de rebaixamento, viu Dagoberto voltar a vestir a camisa atleticana após troca de farpas com o ex-técnico Givanildo Oliveira e conseguiu reagir com três vitórias consecutivas, melhor seqüência do time neste Campeonato Brasileiro.

Até agora, o treinador do Atlético-PR ostenta quatro vitórias, um empate e duas derrotas. Sempre que o time não venceu sob o comando de Oswaldo Alvarez na competição, foi fora de casa. Aliás, a equipe da Baixada não perde jogando na Kyocera Arena há seis partidas, sendo que empatou apenas uma vez e venceu as outras cinco.

Um dos destaques nessa reação atleticana é o atacante Marcos Aurélio. Substituto de Dagoberto no ataque do Furacão, o jogador colaborou diretamente para a série de quatro jogos invicta de sua equipe na competição, marcando um gol por partida.

Contra o Botafogo, o atacante continuará formando a dupla de frente com Denis Marques. O setor é o único que não passará por mudanças, já que no meio-campo e na defesa muitas trocas deverão acontecer.

Suspensos pelo terceiro cartão amarelo, os laterais Jancarlos e Michel não jogam. Em seus lugares, Vadão deverá escalar, na direita, André Rocha ou Carlos Alberto, e na esquerda, Ivan ou Moreno. No gol, Cléber retoma o posto após cumprir suspensão diante do Santos.

O meio é o setor que deve ocorrer as maiores mudanças. Os volantes Alan Bahia e Marcelo Silva retornam de suspensão, assim como o meia Ferreira. E todos eles deverão entrar jogando neste domingo.

ATLÉTICO-PR x BOTAFOGO

Local: Kyocera Arena, em Curitiba (PR)
Horário: 16h
Árbitro: Giulliano Bozzano (DF)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas e Ênio Ferreira de Carvalho (ambos do DF)

Atlético-PR
Cléber; André Rocha (Carlos Alberto), Danilo, João Leonardo e Ivan; Marcelo Silva, Alan Bahia, Cristian e Ferreira; Denis Marques e Marcos Aurélio
Técnico: Oswaldo Alvarez

Botafogo
Lopes; Rafael Marques, Juninho e Asprilla; Ruy, Diguinho, Claiton, Zé Roberto e Júnior César; Lima e Reinaldo
Técnico: Dirceu Stival (interino)

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 09h25

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Boletim de Treinos - Sexta-Feira

Aquecimento

O elenco atleticano realizou, nesta tarde, mais um treinamento antes da partida contra o Botafogo, domingo, na Kyocera Arena. Os atletas realizaram exercícios de aquecimentos, sob o comando dos preparadores físicos Walter Grassmann e Juvenilson de Souza. Os jogadores fizeram corridas e alongamentos, além de um exercício em que tocavam a bola com a mão e não podiam deixar a equipe adversária roubar a bola. O aquecimento durou 30 minutos.

Treino Técnico/Tático

Depois do aquecimento, os atletas realizaram um treinamento técnico/tático, sob o comando do técnico Oswaldo Alvarez. Divididos em dois times, os jogadores participaram de trabalhos de marcação e ultrapassagens durante 45 minutos. "Evitei o coletivo hoje, porque o time vem jogando com freqüência e também porque o gramado estava muito molhado. Achei melhor preservar os atletas", explicou Vadão.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR

 

BRASILEIRÃO - Série B
Jogos de hoje

1ª Rodada - 2º Turno

20h30 - Atlético-MG 2 x 0 Marília - Mineirão - Belo Horizonte (MG)
20h30 - Coritiba 3 x 2 Remo-PA - Couto Pereira - Curitiba (PR)

 


Dagoberto: Luxemburgo quer ele.

MERCADO - Caso Dagoberto
Santos entra na disputa por Dagoberto

Wanderley Luxemburgo intermedeia negociação em jantar com Petraglia.

O
Santos entrou na disputa para conseguir contratar Dagoberto. Depois de acertar com o meio-campista Zé Roberto, a nova meta do Santos é ter o atacante, que está em litígio com o Atlético. Trata-se de um desejo pessoal do técnico Wanderley Luxemburgo que, na madrugada de quinta-feira, após a derrota do Santos por 2 a 1 para o Rubro-Negro, esteve com o presidente do conselho deliberativo do clube, Mário Celso Petraglia.

Os dois jantaram e o prato principal foi a negociação de Dagoberto. Luxemburgo e integrantes da diretoria santista quiseram saber como estava o imbróglio jurídico envolvendo o jogador e ouviu do dirigente atleticano que não haverá recuo. As palavras de Petraglia teriam sido: "Quem pagar os 16 milhões [valor da multa rescisória] leva". O Santos sugeriu um empréstimo, que foi negado. O São Paulo e o Internacional também desejam contratar Dagoberto.

Na quarta-feira, a Justiça do Trabalho ratificou a liminar a favor do Atlético, que prorroga o contrato de Dagoberto até março de 2008. No entanto, o caso está longe de acabar. No dia 20 de outubro, em nova audiência, pode ser que a decisão possa ser revogada. Neste caso, a multa por Dagoberto cairia para R$ 5,4 milhões ou, como prometem os advogados do jogador, ele pode até deixar o Atlético sem nenhum retorno financeiro para o clube.

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 20h12

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Arquivo
Kaká: retorno

SELEÇÃO BRASILEIRA - Elenco
Kaká: vida nova; Ronaldinho Gaúcho se cala

Duas estrelas, que enfrentam a rival Argentina, no domingo, têm atitudes diferentes na chegada à concentração da equipe.

As duas grandes estrelas da seleção brasileira que vão enfrentar a Argentina, no domingo, chegaram a Londres com atitudes diferentes. Enquanto Kaká parou diante de torcedores e jornalistas, Ronaldinho Gaúcho teve uma apresentação fria ao entrar no hotel da concentração da equipe.

Os dois jogadores, destaques de Milan e Barcelona, respectivamente, são as novidades da segunda lista do técnico Dunga, depois de terem ficado fora do empate de 1 a 1 com a Noruega, em agosto.

Agora estão de volta à seleção, pela primeira vez desde a eliminação diante da França, nas quartas-de-final da Copa do Mundo. Ciente da pressão, Kaká clamou por vida nova.

"Cobrança na seleção sempre vai existir, mas é hora de pensar no futuro. A Copa passou", afirmou o meia, que tem contrato com o Milan até 2011 e foi alvo de forte assédio do Real Madrid nesta pré-temporada. "É sempre uma satisfação defender a seleção. É o começo de um novo ciclo, e estou bem empolgado", completou o atleta, que assistiu ao amistoso contra os noruegueses pela TV.

Kaká, até agora, disputou duas partidas oficiais na temporada 2006-07, nas eliminatórias da Liga dos Campeões. Ronaldinho Gaúcho, por sua vez, atuou apenas contra o Sevilla, na Supercopa da Europa.

Na ocasião, o jogador deixou o gramado contundido. Depois, desfalcou o Barcelona na estréia no campeonato nacional, na segunda-feira, contra o Celta. Fica a expectativa por sua participação no treino de reconhecimento do gramado do Emirates Stadium, neste sábado, para saber qual é sua condição de jogo.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 20h08

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Elenco
Júlio Baptista gera alvoroço em Londres

Jogador, que acertou com o Arsenal na véspera, é atração entre os primeiros que se apresentaram à seleção.

A seleção brasileira chega aos poucos a Londres, mas já causa barulho. Principalmente porque, entre os primeiros jogadores que se apresentaram, estava o meia Júlio Baptista, novo contratado do Arsenal, um dos principais clubes da capital inglesa.

Quando o jogador, envolvido em troca nesta quinta-feira com o Real Madrid pelo atacante José Reyes, chegou ao hotel que abriga a seleção (Hilton Park Lane), a imprensa britânica partiu em peso em sua direção. Assim como os torcedores do Arsenal presentes no local.

"É importante minha vinda para o Arsenal, pois eu não seria aproveitado no Real. Chego para ficar um ano e fazer coisas importantes", disse o jogador, ao lado do novo parceiro de meio-campo, o volante Gilberto Silva. O curinga Edmílson e o atacante Rafael Sobis, ex-Internacional, também estavam na primeira leva de apresentados.

No domingo, Júlio Baptista vai colher as primeiras impressões sobre o estádio de seu novo time. "Vai ser bacana", disse. O polivalente atleta, porém, avisa que sua chegada a Londres ainda não é definitiva. "Ainda preciso voltar para Madri para buscar algumas coisas".

A seleção brasileira faz, neste sábado, seu único treino antes de enfrentar a Argentina, no domingo. Os rivais sul-americanos, em contrapartida, cumprirão três sessões: duas nesta sexta-feira e a de reconhecimento de gramado na véspera.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 19h58

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Erandir espera se manter entre os titulares

 
 

O volante Erandir não começava um jogo como titular desde o dia 16 de julho, quando o Atlético enfrentou o Paraná.

O jogador ficou fora da equipe devido a uma lesão em um dos ossos da mão esquerda. No jogo contra o Santos, Erandir voltou ao time titular e teve a atuação destacada pelo técnico Vadão. Mesmo com a forte disputa, Erandir espera ficar entre os titulares. "Trabalho sempre em busca do melhor. Essa disputa mostra que o Atlético tem um grande grupo, e não apenas 11 jogadores. Todos que estão aqui, têm condições de ser titular", analisou.

Erandir acredita que suas chances de retornar ao time são maiores, porque saiu por questão médica, e não por opção técnica. "Quando eu saí da equipe, não sai por problemas técnicos ou físicos, porque eu estava bem. Sai devido à minha contusão". O jogador sabe da competência dos seus companheiros e está pronto para seguir buscando uma vaga. "O Marcelo Silva e o Alan Bahia estavam bem e o Vadão optou em manter os dois. Ele sabe que pode contar comigo e com todos os jogadores que estão aqui", acrescentou.

O Atlético já está na faixa de classificação para a Copa Sul-Americana e o próximo objetivo dos jogadores é alcançar uma vaga na Copa Libertadores. "Acredito que poderíamos estar em uma condição melhor no campeonato. O pensamento do grupo é buscar o melhor para o Atlético. Como estamos crescendo e somando pontos, esperamos conseguir uma vaga na Libertadores e sabemos que isso não está muito longe. Essa classificação seria muito boa para o Atlético", finalizou Erandir.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 19h55

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Vai ter festa na Baixada

 
Torcida atleticana promete esquentar a
fria tarde de domingo contra o Botafogo
A famosa versão do samba "Festa para um Rei Negro - Pega no Ganzê", do imortal Zuzuca, vai embalar a tarde de domingo em Curitiba.
 
Nesta sexta-feira, chove na capital paranaense e, assim, deve permanecer até a tarde de sábado, mas a previsão do Simepar (Instituto Tecnológico ligado à UFPR, IAPAR e COPEL) é a de que, no domingo, haverá sol com poucas nuvens, mas o frio permanece com a temperatura oscilando entre 6°C e 16°C. Então, quem tem que fazer ferver o Caldeirão, é a torcida atleticana!

Torcida que mais uma vez vem provando seu valor, mesmo que a campanha atleticana no ano esteja abaixo das expectativas. Com média de 10.915 pagantes por partida até a presente rodada, o embate frente o embalado Botafogo tem tudo para suplantar o melhor público rubro-negro até agora na competição, quando 18.765 torcedores estiveram presentes na Kyocera Arena para ver o Atlético vencer o Flamengo, com um gol de Ferreira.

Os atletas rubro-negros sabem do valor e da importância da torcida, destacando que ela teve papel preponderante, assim como a boa assimilação do trabalho desenvolvido pelo treinador Oswaldo Alvarez, na recuperação do time no campeonato brasileiro. No empate frente o Figueirense, nos minutos finais, o goleiro Cléber lembrou que "todos correram muito, buscamos verdadeiramente o resultado, pois víamos que nossa torcida não parava de cantar e não poderiam ir embora com derrota". Já na vitória dentro de casa, com direito a goleada sobre a Ponte Preta, foi a vez do meia Cristian destacar que "com a força da torcida somos muito fortes dentro de casa. Eles [a torcida], estão de parabéns pelo apoio e incentivo que nos dão dentro de campo".

E a grande prova de amor e apoio incondicional da nação atleticana ficou clara na última quarta-feira, quando o Furacão enfrentou a forte equipe do Santos, vice-líder da competição. Com a presença da bateria da Torcida Os Fanáticos e bandeiras dentro do campo antes da partida, começou a empatia entre torcida e jogadores. E o que se viu em campo, foi o reflexo da vibração nas arquibancadas. Time e torcedores juntos, lutando sempre, não desistindo nunca, honrando a camisa que só se veste por amor. Com essa receita, o Furacão passou por cima do Santos e fez sua melhor exibição até agora no campeonato, vencendo por 2 a 1 com autoridade.

Contra o Botafogo
Atlético e Botafogo já se enfrentaram 19 vezes pelo Campeonato Brasileiro, com 10 vitórias atleticanas, 3 empates e 6 triunfos do time da estrela solitária. O Furacão marcou 30 gols e sofreu 24, tendo, portanto, retrospecto positivo. No último confronto, dia 29 de abril, brilhou a estrela do garoto Pedro Oldoni, que marcou três dos quatro gols rubro-negros no Maracanã. O destaque do alvinegro é o avante Lima, que estreou marcando duas vezes frente o Paraná, na última rodada e, que foi uma das estrelas atleticanas no ano passado, na campanha que culminou com o vice-campeonato da Copa Libertadores da América.

O recado está dado e os ingressos já estão a venda. O Atlético precisa do seu incentivo nas arquibancadas. Junte amigos, família e compareça ao mais moderno estádio da América Latina para torcer para o Atlético. Essa emoção, não tem preço!
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 19h51

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Arbitragem
Definida arbitragem de Atlético e Botafogo

O árbitro Giulliano Bozzano (DF) será o responsável pela partida entre Atlético e Botafogo.

Ele será auxiliado por Marrubson Melo Freitas e Ênio Ferreira de Carvalho, ambos do Distrito Federal. O quarto árbitro será o paranaense Antônio Dernival de Morais. A partida está marcada para o próximo domingo, às 16h, na Kyocera Arena.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 19h46

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Amistoso
Dunga tem trunfos para embalar na seleção

Regresso pós-Copa de Kaká e Ronaldinho Gaúcho, e oportunidade de desafiar a arqui-rival Argentina, são os elementos que podem potencializar trabalho do calouro treinador.


Depois da "quebra de gelo" em Oslo, no empate contra a Noruega no último mês, o técnico Dunga dá seqüência a seu incipiente trabalho na seleção nesta sexta-feira, quando a delegação brasileira se apresenta em Londres, para a disputa de dois amistosos, contra Argentina e País de Gales. Na Inglaterra, o regresso pós-Copa dos meias Kaká e Ronaldinho Gaúcho, e oportunidade de desafiar os arqui-rivais argentinos, são os elementos que podem potencializar o calouro treinador no cargo.

A possibilidade de derrotar os argentinos num palco importante da Europa, com as duas equipes contando com força máxima, constrói o pacote que pode jogar a favor do futuro imediato de Dunga. É uma oportunidade rara de elevar a auto-estima da seleção em ano de fracasso em Copa.

Historicamente, logo em seguida a decepções em Copas, a seleção não costuma se deparar com um grande rival. Depois da eliminação no Mundial de 1982, por exemplo, o Brasil só voltou a entrar em campo para recomeçar uma trajetória em abril do ano seguinte, vencendo o Chile no Maracanã, com Carlos Alberto Parreira no banco.

A derrota para a França nos pênaltis na Copa de 1986 também encerrou as atividades da seleção naquele ano. Somente em maio de 1987, o Brasil voltou a jogar, no empate da equipe de Carlos Alberto Silva com a Inglaterra.

Em 1990, após o fracasso na Copa da Itália, o novato Falcão assumiu a seleção em situação que continha pontos semelhantes em relação à realidade que Dunga hoje vivencia. Depois da eliminação no Mundial diante da Argentina, o então treinador estreante encerrou o ano sem conseguir erguer a auto-estima do Brasil, somando derrota para Espanha e três empates, dois contra o Chile e outro contra o México.

Querendo ou não, o sentimento espontâneo de "volta por cima" da seleção está no ar.

"Queremos recuperar o prestígio da seleção brasileira, que ficou meio deixado de lado com a má campanha na Copa. Todos têm essa consciência. Queremos apagar a impressão que ficou na Copa", diz o volante Gilberto Silva, que começou a "Era Dunga" como titular na Noruega.

Além da chance de derrotar a rival Argentina, algo que costuma pontuar bons momentos da seleção, Dunga ainda promove as voltas de Kaká e Ronaldinho Gaúcho, que possivelmente regressam para assumir de vez a liderança da seleção.

Se na gestão de Carlos Alberto Parreira, a dupla já exercia papel de protagonismo, agora com a saída de cena de símbolos da seleção, como Cafu e Roberto Carlos e, provavelmente, de Ronaldo, Kaká e Ronaldinho Gaúcho devem personificar o novo time de Dunga no ciclo para a Copa de 2010. A expectativa é que essa aposta se torne clara já nos amistosos de Londres.

Assim como o treinador, os dois meias têm, contra a Argentina, chance preciosa de começar a se desvincular da imagem de fracasso do Mundial da Alemanha. Mais do que oportunidade, Kaká e Ronaldinho Gaúcho "recomeçam" na seleção com sentimento de obrigação de mostrar mais.

Na condição de melhor do mundo em 2004 e 2005, Ronaldinho Gaúcho fez Copa decepcionante. Para piorar, seu retrospecto recente na seleção apresenta jejum de mais de um ano sem gols pelo Brasil, em total de dez jogos. O último aconteceu justamente contra a Argentina, na vitória na final da Copa das Confederações.

Kaká também vem de uma Copa tecnicamente abaixo da média. Como seu companheiro de seleção, sabe que as cobranças do novo período da equipe tendem a recair sobre suas costas. Mas o meia do Milan deve contar com todo o respaldo da comissão técnica, que tende que a recuperação do jogador é vital para esse começo de trabalho.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 09h33

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Quatro podem voltar. Dois titulares saem do time

O Atlético volta ao treinos hoje, quando o técnico Oswaldo Alvarez deverá montar a equipe que pega o Botafogo, domingo, às 16h, na Baixada.

Além do goleiro Cléber, o meia Ferreira, e os volantes Alan Bahia e Marcelo Silva, que ficaram de fora na última rodada, cumprindo a suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo, podem retomar suas posições.

Mas, se tem o possível retorno de quatro titulares, Vadão "perde" os dois laterais: Jancarlos na direita e Michel na esquerda. Os dois receberam o terceiro cartão amarelo na vitória contra o Santos e cumprem suspensão automática. Na lateral-esquerda, o treinador tem duas opções para ocupar a vaga: Ivan e Moreno disputam a preferência de Vadão. Na lateral-direita, as alternativas ficam entre André Rocha, que também atua como volante, e Carlos Alberto. Uma terceira opção seria Benetoli, contratado junto ao Goiás, mas que não vem sendo aproveitando nos treinos.

Depois de enfrentar o Botafogo, o Rubro-Negro jogará, ainda em setembro, com o Internacional, dia 10, em Porto Alegre. Na seqüência, o Atlético pega o Santa Cruz, dia 16, na Baixada. Sai para enfrentar o Goiás, no dia 20. E novamente dois jogos dentro de casa, contra o São Caetano, dia 23, e São Paulo, dia 30.

Jogos do Atlético pelo Brasileirão em setembro:

03/09/2006 - Atlético-PR x Botafogo - Kyocera Arena
10/09/2006 - Internacional x Atlético-PR - Beira-Rio
16/09/2006 - Atlético-PR x Santa Cruz - Kyocera Arena
20/09/2006 - Goiás x Atlético-PR - Serra Dourada
23/09/2006 - Atlético-PR x São Caetano - Kyocera Arena
30/09/2006 - Atlético-PR x Sao Paulo - Kyocera Arena

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 09h25

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Com méritos, o centro das atenções

O Atlético colheu, ontem, os frutos de uma quarta-feira iluminada.

Como há muito tempo não acontecia, sorrisos estampavam os semblantes no CT do Caju e na Baixada. Não é para menos. Após a vitória de 2 a 1 sobre o Santos, o Furacão não só confirmou sua ascensão no Brasileiro, mas também conseguiu uma importante vitória na Justiça, pelo caso Dagoberto, e, de quebra, garantiu a volta de um antigo ídolo dos atleticanos: Paulo Rink.

A grande atuação diante do Santos resgatou a confiança da torcida rubro-negra. Mesmo sem quatro titulares, o Atlético fez uma apresentação irrepreensível e passou por cima do vice-líder do Brasileirão. Com o resultado, deixou mais longe a zona do rebaixamento e entrou na faixa de classificação da Sul-Americana.

Jogadores até então vistos com receio pela galera, como André Rocha e Cristian, tiveram uma noite impecável, enchendo os atleticanos de esperança. "Jogando com três volantes, fiquei muito à vontade para jogar da maneira que sei. Durante os jogos, fico mais liberado e me movimento bastante em campo", diz Cristian.

O meia William, que andava esquecido após seu retorno da Espanha, onde defendeu o Tenerife, reapareceu em grande estilo. Entrou no 2º tempo e em sua primeira participação, marcou o gol que garantiu a vitória atleticana. "É uma satisfação muito grande. Em uma reestréia, o gol já diz tudo. O time vem numa crescente. Quero aproveitar esse embalo pra crescer junto", comemora o meia.

Mas o personagem principal da virada rubro-negra foi o atacante Marcos Aurélio. Ele marcou seu quarto gol em quatro partidas seguidas, em suas primeiras chances no time titular. "Estou tendo as oportunidades e sabendo concluir para o gol. Tenho feito muitos trabalhos de velocidade e força, e isso está me ajudando", destacou.

O desempenho de Marcos Aurélio e a contratação de Paulo Rink contribuem também para deixar em segundo plano a disputa em torno de Dagoberto. Essa foi outra conquista do Atlético no meio da semana. A decisão da Justiça, de manter a prorrogação do contrato do atacante, deve esfriar a polêmica que envolve o caso e vinha conturbando o ambiente do clube.

Com tantas boas notícias, o Furacão ganhou também a paz entre torcida, atletas e diretoria. Após cobrar e protestar, mas sem abandonar a equipe, a galera foi recompensada com muita raça pelos jogadores e com o reconhecimento dos dirigentes. Antes banida das arquibancadas, a bateria da torcida Os Fanáticos apareceu dentro do gramado da Baixada. Só faltou vestir a camisa 12. "A diretoria está reconhecendo que ajudamos muito. Ainda podemos fazer muito mais. Vamos estar sempre unidos, pelo bem do Atlético", afirma Júlio César Sabota, o Julião, presidente da organizada.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 09h18

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MERCADO - Caso Dagoberto
Petraglia admite negociar Dagoberto com São Paulo

Valor pedido pelo Atlético-PR é de R$ 16,5 milhões. Atleta tenta diminuir.

O presidente do conselho deliberativo do Atlético-PR, Mário Celso Petraglia, afirmou nesta quinta-feira que não vê problemas em negociar o atacante Dagoberto com o São Paulo. O Santos também já demonstrou interesse no futebol do jogador.

"Temos o maior respeito pelo que o São Paulo representa para o futebol brasileiro. Tivemos alguns contratempos, mas não temos preconceito. Estamos abertos para negociar", disse o dirigente, citando os problemas com o São Paulo que resultaram na interdição da Kyocera Arena na final da Libertadores de 2005, contra o próprio São Paulo, e a briga na Justiça pelo atacante Aloísio.

Segundo Petraglia, quem quiser levar o atacante terá que desembolsar R$ 16,5 milhões. O jogador briga na Justiça para diminuir o valor.

"O Atlético buscou seus direitos na Justiça pelo tempo que ele ficou lesionado, aumentando o período de contrato. Nosso interesse é que ele fique, mas ele já demonstrou o interesse de sair", justificou.

