Noticiário Atleticano






Próxima Partida:


FLUMINENSE x
ATLÉTICO-PR

Campeonato: Brasileiro
Data: 09.09 (dom) 19h
Estádio: Maracanã
Público: Com torcida
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: - (--)
Assistentes: - (--) e - (--)
Transmissão: Premiere Esportes e Banda B

Maracanã:


Endereço do Estádio:

Rua Professor Eurico Rabelo, s/n

Como chegar ao estádio:

-

Preços dos ingressos:

Visitantes: R$ 10

Postos de venda de ingressos:

- Maracanã (bilheteria 8)
- Fluminense (Laranjeiras)
- General Severiano
- Gávea
- Casa de shows Rio Sampa

Onde se hospedar no Rio de Janeiro:

Plaza Copacabana Hotel:
Av. Princesa Isabel , 263 –
Telefone: (21) 2195-5500
Arpoador Inn:
Rua Francisco Otaviano, 177 –
Telefone: (21) 2176-3371
Hotel Glória:
Rua do Russel, 632 –
Telefone: (21) 2555-7272
Copacabana Mar Hotel:
Rua Min. Viveiros de Castro, 155 – Telefone: (21) 2542-5141

Última Partida:


GOIÁS x
ATLÉTICO-PR

Campeonato: Brasileiro
Estádio: Serra Dourada
Público: 3.496 torcedores
Cidade: Goiânia (GO)
Árbitro: Cléber Wellington Abade (SP)
Assistentes: Valter José dos Reis (Fifa-SP) e Aline Lopes Lambert (SP)

Serra Dourada:


http://www.diskingressos.com.b


CAMP. ALEMÃO
Placar do Noticiário

19ª Rodada - 04 de Fevereiro

Bayern Munique
1 x
 0
Bayer Leverkusen

Tempo de Jogo:
Encerrado

Lance-a-Lance

O time da casa fez o suficiente para garantir a vitória com gol de Michael Ballack, e chegar aos 50 pontos. Já o Bayer Leverkusen não fez uma boa apresentação e segue com 22 pontos.

Escalação

Técnico: Felix Magath
  1 Kahn
14 Pizarro
16 Jeremies
  2 Signol  
  3 Lúcio
25 Ismael
  6 Demichelis
69 Lizarazu
31 Schweinsteiger  
20 Salihamidzic
21 Lahm
11 Zé Roberto
13 Ballack
10 Makaay

Técnico: Michael Skibbe
  1 Butt
23 Madouni
  4 Juan
  2 Stenman
  6 Rolfes
26 Papadopulos
  7 Barnetta
10 Freier
28 Ramelow  
  8 Krzynowek
13 Athirson  
25 Schneider
12 Voronin
  9 Berbatov

Gol C. amarelo C. vermelho Subst. - entrada Subst. - saída

Estádio: Olímpico de Munique
Cidade: Munique (ALE)

Árbitro: - (--)
Assistentes: - (--)
e - (--)



Escrito por Vinícius às 16h02

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




RIVAL
Calendário do jejum adversário circula pela internet

O site Furacão.com recebeu, hoje à tarde, o calendário de jejum de títulos do Coritiba. E estou publicando este calendário aqui, no Noticiário Atleticano.
 
O clube do Alto da Glória, que vai disputar a segunda divisão do campeonato Brasileiro em 2006, está há 20 anos sem conquistar um título importante. A última alegria da torcida coxa-branca foi em 1985, na final disputada contra o Bangu.

Confira o calendário clicando aqui.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 15h51

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Goleiro Cléber treinou na equipe titular

Cléber pode receber uma chance
do técnico Lothar Matthäus
O goleiro Cléber treinou na equipe titular durante os trabalhos desta sexta-feira no CT do Caju.
 
Diante disso, é provável que ele comece jogando contra o Galo Maringá, neste domingo às 17h, na Kyocera Arena. O antigo titular, Tiago Cardoso, iria para o banco de reservas por uma opção técnica.

A mudança do goleiro titular vem sendo ensaiada há algumas rodadas, mas o auxiliar técnico Vinícius Eutrópio considerou adequado dar confiança a Tiago Cardoso, que vinha sendo apontado como responsável por alguns gols sofridos pelo Atlético. Tiago Cardoso levou 12 gols em seis partidas e meia. Cléber jogou apenas um tempo (contra o Francisco Beltrão) e levou um gol.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 15h43

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Paranaense
David e Willian perdem espaço

Em menos de uma semana, o meia David e o atacante Willian deixaram o time titular do Atlético para não figurar sequer entre os jogadores concentrados.
 