Como a janela de transferências para o exterior terminou nesta quinta, o jogador só poderá ser negociado com um clube nacional, já que não ultrapassou o limite de ter atuado em sete partidas.

Fonte: GloboEsporte.com



Escrito por Vinícius às 09h13

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Boletim de Treinos - Quinta-Feira

 

Regenerativo

Os jogadores atleticanos, que iniciaram a partida de ontem contra o Santos, realizaram, nesta tarde, um treinamento regenerativo. Os atletas realizaram 20 minutos de corrida e uma série de alongamentos que durou outros 20 minutos, sob o comando dos preparadores físicos Walter Grassmann e Juvenilson de Souza. Logo em seguida, os jogadores fizeram exercícios na musculação, sob o comando do preparador físico Márcio Henriques. Após, fizeram imersão em banheira de água quente. "Esses exercícios são importantes para a recuperação muscular dos atletas. Eles realizaram, na musculação, duas séries com oito repetições para os membros inferiores e três séries com dez repetições para os membros superiores", explicou Walter Grassmann.

Treino Técnico/Tático

Os atletas que não participaram do jogo de ontem realizaram um treinamento técnico/tático. No campo seis do CT do Caju, sob o comando dos auxiliares técnicos Nilson Borges e Gersinho, o treino teve duração de 45 minutos. Em campo reduzido, os atletas foram divididos em dois times e só podiam dar dois toques na bola. O objetivo era marcar o gol e não deixar a equipe adversária roubar a bola.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 22h03

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série A
Jogos de hoje

2ª Rodada - 2º Turno

20h30 - Vasco 2 x 2 Ponte Preta - São Januário - Rio de Janeiro (RJ)
20h30 - Botafogo 4 x 0 Paraná - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)
20h30 - São Paulo 1 x 1 Fortaleza - Morumbi - São Paulo (SP)



Escrito por Vinícius às 22h00

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série C
Jogos de hoje

2ª Fase - 5ª Rodada

Grupo 21

20h30 - Atlético-GO 2 x 2 Jataiense-GO - Serra Dourada - Goiânia (GO)



Escrito por Vinícius às 21h54

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SUL-AMERICANA
Jogos de hoje

1ª Fase - Jogos de Volta

18h - San Martin-PER 3 x 2 Coronel Bolognesi - Monumental de Lima - Lima (PER)
18h30 - Bolívar-BOL 2 x 3 Universitario Sucre-BOL - Hernando Siles - La Paz (BOL)
21h - Colo-Colo-CHI (5) 1 x 2 (3) Huachipato-CHI - David Arellano - Santiago (CHI)



Escrito por Vinícius às 21h53

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mercado
Santos e São Paulo têm interesse em contratar Dagoberto

Santos e São Paulo estão interessados na contratação do atacante Dagoberto, que tem vínculo com o Atlético até março de 2008.
 
A multa para rescisão do contrato gira em torno de R$ 16 milhões. Porém, como o atleta está em litígio, não está afastada a hipótese de empréstimo, o que era impensável há alguns meses.

O interesse do São Paulo pelo jogador é mais antigo e já vinha sendo comentado pela imprensa. O Santos também havia mencionado a possibilidade de contratar Dagoberto, mas os comentários ganharam maior força depois desta quarta-feira, quando o time enfrentou o Atlético, na Kyocera Arena. Como o técnico Wanderley Luxemburgo e dirigentes do Santos estiveram em Curitiba, especula-se que tenha se estreitado o contato com a diretoria do Atlético.

Mario Celso Petraglia, presidente do conselho deliberativo do Atlético, já declarou que "dinheiro não tem cor" e que, portanto, não tem preferência de clube com quem negociar o atacante.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h40

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE - Copa dos 100 Anos
Atlético B fez amistoso de preparação

 
Atlético fez esse amistoso para se preparar para a Copa dos 100 Anos, que se trata da 1ª fase do Campeonato Paranaense de 2007.

A equipe do Atlético que vai disputar a Copa dos 100 Anos, que começa no próximo dia 30 de setembro, fez um amistoso contra o Periferroviário, de Mafra, nesta tarde, no CT do Caju. O jogo acabou empatado em 0 a 0. Foi a primeira partida da equipe, que conta com atletas do profissional e do time de juniores.

Para o treinador da equipe, Leandro Niehues, o jogo foi válido. "Foi um bom treino, o nosso primeiro jogo. Tinha o pessoal do profissional que estava há um tempo sem jogar e tem que pegar ritmo. E também serviu para darmos uma cara para o time", explicou. Na opinião do treinador, o resultado foi bom. "É começo de trabalho ainda, então foi um resultado normal. Tudo dentro do esperado", analisou Leandro Niehues.

O atacante Willian gostou da postura da equipe. "Mostramos um bom entrosamento. Criamos bastante, mas não conseguimos converter em gol. O time deles jogou muito atrás. Agora temos de trabalhar melhor para aproveitar as oportunidades de gol", afirmou. O atacante acredita que o time ainda tem muito a melhorar. "Foi só um jogo, não dá para avaliar muito. Vamos esperar outros amistosos e a estréia para observar melhor", concluiu Willian.

O zagueiro Lucas também acredita que a equipe desperdiçou muitas oportunidades. "Fizemos nosso primeiro jogo, criamos bastante, mas faltou o gol. Acho que para primeira vez junto está bom. A tendência agora é melhorar. Nos conhecermos melhor dentro de campo e aperfeiçoar alguns detalhes", finalizou Lucas.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h37

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pelé.Net

BRASILEIRÃO
Série vitoriosa leva calmaria ao Atlético-PR

Depois de figurar na zona de rebaixamento do Nacional, time reage, alcança Sul-Americana e vive melhor momento no ano.

O Furacão vive, atualmente, seu melhor momento na temporada 2006. Após um início com o alemão Lothar Matthäus no comando técnico e a eliminação precoce no Campeonato Paranaense, o time da Baixada não começou bem o Brasileiro com Givanildo Oliveira como treinador.

A três jogos da paralisação para a Copa do Mundo, o Atlético-PR conseguiu duas vitórias e um empate, e respirou na competição nacional. Porém, as férias que deveriam servir para a equipe se preparar para a seqüência da temporada foram bastante conturbadas. O imbróglio entre o clube e Dagoberto foi o principal assunto no Rubro-Negro durante a pausa.

No retorno, o time venceu apenas uma vez em sete jogos. Nesse meio tempo, Givanildo Oliveira foi substituído por Vadão e chegou a figurar na zona de rebaixamento do campeonato. Agora, com três vitórias consecutivas, o Furacão volta a ficar entre os onze primeiros, e está entre os que classificam para a Copa Sul-Americana.

"Foi fundamental traçar metas, porque com as mudanças de treinadores o grupo ficou sem ter uma bússola para seguir. Traçamos que nos últimos três jogos precisávamos fazer, no mínimo, seis pontos, e fizemos sete. Agora também, desses nove pontos, temos que fazer seis. Três nós já fizemos e se fizermos mais do que seis, será melhor ainda", afirmou o técnico Vadão.

A vitória sobre o Santos, na Kyocera Arena, ainda deu de volta ao estádio um retrospecto bastante favorável ao Atlético-PR. Com três derrotas em Curitiba neste Brasileiro, o time rubro-negro perdeu a áurea de imbatível atuando em seus domínios.

Agora, porém, a equipe chegou a sua sexta partida sem derrotas na Kyocera Arena e ainda tem um jogo a menos que a maioria de seus adversários. O confronto com o líder São Paulo, no dia 30 de setembro, será justamente em sua casa. Desde que o clube reinaugurou o estádio, em 1999, o Furacão nunca perdeu para o Tricolor paulista em Curitiba. Foram sete vitórias e dois empates.

E o próximo compromisso atleticano no Campeonato Brasileiro também é em casa, no domingo, contra o Botafogo. Em caso de vitória, o time de Vadão pode ganhar mais posições na tabela e se firmar na zona de classificação da Copa Sul-Americana.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Vadão tem o retorno de quatro titulares, mas perde os laterais

Albari Rosa - Gazeta do Povo / Depois de cumprir suspensão automática, o goleiro Cleber reassume a meta atleticana
 

Depois de cumprir suspensão
automática, o goleiro Cléber
reassume a meta atleticana
 

Voltam Cléber, Alan Bahia, Marcelo Silva e Ferreira, mas saem Jancarlos e Michel.

Os jogadores do Atlético nem tiveram tempo de comemorar a boa vitória contra o Santos, por 2 a 1, na Kyocera Arena, e já retomaram os treinamentos no CT do Caju, nesta quinta-feira. Domingo, o Furacão enfrenta o Botafogo, às 16h, na Baixada.

Para essa partida, o técnico Vadão ganha quatro importantes reforços. Todos os atletas que estavam suspensos contra o Santos devem retornar como titulares. Apesar da boa apresentação contra a equipe paulista, Vadão vai optar pela coerência e o time será alterado.

O goleiro Cléber, os volantes Marcelo Silva e Alan Bahia, e o meia-atacante Ferreira, vão estar entre os titulares contra o Botafogo. No entanto, para tentar a quarta vitória seguida e subir ainda mais na classificação, Vadão terá novamente desfalques para montar a equipe.

Os dois laterais, Jancarlos na direita, e Michel na esquerda, receberam o terceiro cartão amarelo e ficam fora da partida de domingo. Nesta sexta-feira, Vadão deve definir quem entra nas posições. O "coringa" André Rocha tem chances de entrar na direita e Moreno na esquerda.

Reforços
O atacante Paulo Rink, que foi contratado nesta quarta-feira, será apresentado oficialmente na segunda-feira.

Além do jogador, a diretoria atleticana deve trazer mais dois reforços. O lateral-direito Ricardo Lopes, do Ituano, foi sondado pelo Atlético e pode aparecer na Kyocera Arena. Porém, a diretoria não confirma, nem desmente nenhuma negociação.

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 21h30

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Michel e Jancarlos desfalcarão o time no domingo

Neste Campeonato Brasileiro, a exemplo do ano passado, o Furacão está tendo dificuldades em escalar o mesmo time em duas partidas seguidas.
 
Contusões, suspensões e problemas burocráticos são os motivos para tal falta de regularidade. Na partida contra o Botafogo, domingo, às 16h, na Kyocera Arena, o Atlético mais uma vez não jogará com os mesmos jogadores. O lateral-esquerdo Michel e o lateral-direito Jancarlos receberam o terceiro cartão amarelo na partida contra o Santos e irão cumprir suspensão automática.

É a sexta vez que Jancarlos desfalca o Furacão por suspensão, já que foram três cartões vermelhos e nove amarelos. Seu substituto deverá ser André Rocha, já que Carlos Alberto, que foi sondado pelo Sport, não vem sendo relacionado para os jogos pelo treinador atleticano. Benetoli, que ainda não estreou, também pode ser a novidade.

Michel vem sendo um dos destaques do time atleticano em campo. Com passes precisos e uma ótima marcação, o lateral, que estreou com a camisa rubro-negra no empate contra o Figueirense, onde deu o passe para o atacante Marcos Aurélio empatar a partida no finalzinho, ganhou a confiança de Vadão e se firmou no time titular. Com Michel suspenso, Ivan deverá voltar a lateral-esquerda.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h26

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mercado
Ricardo Lopes pode reforçar o Atlético

Ricardo Lopes: especulado
como reforço do Atlético
O lateral-direita Ricardo Lopes, de 29 anos, pode ser o novo reforço do Atlético para este Campeonato Brasileiro.
 
Atualmente, ele joga pelo Ituano e está disputando a Série B do Campeonato Brasileiro. A informação sobre sua possível contratação foi divulgada em primeira mão pela Rádio Banda B (AM 550), e também já noticiada pelo site RubroNegro.Net e pela Gazeta do Povo. Até o momento, a diretoria não confirmou nenhuma negociação, além da envolvendo o atacante Paulo Rink.

Perfil
Ricardo Lopes é natural de Jaú, interior de São Paulo, e começou sua carreira no XV de Novembro de sua cidade. Depois, passou pela Portuguesa e pelo Ituano. No ano passado, Ricardo Lopes foi contratado pelo Flamengo juntamente com o meia Caio, atualmente no Coritiba. Fez 11 partidas e marcou um gol pelo time carioca.

O lateral atuou ainda pelo São Caetano e retornou ao Ituano, clube com o qual tem contrato até 2010. De acordo com informações divulgadas na Internet, Ricardo Lopes é um jogador que se destaca no apoio e chuta forte.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h24

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mercado
Paulo Rink deve chegar a Curitiba no domingo

O atacante Paulo Rink deve desembarcar no Aeroporto Internacional Afonso Pena no próximo domingo.
 
O jogador ainda está no Chipre, acertando os últimos detalhes de seu retorno ao Brasil. Nesta quarta-feira, ele acertou a rescisão de seu contrato com o Omonia Nicosia e a volta ao Atlético. Seu contrato com o Rubro-Negro foi assinado por sua esposa, através de uma procuração.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h22

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MERCADO - Caso Dagoberto
São Paulo ainda tenta tirar Dagoberto do Atlético-PR

O São Paulo apostava que Dagoberto conseguiria uma vitória na Justiça contra o Atlético-PR para facilitar a sua contratação.

Mas a derrota que o atacante teve na última quarta no tribunal, mantendo seu contrato com o clube paranaense até abril de 2008, ainda não tirou o atleta da pauta.

Se Dagoberto ganhasse na Justiça, sua multa cairia para R$ 5,4 milhões. Com a manutenção do contrato, para tirá-lo do Atlético-PR, o clube interessado teria de pagar R$ 17 milhões, valor considerado muito alto para qualquer clube brasileiro.

No entanto, o São Paulo ainda pode oferecer uma outra negociação. O prazo para troca dentro do Brasil é dia 22 de setembro. Para transferências internacionais, dia 31 de agosto, isto é, hoje.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 11h43

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mercado
Prazo para inscrição de atletas do exterior acaba hoje

O prazo para inscrição de jogadores oriundos de times estrangeiros se esgota hoje.
 
Assim, o time que desejar contar com reforços que atualmente estão vinculados a clubes de outros países devem efetuar o registro dos contratos até o final do expediente desta quinta-feira da CBF. Esta é a segunda janela para transferência de atletas do exterior. A primeira foi no início do ano. A atual começou no dia 3 de agosto e acaba hoje.

O Atlético deverá solicitar a inscrição do atacante Paulo Rink, que estava vinculado ao Omonia Nicosia, do Chipre. Sua contratação foi anunciada nesta quarta-feira pela diretoria do clube.

É importante ressaltar que o prazo final para inscrição de jogadores para este Campeonato Brasileiro é apenas no dia 22 de setembro. A partir de amanhã, os clubes não poderão mais inscrever jogadores que atuam fora do Brasil, mas poderão efetuar contratações no mercado interno. Permanece valendo a regra que permite a transferência de um jogador que tenha realizado no máximo seis partidas por um time. Outra hipótese é a contratação de jogadores oriundos de times que não estão disputando a Série A.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 11h36

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Confira a coletiva do técnico Vadão

Após essa vitória merecida, Vadão comentou sobre o resultado.
 
O técnico Oswaldo Alvarez comentou a vitória sobre o Santos por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, na Kyocera Arena.
 
Confira a coletiva de Vadão:

VELOCIDADE
"Sem dúvida, hoje [quarta-feira] o time foi muito veloz. No futebol moderno, você tem que ter força e velocidade. Se não tiver isso, não vai conseguir ter sucesso. Conseguimos dar muita velocidade e com qualidade no passe. O jogo foi muito bom".

ERROS
"O time foi muito bem, mas no segundo tempo nós erramos muitos passes. Se tivéssemos acertado mais, poderíamos ter contra-atacado a equipe do Santos e ter ampliado o placar mais cedo. Temos que tomar cuidado com isso".

GOL
"O primeiro gol, logo no início do segundo tempo, foi importante. Mas temos que entender que esse gol deveria ter saído no primeiro tempo. Chutamos muito a gol e não fizemos. Quando eles esboçaram uma reação, fizemos o gol e isso com certeza atrapalhou a equipe deles. A responsabilidade mudou de lado e jogamos no contra-ataque. Quem tinha que ir atrás do resultado era a equipe do Santos".

DOMÍNIO
"O que me preocupou é que o Atlético dominou o jogo no primeiro tempo e não fizemos o gol. Do outro lado, tinha um treinador competente [Wanderley Luxemburgo] e lógico que eles não voltariam com a mesma formação. Fiquei preocupado porque não fizemos o gol no momento em que estávamos melhores na partida".

SUBSTITUIÇÕES
"Em relação aos jogadores que substituímos, todos foram bem. A substituição é muito delicada, depende muito do atleta, ele pode entrar bem ou mal. Hoje as coisas deram certo. Se der errado, eu vou ser cobrado e vou aceitar a cobrança. Quando fazemos uma mudança tática, temos que ver a leitura que está se fazendo do jogo para mudar".

MUDANÇAS
"Dos jogadores que iniciaram a partida, a preocupação era com o Erandir e com o André Rocha, que não estavam jogando e o Santos tem muito potencial nessa parte do campo onde atuaram esses jogadores. Tanto o Montoya, como os dois volantes, e o Fabrício, foram bem. O Fabrício aproveitou a brecha na saída do Ferreira. Com isso, confirmamos que temos um grupo confiável".

EVOLUÇÃO
"Reforçamos a união do grupo. Os jogadores entenderam muito bem isso, porque estávamos dispersos. O lado da confiança e da auto-estima tem que trabalhar mesmo nas vitórias. Batemos muito nisso. Foi fundamental também traçar metas, porque com as mudanças de treinadores o grupo ficou sem ter uma bússola para seguir. Traçamos que nos últimos três jogos precisávamos fazer, no mínimo, seis pontos e fizemos sete. Agora também, desses nove pontos, temos que fazer seis. Três nós já fizemos e se fizermos mais do que seis, será melhor ainda".
 
Fonte: Site Oficial do Atlético-PR


Escrito por Vinícius às 11h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Marcos Aurélio fez mais um e foi ovacionado

Marcos Aurélio: quatro gols
nas quatro últimas partidas
O atacante Marcos Aurélio está em uma fase excepcional.
 
O jogador marcou mais um gol na partida desta quarta-feira, seu quarto gol nos últimos quatro jogos do Furacão. Marcos Aurélio estreou com a camisa rubro-negra no jogo contra o Corinthians. Não participou do jogo contra o Grêmio e voltou a jogar contra o Figueirense. Nesta partida, seu destino começou a mudar. Marcou o gol de empate no final da partida. Depois disso, tornou-se titular e marcou gols nos jogos contra a Ponte Preta, Fluminense e, agora, contra o Santos.

Seu gol no jogo desta quarta, contra o Santos, saiu em uma jogada muito bonita. Ele recebeu um passe na entrada da área, deu um drible no zagueiro e bateu no canto direito de Fábio Costa. Foi o gol que abriu caminho para a vitória rubro-negra por 2 a 1. No final da partida, Marcos Aurélio explicou a boa fase. "Estamos tendo as oportunidades de gol e estamos sabendo concluir para gol. A gente trabalha muito o trabalho de velocidade e de força e acho que isso está sendo muito importante para mim", comentou.

O camisa 11 foi substituído aos 43min do segundo tempo e saiu ovacionado pela torcida atleticana, que gritou o seu nome e reconheceu a boa atuação do atacante.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 11h30

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Cristian foi o destaque da partida

O volante Cristian foi novamente um dos destaques da equipe atleticana.

No primeiro tempo, o jogador chutou seis vezes a gol, o que é umas das suas características. "É o meu estilo de jogar. O Vadão falou que se tivesse oportunidade para chutar ao gol era para arriscar. Até mesmo porque o campo estava um pouco úmido. Acertei alguns chutes, mas o Fábio Costa foi feliz em fazer as defesas", comentou o jogador.

Cristian subiu de produção com a chegada do técnico Oswaldo Alvarez. O volante revelou que ficou mais à vontade com o novo treinador. "Com a chegada do Vadão, melhorou muito para mim e para alguns outros jogadores. Ele me deixou muito à vontade para jogar da maneira que eu sei. Jogando com três volantes, posso chegar mais ao ataque e chutar à gol". Cristian ganhou a confiança que precisava para voltar a jogar bem. "O Vadão me falou que era para eu fazer como eu fazia no Paulista. Durante os jogos, eu fico mais liberado e posso me movimentar bastante em campo", finalizou o volante.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 11h28

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
William voltou a jogar e marcou gol importante

O meia William voltou a vestir a camisa rubro-negra na noite desta quarta-feira, contra o Santos.
 
Revelado nas categorias de base do Atlético, William já fez mais de 80 partidas pelo clube, mas seu último jogo havia sido em fevereiro do ano passado. Depois, foi emprestado ao Tenerife, da Espanha, onde ficou até o primeiro semestre deste ano. Reintegrado ao grupo, passou a ser relacionado pelos jogos pelo técnico Vadão.

Sua reestréia pelo Furacão foi em grande estilo. William entrou aos 36min do segundo tempo e teve uma participação decisiva na vitória atleticana por 2 a 1. Três minutos depois de entrar em campo, sofreu uma falta na ponta-direita. Na cobrança de Válber, aproveitou o cruzamento e marcou o segundo gol atleticano, de cabeça.

"Nós traçamos um objetivo, de vida nova para o Atlético, e graças a Deus estamos conseguindo cumprir", comentou o jogador.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 11h25

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Navarro Montoya fez sua estréia pelo Atlético

 
Navarro Montoya: figura folclórica
 
O veterano goleiro Navarro Montoya, 40 anos, fez sua estréia com a camisa rubro-negra na noite desta quarta-feira, na partida diante do Santos.
 
Ele foi escalado como titular em virtude da suspensão automática de Cléber, que deverá voltar ao time na partida do próximo domingo, contra o Botafogo.

Havia uma expectativa muito grande sobre a primeira atuação de Montoya pelo Atlético, porque o goleiro é uma figura folclórica. Foi ídolo da torcida do Boca Juniors durante vários anos e tem um estilo de jogo que foi exemplo para diversos goleiros sul-americanos. Quando entrou em campo, a torcida rubro-negra logo pôde notar as "excentricidades". O goleiro argentino fez questão de jogar com uma camisa personalizada, que levava seu nome na gola e o número 1 grafado de uma maneira bem característica.

Dentro de campo, Montoya praticou algumas boas defesas e se caracterizou pela rápida reposição de bola. Na etapa final, teve um desentendimento com o santista Rodrigo Tabata e depois fez cera em alguns momentos em que o Santos pressionava o Atlético. Num dos últimos lances do jogo, falhou e acabou sofrendo um gol. Após um recuo de bola, tentou sair jogando com os pés, ao invés de dar um chute na bola, e acabou sendo desarmado por Rodrigo Tiuí, que marcou o gol de honra do Santos.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 11h22

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Juca Kfouri e Alberto Helena Júnior comentam vitória

Os jornalistas Juca Kfouri e Alberto Helena Júnior comentaram a vitória do Atlético sobre o Santos por 2 a 1 na noite desta quarta-feira na Kyocera Arena.
 
Juca Kfouri escreveu em seu blog, enquanto que o comentário de Alberto Helena Júnior foi publicado no site Último Segundo.
 
Confira a opinião dos jornalistas paulistas:

Juca Kfouri

O Atlético Paranaense jogou como dono da casa e mereceu amplamente a vitória por 2 a 1 sobre o Santos, que agora tem a companhia do Grêmio com os mesmos 35 pontos.

O jogo foi sofrível, no máximo, e o Santos pouco ameaçou.

Na verdade, o gol que fez, no finzinho, foi achado por Rodrigo Tiuí, numa lambança da defesa do Furacão.


Alberto Helena Júnior

Ao mesmo tempo, o Santos, que aspirava alcançar o líder São Paulo, perdia por 2 a 0 do Atlético Paranaense, na Arena da Baixada.

Jogo um tantinho mais emocionante do que o de São Caetano, porém, igualmente pobre em técnica e imaginação.