Na última quarta-feira, contra o Cianorte, David e Willian foram as principais novidades do Rubro-Negro. Vestindo a camisa 8, David ocupou a vaga que outrora pertencera a Cristian e Erandir, numa tentativa de tornar a equipe mais ofensiva. Já Willian, com a camisa 7, formou dupla de ataque com Denis Marques.

Como o time não foi bem no primeiro tempo, David e Willian foram logo substituídos. Na etapa final, já sem os dois, o Atlético virou o jogo de 3 a 1 para 4 a 3. Coincidência ou não, os dois atletas não foram chamados para a concentração do jogo contra o Galo Maringá, neste domingo.

No caso de Willian, a concorrência pode ser uma explicação para sua ausência na lista dos jogadores chamados para o jogo. Dagoberto e Rodrigão, que não puderam enfrentar o Cianorte, desta vez foram chamados. Com isso, juntaram-se a Denis Marques, Ricardinho e Cléo, que já haviam ficado à disposição na partida passada.

No meio-campo, David não foi chamado. Rodriguinho voltou a ser chamado depois de cumprir suspensão e outra vaga foi destinada a Simão, que não havia sido chamado para o jogo passado.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 15h42

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Torcida
Atleticano, domingo é dia de Mosaico

Mosaico será uma
homenagem a Matthäus
Torcedor atleticano, neste domingo todos os caminhos nos levam à Kyocera Arena.
 
Afinal, não é todo dia que um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos pisa no gramado da Baixada para estrear oficialmente no comando-técnico do time. E para transformar a estréia de Lothar Matthäus inesquecível, a torcida atleticana está programando uma grande festa. É mais uma edição do Mosaico Furacão, que dá cores e brilho especiais aos principais jogos do Atlético desde o ano passado.

Mais uma vez, o show do Mosaico Furacão ficará no setor Buenos Aires Superior da Kyocera Arena. O tema proposto desta vez é o grande personagem da tarde na Baixada: o técnico Lothar Matthäus. A idéia, explica a Comissão de Mosaicos, é fazer uma grande homenagem ao treinador, mostrando a ele que no Atlético ele pode sentir-se em casa. Para isso, a coreografia a ser montada pelos painéis será uma enorme bandeira da Alemanha, referência ao país de origem de Matthäus.

E você, torcedor atleticano, está sendo convidado a participar desta homenagem, afinal, um mosaico perfeito e sem grandes falhas necessita da presença da torcida na arquibancada. Para isso, a Comissão de Mosaicos pede que a torcida compareça ao setor Buenos Aires Superior. “A formação do mosaico não depende apenas de nós. A presença do torcedor no setor Buenos Aires superior será essencial. Desde já convoco a torcida a comparecer em grande número, chegando um pouco antes da hora do jogo para organizarmos a festa de forma coerente e ordenada”, afirmou o presidente da Comissão de Mosaicos, Thiago Henk.

Para quem pretende ir ao jogo, fica o convite a participar do Mosaico Furacão. Uma experiência que vale a pena e ficará marcada para sempre na história do futebol brasileiro. Afinal, qual torcedor não gostaria de dizer: “Sim, eu participei da homenagem a Lothar Matthäus em sua estréia como técnico no Brasil”? Para a torcida atleticana, esse privilégio tem dia e hora marcada: domingo, 05 de fevereiro, às 17 horas, na Kyocera Arena. Compareça!

Ingressos
Os ingressos para a partida entre Atlético e Galo Maringá estão à venda nas bilheterias da Baixada.
Confira os valores dos ingressos:

Curvas e fundos - R$ 25,00 (inteira) e R$ 12,50 (meia);
Getúlio Vargas Inferior - R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia);
Getúlio Vargas Superior - R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia).
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 15h33

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Jost Vieth ficará no banco para auxiliar Matthäus

O auxiliar técnico Jost Vieth ficará no banco de reservas durante o jogo deste domingo entre Atlético e Galo Maringá, na Kyocera Arena.
 
Vieth se apresentou ao clube nesta semana e rapidamente já será integrado ao trabalho. O clube fez uma solicitação formal à Federação Paranaense de Futebol para obter autorização para a permanência de Vieth no banco. Matthäus também contará com o apoio do preparador físico Riva de Carli, que deverá fornecer informações sobre os atletas.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 15h31

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TORCIDA
Mosaico Alemão

Torcedores vão colorir a Kyocera Arena com as cores da Alemanha. A homenagem desta vez é para o técnico Lothar Matthäus.

A estréia do técnico Lothar Matthäus contra o Galo Maringá neste domingo não poderia passar em branco. Foi pensando nisso que os torcedores do Mosaico Furacão resolveram homenagear o novo treinador montando um painel com a imagem da bandeira da Alemanha. Neste domingo, a comissão organizadora estará esperando os torcedores interessados em participar da movimentação no setor Buenos Aires Superior Reta, onde anteriormente já foram montados outros três mosaicos (o primeiro homenageando o Furacão, com a inscrição CAP, o segundo lembrando os títulos importantes com as estrelas prateada e dourada e o terceiro lembrando a pesquisa que colocou a torcida atleticana como a maior do Estado).

Mosaico estreou com
homenagem ao Atlético

O Mosaico Furacão surgiu em 2004, mas apenas no ano passado a comissão organizadora consegui colocá-lo em prática, com auxílio do Clube Atlético Paranaense. Sua estréia foi no contra o São Paulo, em agosto. Na ocasião, a sigla CAP foi desenhada em branco no meio das cores rubro-negras. A coreografia agradou à todos e os 18 torcedores que formam a comissão organizadora já começaram a pensar em fazer mais algumas edições. O segundo mosaico aconteceu na partida contra o Flamengo, em outubro. Na ocasião a homenagem foi aos títulos importantes que o Furacão conquistou na sua história: as duas estrelas de Campeão Brasileiro da Série B, em 1995 (prateada) e a de Campeão Brasileiro (2001). A última organização da comissão aconteceu no clássico contra o Paraná Clube, oportunidade perfeita para reverenciar a maior torcida do Estado. Foram feitos painéis nas cores vermelho e preto, montados como a bandeira do Estado.

Estrelas representaram os
principais títulos

O Mosaico Furacão não acontece em todos os jogos, pois é preciso tempo para a organização e, principalmente, verba para tal. Mesmo assim existe um projeto para que a coreografia tome conta de toda a Kyocera Arena. Para que a homenagem ao técnico Lothar Matthäus saia como a programação feita pela comissão de mosaicos, os organizadores pedem para que torcedores adquiram seu ingresso para o setor Buenos Aires Superior Reta e ajudem para que a torcida atleticana dê mais um show. Os encarregados pela orientação dos torcedores deverão estar uniformizados, facilitando o acesso daqueles que quiserem colaborar.

Estréia do técnico terá mosaico alemão

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 15h27

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Matthäus troca goleiro e estuda outras mudanças no time


Cléber terá a primeira chance
como goleiro titular desde a
volta da vitoriosa temporada
no Santa Cruz

O novo treinador do Atlético deu a camisa 1 a Cléber e pode promover a reestréia de Dagoberto.

As mudanças no início da “era Lothar Matthäus” no Atlético começam justamente pelo gol. No primeiro trabalho coletivo do novo treinador do Rubro-Negro, sai de cena Tiago Cardoso, em má fase neste início de temporada, e Cléber ganha a camisa 1 com a responsabilidade de repetir o excelente trabalho realizado no ano passado no Santa Cruz. Empolgado com a oportunidade, Cléber espera acabar com a temporada de testes no CT do Caju e se fixar na posição.

“Embora ninguém tenha me comunicado que eu vá entrar jogando, o que interessa é que é preciso fazer o seu trabalho correto, se empenhar ao máximo nos treinamentos para que a titularidade venha ao natural”, revela o novo goleiro titular do Furacão. Para ele, ser o escolhido para defender a meta atleticana vai ser um merecimento pelo trabalho desenvolvido. “Eu venho dando o meu máximo, a equipe vem num trabalho preparatório e espero entrar num nível de competição muito grande e que o time possa crescer ainda mais nesses jogos”, destaca.

Amigo de Tiago Cardoso, Cléber reconhece que o companheiro não está vivendo um bom momento. “Não adianta tapar o sol com a peneira. Isso pode acontecer com qualquer goleiro do Brasil, comigo pode acontecer, com o Vinícius, com o Guilherme e é preciso ter muita tranqüilidade e um trabalho mental muito grande”, analisa.

De qualquer forma, ele acredita que sua boa fase no time pernambucano e seu desempenho nos treinos garantiram a posição. “Eu acho que sim porque, ano passado inteiro, provei que tenho condições de jogar aqui no Atlético e, agora, se me colocarem para jogar, tenho que permanecer tranquilo, vou ser muito exigido, a responsabilidade vai ser um pouco maior e espero dar conta do recado”, aponta.

Apesar disso, Cléber diz que precisa provar sempre que merece ser o titular. “Se eu fizer o trabalho que eu fiz no Santa Cruz, vou dar um grande passo para me manter na equipe. Todo dia, você precisa matar um leão nos treinamentos e nos jogos”, desabafa. Desde que voltou do Recife, onde esteve emprestado por um ano ao Santa Cruz, Cléber jogou apenas 45 minutos pelo Rubro-Negro. No restante das sete partidas, Tiago Cardoso foi o responsável pela camisa 1, mas andou se machucando e não esteve bem em alguns jogos.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h40

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TORCIDA
Mosaico para homenagear o técnico Lothar Matthäus

Ele merece.