O Santos, naquele seu padrão convencional, defendeu-se bem até que, no segundo tempo, Marcos Aurélio, em jogada individual, abriu o placar, para William aumentar já no finzinho, de cabeça.

Antes de o juiz apitar o encerramento, numa lambança do goleiro, que tentou sair jogando com os pés, Tiuí diminuiu. Em vão.

Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 11h19

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Para Danilo, Vadão mudou o Atlético

O Atlético-PR obteve nesta quarta-feira, diante do Santos, sua terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro.
 
Para um time que há cinco rodadas estava ameaçado pelo rebaixamento, a mudança foi da água para o vinho.

O zagueiro Danilo não tem dúvidas sobre a razão da virada do Furacão no Brasileiro. "É o [técnico] Vadão. Ele mudou o time. Depois que ele chegou, a confiança voltou. Muitos jogadores que não estavam sendo aproveitados voltaram e se saíram bem. O que mostra que o Atlético tem um grupo", afirmou.

O zagueiro elogiou a postura dos jogadores reservas, que tiveram a missão de suprir a ausência de quatro titulares nesta noite. "Os garotos foram até o fim. Tiveram a mesma postura que os titulares", elogiou.

Cerca de dez mil pessoas compareceram à Kyocera Arena, apesar da noite fria em Curitiba. Segundo André Rocha, a torcida foi importante, mas, para ele, o empenho dos jogadores fez a diferença. "A torcida ajudou. Mas hoje o que determinou a vitória foi a garra da equipe", disse.
 
Fonte: Placar


Escrito por Vinícius às 11h15

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Luxemburgo: "Atlético venceu com propriedade"

Luxemburgo cumprimenta Vadão antes
do jogo: vitória incontestável
Luxemburgo afirma que Atlético mereceu vencer.
 
Wanderley Luxemburgo, técnico do Santos, lamentou o azar do time nesta quarta-feira, na derrota de 2 a 1 para o Atlético-PR. Para ele, o Santos levou os gols em momentos em que estava melhor na partida.

"Jogamos melhor o primeiro tempo e poderíamos ter ido para o intervalo com a vantagem. Voltamos e tomamos o gol. Quando estávamos quase empatando, eles aumentaram", analisou o treinador.

"A equipe do Atlético-PR teve muito mais méritos do que nossa equipe, que teve defeitos. Eles ganharam com propriedade", concluiu.
 
Fonte: Lance!


Escrito por Vinícius às 11h13

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Erros de passes preocupam o técnico Vadão

A boa vitória do Atlético sobre o Santos, por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, foi bastante comemorada pelo elenco do Furacão.

Com o terceiro resultado positivo seguido, o Atlético se afasta da zona de rebaixamento e entra de vez na briga da Sul-Americana.

No entanto, o técnico Vadão afirma que o Atlético ainda tem o que melhorar no campeonato. Na vitória contra o Santos, o treinador viu algumas falhas do Rubro-Negro. "Depois do primeiro gol, começamos a errar muitos passes e desperdiçamos bons contra-ataques", explicou Vadão.

O domínio na primeira etapa foi exaltado pelo técnico, que lamentou as chances desperdiçadas. "Com o volume de ataque que tivemos no primeiro tempo, o gol poderia ter saído antes", afirmou.

Do outro lado, o técnico Wanderley Luxemburgo disse que o resultado foi justo. "O Atlético teve mais domínio que o Santos, teve mais vontade de vencer. Foi um resultado normal, jogar no Paraná é sempre difícil, mérito do Atlético", definiu Luxemburgo.

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 11h09

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Atlético "frita" o Santos e mostra que está vivo no Brasileirão


Marcos Aurélio vibra com o
primeiro gol do Atlético. É
o quarto consecutivo do
atacante, um por jogo
na nova fase da equipe

Um novo Atlético está reescrevendo a história do clube no Brasileirão.

Ontem, o Furacão voltou a mostrar um futebol de raça, técnica e muita velocidade e venceu o Santos, por 2 a 1. Com a vitória, o Rubro-Negro deixou mais longe a zona de rebaixamento e já passa a figurar entre os que estariam classificados para a Copa Sul-Americana.

Jogando na Baixada, o Atlético tentou se impor desde o início, pressionando a defesa santista. Logo a 2min, Cristian começou a atormentar a vida de Fábio Costa, batendo forte de fora da área e exigindo boa defesa do goleiro alvinegro. O lance se repetiu mais três vezes ainda no primeiro tempo, com Fábio Costa tendo que trabalhar muito para evitar o gol atleticano.

Tocando a bola em velocidade e bem postado na marcação, o Furacão dava poucas chances ao ataque do Santos. Na melhor delas, Leandro subiu sozinho na área e cabeceou com perigo, mas para fora. Em sua estréia com a camisa 1 rubro-negra, Montoya mostrava segurança, deixando as coisas ainda mais difíceis para o Santos.

O Atlético seguia insistindo, com ataques em alta velocidade. Denis Marques e Marcos Aurélio tiveram boas chances de marcar, mas não conseguiram superar Fábio Costa.

Aos 37min, Fabrício bateu falta, a bola desviou na barreira e sobrou para Marcos Aurélio, livre na área, jogar a bola na rede. Mas a festa atleticana foi interrompida pelo bandeira Élson Passos Sena Filho, que anulou o gol rubro-negro. As imagens de televisão mostraram que não existia impedimento.

Preocupado com a superioridade atleticana, Wanderley Luxemburgo mudou o Santos para o segundo tempo. O volante Heleno entrou no lugar do zagueiro Domingos e Rodrigo Tabata substituiu André no meio-campo.

O Atlético não se importou com as alterações do adversário e tratou de fazer justiça no marcador.

Aos 5min, Cristian tocou para Denis Marques, que fez bom passe para Marcos Aurélio. O atacante se livrou da marcação com um belo drible de corpo e bateu no canto direito, sem chances para Fábio Costa. Foi o quarto gol de Marcos Aurélio em quatro jogos como titular do Furacão.

Depois do gol, o time rubro-negro recuou e deu espaço para o Santos avançar. Mas a defesa atleticana estava em noite inspirada, não dando chances ao ataque alvinegro.

E quando o Santos partia para cima, o Furacão aproveitava para encaixar os contra-ataques. Foi assim que Denis Marques, Cristian e Marcos Aurélio desperdiçaram boas oportunidades para marcar o segundo do Atlético.

Tentando recuperar a posse de bola, Vadão colocou William e Válber nos lugares de Fabrício e Denis Marques. As alterações deram resultado imediato. William sofreu falta na ponta-direita. Válber cruzou na área e William, de cabeça, marcou o segundo do Furacão.

O Santos ainda diminuiu, aos 46min, mas não havia mais tempo para buscar o empate. Com os três pontos conquistados ontem, o Atlético chegou a 27 pontos e subiu para a 11ª posição.

No domingo, o adversário é o Botafogo, mais uma vez na Baixada.

CAMPEONATO BRASILEIRO 2006
21ª Rodada - 2º Turno - Série A

ATLÉTICO-PR 2 x 1 SANTOS

Gols: Marcos Aurélio (A), aos 5min, e William (A), aos 40min, e Rodrigo Tiuí (S), aos 46min do 2º tempo
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Élson Passos Sena Filho (RJ)
Cartões amarelos: Michel, Jancarlos (CAP); Jonas, Leandro, Domingos, Ávalos (SAN)
Local: Kyocera Arena, em Curitiba (PR)
Público: 12.567 torcedores

Atlético-PR
Montoya; Jancarlos, João Leonardo, Danilo e Michel; Erandir, André Rocha, Cristian e Fabrício (Válber); Denis Marques (William) e Marcos Aurélio (Herrera)
Técnico: Oswaldo Alvarez

Santos
Fábio Costa; Domingos (Heleno), Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André (Rodrigo Tabata) e Kléber; Jonas (Rodrigo Tiuí) e Leandro
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 11h04

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Marcos Aurélio: o novo xodó da torcida.

BRASILEIRÃO
Agora, a zona é a da Sul-Americana

Atlético despacha crise de vez e muda de status no Brasileiro.

Casa cheia, bom futebol e vitória do time da casa. Foi o que assistiu o torcedor atleticano, que compareceu na Kyocera Arena na noite fria desta quarta-feira. Com uma atuação convincente, o Atlético venceu o Santos por 2 a 1 e manteve a vantagem sobre a equipe paulista em jogos realizados em seu estádio. De quebra, o Rubro-Negro subiu mais uma posição, assumindo o 11º lugar, com 27 pontos, entrando na zona de classificação da Sul-Americana.

Logo nos primeiros minutos de bola rolando, os comandados de Vadão deram demonstrações de que levariam vantagem sobre o time dirigido pelo experiente Wanderley Luxemburgo. Com o tempo, o Rubro-Negro foi concretizando esta superioridade e não demorou a levar perigo ao gol de Fábio Costa.

Já no primeiro lance do jogo, Marcos Aurélio exigiu boa defesa do arqueiro santista, que, na seqüência, quase deixou passar outro lance perigoso, mas desta vez através do atacante Denis Marques.

As melhores oportunidades da primeira etapa, no entanto, foram de Cristian, que acabou não sendo feliz em suas finalizações. Somente no segundo tempo, o Furacão conseguiu transformar em gol sua superioridade em campo. Logo aos 5min, numa bela jogada de Cristian, pela esquerda, Denis Marques recebeu na área e serviu Marcos Aurélio, que não perdoou e balançou as redes de Fábio Costa, para a alegria dos mais de dez mil atleticanos na Kyocera Arena.

A vantagem no placar fez o Atlético tranqüilizar em campo. O Santos, por sua vez, partiu para o tudo ou nada em busca, aos menos, do gol de empate. Porém, nem mesmo as alterações feitas por Luxemburgo na equipe resolveram as deficiências no ataque do Santos. Ao contrário do comandante da equipe paulista, Vadão foi feliz em suas alterações.

O técnico atleticano promoveu a entrada de William, que acabou sendo a peça fundamental na hora da decisão do jogo. Já no finzinho, aos 39min, o jogador acertou uma cabeçada na bola, após cobrança de falta, e ampliou o marcador. No apagar das luzes, o Santos ainda conseguiu diminuiu o placar, através de Rodrigo Tiuí, que aproveitou uma falha do goleiro Montoya.

ATLÉTICO-PR 2 x 1 SANTOS

Atlético-PR
Montoya; Jancarlos, João Leonardo, Danilo e Michel; Erandir, André Rocha, Cristian e Fabrício (William); Marcos Aurélio (Herrera) e Denis Marques (Válber)
Técnico: Oswaldo Alvarez

Santos
Fábio Costa; Domingos (Heleno), Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André (Rodrigo Tabata) e Kléber; Jonas (Rodrigo Tiuí) e Leandro
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Data: 30/08/2006 (quarta-feira)
Local: Kyocera Arena, em Curitiba
Gols: Marcos Aurélio (A), aos 6min, William (S), aos 39min, e Rodrigo Tiuí (S), aos 47min do 2º
Público: 12.567 torcedores
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Élson Passos Sena Filho (RJ)
Cartões amarelos: Michel (A), Domingos (S), Ávalos (S), Jonas (S), Leandro (S) e Heleno (S)

Fopnte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 10h55

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Atlético-PR vence e evita ascensão do Santos

Atlético Paranaense

 

 
 

Santos perde a chance de ficar na liderança, enquanto o Atlético-PR comprova a boa fase.

O Santos tinha como objetivo vencer o Atlético-PR na Kyocera Arena e tomar a ponta, ao menos por um dia, do São Paulo. No entanto, o Furacão comprovou o seu bom momento, derrotou a equipe paulista por 2 a 1 e chegou a sua terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Rubro-Negro paranaense chegou aos 27 pontos e ocupa, provisoriamente, a 11° posição. Já o Santos, que segue sem conquistar uma vitória fora do estado de São Paulo neste Brasileirão, permaneceu com 35 pontos na vice-liderança da competição nacional, mas pode, nesta quinta-feira, ver a diferença em relação ao líder São Paulo aumentar para seis pontos.

O Santos iniciou a partida com o atacante Jonas, ao lado de Leandro, no comando de ataque. No entanto, quem assustou durante toda a primeira etapa foi o Atlético-PR, como aos 2min, quando o meio-campista Cristian arriscou de fora da área e exigiu boa defesa do goleiro Fábio Costa. Com maior posse de bola e envolvendo o adversário, o Atlético-PR chegava com facilidade a meta santista.

Porém, o Santos, nas poucas vezes que chegou, assustou o veterano Montoya. Aos 13min, o atacante Leandro arriscou de fora da área, mas o camisa 1 do Furacão defendeu com segurança. Com liberdade no meio-campo, o time da casa continuava arriscando e o goleiro Fábio Costa segurava a equipe paranaense.

No entanto, apesar da pressão do Atlético, a melhor chance do primeiro tempo foi do Santos. O meia André cobrou falta da esquerda. O camisa 9, Leandro, se antecipou e cabeceou, tirando "tinta" da trave Rubro-Negra. Após o lance, entretanto, a equipe do técnico Vadão retornou ao campo ofensivo, voltando a levar perigo a meta de Fábio Costa.

A partir dos 33min, o atacante Marcos Aurélio, que se destacou no Bragantino no Campeonato Paulista deste ano, virou o protagonista de vários lances perigosos, como aos 42min, quando o atleta rubro-negro exigiu defesa em dois tempos do arqueiro santista, terminando os primeiros 45 minutos sem gols.

Insatisfeito com o rendimento da sua equipe, o técnico Wanderley Luxemburgo sacou o zagueiro Domingos e o meia André, para promover, respectivamente, as entradas do volante Heleno e do meia Rodrigo Tabata na volta do intervalo. No entanto, apesar das substituições alvinegras, quem marcou foi o Atlético-PR.

Denis Marques fez boa jogada pela esquerda e passou para Marcos Aurélio, já na grande área. O rápido atacante do Furacão ganhou a disputa com Ávalos e chutou forte, para vencer o goleiro Fábio Costa e inaugurar o placar na Kyocera Arena. O gol fez o Santos ir em busca do empate. Sendo assim, Luxemburgo colocou o atacante Rodrigo Tiuí na vaga de Jonas, até então apagado em campo.

Com a vantagem, o Atlético-PR passou a oferecer o seu campo de defesa ao Santos, jogando nos contra-ataques. Ao mesmo tempo em que os paulistas chegavam com perigo, com o lateral paranaense Jancarlos salvando em cima da linha forte ataque do Santos, o atacante Denis Marques também assustava, como aos 24min, quando finalizou com perigo, quase marcando o segundo.

A partida seguiu disputada até o final do confronto, quando o Atlético chegou ao segundo gol, depois de jogadas de atletas que saíram do banco de reservas. Válber alçou na área, e William foi mais rápido que Fábio Costa, para balançar as redes alvinegras. O gol praticamente definiu o placar, mas o Santos ainda teve forças para diminuir o placar com Rodrigo Tiuí, que aproveitou falha do goleiro argentino Montoya, para apenas empurrar para o gol, dando números finais ao jogo.

ATLÉTICO-PR
Montoya; Jancarlos, João Leonardo, Danilo e Michel; André Rocha, Erandir, Fabrício (Válber) e Cristian; Marcos Aurélio (Herrera) e Denis Marques (William)
Técnico: Oswaldo Alvarez

SANTOS
Fábio Costa; Domingos (Heleno), Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André (Rodrigo Tabata) e Kléber; Jonas (Rodrigo Tiuí) e Leandro
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Data: 30/08/2006 (quarta-feira)
Local: Estádio Kyocera Arena, em Curitiba (PR)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Elson Passos Sena Filho (RJ)
Cartões amarelos: Michel e Jancarlos (CAP); Jonas, Leandro, Domingos, Ávalos e Heleno (SAN)
Gols: Marcos Aurélio (A), aos 5min, Willian (A), aos 40min, e Rodrigo Tiuí (S), aos 46min do 2° tempo

Fonte: Fanáticos por Futebol



Escrito por Vinícius às 10h47

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Furacão em noite de gala

 
André Rocha marcou e soube
sair jogando com inteligência
 
 
O Atlético não tomou conhecimentos do vice-líder do Campeonato Brasileiro e venceu o Santos por 2 a 1.
 
Numa atuação impecável do elenco rubro-negro, Marcos Aurélio e William foram os artilheiros da noite. Com o resultado, o Furacão assumiu o 11º lugar na classificação.

O time atleticano dominou boa parte do jogo. Atuando com inteligência, o time de Vadão soube aproveitar as brechas nas laterais santista e chegava com perigo na meta de Fábio Costa. No meio-campo, o destaque ficou com Cristian, que não perdia a chance de arriscar em tiros de longa distância.

Todos os gols saíram no segundo tempo. Aos 5min, Marcos Aurélio recebeu de Denis Marques e fuzilou o gol santista. Foi o quarto gol dele em quatro jogos com a camisa atleticana. Depois disso, o time se fechou e passou a atuar mais defensivamente. Só que mesmo assim, as melhores oportunidades ainda eram paranaenses. Aos 25min, Cristian achou Denis Marques entrando pela esquerda. O atacante chutou para fora.

O segundo gol veio com William, que acabara de entrar no lugar de Fabrício. O meio-campista recebeu falta na direita. Válber cruzou e mandou na cabeça do jogador atleticano. Com 2 a 0 no placar, o time diminuiu o ritmo e viu o Santos fazer com Rodrigo Tiuí, depois de uma falha de Montoya. O próximo compromisso do Atlético é no domingo, também na Kyocera Arena, contra o Botafogo.

Campeonato Brasileiro - (30/08/06) - Atlético-PR 2 x 1 Santos
Local: Kyocera Arena; Hora: 22h; Arbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ); Cartões Amarelos: Jonas (S), Leandro (S), Michel (A), Domingos (S), Ávalos (S), Jancarlos (A) e Heleno (S); Público: 12.567; Gols: Marcos Aurélio, aos 5, William, aos 40, e Rodrigo Tiuí, aos 46 do 2°.

ATLÉTICO-PR
Montoya; Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; Erandir, André Rocha, Cristian e Fabrício (Válber); Denis Marques (William) e Marcos Aurélio (Herrera).
Técnico: Oswaldo Alvarez.

SANTOS
Fábio Costa; Domingos (Heleno), Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André (Rodrigo Tabata) e Kléber; Jonas (Rodrigo Tiuí) e Leandro.
Técnico: Wanderley Luxemburgo.


Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 10h38

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Atlético-PR vence o Santos e "tira" rival da ponta

Recuperação total do Atlético-PR no Brasileiro.

Em plena ascensão no Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR venceu o Santos por 2 a 1, nesta quarta-feira, na Kyocera Arena, e acabou com a esperança da equipe paulista de assumir a liderança da competição pelo menos até quinta-feira, quando o São Paulo enfrenta o Fortaleza, no Morumbi.

 ATLÉTICO-PR   2
 SANTOS           1

24 Faltas cometidas 14
8 Finalizações certas 4
11 Finalizações erradas 5
165 Passes certos 276
58 Passes errados 52
6 Dribles 9

O time rubro-negro chegou a sua terceira vitória consecutiva no Brasileiro, se distanciou ainda mais da zona de rebaixamento e, de quebra, ainda conseguiu ficar entre os que se classificam para a Copa Sul-Americana no ano que vem com 27 pontos ganhos. Já o Santos, permanece com 35 e pode ver a diferença para o líder São Paulo aumentar de três para seis pontos.

Durante a partida, o Santos voltou a demonstrar falta de criatividade para chegar ao gol adversário e foi dominado pelo Atlético-PR durante os dois tempos. Apesar do placar, o time da casa teve algumas oportunidades, principalmente no primeiro tempo.

O primeiro gol, de Marcos Aurélio, porém, saiu apenas aos 5min da segunda etapa. Após abrir o placar, o Atlético-PR continuou melhor e ainda ampliou o marcador aos 40min, com William, que entrou no lugar de Denis Marques no ataque. O Santos diminuiu com Rodrigo Tiuí.

"O Atlético-PR jogou com propriedade e poderia sair no primeiro tempo com uma vantagem de um ou dois gols. Quando conseguimos corrigir alguns erros tomamos um gol. Mas esse é o futebol. Prefiro dar méritos a eles a criticar minha equipe", afirmou o técnico Wanderley Luxemburgo após o jogo.

Com este resultado, a equipe alvinegra continua sem triunfar longe da Vila Belmiro equipes de fora do estado paulista. Até agora, só venceu os clássicos contra São Paulo e Palmeiras. Para o treinador santista, "time que quer ser campeão precisa somar pontos fora".



Escrito por Vinícius às 10h20

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PAULO RINK ESTÁ DE VOLTA
O Atlético-PR anunciou nesta quarta-feira a contratação do atacante Paulo Rink. Ídolo do clube em meados dos anos 90, quando formava a dupla de ataque com Oséas, o jogador chegou a ser naturalizado alemão para atuar na seleção do país sede da Copa do Mundo deste ano.

Agora, o Santos vira torcedor do Atlético-PR. O time de Curitiba será o adversário do São Paulo no dia 30 de setembro, no jogo que falta à equipe do Morumbi para igualar o número de partidas de seus adversários. O confronto foi adiado por conta da final da Libertadores, entre o atual líder do Brasileiro e o Internacional, que se sagrou campeão do torneio sul-americano.

Na próxima rodada, enquanto o Atlético-PR tenta manter a ascensão no campeonato no jogo contra o Botafogo, na Kyocera Arena, às 16h do domingo, o Santos faz o clássico paulista da rodada com o Palmeiras, na Vila Belmiro, no mesmo horário.

O jogo
Atuando em casa, o Atlético-PR queria manter a boa fase no Campeonato Brasileiro chegando a sua terceira vitória consecutiva. Com isso, o time do técnico Vadão foi para cima do Santos e dominou todo o primeiro tempo.

Com o jogo aberto, a equipe rubro-negra conseguiu se posicionar no campo santista, mas sem imprimir uma forte pressão sobre o adversário. As melhores chances apareceram nas tentativas de longa distância. Depois de colocar um chute de Cristian para escanteio logo aos 3min de jogo, Fábio Costa voltou a fazer boa defesa aos 17min, quando o mesmo Cristian bateu forte da entrada da área.

O melhor momento santista na primeira etapa foi aos 21min. André cobrou falta da intermediária e Manzur assustou o estreante goleiro Montoya, ao cabecear para fora. A bola passou muito perto da trave esquerda da meta atleticana.

LUXEMBURGO FALA
O técnico Wanderley Luxemburgo acredita que a falta de "interesse" do Santos na partida contra o Atlético-PR causou a derrota.

"O Atlético-PR botou a bunda no chão. Faltou ao nosso time sair de campo com o calção sujo, e não limpinho", disparou o treinador.

Luxemburgo, que tem pedido reiteradamente a contratação de reforços para o time santista, comentou ainda a possibilidade de contratação do meia Zé Roberto, que disputou a Copa pela seleção e também negocia com o São Paulo e clubes do exterior.

"Se o Santos contratar o Zé Roberto, o time terá um ganho enorme. Houve o contato e as coisas ainda podem acontecer para nós", afirmou.

Após um momento em que a partida ficou truncada, com muitas faltas, o Atlético-PR voltou a assustar. Aos 38min, Marcos Aurélio recebeu sem marcação e fez o gol, mas o árbitro apontou o impedimento. Dois minutos depois, Cristian perdeu uma grande chance ao chutar bola para fora, de dentro da pequena área.

Na volta do intervalo, o Atlético-PR continuou melhor e chegou ao gol aos 5min. Marcos Aurélio recebeu de costas para a meta de Fábio Costa, se livrou da marcação e chutou livre, no canto esquerdo do goleiro santista, que nada pôde fazer.

Após sair atrás no placar, o Santos ainda correu em busca do empate. No entanto, demonstrou falta de criatividade no ataque e pouco assustou o goleiro argentino Montoya. O time de Wanderley Luxemburgo esbarrou sempre na zaga bem postada da equipe da casa.

O Atlético-PR, por sua vez, tentou sair jogando em velocidade e levou mais perigo no ataque, mesmo não tendo criado uma grande oportunidade. A melhor chance foi com Denis Marques, que partiu pela esquerda e chutou forte, para fora do gol de Fábio Costa.

Porém, aos 40min, Válber cobrou uma falta da direita na cabeça de William, que subiu bem e definiu a partida em favor do time rubro-negro. Os dois haviam acabado de entrar no jogo. No final, em uma bobeira da zaga atleticana, Rodrigo Tiuí descontou para o Santos.

ATLÉTICO-PR
Montoya; Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; Erandir, Cristian, André Rocha e Fabrício (Válber); Denis Marques (William) e Marcos Aurélio (Herrera)
Técnico: Oswaldo Alvarez

SANTOS
Fábio Costa; Domingos (Heleno), Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André (Rodrigo Tabata) e Kléber; Jonas (Rodrigo Tiuí) e Leandro
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Local: estádio Kyocera Arena, em Curitiba (PR)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Elson Passos Sena Filho (RJ)
Cartões amarelos: Jonas (S), Leandro (S), Michel (A), Domingos (S), Ávalos (S) Jancarlos (A), Heleno (S)
Gols: Marcos Aurélio (A), aos 5min, William (A), aos 40min, e Rodrigo Tiuí (S), aos 47min do 2º tempo

Fonte: UOL Esporte



Escrito por Vinícius às 10h20

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série A
Placar do Noticiário

2ª Rodada - 2º Turno

Atlético-PR
2 x
 1
Santos

Tempo de Jogo:
Encerrado

Lance-a-Lance

Fim de jogo na Kyocera Arena. O Atlético-PR vence o Santos por 2 a 1 e chega a 27 pontos na competição, na zona de classificação para a Sul-Americana. O Santos permanece com 35 pontos.

Escalação

Técnico: Oswaldo Alvarez
  1 Navarro Montoya
  2 Jancarlos
  3 Danilo
  4 João Leonardo
  6 Michel
  5 André Rocha
  7 Erandir
10 Cristian
16 Válber
  8 Fabrício
18 Herrera
11 Marcos Aurélio  
17 William  
  9 Denis Marques

 Marcos Aurélio 5min. (2°T)
 William 39min. (2°T)

Técnico: Wanderley Luxemburgo
  1 Fábio Costa
15 Heleno  
  2 Domingos  
  6 Manzur
  5 Ávalos
  4 Dênis
  8 Maldonado
11 Cléber Santana
16 Rodrigo Tabata
10 André
  3 Kléber
18 Rodrigo Tiuí  
  7 Jonas
  9 Leandro

 Rodrigo Tiuí 47min. (2°T)

Gol C. amarelo C. vermelho Subst. - entrada Subst. - saída

Estádio: Kyocera Arena
Cidade: Curitiba (PR)

Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ)
e Elson Passos Sena Filho (RJ)



Escrito por Vinícius às 21h47

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série A
Jogos de hoje

2ª Rodada - 2° Turno

19h30 - Goiás 3 x 1 Fluminense - Serra Dourada - Goiânia (GO)
19h30 - Grêmio 2 x 1 Cruzeiro - Centenário - Caxias do Sul (RS)
19h30 - Santa Cruz 0 x 2 Internacional - Arruda - Recife (PE)
20h30 - Palmeiras 1 x 1 Figueirense - Parque Antartica - São Paulo (SP)
22h - Atlético-PR 2 x 1 Santos - Kyocera Arena - Curitiba (PR)
22h - Juventude 1 x 0 Flamengo - Alfredo Jaconi - Caxias do Sul (RS)
22h - São Caetano 0 x 1 Corinthians - Anacleto Campanella - São Caetano do Sul (SP)



Escrito por Vinícius às 21h47

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série C
Jogos de hoje

2ª Fase - 5ª Rodada

Grupo 17

16h - Ananindeua-PA 3 x 2 Tuna Luso-PA - Curuzu - Belém (PA)
20h30 - Maranhão-MA 4 x 0 Operário-MT - Nhozinho Santos - São Luís (MA)

Grupo 18

20h30 - Rio Negro-AM 2 x 1 Fast-AM - Vivaldão - Manaus (AM)
20h30 - Mixto-MT 1 x 1 River-PI - Verdão - Cuiabá (MT)

Grupo 19

20h30 - Treze-PB 2 x 2 Icasa-CE - Ernani Sátiro - Campina Grande (PB)
20h30 - Coruripe-AL 2 x 1 Bahia-BA - Gérson Amaral - Coruripe (AL)

Grupo 20

20h30 - Porto-PE 0 x 0 Ferroviário-CE - Antônio I. de Souza - Caruaru (PE)
20h30 - Confiança-SE 0 x 3 Vitória-BA - Lourival Batista - Aracaju (SE)

Grupo 21

20h30 - Ipatinga-MG 2 x 0 América-MG - Ipatingão - Ipatinga (MG)

Grupo 22

15h - Grêmio Barueri-SP 2 x 1 Americano-RJ - Vila Porto - Barueri (SP)
20h30 - Anapolina-GO 0 x 0 Ituiutaba-MG - Jonas Duarte - Anápolis (GO)

Grupo 23

20h30 - Noroeste-SP 2 x 0 Cabofriense-RJ - Alfredo Castilho - Bauru (SP)
20h30 - Criciúma-SC 0 x 1 Joinville-SC - Heriberto Hulse - Criciúma (SC)

Grupo 24

20h30 - Rio Branco-SP 2 x 2 J. Malucelli-PR - Décio Vitta - Americana (SP)
20h30 - Ulbra-RS 0 x 0 Brasil de Pelotas-RS - Esportivo da Ulbra - Canoas (RS)



Escrito por Vinícius às 21h46

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SUL-AMERICANA
Jogos de hoje

1ª Fase - Jogos de Ida

21h - Lanús-ARG 2 x 0 Vélez Sarsfield-ARG - La Fortaleza - Buenos Aires (ARG)

1ª Fase - Jogos de Volta

16h - Nacional-EQU 1 x 1 LDU-EQU - Olímpico Atahualpa - Quito (EQU)
18h30 - Carabobo-VEN 1 x 3 Mineros-VEN - Misael Delgado - Valencia (VEN)



Escrito por Vinícius às 21h46

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Torcida
Bandeiras e baterias agitam a torcida na Baixada

O torcedor que já chegou ao Estádio Kyocera Arena, está podendo acompanhar uma apresentação da bateria da Torcida Organizada Os Fanáticos.
 
Dispostos no gramado, em frente ao tradicional local da torcida nas arquibancadas, quatorze integrantes da maior facção organizada do rubro-negro, esquentam a fria noite curitibana.

Com o auxílio de um microfone, todo o som é ecoado pelos auto-falantes do melhor estádio da América Latina. O público ainda é pequeno, mas a expectativa é de que 15 mil atleticanos compareçam à Kyocera Arena para empurrar o Furacão.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h45

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MERCADO
Paulo Rink começou a carreira jogando como goleiro

Paulo Rink fez história vestindo
a camisa número 11 do Furacão
Ele é atacante, mas jogava como goleiro.
 
Famoso por infernizar a vida dos goleiros com chutes e cabeçadas certeiras, o atacante Paulo Rink começou sua carreira no futebol justamente no outro lado, jogando como goleiro em equipes de futsal de Curitiba. Quando decidiu seguir a carreira de atleta e tornar jogador de futebol, ele decidiu também mudar sua posição em campo, tornando-se atacante.

No início dos anos 90, Paulo Rink foi considerado uma das principais revelações das categorias de base do Atlético. Em seu primeiro ano como profissional, em 1990, comemorou a conquista de seu primeiro título, o Paranaense. No Atlético, o jogador conquistou, ainda, mais um título: o Brasileiro da Série B em 1995, conduzindo o clube à elite do futebol nacional.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h45

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MERCADO
Jogando pelo Santos, Paulo Rink já atuou na Kyocera Arena

Paulo Rink...
 
Negociado em 1997 com o Bayer Leverkusen, da Alemanha, Paulo Rink rendeu aos cofres atleticanos cerca de 6 milhões de dólares, quantia mais alta já paga por um jogador paranaense até então. Naquela época, o clube se programava para a construção da Kyocera Arena, o estádio mais moderno do Brasil.

Em 1999, quando a Kyocera Arena foi inaugurada, Paulo Rink esteve no jogo contra o Cerro Porteño e participou da festa de inauguração da nova casa atleticana. "Estou muito feliz. Só me resta dar os parabéns a todos que realizaram este sonho, que hoje é uma realidade", disse em entrevista ao jornal Gazeta do Povo da época.

Alguns dias depois, em 14 de Agosto de 1999, o jogador pôde pela primeira vez atuar dentro da Kyocera Arena. Defendendo o time do Santos, então comandado pelo técnico Émerson Leão, Paulo Rink participou da partida, que terminou com vitória do Atlético por 3 a 0. Na oportunidade, a torcida atleticana lembrou com carinho do ídolo, cantando em coro: "olé lê, olá lá, volta Paulo Rink que aqui é o seu lugar!".
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h42

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mercado
Paulo Rink está de volta

Paulo Rink foi um dos heróis do título
Brasileiro da Série B, em 1995
O bom filho à casa torna.
 
Após nove anos, o atacante Paulo Rink, de 31 anos, está voltando para o clube que o revelou, o Furacão. Nesta quarta-feira, através de notícia divulgada em seu site oficial, o Omonia Nicosia informou que Paulo Rink havia rescindido seu contrato para retornar ao futebol brasileiro. Não demorou muito para o Furacão confirmar sua contratação. No início da noite desta quarta, o clube confirmou, também através de notícia em seu site oficial, a chegada do jogador.

Paulo Rink deve ser um dos últimos reforços do Rubro-Negro para o Campeonato Brasileiro, já que a janela para transferências internacionais se encerra nesta quinta-feira, dia 31.

O atacante sempre demonstrou o interesse de voltar a vestir a camisa atleticana. "Como eu comecei no Atlético, é provável que eu termine por aí também", afirmou recentemente. O retorno de Paulo Rink ao Furacão vem sendo cogitado há meses. Quando Lothar Matthäus foi contratado para ser técnico do Atlético, o jogador foi sondado para integrar a comissão técnica, já que atuou por alguns anos no futebol alemão e chegou até a jogar pela seleção da Alemanha, falando fluentemente o idioma do ex-treinador atleticano.

História no Atlético
A ligação Atlético-Paulo Rink começou em 1990. O jogador que trancou o terceiro ano da faculdade de Educação Física para jogar futebol foi uma das revelações do Furacão. Paulo Rink participou de alguns jogos do Campeonato Paranaense de 90 e conquistou seu primeiro título na carreira.

Um ano depois, o atacante foi emprestado ao Atlético-MG para adquirir experiência e conquistou o Campeonato Mineiro. Antes ainda de voltar para fazer história com a camisa 11 do Rubro-Negro, ele jogou pela Chapecoense, de Santa Catarina, onde jogou tão bem que por pouco não foi negociado em definitivo com outro time. Mas o conselheiro na época, Ademir Adur, bancou sua permanência porque acreditava que um dia o jogador iria brilhar no Atlético.

Em 1994, Paulo Rink voltou para o então Joaquim Américo, mas como não atuou bem voltou a ser emprestado para o Chapecoense. No Campeonato Catarinense daquele ano, Paulo Rink foi artilheiro da competição, com 23 gols, e isso bastou para que a diretoria voltasse a chamar o jogador.

E em 1995, Paulo Rink voltou para fazer historia ao lado de Oséas no ataque atleticano. Foi dele o gol da vitória por 1 a 0 contra o Mogi Mirim, no quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série B, que conduziu o clube à elite do futebol nacional.

No Brasileiro de 1996, a dupla de ataque Oséas e Paulo Rink foi uma das sensações da competição, conduzindo o Atlético para a surpreendente 8ª colocação no campeonato. Em 1997, Paulo Rink foi artilheiro do Campeonato Paranaense, com 21 gols, e vice-artilheiro da Copa do Brasil, com 8 gols. O desempenho do jogador chamou a atenção do futebol internacional, sendo negociado com o Bayer Leverkusen, da Alemanha, por 6 milhões de dólares, quantia mais alta já paga por um jogador paranaense até então.

No futebol alemão, Paulo Rink continuou fazendo bonito, naturalizando-se alemão e, inclusive, defendendo a Seleção da Alemanha em várias partidas, inclusive a Copa das Confederações, no México, em 1999.

No mesmo ano, ele voltou ao futebol brasileiro, sendo emprestado ao Santos, quando pela primeira vez teve a oportunidade de jogar na nova Arena. Depois disso, Paulo Rink passou pelo Nuremberg e Energie Cottbus, da Alemanha, Olympiakos Nicosia, do Chipre, Vitesse, da Holanda, Chonbuk Hyundai Motors, da Coréia do Sul, e atualmente defendia o Omonia Nicosia, novamente do Chipre.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h38

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




JURÍDICO - Caso Dagoberto
Justiça do Trabalho mantém liminar no caso Dagoberto

Dagoberto: vinculado ao
Atlético até março de 2006
A discussão sobre o contrato do atacante Dagoberto com o Atlético teve mais um fato relevante nesta quarta-feira, dia 30 de agosto.
 
A Justiça do Trabalho manteve a decisão judicial que determinou a prorrogação do contrato por mais 250 dias (até 29/03/2008). O jogador e seus procuradores esperavam que a liminar fosse revogada nesta quarta para que o jogador pudesse rescindir o seu contrato com o Atlético, pagando uma multa de R$ 5,4 milhões. Porém, a Justiça do Trabalho decidiu manter a decisão de tutela antecipada até que seja proferida a sentença (decisão final do processo). Como há uma audiência marcada para o dia 20 de outubro, são remotas as chances de que a liminar seja cassada até esta data. Isso significa dizer que a multa rescisória do contrato de Dagoberto girará em torno de R$ 16 milhões pelo menos até outubro.

Para quem não acompanhou o caso ou já está confuso com tantas notícias envolvendo o atleta Dagoberto, o Noticiário Atleticano apresenta um breve resumo do caso:

4 de Julho de 2006
Atlético ajuiza ação na Justiça do Trabalho pedindo a antecipação de tutela para a prorrogação do contrato de Dagoberto por mais 348 dias, sob o fundamento de que o atleta se lesionou e há um Decreto que determina a suspensão de contrato de trabalho de atleta de futebol durante o período da lesão.

6 de Julho de 2006
Juiz da 8ª Vara do Trabalho de Curitiba concede parcialmente a antecipação de tutela pleiteada pelo Atlético. Determina a prorrogação do contrato por mais 250 dias, e não por 348, como o clube havia pedido.

13 de Julho de 2006
Após ser intimada, CBF promove a prorrogação do contrato de Dagoberto registrado perante a entidade. Atleta passa a ficar vinculado com o Atlético até 29/03/2008.

13 de Julho de 2006
Representado por seu advogado, Dagoberto impetra mandado de segurança contra decisão proferida pelo juiz da 8ª Vara do Trabalho. Ele pede para que a decisão que concedeu a tutela antecipada seja cassada.

17 de Julho de 2006
Juiz do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região indefere o pedido de liminar de Dagoberto, confirmando a decisão proferida pelo juiz da 8ª Vara do Trabalho.

10 de Agosto de 2006
É realizada audiência de conciliação na 8ª Vara do Trabalho de Curitiba. As partes não chegam a um acordo. O Atlético aceita negociar, mas os advogados de Dagoberto recusam as propostas. Dagoberto apresenta sua defesa e ingressa com reconvenção (uma forma de nova ação contra o Atlético). Nas suas manifestações, o atleta pede ao juiz a revogação da liminar. O juiz informa às partes que somente iria decidir sobre este pedido após a apresentação da resposta do Atlético à defesa de Dagoberto. Atlético tem prazo até 30 de agosto para se manifestar sobre as razões apresentadas pelo jogador. É designada audiência de instrução e julgamento para o dia 20 de outubro de 2006.

29 de Agosto de 2006
Atlético apresenta resposta à reconvenção de Dagoberto e ainda se manifesta sobre a defesa apresentada pelo jogador.

30 de Agosto de 2006
Juiz da 8ª Vara do Trabalho de Curitiba, de posse de todos os argumentos do atleta e do clube, decide por manter a decisão de antecipação de tutela até o julgamento final do processo. Além disso, determina que a questão objeto da reconvenção será decidida somente na audiência do dia 20 de outubro.

Fonte: Furacão.com, com informações do site oficial do Atlético


Escrito por Vinícius às 21h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Amistoso
"Que façamos 4, e eles, nenhum", diz Basile

Bem-humorado, técnico da Argentina faz sua estréia no comando no amistoso contra o Brasil.


O técnico Alfio Basile se mostrou otimista em relação à sua estréia na seleção argentina, contra o Brasil, em amistoso neste domingo, em Londres, na Inglaterra.

"Espero que façamos quatro gols, e eles, nenhum", disse, em tom de brincadeira, em entrevista coletiva nesta terça-feira, no embarque da delegação para a Europa.

Técnico da seleção entre 1991 e 1994, Basile acertou sua volta à seleção depois da campanha na Copa do Mundo, em substituição a José Pekerman, que pediu demissão depois da derrota por 4 a 2 para a Alemanha nos pênaltis (1 a 1 no tempo normal), pelas quartas-de-final.

O amistoso contra o Brasil será a primeira partida da equipe depois do Mundial, e Basile promete um time no ataque. "Vou aplicar meu sistema de jogo, que é sempre ofensivo", comentou, ao ser perguntado sobre o modelo de jogo que colocará em prática em seu retorno à seleção.

Sobre a convocação de jogadores de baixo estatura no ataque, como Lionel Messi, Sergio Aguero, Javier Saviola e Carlos Tevez, Basile justificou. "Gosto dos baixinhos", ironizou.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pelé.Net

BRASILEIRÃO
Navarro Montoya faz estréia ante o Santos

Há dois meses no Atlético-PR, o goleiro argentino irá substituir o titular Cléber, suspenso pelo terceiro amarelo.

O goleiro colombiano, naturalizado argentino, Navarro Montoya fará nesta quarta-feira sua estréia pelo Atlético-PR. Com a suspensão do titular Cléber, o jogador ganha sua primeira chance na equipe rubro-negra.

"Estou muito contente em estrear pelo Atlético e espero contribuir com os meus companheiros para seguirmos marcando pontos e subindo na tabela", disse o goleiro argentino.

Sua chegada no Furacão foi um tanto quanto conturbada. O então técnico da equipe, Givanildo Oliveira, dizia que Montoya não iria jogar por imposição da diretoria, e demonstrou certa resistência pela contratação do goleiro. Mesmo assim, o clube resolveu levá-lo.

Na apresentação do goleiro, que fez história no Boca Juniors, ele se lamentou por não ter ido à Copa do Mundo da Alemanha, já que havia sido eleito o melhor jogador da posição no Campeonato Argentino.

Agora, Montoya quer aproveitar a chance que tem no Brasil. "Para mim será um desafio pessoal. Joguei na Argentina e na Europa e a possibilidade de atuar no futebol brasileiro é muito importante", afirmou o goleiro.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h30

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Amistoso
Brasil enfrenta a Suíça em novembro

CBF confirma, por meio de seu site, seleção européia como rival do amistoso marcado para dia 15, na Basiléia.

A Suíça será o último adversário da seleção brasileira em 2006. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) confirmou nesta quarta-feira, por meio do seu site oficial, a equipe européia como o oponente do amistoso marcado para o dia 15 de novembro.

A partida, que ocorre numa data-Fifa, será disputada no estádio St. Jakob, na Basiléia, mesmo estádio onde a seleção goleou uma espécie de seleção do FC Luzern em sua preparação para a Copa do Mundo da Alemanha.

A partida será a quinta agendada pela CBF na gestão do técnico Dunga, que assumiu após o fiasco do time pentacampeão no último Mundial. O número de amistosos da seleção sob o atual comando, inclusive, já é superior ao do período de preparação, já que Carlos Alberto Parreira comandou o Brasil três vezes em 2006 antes da estréia contra a Croácia, em 13 de junho.

Neste domingo, em Londres, a seleção enfrenta a Argentina e, na terça-feira, também na capital do Reino Unido, o País de Gales. Ainda antes de enfrentar a Suíça, o Brasil duela contra o Kuwait, em 7 de outubro, no país asiático.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h29

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Elenco
Ronaldo: "Quero seguir na seleção"

Atacante afirma que é "amigo" de Dunga, mas que não quer pressionar o novo treinador da seleção brasileira.

O atacante Ronaldo disse que quer continuar na seleção brasileira. Em recuperação de uma cirurgia, o jogador do Real Madrid ficou fora das duas primeiras convocações de Dunga, com quem ainda não conversou desde que o ex-volante foi nomeado como técnico da equipe.

Em entrevista ao diário Gazzetta dello Sport, Ronaldo afirmou que seus familiares o aconselham a encerrar sua participação na seleção.

"Minha família prefere que eu deixe a seleção, mas eu quero continuar. Quem decidirá será o novo treinador, meu amigo Dunga", disse. "Não quero pressionar, em minha carreira nunca pedi favores".

O atacante afirmou que ficará "pronto para agradar aos que amam o futebol". "Volto com a filosofia de quem busca fazer gols de maneira obsessiva. Por enquanto não me cansei de tentar", afirmou.

Ronaldo disputou quatro Copas do Mundo em sua carreira, tendo conquistado dois títulos, em 1994 e 2002, um vice-campeonato, em 1998, e sido eliminado nas quartas-de-final da última edição, diante da França, na Alemanha.

O jogador, um dos mais visados em suas noitadas, considerou que a seleção brasileira pecou dentro e fora de campo. "Queríamos ganhar e dar espetáculo. Em vez disso, cometemos muitos erros, também em relação ao comportamento".

Ronaldo revelou que assistiu à final da Copa entre Itália e França em um "restaurante italiano em Nova York, em meio a muitos torcedores". "A equipe de [Marcelo] Lippi mereceu o título", disse.

Quanto à cabeçada do meia francês Zinedine Zidane em cima do zagueiro Marco Materazzi, o atacante brasileiro se disse "surpreso". "Zizou é um homem tranqüilo. É verdade que ele foi provocado, mas se todas as reações a provações ocorrerem dessa forma, seriam muitos os expulsos por jogo", completou.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h25

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Para "colar" no São Paulo, Santos enfrenta o Atlético-PR

Atlético-PR começa a sonhar com a Sul-Americana e a Libertadores. Já o Santos, a ponta do Brasileiro.

Com a vice-liderança do Brasileiro assegurada, o Santos enfrenta o Atlético-PR, na Kyocera Arena, nesta quarta-feira, às 22h, tentando diminuir a diferença para o líder São Paulo, de três pontos.

Ricardo Nogueira/FI
Santos, de Wanderley Luxemburgo, olha para cima na tabela do Brasileirão; time está no 2º lugar

"É um jogo importante para manter pouca distância do São Paulo, que é o primeiro colocado. Sabemos que será difícil e não podemos esquecer que eles têm um jogo atrasado", afirmou o treinador Wanderley Luxemburgo.

Segundo ele, o Santos precisa agora buscar pontos fora de casa. O histórico, para isso, é positivo, já que a equipe é a de melhor aproveitamento como visitante desde a adoção dos pontos corridos no Nacional.

Para a partida desta noite, o treinador não poderá contar com o zagueiro Ronaldo Guiaro nem com o lateral-esquerdo Carlinhos. Eles estão suspensos por terem recebido o terceiro amarelo. Para a vaga de Ronaldo Guiaro, Luxemburgo deve colocar o experiente Ávalos, que trabalhou hoje entre os titulares.

No treino, Luxemburgo também voltou a colocar Rodrigo Tabata na formação principal. Se for escalado, o jogador deve atuar como segundo atacante, fazendo dupla de ataque com Leandro. Com isso, Jonas deverá ficar no banco de reservas.

"Estamos buscando aquilo que pode ser melhor e se encaixar melhor. Jogando fora de casa, sem dúvida, a possibilidade de ter espaço no contragolpe é maior que a oportunidade de organizar o jogo", afirmou.

Apesar de acreditar que ter uma equipe titular definida seja melhor para a equipe, o técnico santista não tem conseguido repetir 11 titulares durante a competição. "É importante ter um time titular e uma competição interna [pelas vagas]. Com as perdas que tivemos, jogadores lesionados, estamos tentando encontrar a melhor solução. Mesmo com as trocas, estamos andando bem", prosseguiu.

Apesar da vice-liderança na competição, há três rodadas os atacantes santistas não marcam gols. O atacante Leandro, que se firmou como titular nas últimas partidas, afirmou estar ansioso para fazer o primeiro gol com a camisa do Santos.

Ele foi artilheiro do Campeonato Paranaense pelo Iraty, com 18 gols em 15 jogos. "O Luxemburgo pede que eu tenha calma, mas todo atacante quer fazer seu gol. E, sem dúvida, estou ansioso para fazer o gol o mais rápido possível", afirmou.

Para o volante Maldonado, a equipe do Santos ainda não conseguiu manter um equilíbrio nas partidas fora da Vila Belmiro e deve aproveitar o contra-ataque para tentar marcar gols. Entre os cinco primeiros no Nacional, o Santos, com 29 gols, supera apenas o Vasco, quarto colocado, com 28 gols.

"[Jogar fora de casa] É mais complicado. O time da casa vai fazer valer sua condição de ter a torcida a favor. Nosso time ainda não conseguiu equilíbrio jogando fora de casa, mas esperamos conseguir isso nesta reta final. Os pontos fora de casa vão fazer uma diferença muito grande", afirmou o jogador.

Em Mogi Mirim, no primeiro turno, o Santos venceu por 2 a 0, gols de De Nigris e Reinaldo.

ATLÉTICO-PR
Montoya; Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; Erandir, Cristian (André Rocha), Válber (César) e Fabrício; Denis Marques e Marcos Aurélio
Técnico: Oswaldo Alvarez

SANTOS
Fábio Costa; Domingos, Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André e Kléber; Rodrigo Tabata e Leandro
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Local: estádio Kyocera Arena, em Curitiba
Horário: 22h
Juiz: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)

Fonte: UOL Esporte



Escrito por Vinícius às 10h54

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Atlético encara o Santos hoje, já pensando na Libertadores


 

Erandir entra no meio-campo e
é uma das novidades para hoje

 

 

O veterano goleiro Navarro Montoya estréia no Furacão hoje à noite, na Kyocera Arena, contra o Santos.

Foram dezesseis rodadas de martírio. Mas bastaram três boas atuações e sete pontos conquistados para que o clima de esperança voltasse a contagiar o Atlético. E o momento é propício para a afirmação: se obtiver a terceira vitória consecutiva diante do vice-líder Santos, hoje, às 22h, na Baixada, o Rubro-Negro volta a sonhar com a competição mais importante do continente.

Antes de enfrentar o Figueirense, o Atlético estava na zona de rebaixamento.

De lá para cá, virou um dos símbolos do sobe-e-desce que caracteriza o acirradíssimo Brasileirão: o empate com o time catarinense, em Florianópolis, e as vitórias sobre Ponte Preta e Fluminense levaram a equipe à 13ª colocação, apenas dois pontos abaixo da zona de classificação para a Copa Sul-Americana. Isso com um jogo a menos que a maioria dos concorrentes.

Além dos bons resultados, as atuações convincentes elevaram o otimismo atleticano. "O jogo contra o Santos servirá para convencer a nós mesmos de nossa capacidade de reação. Mantendo esta boa seqüência de vitórias dá para começar a pensar em algo de Sul-Americana para cima", falou o técnico Vadão, citando pela primeira vez, mesmo que sutilmente, a hipótese de brigar por uma vaga na Libertadores.

Para não perder o ritmo, o treinador confirmou a manutenção do esquema tático usado contra Ponte Preta e Fluminense, com apenas dois zagueiros e três volantes. "A idéia é não alterar o posicionamento que vem dando certo", explicou.

Assim, Vadão preenche as lacunas dos titulares suspensos - Cléber, Alan Bahia, Marcelo Silva e Ferreira - com reservas de características semelhantes. André Rocha fará a função dupla de cabeça-de-área e terceiro zagueiro, assim como Marcelo Silva. Erandir ocupa a vaga de Alan Bahia e Fabrício substitui Ferreira. E, no gol, estará a grande novidade: o colombiano naturalizado argentino, Navarro Montoya.

CAMPEONATO BRASILEIRO
2ª Rodada - 2º Turno - Série A

Local: Estádio Kyocera Arena
Horário: 22h
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Élson Passos Sena Filho (RJ)

Atlético-PR
Montoya; Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; André Rocha, Erandir, Cristian e Fabrício; Denis Marques e Marcos Aurélio
Técnico: Oswaldo Alvarez

Santos
Fábio Costa; Domingos, Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André e Kléber; Rodrigo Tabata e Leandro
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h46

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Santos pega o Atlético-PR sonhando com ponta

Atlético Paranaense

 

Santos tenta desbancar o São Paulo, enquanto o Atlético-PR quer manter a boa fase.

Em momentos distintos, mas em boa fase. É desta maneira que pode ser resumida as campanhas de Atlético-PR e Santos, que se enfrentam nesta quarta-feira, às 22h, na Kyocera Arena, em Curitiba. Com 24 pontos e na 13° posição, o Furacão tenta escapar de vez da zona de rebaixamento e espera completar a sua quarta partida invicta. Já para o Santos, que é o vice-líder, com 35 pontos, um novo triunfo pode significar a ponta do Campeonato Brasileiro.

Para que isso aconteça, o Santos, além de vencer o Rubro-Negro paranaense, torce também por uma derrota do São Paulo para o Fortaleza, no Morumbi, nesta quinta-feira. No futuro, no entanto, o rival desta quarta-feira do clube paulista se transformará em um aliado, já que o São Paulo cumpre o seu jogo a menos justamente diante do Atlético-PR, no dia 30 de setembro, na Kyocera Arena.

No Atlético-PR, a ordem é manter a boa fase, já que a equipe conquistou sete dos últimos nove pontos disputados. Mas, para obter um novo resultado positivo e vingar a derrota para o Santos no 1° turno por 2 a 0, o técnico Vadão tem vários problemas para escalar o Furacão. Suspensos, o goleiro Cléber, os volantes Alan Bahia e Marcelo Silva e o meia Ferreira não pegam o Santos.

No gol, o veterano Navarro Montoya, de 40 anos, faz a sua primeira partida pelo Furacão. No meio-campo, Erandir e André Rocha entram na equipe, enquanto o meia Fabrício reaparece no time na vaga deixada por Ferreira. Autores de cinco dos últimos oito gols do Atlético-PR, os atacantes Denis Marques e Marcos Aurélio estão confirmados entre os onze titulares.

Já o Santos, que venceu apenas uma partida fora do estado de São Paulo nesta temporada, também tem problemas para esta partida. O zagueiro Ronaldo Guiaro e o lateral-esquerdo Carlinhos, autor do gol da vitória sobre o Goiás na última rodada, receberam o terceiro cartão amarelo e não pegam o Atlético. O xerife Luiz Alberto, que já está recuperado de uma lesão no tornozelo, volta a ficar no banco de reservas.

Sendo assim, o técnico Wanderley Luxemburgo promoverá a entrada de Ávalos, que formará o trio de zagueiros com o paraguaio Manzur e o jovem Domingos. Kléber volta a lateral-esquerda, enquanto o meia Rodrigo Tabata atuará mais avançado, fazendo a dupla de ataque com o centroavante Leandro Rodrigues. O experiente André Luiz, que foi apresentado na última segunda-feira, ainda não reúne condições físicas para estrear, fato que só deve acontecer no final de semana, contra o Palmeiras.

ATLÉTICO-PR
Montoya; Jancarlos, João Leonardo, Danilo e Michel; André Rocha, Erandir, Cristian e Fabrício; Marcos Aurélio e Denis Marques
Técnico: Oswaldo Alvarez

SANTOS
Fábio Costa; Domingos, Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André e Kléber; Rodrigo Tabata e Leandro
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Data: 30/08/2006 (quarta-feira)
Hora: 22h (de Brasília)
Local: Estádio Kyocera Arena, em Curitiba (PR)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Elson Passos Sena Filho (RJ)

Fonte: Fanáticos por Futebol



Escrito por Vinícius às 10h38

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Montoya: expectativa pela estréia.

BRASILEIRÃO
Atlético tem prova de fogo


Rubro-Negro tenta consolidar a guinada contra o Santos.

O Atlético põe à prova, nesta quarta-feira, às 22h, sua recuperação no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro recebe o Santos, vice-líder do campeonato, que soma 35 pontos e busca um bom resultado para manter-se próximo do São Paulo, que lidera o Brasileiro.

Depois de três bons resultados consecutivos, o Atlético tenta manter sua trajetória ascendente na tabela da competição. Depois de freqüentar a zona do rebaixamento, o time saltou para 13ª posição, com 24 pontos, e já sonha em ingressar na zona de classificação para Sul-Americana.

Para passar pelo Santos, porém, o Rubro-Negro terá que superar as ausências de quatro titulares. Fica de fora da partida, o goleiro Cléber, que será substituído pelo argentino Navarro Montoya, de 40 anos. Além dele, não jogam Marcelo Silva, Alan Bahia e Ferreira, todos suspensos.

Para a vaga de Marcelo Silva, Vadão deve escalar André Rocha. Erandir substitui Alan Bahia e Fabrício entra no lugar de Ferreira.

Embora leve vantagem no retrospecto geral, o Santos é freguês do Atlético em jogos na Kyocera Arena. Em seis partidas, sofreu três derrotas, obteve dois empates e venceu apenas uma partida.

O técnico Wanderley Luxemburgo não confirmou a escalação do Santos, mas algumas mudanças são esperadas. Na zaga, Ávalos substitui Ronaldo Guiaro, que está suspenso. Nessa, quem dança é Luiz Alberto, que fica no banco.

ATLÉTICO-PR x SANTOS

Data: 30/08/2006 (quarta-feira)
Horário: 22h
Local: Kyocera Arena, em Curitiba (PR)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Élson Passos Sena Filho (RJ)

Atlético-PR
Montoya; Jancarlos, João Leonardo, Danilo e Michel; Erandir, André Rocha (César), Cristian e Fabrício; Marcos Aurélio e Denis Marques
Técnico: Oswaldo Alvarez

Santos
Fábio Costa; Domingos, Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André e Kléber; Rodrigo Tabata e Leandro
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 10h32

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Estréia da lenda

Carlos Fernando Navarro Montoya, 40 anos, é quase uma lenda na Argentina.

Conhecido tanto pelas declarações polêmicas como pelas saídas arrojadas, construiu fama ao ocupar por oito anos a meta do Boca Juniors. Depois de passagens por clubes menores da Espanha e da Argentina, desembarcou de surpresa no Atlético, falando em ser titular e que ainda tinha condições de defender a seleção alviceleste. Pela grande fase do jovem Cléber, Montoya ficou meio esquecido, revezando-se no banco de reservas com Tiago Cardoso. Agora com a suspensão do titular, finalmente poderá provar o que diz. "Estou muito contente em estrear pelo Atlético. Espero contribuir para o clube seguir subindo na tabela. Depois o técnico decide quem vai jogar", disparou, com a pretensão (ou confiança) habitual.

Fonte: Paraná-Online

 

JURÍDICO - Caso Dagoberto
Está nas mãos do juiz

Mais um capítulo estende o caso Dagoberto.

O Atlético devolveu ontem à 8ª Vara do Trabalho de Curitiba o processo da prorrogação do contrato de Dagoberto, anexando a defesa do clube nas ações movidas pelo atacante no mesmo caso, já que o jogador pede anulação da cláusula que prevê a multa rescisória e indenização por danos morais.

Com a manifestação do clube, o juiz da 8ª Vara já pode decidir se mantém ou revoga a liminar que prorrogou o contrato do jogador até março de 2008. Se optar pela revogação, o contrato volta ao prazo original (até julho de 2007), o que permite ao atleta sair mediante o pagamento de R$ 5,46 milhões. Mas a tendência é que a decisão fique só para 20 de outubro, data da audiência entre as partes, quando será julgado o mérito da questão. Assim, Dagoberto não poderia deixar a Baixada este ano, pois até lá o prazo para transferências entre clubes da Série A estará encerrado.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h27

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Boletim de Treinos - Terça-Feira

 

Aquecimento

Os jogadores do Atlético realizaram, nesta tarde, o último treinamento antes da partida desta quarta-feira, contra o Santos. Os atletas fizeram uma série de alongamentos, além de exercícios de coordenação e exercícios para o raciocínio rápido. O aquecimento foi comandado pelos preparadores físicos Walter Grassmann e Juvenilson de Souza e durou 15 minutos.

Treino Técnico/Tático

Os atletas realizaram, após os alongamentos, um trabalho técnico/tático. O elenco foi dividido em dois grupos. Cada jogador só podia dar um toque na bola. A equipe que conseguisse dar 12 toques na bola, sem a equipe adversária roubar a bola, ficava livre para cada jogador dar quantos toques quisessem na bola. Quando a equipe roubava a bola, tinha que dar três toques para ter a vantagem. "Fizemos com que os jogadores explorassem a posse de bola e o toque rápido, sem deixar o adversário roubar", explicou Walter Grassmann, que comandou os trabalhos de duração de 40 minutos.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h35

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série B
Jogos de hoje

1ª Rodada - 2° Turno

20h30 - Vila Nova-GO 0 x 1 Gama - Serra Dourada - Goiânia (GO)
20h30 - CRB-AL 1 x 1 Guarani - Rei Pelé - Maceió (AL)



Escrito por Vinícius às 21h35

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SUL-AMERICANA
Jogos de hoje

1ª Fase - Jogos de Volta

18h30 - Nacional-URU 0 x 0 Central Español-URU - Centenário - Montevidéu (URU)
21h - Cerro Porteño-PAR 0 x 1 Libertad-PAR - Pablo Rojas - Assunção (PAR)
23h30 - Independiente Medellín-COL 1 x 1 Deportes Tolima-COL - Atanasio Girardot - Medellín (COL)



Escrito por Vinícius às 21h35

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMPEONATO ESPANHOL
Jogos de hoje

1ª Rodada - 1° Turno

16h - Sevilla 4 x 0 Levante - Ramón Sánchez-Pizjuán - Sevilha (ESP)



Escrito por Vinícius às 21h35

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





BRASILEIRÃO
Atlético-PR "esquece" o topo e mira escalada


Clube pega vice-líder Santos e aguarda duelo remarcado ante São Paulo. Seqüência de jogos na Kyocera Arena anima o Atlético-PR.

O Atlético-PR voltou a vencer, se livrou da zona de rebaixamento e tenta confirmar sua ascensão no Brasileiro diante do Santos, nesta quarta-feira, às 22h, na Kyocera Arena. Embora esteja distante do bloco dos líderes, o Furacão está envolvido diretamente na briga pela liderança entre São Paulo e Santos.

Com um jogo a menos, o São Paulo ainda deve o confronto frente ao Atlético-PR, que seria realizado em 16 de agosto, mas adiado para 30 de setembro, no Paraná, em virtude da disputa do segundo jogo da final diante do Internacional, pela Libertadores. Nas contas do Santos, o Furacão pode dar dupla contribuição, vencendo a partida remarcada frente ao São Paulo e facilitando o caminho santista à ponta do Brasileirão.

Alheio à disputa pela ponta do Nacional, o time rubro-negro tenta se firmar entre classificáveis à Copa Sul-Americana e, para isso, aposta no êxito nas duas jornadas marcadas em Curitiba, quando pega o Santos e, em seguida, o Botafogo.

Vindos de vitórias, Atlético-PR e Santos se enfrentam pela sétima vez na nova Kyocera Arena, reinaugurada em 1999. Desde então, foram três triunfos do time da casa, dois empates e uma vitória santista.

Neste Brasileirão, o time da Vila Belmiro venceu apenas duas vezes como visitante, ambas em clássicos, frente ao Palmeiras e São Paulo. Na avaliação do técnico Wanderley Luxemburgo, a equipe que pensa no título não pode manter essa média fora de casa.

"Esse jogo será importante para que o Santos encurte a distância frente ao São Paulo, porque eles [São Paulo] têm um jogo atrasado, também na Arena. Essa possibilidade [participação atleticana] foi estudada, mas primeiro é preciso pensar no nosso dever. Com todo respeito ao Atlético-PR, mas o time que quer ser campeão precisa somar pontos fora", anunciou Luxemburgo.

Para encarar o Furacão, o comandante do Santos novamente se rendeu à formação com três zagueiros, com Manzur, Domingos e Ávalos. O beque Luiz Alberto, até então titular absoluto, foi relegado ao banco de reservas. Outra mudança executada por Luxemburgo foi a efetivação de Rodrigo Tabata no ataque, em substituição a Jonas, que ainda não marcou desde seu retorno ao elenco alvinegro.

A utilização de um meia improvisado na linha de frente do Peixe é mais uma tentativa do treinador em "salvar" o sistema ofensivo. Nos últimos três jogos, nenhum atacante de ofício balançou a rede. Luxemburgo vem testando Jonas, Leandro, Wellington Paulista e Rodrigo Tiuí, mas eles não agradaram. Já os atacantes dos sonhos de Luxemburgo, como Deivid, Vagner Love e Luís Fabiano, seguem como sonhos.

"O importante é ter o título. Venho testando vários jogadores para encontrar uma formação ideal. Estamos tentando achar uma 'situação' até em virtude das perdas que tivemos por lesões [Fabiano, Geílson e Reinaldo]. Lógico que eu queria o Deivid, Vagner Love ou o Luís Fabiano, só que não foi possível o acerto. Querer é uma coisa, o problema é concretizar a negociação", lamentou.

O Atlético-PR atravessa um bom momento no campeonato. Nas três rodadas anteriores, venceu duas e empatou outra. As vitórias foram nos dois últimos jogos, o que não aconteceu nenhuma vez durante o Brasileiro deste ano.

Porém, o técnico Vadão terá quatro desfalques para o confronto. Após conseguir repetir a mesma escalação nos jogos diante de Ponte Preta e Fluminense, o comandante rubro-negro terá que fazer substituições em vários setores devido às suspensões dos atletas.

A começar pelo gol. Como Cléber recebeu o terceiro cartão amarelo, o folclórico goleiro Navarro Montoya fará sua estréia com a camisa do Atlético-PR. Aos 40 anos, o goleiro chegou ao clube dizendo que seria titular. Contudo, tanto Givanildo Oliveira quanto Vadão mantiveram Cléber na posição.

O maior problema é no meio-campo. Os volantes Alan Bahia (suspenso pelo terceiro amarelo) e Marcelo Silva (expulso contra o Fluminense) devem dar lugar a jogadores com as mesmas características de marcação. Erandir e André Rocha, respectivamente, deverão ser seus substitutos.

Já no lugar de Ferreira, o substituto deverá ser o meia Fabrício. O jogador era titular da equipe, mas por causa de lesão, acabou perdendo a posição. No ataque, Marcos Aurélio e Denis Marques continuam. Os dois juntos fizeram cinco dos oito gols atleticanos nas três últimas partidas.

ATLÉTICO-PR x SANTOS

Data: 30/08/2006 (quarta-feira)
Horário: 22h
Local: estádio Kyocera Arena, em Curitiba (PR)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Élson Passos Sena Filho (RJ)

Atlético-PR
Montoya; Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; Erandir, Cristian, André Rocha e Fabrício; Denis Marques e Marcos Aurélio
Técnico: Oswaldo Alvarez

Santos
Fábio Costa; Domingos, Ávalos e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André e Kléber; Rodrigo Tabata e Leandro
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Atlético quer confirmar a recuperação contra o Santos

Marcelo Elias/Gazeta do Povo / Fabrício retorna à equipe no meio campo
 

Fabrício retorna à
equipe no meio campo
 

Depois de duas vitórias seguidas, o Atlético quer confirmar a recuperação no Brasileiro e entrar na zona de classificação da Copa Sul-Americana.

Nesta quarta-feira, às 22h, o Furacão enfrenta o Santos, na Kyocera Arena.

Para o confronto contra o vice-líder do Brasileirão, o Rubro-Negro terá várias alterações. Todas em razões de suspensões da última rodada. A principal novidade estará na meta. O goleiro colombiano, naturalizado argentino, Navarro Montoya fará a sua estréia com a camisa do Atlético.

O arqueiro experiente, de 40 anos, substitui o titular Cléber, que recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória contra o Fluminense. Os jogadores Alan Bahia e Ferreira também estão na mesma situação e ficam fora da partida.

O volante Marcelo Silva foi expulso na partida do Rio de Janeiro e cumpre suspensão. O técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, já definiu os substitutos para as três vagas. Erandir entra no lugar de Alan Bahia, André Rocha será o substituto de Marcelo Silva e Fabrício entra na vaga de Ferreira.

Com essa formação, o esquema tático com três volantes, que deu bons resultados nas últimas duas rodadas, está mantido. Nas demais posições, será a mesma equipe que venceu o Fluminense. O técnico lamenta a ausência dos titulares, mas acredita na força do elenco.

"Nós temos um grupo e os jogadores esperam as oportunidades. É lógico que queríamos manter a mesma equipe, mas estamos bem servidos", definiu Vadão, que confirmou ter recebido uma proposta do futebol árabe, mas disse que vai permanecer no Furacão.

Santos
Diferente do Atlético, o técnico Wanderley Luxemburgo não terá tantos desfalques para montar o Santos. A equipe paulista vem apenas com uma alteração. O zagueiro Ronaldo Guiaro está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e será substituído por Ávalos ou Luiz Alberto.

A meta do Santos é conquistar os três pontos para encostar no líder São Paulo, dessa forma, a equipe virá com um objetivo ofensivo para conseguir os gols da vitória.

ATLÉTICO-PR x SANTOS

Data: 30/08/2006 (quarta-feira), às 22h
Local: Kyocera Arena, em Curitiba (PR)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Élson Passos Sena Filho (RJ)

Atlético-PR
Montoya; Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; André Rocha, Erandir, Cristian e Fabrício; Marcos Aurélio e Denis Marques
Técnico: Oswaldo Alvarez

Santos
Fábio Costa; Domingos, Luiz Alberto (Ávalos) e Manzur; Dênis, Maldonado, Cléber Santana, André e Kléber; Jonas e Leandro
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 21h27

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mercado
Atacante Jorge Henrique é emprestado ao Santa Cruz

 
Jorge Henrique é o novo
reforço do Santa Cruz
 
 
O atacante Jorge Henrique foi anunciado nesta terça-feira como o novo reforço do Santa Cruz para o Campeonato Brasileiro.
 
O jogador, que tem contrato com o Atlético até dezembro de 2008, estava emprestado ao Ceará.

De acordo com informações do site CoralNet, Jorge Henrique é bastante conhecido da torcida do Santa Cruz, devido à sua passagem pelo rival Náutico, quando formou dupla de ataque com Kuki. O jogador deve ser apresentado nesta quarta-feira oficialmente pelo clube pernambucano.

Jorge Henrique começou sua carreira profissional no Náutico, quando ficou conhecido nacionalmente. No final de 2004, o jogador foi contratado pelo Atlético, mas não pôde ser inscrito a tempo para participar da campanha vice-campeã do Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro daquele ano. Inscrito na Libertadores da América de 2005, o atacante pouco atuou e nunca conseguiu destaque no Furacão. No final do ano passado, ele foi emprestado ao Santo André. Retornou ao CT do Caju neste ano, mas estava sem oportunidades em razão da grande quantidade de atacantes no elenco. Com isso, foi emprestado ao Ceará, quando jogou muitas vezes improvisado no meio-campo.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h18

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ESPECIAL - Navarro Montoya
A hora e a vez de Navarro Montoya

 
Montoya é a grande novidade
do Atlético contra o Santos
 
Grandes goleiros já passaram pelo Atlético. Será que Montoya entra na lista?
 
Alberto Gottardi, Caju, Laio, Roberto Costa, Marolla, Ricardo Pinto, Flávio, Diego. A lista de grandes goleiros que já vestiram a camisa número 1 do Atlético é extensa. Nomes como Ivan, Gilmar, Rafael e Altevir também são lembrados com carinho pelos atleticanos mais antigos. É uma relação mágica. No gol em que Alberto Gottardi passou para seu irmão Caju fazer história, ficou uma espécie de tradição: apenas os grandes goleiros teriam o privilégio de defender o Atlético. Missão que este ano vem sendo cumprida com maestria e brilho pelo titular da camisa número 1 do Atlético: o goleiro Cléber.

Mas, nesta quarta-feira, pela primeira vez em 19 rodadas do Campeonato Brasileiro, o titular na meta atleticana não poderá ser Cléber, que cumpre suspensão por ter levado o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Fluminense. Entra em cena, então, o colombiano naturalizado argentino Navarro Montoya, que fará a sua estréia pelo Furacão.

Carlos Fernando Navarro Montoya chegou no Atlético em junho deste ano, em meio a muita polêmica. Sua contratação foi publicamente desaprovada pelo então técnico do clube, Givanildo Oliveira, que chegou a ameaçar abandonar o cargo caso o goleiro viesse para o Atlético. Ídolo da torcida do Boca Juniors nos anos 90, Montoya foi considerado, no ano passado, o 16º melhor goleiro do mundo pelo ranking da IFFHS (Federação Internacional e História e Estatísticas do Futebol), defendendo o Gimnasia La Plata, vice-campeão do Torneio Apertura do futebol argentino.

Nome importante do futebol argentino, ele atuou ainda em equipes da Espanha, do Chile e da Colômbia. Agora, aos 40 anos de idade, Montoya vive a expectativa de estrear no futebol pentacampeão do mundo. "Para mim será um desafio pessoal jogar no Brasil. Joguei na Argentina e na Europa e a possibilidade de atuar no futebol brasileiro é muito importante", disse.

Segundo ele, o principal desafio em seu primeiro jogo com a camisa do Furacão será o de ajudar a equipe a somar pontos no Campeonato Brasileiro, na trajetória de recuperação do time na competição. "Estou muito contente em estrear pelo Atlético e espero contribuir com os meus companheiros para seguirmos marcando pontos e subindo na tabela", afirmou.

Apoio da torcida
Navarro Montoya estréia com a camisa atleticana contando com o apoio e a confiança da torcida. Devido à suspensão de Cléber, o site Furacão.com fez uma enquete para saber qual era o goleiro preferido pelos torcedores para ser o titular no jogo contra o Santos. Dos mais de 3200 internautas que participaram da pesquisa, Montoya ficou com a preferência de 67,1%, contra 32,9% de Tiago Cardoso, que deverá ficar no banco de reservas na partida desta quarta-feira.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h16

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Vadão mudará o time para enfrentar o Santos

O Atlético terá quatro mudanças com relação à equipe que venceu o Fluminense, no Rio de Janeiro.

Além da entrada de Montoya, no lugar de Cléber, Vadão terá que mexer no meio campo do Furacão, já que Alan Bahia, Marcelo Silva e Ferreira estão suspensos. O técnico revelou que, mesmo com as mudanças de jogadores, o esquema da equipe continuará o mesmo. "Para não alterar o posicionamento do nosso time, vou colocar o André Rocha no lugar do Marcelo Silva e o Erandir no lugar do Alan Bahia. Vou manter o Cristian no mesmo posicionamento dele e colocar o Fabrício no lugar do Ferreira", comentou.

Vadão não está preocupado com as mudanças que terá que fazer na equipe. O treinador acredita que o elenco do Atlético é forte e tem jogadores que podem entrar e manter o mesmo nível que a equipe vinha apresentando. "A oportunidade aparece quando menos se espera. Estamos bem servidos de jogadores. Óbvio que eu gostaria de manter sempre a mesma equipe, até mesmo pelo entrosamento, mas tenho confiança em todos os jogadores que vão entrar", completou Vadão.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h12

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Confira os convocados para o jogo contra o Santos

 
Volante Chico é a surpresa na convocação
 
 
 
 
 
Quatro titulares, suspensos, estão fora da partida contra o Santos, na Kyocera Arena.
 
Sem quatro titulares em campo, que cumprem suspensão (os volantes Marcelo Silva e Alan Bahia, o goleiro Cléber e o meia Ferreira), o técnico Oswaldo Alvarez terá que promover algumas mudanças para o jogo desta quarta-feira, às 22h, contra o Santos. Na relação dos 20 atletas convocados para o jogo, as mudanças já são evidentes. A principal delas é a presença do volante Chico, recentemente promovido da equipe de juniores do Atlético. Polivalente, ele também atua como lateral-esquerda e zagueiro. Recuperado de uma lesão no pé, o meia Evandro é a outra novidade na relação. O meia Fabrício, que também estava em tratamento no Departamento Médico, é outro que volta ao time.

Confira a lista dos jogadores convocados por Vadão para a partida desta quarta-feira:

Goleiros
Navarro Montoya
Tiago Cardoso

Zagueiros
César
Danilo
João Leonardo

Laterais
André Rocha
Ivan
Jancarlos
Michel

Volantes
Cristian
Chico
Erandir

Meias
Evandro
Fabrício
Válber
William Fabro

Atacantes
Denis Marques
Herrera
Marcos Aurélio
Pedro Oldoni
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h08

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
João Leonardo está confiante na equipe

 
 

O zagueiro João Leonardo vem sendo um dos destaques da equipe nessa arrancada do time no Campeonato Brasileiro.

João Leonardo crê que o sistema defensivo melhorou nos últimos jogos. "Nosso time acertou bastante. Estamos marcando mais em cima e com mais vontade. Isso ajudou a nossa equipe a crescer na competição". O jogador acredita que não foi apenas a zaga que evoluiu e sim o time inteiro. "Estamos buscando melhorar a cada dia. Nos últimos três jogos a equipe foi bem e temos que manter esse ritmo para continuarmos subindo na tabela", acrescentou.

Mesmo com quatro desfalques para a próxima partida, o técnico Vadão montará o mesmo esquema das últimas duas partidas. João Leonardo espera que a equipe possa fazer um bom jogo amanhã. "Está dando certo e não tem porque mudar. Mesmo com a ausência de quatro excelentes jogadores, vamos manter o mesmo sistema e esperamos sair com uma vitória". Com uma vitória contra o Santos, o zagueiro crê que a equipe ganha uma confiança ainda maior. "Temos totais condições de vencer o Santos. Com isso, vamos provar que estamos bem e que podemos manter essa boa fase", finalizou João Leonardo.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h04

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Torcida
Fanáticos convoca torcida para jogo desta quarta

 
Torcida promete apoio ao time
durante o jogo contra o Santos
 
 
 
 
 
Time jogando com raça e vontade em campo e nas arquibancadas a torcida jogando no mesmo ritmo.
 
Essa combinação perfeita já foi capaz de levar o Atlético para lugares até então impossíveis, como o título Brasileiro de 2001, o vice-campeonato nacional em 2004 e o vice na Libertadores do ano passado. E na arrancada da recuperação no Brasileirão 2006, o Atlético mais do que nunca precisa da força da torcida.

Sabendo disso, a Torcida Organizada Os Fanáticos está convocando toda a torcida rubro-negra a comparecer e empurrar o Furacão na partida desta quarta-feira, contra o Santos, às 22 horas, na Kyocera Arena. No site oficial da torcida, o convite é bem claro: "O time está fazendo sua parte... vamos fazer a nossa!!!". É o recado da principal torcida organizada atleticana a todos os torcedores que forem à Baixada.

Festa
A sintonia time-torcida já deu certo no último jogo do Atlético em casa, contra a Ponte Preta, quando o Furacão venceu por 3 a 0. Quando o time entrou em campo, representantes da Fanáticos completaram a festa no gramado, entrando junto com os jogadores e empunhando bandeiras da facção. Antes da bola rolar, os torcedores saudaram, um a um, cada atleta em campo, fato tradicional nos jogos do Atlético, mas que nas últimas rodadas não vinha sendo feito pela torcida, como sinal de protesto.

Agora, para o jogo contra o Santos, a promessa é de que novas surpresas sejam protagonizadas. Por isso, fica o convite. Além de ir torcer para o time, num apoio irrestrito nos 90 minutos de jogo, o torcedor deve entrar um pouco mais cedo na Baixada, para acompanhar ao vivo toda a festa programada.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h01

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Montoya fará sua estréia no Atlético

 

O goleiro colombiano, naturalizado argentino, Navarro Montoya, chegou ao Atlético há dois meses.

Com a suspensão do titular Cléber, pelo terceiro cartão amarelo, Montoya fará a sua estréia com a camisa rubro-negra. O goleiro está feliz e espera fazer uma boa partida para ajudar o Atlético. "Estou muito contente em estrear pelo Atlético e espero contribuir com os meus companheiros para seguirmos marcando pontos e subindo na tabela", comentou.

Montoya revela que a oportunidade de atuar no futebol brasileiro é uma experiência diferente na sua carreira e um desafio pessoal. "Para mim será um desafio pessoal jogar no Brasil. Joguei na Argentina e na Europa e a possibilidade de atuar no futebol brasileiro é muito importante". O goleiro revela que, nos treinamentos, busca sempre melhorar para poder ajudar a equipe. "Eu treino sempre para melhorar e estar em uma condição cada vez melhor. O goleiro não pode levar gols para poder ajudar a equipe. Depois o treinador que decide quem vai jogar", completou Montoya.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 20h58

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Cristian fala da força da Kyocera Arena

 

O volante Cristian vive o seu melhor momento desde que chegou ao Atlético.

O jogador espera continuar com as boas atuações. "Tenho de manter essa boa fase e continuar jogando bem. Não só eu, mas todo o grupo. O time em si está excelente, todos estão lutando pelo mesmo objetivo que é subir na tabela e buscar algo mais no Campeonato Brasileiro". Mesmo com a ausência de quatro titulares, Cristian confia no grupo atleticano. "Temos jogadores de qualidade e todos estão tranqüilos, porque os jogadores que entrarem em campo farão um bom jogo", acrescentou.

Além das boas atuações, Cristian acredita que o Atlético precisa ter a força que sempre teve jogando em casa. "O grupo está ciente que temos que retomar a força dentro da Arena. Todos os times que vinham jogar aqui sabiam das dificuldades. Temos que ser fortes aqui dentro e quando jogarmos fora, sermos um time ousado. Nossa equipe tem que marcar bem e aproveitar as chances de gol", ressaltou o volante.

Cristian analisou a partida de amanhã. "O Santos é um time muito veloz. Do atacante, ao zagueiro, todos são rápidos. Sabemos que vamos encontrar dificuldades. Mas temos que impor o ritmo de jogo e voltar a sermos imbatíveis dentro da Arena. Teremos a torcida nos ajudando e vamos fazer um bom jogo", finalizou Cristian.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h55

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Kyocera Arena: em 6 jogos, 3 vitórias.

BRASILEIRÃO
Na Kyocera Arena, Santos é freguês

Em seis duelos, desde 1999, Atlético só perdeu um em seu estádio.

No retrospecto geral, o Santos leva vantagem sobre o Atlético. Em 24 confrontos, foram 10 vitórias do Santos contra 5 do Rubro-Negro, além de 9 empates. Mas quando o assunto é confrontos na Kyocera Arena, aí a história muda. O Furacão aparece com 3 vitórias, 2 empates e uma só derrota, desde 1999.

Apesar da vantagem por atuar em casa, e diante de sua torcida, o técnico Oswaldo Alvarez se mostra preocupado com o jogo, pelo excesso de desfalques em sua equipe. Vadão estuda um opção tática para suprir as perdas. "O melhor esquema tático é aquele que vence, que dá resultado e mais equilíbrio. Este estava dando certo, mas agora com quatro desfalques vamos ver como montar a equipe para o próximo jogo", avaliou.

Vadão, que tem proposta dos Emirados Árabes, pediu um prazo de 10 dias para responder. Um bom resultado contra o Santos, fazendo prevalecer o retrospecto na Kyocera Arena, pode fazer o técnico desistir dos dólares para apostar numa guinada rubro-negra neste segundo turno do Brasileiro.

Retrospecto de Atlético-PR vs. Santos na Kyocera Arena

1999 - Atlético-PR 3 x 0 Santos - Brasileiro
2001 - Atlético-PR 1 x 1 Santos - Brasileiro
2003 - Atlético-PR 0 x 2 Santos - Brasileiro
2004 - Atlético-PR 1 x 0 Santos - Brasileiro
2005 - Atlético-PR 3 x 2 Santos - Libertadores
2005 - Atlético-PR 3 x 3 Santos - Brasileiro

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 20h52

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mercado
Marcelo Silva teria sido procurado por times italianos

 
Marcelo Silva: na mira de times italianos?
 
 
 
 
O volante Marcelo Silva teria despertado o interesse de duas equipes italianas.
 
A informação foi divulgada por meio de nota distribuída pela assessoria de imprensa do jogador, que tem contrato com o Atlético até abril de 2007. De acordo com a nota, Juventus e Gênoa teriam procurado a diretoria do Rubro-Negro para tentar a contratação do volante.

"Fico feliz de saber do interesse desses dois times. Estou procurando fazer o meu papel e colaborar com o Atlético e isso é o reconhecimento do meu trabalho, sem falar que o nome do clube também se valoriza na Europa", afirmou o jogador, que já passou pelo futebol italiano: em 2004, ele defendeu o Perugia.

Até o momento, não foi localizada nenhuma notícia da imprensa italiana na Internet sobre o interesse de Juventus e Gênoa na contratação de Marcelo Silva. A janela para contratações no mercado europeu se encerra no próximo dia 31.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 20h46

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Um time diferente para enfrentar o Santos

 
Montoya deve fazer sua
estréia na meta atleticana
 
Cléber, Alan Bahia, Marcelo Silva e Ferreira estão suspensos.
 
O Atlético entra em campo, nesta quarta-feira, as 22h, na Kyocera Arena, para enfrentar o vice-líder do Campeonato Brasileiro, o Santos, com um time "diferente". Com quatro desfalques, os volantes Alan Bahia e Marcelo Silva, o meia Ferreira, e o goleiro Cléber, o técnico Oswaldo Alvarez terá que realizar quatro mudanças na equipe, que não perde a três jogos.

Uma das ausências mais sentidas será a do goleiro Cléber. O arqueiro atleticano vem sendo considerado o melhor jogador da equipe nesta competição, mas recebeu o terceiro cartão amarelo na partida contra o Fluminense e cumprirá suspensão automática. Seu substituto deverá ser Navarro Montoya, que terá a chance de estrear com a camisa Rubro-Negra diante da torcida atleticana. O goleiro argentino que foi contratado no final de junho pelo Furacão vem treinando com a equipe e quase entrou na partida do último domingo, contra o Fluminense, quando Cléber sentiu o tornozelo. Montoya e Tiago Cardoso vem revezando no banco de reservas do Atlético desde a chega de Vadão, por isso, Tiago Cardoso também luta pela vaga no time titular.

A dupla de volantes também terá que ser mudada. Alan Bahia foi mais um que recebeu seu terceiro cartão amarelo no último domingo. Em seu lugar, poderão entrar o zagueiro César, ou o polivalente André Rocha. Para repor a vaga deixada por Marcelo Silva, que foi expulso da partida contra o tricolor carioca, o técnico atleticano deverá optar pela volta de Erandir, que estava no banco reservas desde que se recuperou de uma lesão em um dos ossos da mão.

O meia Ferreira, que havia voltado a apresentar um bom futebol, também cumprirá suspensão automática. A briga por uma vaga no meio-campo atleticano será disputada, já que Fabrício, Válber e William estão de olho na posição
.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 20h42

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Vadão muda quatro titulares no Atlético


 

Montoya estréia amanhã

 

O goleiro Montoya, de 40 anos, faz sua estréia no rubro-negro, amanhã, contra o Santos, na Kyocera Arena.

Quando finalmente "achou" um time ideal, Vadão se viu impedido de usar peças-chave no esquema do Atlético.

Para que as quatro alterações tragam o menor impacto possível, o técnico atleticano vai escalar "clones" dos titulares na partida contra o Santos, amanhã, às 22h, na Baixada.

Contra Ponte Preta e Fluminense, Vadão repetiu a mesma escalação, largando o 3-5-2 e lançando um terceiro volante (Cristian), além de fixar a dupla de ataque com Denis Marques e Marcos Aurélio. O esquema deu certo e o time venceu duas partidas seguidas pela primeira vez no Brasileirão. Os cartões, porém, mutilaram a equipe para encarar o Santos: o goleiro Cléber, o volante Alan Bahia e o meia Ferreira receberam o terceiro amarelo e o volante Marcelo Silva foi expulso contra o Fluminense.

Os substitutos foram definidos em treino coletivo realizado ontem, no CT do Caju. No gol, a escolha já esperada é o veteraníssimo Navarro Montoya, que vai estrear com a camisa rubro-negra. Apesar dos 40 anos, Montoya defendeu publicamente sua convocação para integrar a seleção argentina na Copa da Alemanha e diz que veio para ser titular.

Para as ausências no meio-de-campo, Vadão procurou substitutos com caraterísticas semelhantes às dos titulares. Especialista em marcação, Erandir ocupa a vaga de Alan Bahia. Jogador mais técnico e com senso de cobertura, André Rocha faz a função de cabeça-de-área ou terceiro zagueiro, como vinha atuando Marcelo Silva. Articulador como Ferreira, Fabrício volta a ser titular da equipe.

Com isso, o provável time que enfrenta o Santos é: Montoya; Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; André Rocha, Erandir, Cristian e Fabrício; Marcos Aurélio e Denis Marques.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h58

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




JURÍDICO - Caso Dagoberto
Perto do fim?

O atacante Dagoberto foi absolvido pela expulsão no jogo contra o Grêmio, em Caxias do Sul.

O árbitro Wagner Tardelli Azevedo colocou na súmula que o atleta contestou com veemência a marcação de faltas para o time gaúcho. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva, porém, entendeu que a reclamação não merecia mais do que a partida já cumprida de suspensão.

De qualquer forma, o atacante está afastado até a solução do impasse judicial com o Atlético.

Os representantes do jogador esperam que a 8ª Vara do Trabalho de Curitiba reforme nesta semana a decisão que prorrogou de forma provisória o contrato dele. Neste caso, a multa pela rescisão cairia para R$ 5,46 milhões, ou 20% do valor original.

São Paulo, Santos e Internacional disputam o atacante, mas nem cogitam pagar os R$ 16 milhões que, hoje, Dagoberto vale legalmente. Uma cifra intermediária entre estes dois patamares provavelmente tiraria o jogador da Baixada.

O São Paulo, que tem a preferência do atacante, tenta barganhar. O Internacional, além de buscar reforços para o Mundial da Fifa, criou certa rusga com os são-paulinos pela frustrada negociação do zagueiro Miranda, ex-Coritiba, que trocou o Beira-Rio pelo Morumbi. O Santos tem cacife financeiro e a intermediação direta do técnico Wanderley Luxemburgo.

O próprio Atlético delegou a tarefa de negociar Dagoberto aos procuradores do atleta. Embora negue, o clube tomou conhecimento de algumas sondagens, mas até agora não recebeu proposta oficial pelo jogador. Os interessados preferem manter a discrição e esperar o resultado da disputa judicial para então partir ao ataque direto.

Por outro lado, o Atlético também sofre pela aproximação do fim da janela da Fifa para transferências internacionais. Até quinta-feira, dia 31, o clube sonha em topar com algum comprador disposto a desembolsar US$ 25 milhões (R$ 53,5 milhões) pelo atacante, valor previsto especialmente para transações internacionais. As perspectivas são próximas de 0%.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h54

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




JURÍDICO - Superior Tribunal de Justiça Desportiva
STJD absolve Dagoberto por expulsão contra o Grêmio

Dagoberto: absolvido por unanimidade
O Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol absolveu o atacante Dagoberto em julgamento ocorrido na noite desta segunda-feira, no Rio de Janeiro.
 
O atleta foi julgado por sua expulsão na partida contra o Grêmio, em Caxias do Sul. Esta foi a última partida que ele realizou com a camisa rubro-negra. Dagoberto foi expulso após ter reclamado da marcação de uma falta para o árbitro Wagner Tardelli Azevedo.

O atacante foi defendido pelo advogado Domingos Moro e também participou do julgamento na sede do STJD. A 1ª Comissão Disciplinar absolveu o atleta por votação unânime. Há dez dias, o jogador já havia sido julgado e absolvido pelo STJD em razão de um lance ocorrido no jogo contra o Corinthians.

"O Atlético, demonstrando todo o respeito e consideração pelo atleta, independentemente do processo trabalhista, pediu-me empenho total na representação de Dagoberto e tenho certeza que o trabalho foi muito bem executado. Conseguimos duas absolvições por unanimidade de votos, em processos difíceis perante as comissões mais rigorosas do STJD", declarou o advogado Domingos Moro após o julgamento desta segunda-feira.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 10h51

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





CAMP. PARANAENSE
Federação Paranaense divulga tabela da Copa dos 100 Anos

Primeira fase terá 12 clubes e começa dia 30 de setembro.

Atlético-PR, Coritiba, Paraná (os três com equipes B), Cianorte, Galo Maringá, Iraty, J. Malucelli, Londrina, Roma, Toledo Colônia Work, além do campeão e o vice da Divisão de Acesso 2006, disputarão a primeira fase do Campeonato Paranaense-2007, que vai de 30 de setembro a 3 de dezembro. Os dois primeiros colocados da Divisão de Acesso serão conhecidos até o dia 17 de setembro, quando termina a competição.

Fórmula
A disputa será no sistema de pontos corridos em turno único. O campeão conquistará uma vaga na Copa do Brasil 2008 e outra na Série C do Campeonato Brasileiro 2007.

Próxima fase
A FPF marcou para o dia 12 de setembro, às 15h30, o arbitral da segunda fase do estadual. Esta etapa da competição vai começar no dia 17 de janeiro de 2007.

Campeonato Paranaense
1ª Fase - Turno Único

1ª Rodada - Sábado, 30 de Setembro

Vice Divisão de Acesso x Cianorte
Paraná B x Coritiba B
Campeão Divisão de Acesso x Atlético B
J. Malucelli x Roma
Londrina x Galo Maringá
Iraty x Toledo Colônia Work

2ª Rodada - Domingo, 08 de Outubro

Cianorte x Coritiba B
Paraná B x Atlético B
Campeão Divisão de Acesso x J. Malucelli
Roma x Londrina
Galo Maringá x Iraty
Vice Divisão de Acesso x Toledo Colônia Work

3ª Rodada - Quinta-Feira, 12 de Outubro

Atlético B x Cianorte
J. Malucelli x Paraná B
Londrina x Campeão Divisão de Acesso
Iraty x Roma
Toledo Colônia Work x Galo Maringá
Coritiba B x Vice Divisão de Acesso

4ª Rodada - Domingo, 15 de Outubro

Cianorte x J. Malucelli
Paraná B x Londrina
Campeão Divisão de Acesso x Iraty
Roma x Toledo Colônia Work
Galo Maringá x Vice Divisão de Acesso
Atlético B x Coritiba B

5ª Rodada - Domingo, 22 de Outubro

Londrina x Cianorte
Iraty x Paraná B
Toledo Colônia Work x Campeão Divisão de Acesso
Galo Maringá x Roma
Atlético B x Vice Divisão de Acesso
Coritiba B x J. Malucelli

6ª Rodada - Sábado, 28 de Outubro

Cianorte x Iraty
Paraná B x Toledo Colônia Work
Campeão Divisão de Acesso x Galo Maringá
Vice Divisão de Acesso x Roma
Coritiba B x Londrina
J. Malucelli x Atlético B

7ª Rodada - Domingo, 05 de Novembro

Toledo Colônia Work x Cianorte
Galo Maringá x Paraná B
Roma x Campeão Divisão de Acesso
J. Malucelli x Vice Divisão de Acesso
Coritiba B x Iraty
Atlético B x Londrina

8ª Rodada - Domingo, 12 de Novembro

Cianorte x Galo Maringá
Paraná B x Roma
Vice Divisão de Acesso x Campeão Divisão de Acesso
Toledo Colônia Work x Coritiba B
Iraty x Atlético B
Londrina x J. Malucelli

9ª Rodada - Domingo, 19 de Novembro

Roma x Cianorte
Campeão Divisão de Acesso x Paraná B
Londrina x Vice Divisão de Acesso
Coritiba B x Galo Maringá
Atlético B x Toledo Colônia Work
J. Malucelli x Iraty

10ª Rodada - Domingo, 26 de Novembro

Cianorte x Campeão Divisão de Acesso
Vice Divisão de Acesso x Paraná B
Roma x Coritiba B 
Galo Maringá x Atlético B
Toledo Colônia Work x J. Malucelli
Iraty x Londrina

11ª Rodada - Domingo, 03 de Dezembro

Paraná B x Cianorte
Iraty x Vice Divisão de Acesso
Coritiba B x Campeão Divisão de Acesso
Atlético B x Roma
J. Malucelli x Galo Maringá
Londrina x Toledo Colônia Work

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 10h37

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Rival
Argentina chama Saviola contra o Brasil

Alfio Basile também convoca o zagueiro Ponzio e corta o lateral Ibarra para o amistoso deste sábado.

O técnico da seleção argentina, Alfio Basile, completou a lista de convocados para o amistoso contra o Brasil, sábado, em Londres, ao chamar o zagueiro Leonardo Ponzio, do Zaragoza, e o atacante Javier Saviola, do Barcelona.

Além disso, o treinador cortou o lateral-direito Hugo Ibarra, do Boca Juniors, que sofreu uma contusão muscular na perna direita e foi vetado para a partida.

O duelo contra o Brasil marcará a estréia de Alfio Basile, também técnico do Boca Juniors, no comando da seleção. O jogo será também o primeiro da Argentina depois da disputa da Copa do Mundo da Alemanha.

Alfio Basile se dedicará por completo à seleção a partir do dia 15 de setembro, depois de comandar o Boca Juniors na disputa das finais da Recopa Sul-Americana, contra o São Paulo.

Onze dos jogadores convocados fizeram parte do grupo que participou do Mundial. Entre as principais ausências estão o zagueiro Roberto Ayala, do Valencia, o lateral Juan Pablo Sorín, do Villarreal, e o atacante Hernán Crespo, da Internazionale.

Veja a lista completa dos jogadores da Argentina para o clássico com o Brasil:

Goleiros
Roberto Abbondanzieri (Getafe-ESP)
Leonardo Franco (Atlético Madrid-ESP)

Defensores
Fabricio Coloccini (Deportivo La Coruña-ESP)
Pablo Zabaleta (Espanyol-ESP)
Gabriel Milito (Zaragoza-ESP)
Walter Samuel (Internazionale-ITA)
Clemente Rodríguez (Spartak Moscou-RUS)
Fabricio Fuentes (Atlas-MEX)
Leonardo Ponzio (Zaragoza-ESP)

Meias
Javier Mascherano (Corinthians-BRA)
Juan Román Riquelme (Villarreal-ESP)
Leandro Somoza (Villarreal-ESP)
Maxi Rodríguez (Atlético Madrid-ESP)
Daniel Bilos (Saint-Étienne-FRA)
Federico Insúa (Borussia Mönchengladbach-ALE)
Lucho González (Porto-POR)

Atacantes
Lionel Messi (Barcelona-ESP)
Javier Saviola (Barcelona-ESP)
Carlos Tevez (Corinthians-BRA)
Sergio Aguero (Atlético Madrid-ESP)
Cesar Delgado (Cruz Azul-MEX)

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 10h28

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Sul-Americana
Conmebol muda as datas dos jogos do Atlético

Mais uma vez, a Confederação Sul-Americana de Futebol promoveu mudanças da tabela de jogos da Copa Sul-Americana 2006.
 
Os confrontos entre Atlético e Paraná Clube, que serão realizados na primeira quinzena de setembro, mudaram de datas várias vezes. A nova tabela divulgada pela Conmebol prevê os seguintes dias:

06/09/2006
19h30 - Paraná x Atlético-PR - Pinheirão - Curitiba (PR)
 
13/09/2006
19h15 - Atlético-PR x Paraná - Kyocera Arena - Curitiba (PR)

Clique aqui para conferir a notícia publicada no site da Conmebol.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 10h20

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pelé.Net

BRASILEIRÃO
Atlético-PR ignora alta e só festeja a defesa

Rubro-Negro reagiu e deixou a zona de risco do Brasileiro. No entanto, único setor exaltado pelo técnico Vadão é a defesa.

Com quatro derrotas em cinco partidas, o Atlético-PR chegou à zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Desde então, porém, a equipe comandada pelo treinador Oswaldo Alvarez melhorou seu rendimento e acumulou um empate e duas vitórias (a segunda delas contra o Fluminense, no Maracanã, no último sábado). Apesar da mudança de fase, porém, o elenco rubro-negro se esforça para manter a postura humilde. Prova disso é que, em vez do momento, os jogadores enalteceram apenas a evolução do setor defensivo.

"O nosso grupo assimilou que o momento é de reação e isso é importante, mas ainda não consolidamos uma nova fase. Qualquer tropeço pode nos deixar perto da zona de rebaixamento e o ponto positivo é que apresentamos uma segurança defensiva muito grande no confronto com o Fluminense", enalteceu o treinador Vadão.

Para admitir um momento positivo do Atlético-PR, o comandante rubro-negro cobra vitórias nas duas próximas partidas do Furacão, ambas na Kyocera Arena, contra Santos e Botafogo. "Só se conseguirmos resultados positivos nesses jogos é que poderemos dizer que embalamos", avisou.

Ainda incerto quanto ao momento do Furacão, Vadão ficou especialmente satisfeito com o desempenho da defesa rubro-negra no último domingo. "Até os 15min do segundo tempo, a nossa equipe tocou bem a bola e fez uma partida inteligente. Depois, marcou muito e apresentou uma raça digna de uma final".

Os elogios de Vadão foram muito comemorados pelo zagueiro João Leonardo. Reserva até a paralisação do Campeonato Brasileiro em virtude da Copa do Mundo, ele aproveitou a saída de Paulo André e se consolidou na defesa rubro-negra. Com isso, foi titular nas nove partidas que o Furacão disputou desde a retomada da competição nacional.

"Eu ainda tenho muita coisa para provar e estou tentando dar o máximo em todas as partidas em que eu entro. Ainda não saí da equipe e espero não sair também. Quero me firmar no Atlético-PR e ajudar o clube a subir na tabela", planejou o defensor.

Para subir na tabela do Campeonato Brasileiro, contudo, o Atlético-PR precisará superar muitos problemas na próxima quarta-feira. O time rubro-negro receberá o vice-líder Santos, na próxima quarta-feira, na Kyocera Arena, e não poderá contar com quatro titulares.

Os problemas do Furacão são Marcelo Silva, expulso no último sábado, e Cléber, Alan Bahia e Ferreira, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Com isso, o Atlético-PR deve ter a estréia do goleiro argentino Navarro Montoya, de 40 anos, contratado recentemente.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 10h17

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Boletim de Treinos - Segunda-Feira

--- Treinos da Manhã ---

Aquecimento/Regenerativo

Após o jogo de sábado, os jogadores do Atlético se reapresentaram nesta manhã no CT do Caju. A próxima partida será contra o Santos, na quarta-feira, na Kyocera Arena. Os jogadores iniciaram o treinamento de hoje com séries de alongamentos. Logo depois, realizaram saltos frontais e laterais sobre cones. O aquecimento teve duração de 15 minutos. "Fizemos a reapresentação nesta manhã, porque no treino da tarde os jogadores já estarão recuperados. Se fizéssemos um regenerativo à tarde, perderíamos um dia inteiro de treinamento", explicou o preparador físico Walter Grassmann.

Treino Técnico/Tático

Após o aquecimento/regenerativo, os jogadores participaram de um treinamento técnico/tático. O treino foi realizado em apenas metade do campo sete do CT do Caju, sob o comando dos preparadores físicos Walter Grassmann e Juvenilson de Souza. O elenco foi dividido em três grupos. Alternadamente, dois grupos jogavam contra um. O grupo que estava sozinho atacava e só podia fazer gol de dentro da área. Os outros dois grupos tinham que marcar e evitar o gol. A cada cinco minutos os grupos de ataque e marcação eram mudados. O treino durou 45 minutos.

Departamento Médico

O lateral-esquerdo Beto continua com os trabalhos físicos. Sob o comando do preparador físico Márcio Henriques, Beto está na fase final de recuperação de uma lesão no tornozelo esquerdo.

--- Treinos da Tarde ---

Treino Técnico/Tático

Nesta tarde, os jogadores atleticanos realizaram um treinamento na Kyocera Arena. Após alguns alongamentos, o elenco realizou um treino técnico/tático. Sob o comando do preparador físico Walter Grassmann, em apenas meio-campo, os jogadores foram divididos em dois grupos. O objetivo do trabalho era não deixar a equipe adversária roubar a bola. Cada atleta só podia dar um toque na bola. Alguns jogadores ficavam com coletes nas mãos. Estes podiam dar quantos toques quisessem na bola.

Coletivo

Logo em seguida aos trabalhos técnicos/táticos, o técnico Vadão comandou o único treinamento coletivo antes da partida contra o Santos. O trabalho teve duração de 45 minutos e o técnico analisou a equipe que iniciará a partida desta quarta-feira.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h18

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Vadão: milhares de dólares.

BOMBA
Vadão é sondado pelo futebol árabe

Técnico Oswaldo Alvarez tem proposta milionária para atuar no Oriente.

O técnico Oswaldo Alvarez pode deixar o Atlético. Na manhã desta segunda-feira vazou a informação de que ele recebeu uma proposta milionária para comandar um clube do futebol árabe. A informação foi dada no início da tarde, no programa A grande resenha esportiva, da Rádio Paraná, pelo repórter Jairo Silva.

Vadão, após o treino, não quis adiantar se ficaria ou se aceitaria a proposta. Ele apenas disse que se reuniria com o presidente do conselho deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia, para discutir o assunto. Especula-se que o salário de Vadão no Atlético gire em torno de R$ 50 mil. Em média, os técnicos brasileiros que vão atuar nos países do Oriente Médio recebem proposta que giram em torno de R$ 120 mil a R$ 300 mil por mês.

Mas independentemente de Vadão aceitar ou não a proposta árabe, ele tende a comandar o Atlético contra o Santos, na quarta-feira. Para esta partida, o Atlético terá os desfalques do goleiro Cléber, dos volantes Alan Bahia e Marcelo Silva e do meio-campista Ferreira.

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 20h50

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Atlético-PR terá novidade no gol contra o Santos

Ivonaldo Alexandre - Gazeta do Povo / Goleiro Navarro Montoya pode estrear no Atlético contra o Santos
 

Goleiro Navarro Montoya pode
estrear no Atlético contra o Santos

A principal novidade do Atlético que vai enfrentar o Santos, nesta quarta-feira, na Kyocera Arena, às 22h, estará no gol.

Na vitória contra o Fluminense, o goleiro Cléber recebeu o terceiro cartão amarelo e desfalca a equipe.

O colombiano naturalizado argentino Navarro Montoya, de 40 anos, tem grandes chances de estrear com a camisa Rubro-Negra. A outra opção do técnico Vadão para a posição é Tiago Cardoso. Nesta terça, o treinador comanda o único coletivo para a partida e define quem enfrenta o Santos.

No entanto, não é apenas na meta que Vadão terá problemas. O volante Alan Bahia e o meia Ferreira também receberam o terceiro cartão amarelo. O volante Marcelo Silva foi expulso contra o Fluminense e também está fora da equipe.

No lugar de Ferreira, devem entrar Fabrício ou Evandro. Para a vaga de Alan Bahia, entra Erandir. O possível substituto de Marcelo Silva será André Rocha. Essas modificações devem ser confirmadas nesta terça.

Com isso, o provável time que enfrenta o Santos é: Montoya (Tiago Cardoso); Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; Cristian, Erandir, André Rocha e Fabrício (Evandro); Marcos Aurélio e Denis Marques.

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 20h26

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Arbitragem
Definida arbitragem de Atlético e Santos

O árbitro Djalma José Beltrami Teixeira será o responsável pela partida entre Atlético e Santos.

Ele será auxiliado por Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Élson Passos Sena Filho (RJ). O quarto árbitro será o paranaense Sandro Schmidt. A partida está marcada para a próxima quarta-feira, às 22h, na Kyocera Arena.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h19

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
João Leonardo comemora regularidade

 

 

Após a parada para a Copa do Mundo, o Atlético jogou nove partidas.

O zagueiro João Leonardo foi titular em todas elas. Alex, César e Danilo já entraram e saíram da equipe por contusões, cartões ou por mudanças de esquema. Mas João Leonardo foi o único dos zagueiros que se manteve no time. O jogador crê que a regularidade veio pela seqüência de partidas. "Quando o jogador entra e consegue dar uma seqüência, fica mais fácil para jogar. Eu fui bem nos jogos e me mantive na equipe. Em cada jogo que entro, tenho que pensar em dar o meu máximo para ficar no time titular", analisou o zagueiro.

João Leonardo acredita que o empenho e a dedicação durante as partidas podem ter feito com que ele continuasse na equipe. O jogador sabe da qualidade dos demais zagueiros rubro-negros, mas espera permanecer no time. "Eu procuro dar o meu melhor dentro de campo. Ainda não saí e espero não sair também. Quero me manter no time, mesmo sabendo dos excelentes zagueiros que não estão jogando, como o Alex, o Rhodolfo e o César", comentou.

O zagueiro crê que a equipe está bem focada na competição. "Nosso time colocou na cabeça que tinha que sair daquela fase de qualquer jeito. Nós nos unimos ainda mais e conversamos que teríamos que sair daquela situação. Conseguimos três bons resultados nos últimos três jogos e esperamos continuar nesse ritmo". João Leonardo sabe que não será uma partida fácil contra o Santos, mas confia na equipe atleticana. "Será um jogo difícil, o Santos é vice-líder e nos últimos oito jogos perdeu apenas um. Mas em casa e com o apoio da nossa torcida, temos totais condições de sair com um bom resultado", finalizou João Leonardo.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h13

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Michel analisa a sua boa fase

 

 

O lateral-esquerdo Michel estreou na equipe atleticana contra o Figueirense e não saiu mais do time.

Michel já deu passe para dois gols do Furacão e teve participação nas duas jogadas que resultaram em gols na partida contra o Fluminense. O jogador revela que essas jogadas são características do seu estilo de jogo. "É uma característica que tenho: chegar à linha de fundo com qualidade e fazer bons cruzamentos. Tive a felicidade de acertar os passes e colocar os companheiros para fazer gols. Fico feliz com isso e vou dar continuidade ao trabalho", analisou.

Michel estava há dois meses sem jogar e após ser contratado pelo Atlético retomou os treinamentos fortes para adquirir a forma física ideal. Após duas partidas como titular, o jogador crê que falta apenas adquirir um pouco mais de ritmo de jogo. "Ainda falta um pouco, foram somente dois jogos em que comecei jogando. Lógico que, com o passar dos jogos, o ritmo vai melhorar e acredito que em pouco tempo estarei na forma ideal e jogando os 90 minutos normalmente", ressaltou.

Na opinião do lateral-esquerdo atleticano, as vitórias têm sido conseqüências da boa postura da equipe. "A equipe está entrando em campo com uma postura diferente, postura de vencedor. Lutamos sempre até o final do jogo e isso é muito importante". Michel espera que a equipe não relaxe nos próximos jogos. "A cada dia temos que acrescentar mais. O Vadão está trabalhando tecnicamente e esperamos colocar em prática contra o Santos", acrescentou o jogador.

Devido à boa fase que o Atlético passa, o ânimo e a confiança dos jogadores melhoraram. Michel comentou que a equipe está mais motivada e espera levar essa motivação para enfrentar o Santos na quarta-feira. "Quando as vitórias acontecem, o grupo se motiva e agora estamos ainda mais motivados. Contra o Santos será um jogo de bastante luta, assim como foram os últimos três jogos. O grupo está lutando bastante para conquistar a vitória. E na quarta-feira será assim novamente", finalizou Michel.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h03

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Dagoberto: imblóglio jurídico.

JURÍDICO - Caso Dagoberto
Dagoberto: São Paulo espera

São Paulo paralisa negociações com o Atlético para ter Dagoberto.

Se existe a possibilidade de Dagoberto vencer a batalha jurídica contra o Atlético, o São Paulo optou por decidir esperar. O tricolor paulista resolveu apostar na defesa do jogador, depois de saber da tese que será defendida na Justiça do Trabalho. O advogado de Dagoberto, Fernando Barrinuevo, sustenta que o Atlético cometeu um "erro fatal" no cálculo da multa rescisória nacional, o que pode levar o jogador a deixar o clube sem pagar sequer os 20% da multa, calculados em R$ 5,4 milhões.

Na próxima quarta-feira, acaba o prazo para que o Atlético contraponha a defesa apresentada pela defesa de Dagoberto. A partir daí, avaliando os dois argumentos, a Justiça de Trabalho poderá confirmar ou derrubar a liminar que prorrogou o contrato de Dagoberto até março de 2008. O clube protestou, alegando que as sucessivas lesões do atacante o fizeram cumprir parcialmente o contrato. Já a defesa do jogador, além de rebater com a tese da multa ilegal, ainda se ampara no fato de que o Atlético apelou baseado em uma lei já sem efeito.

Diante deste imbróglio, o departamento jurídico do São Paulo recomendou aguardar uma posição da Justiça do Trabalho. Na semana passada, quando Dagoberto foi retirado da concentração do jogo contra a Ponte Preta, vazou a informação de que se abriram negociações entre o clube paulista e o Atlético. O São Paulo chegou a oferecer R$ 2 milhões, mais os direitos federativos de dois jogadores em disponibilidade a serem escolhidos pelo Atlético. Agora, as negociações voltam a estar congeladas, à espera de uma decisão da Justiça do Trabalho.

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 19h58

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMPEONATO ESPANHOL
Jogos de hoje

1ª Rodada - 1º Turno

16h - Celta 2 x 3 Barcelona - Balaídos - Vigo (ESP)

 

CAMPEONATO INGLÊS
Jogos de hoje

4ª Rodada - 1º Turno

16h - Middlesbrough 0 x 4 Portsmouth - Cellnet Riverside - Middlesbrough (ING)

 

CAMPEONATO PORTUGUÊS
Jogos de hoje

1ª Rodada - 1º Turno

16h30 - Vitória Setúbal 1 x 1 Acadêmica - Bonfim - Setúbal (POR)



Escrito por Vinícius às 19h29

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Vadão terá quatro desfalques para pegar o Santos


 

Técnico do Atlético tem pouco tempo para acertar a equipe

 

 

Vadão terá apenas dois dias para definir os substitutos. Erandir, Evandro, Fabrício e Válber disputam três vagas.

O Atlético não terá tempo para comemorar a vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, no último sábado. Hoje, o elenco rubro-negro volta ao CT do Caju e terá muito trabalho até a quarta-feira, quando enfrenta o Santos. O jogo contra o Santos será às 22h, na Kyocera Arena.

O bom resultado conquistado no Maracanã colocou o Furacão mais longe da zona de rebaixamento e próximo do grupo de classificação à Copa Sul-Americana. Mas o triunfo também deixou o time rubro-negro com quatro desfalques para encarar o Santos. O goleiro Cléber, o volante Alan Bahia e o meia Ferreira receberam o terceiro cartão amarelo, e cumprem suspensão automática. Já o volante Marcelo Silva foi expulso, já nos acréscimos.

O rigor do árbitro no Maracanã contra os jogadores atleticanos irritou o técnico Vadão. "Houve uma irregularidade muito grande na expulsão do Marcelo [Silva], que sofreu um chute por trás e depois foi para fora sem ter o segundo cartão amarelo. Na parte disciplinar ele deixou a desejar, porque não pode ficar pressionando e intimidando os jogadores", reclamou o técnico do Atlético.

Agora, Vadão terá apenas dois dias para definir os substitutos. Erandir, Evandro, Fabrício e Válber disputam três vagas no meio-campo. Vadão também pode optar pela entrada do zagueiro César, voltando ao sistema
3-5-2.

No gol, ainda não há uma definição oficial, mas a estréia do argentino Navarro Montoya é tida como certa. Ele substituirá Cléber justamente no melhor momento do titular da meta rubro-negra. Contra o Fluminense, Cléber foi o responsável direto pela vitória atleticana, com incríveis defesas, e acabou apontado quase por unanimidade como o melhor jogador da partida. A imprensa carioca que acompanhou a partida no Maracanã, atribuiu ao goleiro Rubro-Negro a derrota do time carioca.

Com tantos problemas, Vadão tem ainda mais argumentos para tentar evitar qualquer sinal de euforia no grupo atleticano. "Não podemos achar que já embalamos. Mesmo com essa vitória, qualquer tropeço coloca a gente lá pra baixo. Só vamos embalar depois que vencermos o Santos e o Botafogo", diz Vadão, referindo-se aos adversários das próximas rodadas, quando o Atlético faz dois jogos seguidos na Baixada e tem a oportunidade de arrancar rumo a vôos maiores neste Brasileirão.

Montoya pode estrear na Kyocera Arena

O goleiro colombiano naturalizado argentino Navarro Montoya, polêmica contratação do Atlético para o Campeonato Brasileiro, talvez jogue contra o Santos, na próxima quarta-feira, 22h, na Kyocera Arena. O titular da posição, Cléber, tomou o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Fluminense e desfalca o time contra o Santos. Montoya é uma das opções, ao lado de Tiago Cardoso.

Montoya, de 40 anos, por pouco não atuou no Maracanã. Em uma saída de gol, Cléber torceu o tornozelo e seria substituído. Montoya estava sem o uniforme, e enquanto se preparava para entrar, Cléber se recuperou e seguiu no jogo.

O estrangeiro já defendeu o Boca Juniors e a seleção da Argentina. Essa é a primeira passagem dele no futebol brasileiro.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 09h24

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ESPECIAL - Cléber
Sai que é sua, Cléber!

 
Cléber recebeu muitos elogios
após o jogo contra o Fluminense
 
 
 
Cléber é um dos destaques do time rubro-negro e merece um especial.
 
Assim disse Nelson Rodrigues (confira abaixo), grande cronista esportivo nos anos 50, a respeito da dura vida de goleiro. Aliás, cronista apaixonado por futebol e que nunca escondeu a sua paixão pelo Fluminense. Entre as suas mais célebres criações acerca do futebol brasileiro, está o "Sobrenatural de Almeida". Tratava-se de um ente imaginário que explicava o inexplicável e ao qual cabia a responsabilidade sobre acontecimentos estranhos que aconteciam numa partida de futebol. Se Nelson ainda estivesse vivo, teria visto que o autêntico Sobrenatural de Almeida esteve em campo no estádio mais clássico do Brasil, o Maracanã, na partida do último sábado, quando o Atlético venceu o Fluminense pelo placar de 2 a 1.

 
 Amigos, eis a verdade eterna do futebol: o único responsável é o goleiro, ao passo que outros, todos os outros, são uns irresponsáveis natos e hereditários. Um atacante, um médio, e mesmo um zagueiro, podem falhar. Podem falhar e falham vinte, trinta vezes, num único jogo. Só o arqueiro tem que ser infalível. Um lapso do arqueiro pode significar um frango, um gol e, numa palavra, a derrota

Nelson Rodrigues
Cléber Luis Alberti está nos primeiros anos da carreira como jogador profissional. Contra o mesmo Fluminense, de Nelson Rodrigues, fez jus à frase do escritor. Realizou defesas brilhantes e foi merecidamente exaltado por toda a imprensa especializada, que lhe atribuiu dizeres como "defesa formidável", "excelente atuação", "tarde inspirada de Cléber", "fechou a meta atleticana", "maior figura em campo", "o melhor da partida". O dono da camisa 1 brilhou.

A vida como ela é

No Nordeste, Cléber teve uma
passagem vitoriosa no Santa Cruz
Cléber começou sua carreira no Sorec, disputando duas vezes a segunda divisão do Campeonato Paranaense. Em 2000, o jogador iniciou a sua trajetória no Atlético, ainda no time júnior. Em 2002, já fazia parte do elenco profissional. Sua estréia com a camisa rubro-negra foi no Campeonato Brasileiro daquele ano, contra o Goiás. No início de 2005, após dois anos na reserva do goleiro Diego, Cléber recebeu uma proposta do Santa Cruz, então dirigida pelo ex-técnico atleticano Givanildo Oliveira, para disputar a Série B do Campeonato Brasileiro.

O acesso à Série A do Santa Cruz e a excelente campanha de Cléber durante todo o campeonato fizeram com que o goleiro voltasse ao Furacão no início da temporada 2006. "Foi uma ótima oportunidade para mim. Eu sabia que disputaria um campeonato forte e que seria uma grande vitrine. Deu tudo certo para mim e para o clube", relembrou Cléber, cuja incrível média de ter sofrido apenas 34 gols em 33 jogos lhe rendeu o prêmio de melhor goleiro da Série B.

Na volta à meta atleticana, Cléber passou por algumas dificuldades, graças ao rodízio de goleiros implantado pelo então técnico Lothar Matthäus, onde nem Cléber nem Tiago Cardoso conseguiram se adaptar. Mesmo assim, Cléber não só superou as adversidades, como iniciou uma grande fase na sua carreira. "Ter a titularidade de um grande clube como o Atlético é muito importante. Subir para a Primeira Divisão com um clube e logo depois virar titular do Atlético é a seqüência do meu trabalho. Estou vivendo uma fase excelente", comentou o goleiro.

Troféus, Renovação e Nelson Rodrigues
Nas últimas eleições da equipe do site Furacão.com para homenagear o melhor jogador do Atlético, só deu Cléber. Em março, o camisa 1 foi avaliado pelos colaboradores do site e teve uma média de 6,24, bem acima do segundo colocado, o volante Alan Bahia, que atingiu 5,92. Já em abril, o goleiro alcançou uma média de 7,34, superando o atacante Pedro Oldoni, com média de 6,33.

No mês de maio, novamente deu Cléber, com uma média de 7,32. A terceira vez consecutiva que o atleta recebeu o prêmio, dispensou a realização da enquete popular. Como a eleição dos internautas proporciona um bônus de 0,25 na média, a votação somente é realizada quando há diferença inferior entre as médias dos mais bem colocados. E, pela quarta vez consecutiva, o troféu de julho parou novamente nas mãos do goleiro, que terminou com uma média de 6,70. Em junho, não houve entrega do troféu em razão da paralisação do Campeonato Brasileiro.

Para dar seqüência às conquistas do goleiro atleticano, a diretoria do Atlético renovou em junho o seu contrato por mais três anos. "O pensamento agora é ficar até o final de 2009 com esse ritmo que venho tendo nos últimos jogos", afirmou o goleiro.

E para ficar por, no mínimo, mais três anos no Furacão, Cléber vai ter que brigar com mais uma máxima de Nelson Rodrigues. O escritor chegou a afirmar que "a posição de goleiro é tão amaldiçoada que onde ele pisa não nasce nem grama". Pelos campos de futebol que já andou pelo Brasil, Cléber não só tem semeado a alegria de jogar futebol, como trata o espaço como se fosse o jardim de casa. Grama é o que não falta, Nelson Rodrigues.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 09h12

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO
Furacão tem problemas para enfrentar o Santos

Vadão não terá quatro jogadores à disposição para a partida contra o Santos.

O Atlético-PR jogará bastante desfigurado contra o Santos na próxima quarta-feira, na Kyocera Arena. Na vitória contra o Fluminense por 2 a 1, o time perdeu quatro jogadores para a partida e o técnico Vadão terá que mudar totalmente o meio-campo.

Os desfalques começam no gol, no qual Cléber levou o terceiro cartão amarelo. O jogador foi punido pelo árbitro por retardar o jogo, porém, havia sofrido uma torção no tornozelo direito.

"Vocês [imprensa] estão vendo que eu não fiz [cera]. O tornozelo está muito dolorido, o árbitro foi lá e me deu o cartão amarelo injustamente", disse Cléber.

Além do camisa 1, Vadão não terá três jogadores de meio-campo do time titular. O volante Alan Bahia e o armador Ferreira receberam o terceiro cartão amarelo e também estão suspensos. Outro suspenso é o volante Marcelo Silva, mas, porém, o jogador foi expulso já nos acréscimos, após acertar um chute no lateral Marcelo, do Fluminense.

Com tantos desfalques, Vadão só deve definir a equipe pouco antes do jogo com o Santos, na quarta-feira. No entanto, Tiago Cardoso e Navarro Montoya disputam uma vaga no gol. Já no meio-campo, Erandir, André Rocha e Cristian disputam duas vagas como volantes.

Já na armação, Fabrício e Válber são os mais cotados para as posições. No ataque, Denis Marques e Marcos Aurélio devem ser mantidos.

Fonte: GloboEsporte.com



Escrito por Vinícius às 21h36

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Rodada afasta Furacão da zona de rebaixamento

A vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, no Maracanã, trouxe alívio para o Atlético na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.
 
Terminada a 20ª rodada da competição, a 1ª rodada do returno, o Furacão subiu para a 13ª colocação, com 24 pontos conquistados. Assim, o time comandado por Oswaldo Alvarez subiu duas posições no campeonato.

Agora, o Atlético está a três pontos da zona de rebaixamento, hoje encabeçada pelo Goiás, com 21 pontos. O Rubro-Negro está também a seis pontos da lanterna da competição. Com um jogo a menos, devido ao adiamento da partida contra o São Paulo, válida pela 17ª rodada, o Furacão está a dois pontos da zona da Sul-Americana e a oito pontos da zona de Libertadores.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h33

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MERCADO - Caso Dagoberto
Dagoberto é cobiçado por três equipes

São Paulo, Santos e Internacional querem contratar atacante do Furacão.

Oficialmente, o São Paulo não confirma a negociação com Dagoberto, atacante do Atlético-PR.

Nenhum dirigente do Tricolor aceita falar abertamente do interesse e dos contatos com o jogador e seu empresário. Os cartolas não querem acirrar ainda mais a concorrência pelo atleta.

O Santos já demonstrou interesse no jogador e o técnico Wanderley Luxemburgo disse que o procurador teria preferido levá-lo para o São Paulo.

O Internacional, que está perdendo o zagueiro Miranda para o Tricolor, seria outro interessado em Dagoberto.

O São Paulo só irá se pronunciar quando o jogador for contratado.

Fonte: GloboEsporte.com



Escrito por Vinícius às 21h30

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Cléber diz que equipe precisa manter o ritmo

 
"Precisávamos muito desta
vitória", afirmou Cléber
 
 
Cléber é desfalque para o jogo contra o Santos.
 
Novamente destaque como o melhor jogador da partida, o goleiro Cléber afirmou que a equipe precisa manter o ritmo para alcançar algo mais no Campeonato Brasileiro. Com a vitória de ontem, o Atlético ficou momentaneamente na 12ª colocação, está na disputa por uma vaga na Copa Sul-Americana e afastou o perigo da zona de rebaixamento. "O time vai ser diferente porque precisa ser. Tivemos um primeiro turno muito ruim, principalmente no início do campeonato. Isso nos prejudicou e vemos agora na tabela. Espero que a gente possa manter o ritmo, porque se isso acontecer, vamos almejar algo mais nessa competição", analisou.

Indagado pelos profissionais da imprensa após o término da partida, o goleiro falou a respeito das suas defesas brilhantes, o goleiro fez questão de mencionar o preparador físico Waldemar Privati. "Isso é resultado do trabalho que a gente faz diariamente e honestamente com o Privati. Assim que o resultado aparece", comentou o goleiro, que também falou sobre a arbitragem, a postura da equipe dentro de campo e os desfalques atleticanos para o jogo contra o Santos.

Eleito o personagem do jogo pela equipe esportiva da rádio Banda B, o goleiro também dividiu os méritos com seus companheiros de equipe. "Todos foram importantes porque futebol é coletivo. Não é só um que joga. Hoje todos deram sua contribuição e conseguimos essa grande vitória".

Confira as declarações do camisa número 1 do Atlético, após mais uma excelente atuação:

O JOGO
"Nossa equipe veio hoje com a proposta de vencer e conquistamos essa vitória muito importante para gente, porque nós precisávamos muito, pois estávamos próximos da zona de rebaixamento com os mesmos pontos da primeira equipe que pode cair para segundona. Então tivemos força, garra e vontade para conquistar esta vitória em cima de uma grande equipe. Porque o Fluminense está disputando as primeiras posições e não é fácil vir aqui no Maracanã arrancar três pontos".

O RESULTADO
"Graças à Deus, hoje tive mais uma oportunidade de ajudar a equipe, porque o Fluminense veio forte e a gente sabia que eles viriam com tudo. Seguramos o primeiro tempo e no segundo tomamos uma pressão normal, porque eles estavam atrás no placar. Conseguimos segurar e essa vitória foi muito importante".

ARBITRAGEM
"Não fiz cena nenhuma. Estou com o tornozelo inchado, está muito dolorido. Não sei o que no árbitro, ele pensou que eu estava dando migué, como dizem por aí, e eu não estava. Me surpreendi com o cartão amarelo, mas não tem problema. Agora o time vai jogar contra o Santos, uma equipe forte e espero que possamos conseguir mais um resultado positivo".

PRIMEIRO TURNO
"O time vai ser diferente porque precisa ser. Tivemos um primeiro turno muito ruim, principalmente no início do campeonato, onde ficamos umas quatro ou cinco rodadas sem conquistar um ponto sequer. Então isso nos prejudicou e vemos agora na tabela. Hoje [ontem] foi muito importante largar bem nesse começo do segundo turno, com essa vitória fora de casa em cima de uma grande equipe, que está buscando o título, uma vaga na Libertadores. Espero que a gente possa manter o ritmo, porque se isso acontecer, vamos almejar algo mais nessa competição".

DESFALQUES
"Temos que jogar da mesma maneira que jogamos hoje [ontem]. Depois do jogo contra o Figueirense, nós impomos um ritmo forte, então não podemos parar porque o Santos está lá em cima da tabela. Se entrarmos desligados, vamos perder, então precisamos entrar da mesma forma como jogamos contra o Fluminense, aguerridos, que eu tenho certeza de que conseguiremos um bom resultado".
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h27

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série A
Placar do Noticiário

1ª Rodada - 2º Turno

Ponte Preta
1 x
 1
Palmeiras

Tempo de Jogo:
Encerrado

Lance-a-Lance

Fim de jogo no Moisés Lucarelli, em Campinas. Após marcar no fim do primeiro tempo, Ponte Preta recuou muito, e Palmeiras aproveitou, pressionou e conseguiu o gol de empate no fim.

Escalação

Técnico: Marco Aurélio
  1 Jean
  3 Régis
  4 Rafael Santos
  5 Preto
  2 Nei
  7 Carlinhos
  8 Thiago Carpini
17 Almir  
10 Fábio Baiano  
  6 Iran
15 Danilo
11 Vélber  
18 Tuto
  9 Luís Mário

 Vélber 45min. (1ºT)

Técnico: Tite
  1 Diego Cavalieri
18 Valdívia
  6 Nem  
  3 Dininho
  4 Alceu
17 Marcelo Costa
  2 Paulo Baier  
  5 Francis
  8 Wendell
10 Juninho Paulista
11 Michael
15 Marcinho  
  7 Edmundo
  9 Enílton

 Marcinho 43min. (2ºT)

Gol C. amarelo C. vermelho Subst. - entrada Subst. - saída

Estádio: Moisés Lucarelli
Cidade: Campinas (SP)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Faustino Vicente Lopes
e Aparecido Donizetti Santana (ambos do PR)



Escrito por Vinícius às 18h11

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série A
Placar do Noticiário

1ª Rodada - 2º Turno

Flamengo
1 x
 1
São Paulo

Tempo de Jogo:
Encerrado

Lance-a-Lance

Fim de jogo no Maracanã. Com o empate, Flamengo segue ameaçado pelo rebaixamento, na 14ª posição, com 24 pontos. São Paulo vai a 38 pontos e mantém a liderança isolada do Brasileiro.

Escalação

Técnico: Ney Franco
  1 Diego
  2 Marcelinho
16 Walter Minhoca 
  3 Renato Silva
  4 Ronaldo Angelim
  6 Juan
  5 Paulinho
13 Rodrigo Arroz
  8 Léo Medeiros  
  7 Renato Augusto
11 Renato
18 Obina
  9 Peralta
10 Sávio

 Juan 34min. (1ºT)

Técnico: Muricy Ramalho
  1 Rogério Ceni
  3 Fabão
31 Alex Silva
  4 Edcarlos
19 Thiago
21 Souza
  7 Mineiro
  8 Josué
23 Lenílson  
10 Danilo
20 Richarlyson
11 Alex Dias
14 Aloísio  
  9 Leandro

 Lenílson 21min. (2ºT)

Gol C. amarelo C. vermelho Subst. - entrada Subst. - saída

Estádio: Maracanã
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Assistentes: José Javel Silveira
e Paulo Ricardo Silva Conceição (ambos do RS)



Escrito por Vinícius às 17h49

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série A
Jogos de hoje

1ª Rodada - 2º Turno

16h - Flamengo 1 x 1 São Paulo - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)
16h - Internacional 1 x 2 Vasco - Beira-Rio - Porto Alegre (RS)
16h - Paraná 0 x 1 Juventude - Pinheirão - Curitiba (PR)
16h - Corinthians 0 x 2 Grêmio - Pacaembu - São Paulo (SP)
18h10 - Ponte Preta 1 x 1 Palmeiras - Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
18h10 - Figueirense 2 x 0 Santa Cruz - Orlando Scarpelli - Florianópolis (SC)
18h10 - Fortaleza 2 x 3 Botafogo - Castelão - Fortaleza (CE)



Escrito por Vinícius às 17h49

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




BRASILEIRÃO - Série C
Jogos de hoje

2ª Fase - 4ª Rodada

Grupo 17

10h - Tuna Luso-PA 4 x 0 Operário-MT - Francisco Vasques - Belém (PA)
17h - Maranhão-MA 0 x 4 Ananindeua-PA - Nhozinho Santos - São Luís (MA)

Grupo 18

16h - Fast-AM 2 x 1 River-PI - Floro de Mendonça - Itacotiara (AM)
18h - Mixto-MT 2 x 0 Rio Negro-AM - Verdão - Cuiabá (MT)

Grupo 19

16h - Coruripe-AL 2 x 1 Treze-PB - Gérson Amaral - Coruripe (AL)
16h30 - Icasa-CE 1 x 2 Bahia-BA - Mauro Sampaio - Juazeiro do Norte (CE)

Grupo 20

16h - Confiança-SE 1 x 1 Porto-PE - Lourival Batista - Aracaju (SE)

Grupo 21

16h - Jataiense-GO 1 x 1 América-MG - Arapucão - Jataí (GO)
16h - Ipatinga-MG 0 x 1 Atlético-GO - Ipatingão - Ipatinga (MG)

Grupo 22

10h30 - Ituiutaba-MG 2 x 0 Americano-RJ - Fazendinha - Ituiutaba (MG)
11h - Grêmio Barueri-SP 0 x 2 Anapolina-GO - Vila Porto - Barueri (SP)

Grupo 23

16h - Cabofriense-RJ 2 x 0 Joinville-SC - Alair Corrêa - Cabo Frio (RJ)
16h - Criciúma-SC 1 x 1 Noroeste-SP - Heriberto Hulse - Criciúma (SC)

Grupo 24

15h - Ulbra-RS 1 x 0 Rio Branco-SP - Esportivo da Ulbra - Canoas (RS)
15h - J. Malucelli-PR 1 x 0 Brasil de Pelotas-RS - Pinhão - São José dos Pinhais (PR)



Escrito por Vinícius às 17h49

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMPEONATO ALEMÃO
Jogos de hoje

3ª Rodada - 1º Turno

12h - Mainz 1 x 1 Eintracht Frankfurt - Bruchweg - Mainz (ALE)
12h - Hamburgo 1 x 1 Hertha Berlim - AOL Arena - Hamburgo (ALE)

 

CAMPEONATO ARGENTINO
Jogos de hoje

4ª Rodada - 1º Turno

14h - Estudiantes 1 x 2 Belgrano - Jorge Luis Hirsch - La Plata (ARG)
15h30 - Independiente 2 x 1 Banfield - Doble Visera - Avellaneda (ARG)
15h30 - Gimnasia y Esgrima 3 x 2 Colón - Bosque - La Plata (ARG)
16h10 - San Lorenzo 1 x 7 Boca Juniors - Nuevo Gasómetro - Buenos Aires (ARG)
18h30 - River Plate 2 x 0 Argentinos Juniors - Monumental de Nuñez - Buenos Aires (ARG)

 

CAMPEONATO ESPANHOL
Jogos de hoje

1ª Rodada - 1º Turno

14h - Real Madrid 0 x 0 Villarreal - Santiago Bernabéu - Madri (ESP)
14h - La Coruña 3 x 2 Zaragoza - Riazor - La Coruña (ESP)
14h - Espanyol 0 x 1 Gimnàstic - Olímpico de Montjuic - Barcelona (ESP)
14h - Osasuna 0 x 2 Getafe - El Sadar - Pamplona (ESP)
14h - Racing Santander 0 x 1 Atlético Madrid - El Sardinero - Santander (ESP)
14h - Recreativo Huelva 1 x 1 Mallorca - Nuevo Colombino - Huelva (ESP)
16h - Athletic Bilbao 1 x 1 Real Sociedad - San Mamés - Bilbao (ESP)

 

CAMPEONATO FRANCÊS
Jogos de hoje

4ª Rodada - 1º Turno

13h - Olympique 2 x 0 Le Mans - Velódrome - Marselha (FRA)
13h - Monaco 2 x 1 Sedan - Louis II - Monaco (FRA)
13h - Nancy 1 x 0 Auxerre - Marcel-Picot - Nancy (FRA)
13h - Valenciennes 3 x 1 Rennes - Nungesser - Valenciennes (FRA)
16h - Saint-Étienne 3 x 2 Lens - Geoffroy Guichard - Saint-Étienne (FRA)

 

CAMPEONATO INGLÊS
Jogos de hoje

3ª Rodada - 1º Turno

10h - Aston Villa 2 x 0 Newcastle United - Villa Park - Birmingham (ING)
12h - Blackburn Rovers 0 x 2 Chelsea - Ewood Park - Blackburn (ING)

 

CAMPEONATO PORTUGUÊS
Jogos de hoje

1ª Rodada - 1º Turno

13h - Naval 2 x 0 Estrela da Amadora - José Bento Pessoa - Figueira da Foz (POR)
15h15 - Benfica x Belenenses - Estádio da Luz - Lisboa (POR)
17h15 - Marítimo 1 x 0 Nacional - Barreiros - Funchal (POR)



Escrito por Vinícius às 10h29

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Cléber é exaltado por atuação impressionante

 
Cléber: o melhor em campo
diante do Fluminense
 
Se não foi a melhor, certamente foi uma das melhores atuações de sua carreira.
 
O goleiro Cléber brilhou na vitória do Atlético sobre o Fluminense por 2 a 1 na tarde deste sábado e firmou seu nome como um dos principais jogadores do país na sua posição. No ano passado, Cléber foi considerado o melhor goleiro da Série B. Agora, aos 24 anos, comprova que tem condições de se destacar também na Série A.

Ele foi o melhor jogador em campo da partida contra o Fluminense e teve sua atuação reconhecida por toda a imprensa e pelos outros atletas, tanto do Atlético quanto do Fluminense. "Infelizmente não deu. O goleiro deles defendeu bastante", comentou o lateral Marcelo, recentemente convocado para a Seleção Brasileira. Diego, que trabalhou com Cléber no Atlético, também fez questão de elogiar seu antigo suplente. "É uma pena somarmos a segunda derrota consecutiva, pois fizemos uma boa partida, mas o Cléber fez grandes defesas", reconheceu.

No primeiro tempo, Cléber fez uma boa defesa em um chute de Marcão, dez minutos após o gol do Atlético. A intervenção deu segurança ao time, que segurou a vitória por 1 a 0 até o final do primeiro tempo e não cedeu à pressão do dono da casa, como havia acontecido no jogo contra o Corinthians. Mas foi no segundo tempo em que o goleiro rubro-negro mais apareceu. Entre os 18min e os 35min, ele fez cinco defesas espetaculares.

"O Cléber teve uma atuação individual brilhante nos últimos 20 minutos de jogo, porque foram muitas bolas ao gol, muitos chutes e cruzamentos", analisou o técnico Vadão, cuja opinião é compartilhada por Antônio Lopes. "Só não empatamos por causa do goleiro adversário, que fez boas defesas", declarou o técnico do Fluminense. Humilde, o goleiro preferiu repartir os louros da vitória. "Minhas defesas são o resultado do trabalho, graças a Deus o resultado aparece. Meus companheiros foram importantes e nós conseguimos a vitória", comentou.

A excelente atuação de Cléber também repercutiu na imprensa.
 
Confira alguns trechos de reportagens sobre o jogo:

O DIA
"A pressão era grande e Evando só não empatou para o Tricolor pois Cléber fez defesa formidável".

O GLOBO
"O estreante Antônio Lopes gritou muito à beira do campo, o Fluminense jogou bem, mas esbarrou na boa atuação do goleiro Cléber e acabou perdendo para o Atlético-PR por 2 a 1 neste sábado no Maracanã, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, a primeira do returno".

"Nos 15 minutos finais, o Flu sufocou o Atlético-PR em busca do empate ao menos. Mas Cléber brilhou e ainda tentou esfriar o ímpeto tricolor ao ficar caído por por mais de cinco minutos por causa de uma torção no tornozelo".

CANAL FLUMINENSE
"Equipe cria diversas oportunidades, mas pára nas falhas de finalização e nas defesas do goleiro Cléber".

"Após apenas dois dias de treinos, já foi possível notar melhorias no Fluminense, que conseguiu criar diversas chances de gol, mas acabou parado nos próprios erros de finalização e em uma tarde inspirada do goleiro Cléber".

"Mesmo com o abatimento do segundo gol, a equipe tricolor não desistiu e conseguiu diminuir, apesar das boas defesas do goleiro paranaense. Cléber voltou a salvar sua equipe em uma seqüência de escanteios".

GAZETA DO POVO
"Prevaleceram os erros da defesa carioca e a grande atuação do goleiro Cléber, que fechou a meta do Rubro-Negro e garantiu os três pontos".

GLOBOESPORTE.COM
"Maior figura em campo na vitória do Atlético-Pr sobre o Fluminense, por 2 a 1, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, em pleno Maracanã, o goleiro Cléber fechou o gol do Furacão, principalmente no segundo tempo".

LANCENET
"Atuando no entusiasmo, o Flu criava várias chances, mas esbarrava na excelente atuação do goleiro Cléber".

"E de tanto insistir, o Flu marcou. Marcelo, após jogada individual, chutou forte, no canto do goleiro Cléber, o melhor da partida".
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 10h17

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 


Histórico
Outros sites
  zerozero.pt
  Federação Paranaense
  CBF News
  Conmebol
  Site Oficial Atlético-PR
  Furacão.com
  UOL Esporte
  Terra Esportes
  GloboEsporte.com
  OndaRPC
  FutebolPR
  Fanáticos por Futebol



O que é isto?