A idéia, pioneira no Brasil, começou em agosto do ano passado e já mostrou as iniciais do clube, as estrelas das principais conquistas e uma bandeira do Estado do Paraná, mas com as cores vermelha e preta.

Na estréia de Lothar Matthäus como treinador do Atlético, uma homenagem especial ao alemão será encenada nas arquibancadas. Como já vem se tornando tradição na Kyocera Arena, mais um mosaico poderá ser visto na partida de amanhã contra o Galo Maringá. O quarto da série dará as boas-vindas ao comandante rubro-negro fazendo uma referência à Alemanha, país natal do profissional, para que ele se sinta em casa.

“Acreditamos que esta é uma maneira original de mostrarmos ao Matthäus o quanto estamos felizes com a sua contratação”, afirmou o presidente da Comissão de Mosaicos, Thiago Henk. Para que o mosaico fique ainda mais bonito e completo que os anteriores, a comissão pede que o torcedor atleticano compareça no setor Buenos Aires superior, local onde será realizada a coreografia.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h37

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Sob o comando de Lothar Matthäus, Atlético-PR recebe Galo Maringá

Furacão terá técnico alemão no banco de reservas, neste domingo, na Arena.

Domingo é oficial. Às 17h, na Arena da Baixada, o Atlético enfrenta o Galo Maringá, pela oitava rodada do Paranaense 2006, com Lothar Matthäus no comando técnico do time. Apesar de o treinador ter admitido que passou instruções ao auxiliar Vinícius Eutrópio, na vitória de 4 x 3 sobre o Cianorte), será a primeira vez que ele dirige o time do banco.

O jogo é uma disputa direta por posições no Grupo A. O Atlético é o terceiro, com 11 pontos, mesma pontuação do Galo Maringá, que está em quarto e perde nos critérios de desempate.

Além de implantar treinos em dias de jogos, Matthäus já pode fazer outra mudança no Atlético, desta vez no time. Declarando que só irá confirmar a equipe que entra em campo no domingo, nos vestiários, o técnico não quis confirmar a escalação. Mas o time que treinou apresentou algumas mudanças.

Cléber pode estar ganhando a vaga de titular no gol do Furacão. Outra mudança é no sistema tático, que sai do 4-4-2 e passa ao 3-5-2, com a presença de Erandir na zaga. Na lateral-esquerda, a dúvida é Michel Bastos. Se este não se recuperar de dores na perna esquerda, quem vai para o jogo é Moreno. O sistema ofensivo pode ter quatro jogadores ofensivos: Adriano, Ferreira, Rodrigão e Denis Marques.

Galo Maringá
Já o Galo Maringá, que vem de derrota para o J. Malucelli (1 x 0), terá o retorno de quatro titulares: o zagueiro César Gaúcho, os volantes Batata e Carlos Alberto e o meia-armador Renatinho. Além destes, outro que pode voltar ao time do técnico Ivair Cenci é o lateral-direito Pet, que disputa vaga com Dan. Na frente, Didi deve ter a companhia de Marcelo Régis ou Adriano. Expulsos contra o ex-Malutrom, Daniel Vicente e Sandro não permaneceram com o grupo.

ATLÉTICO-PR x GALO MARINGÁ

Data: 05/02/2006 (domingo)
Local: Estádio Kyocera Arena, em Curitiba
Horário: 17h
Árbitro: Vagner Vicentim (PR)
Assistentes: Altemar Roberto Domingues e Moisés Aparecido de Souza (ambos do PR)

Atlético-PR
Cléber (Tiago Cardoso); Paulo André, Erandir e Danilo; Jancarlos, Alan Bahia, Adriano, Ferreira e Michel Bastos (Moreno); Rodrigão (Dagoberto) e Denis Marques
Técnico: Lothar Matthäus

Galo Maringá
Paulo Sérgio; Dan (Pet), Cuca, César Gaúcho e Maurício; Batata, Kullmann, Carlos Alberto e Renatinho; Adriano (Marcelo Régis) e Didi.
Técnico: Ivair Cenci

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 10h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ELENCO
Novo intérprete chegou ontem ao CT do Caju

Na tarde desta sexta-feira, o intérprete escolhido pelo técnico Lothar Matthäus junto com o Atlético, chegou ao CT do Caju.

O também alemão Jost Vieth deverá acumular, além de ser o tradutor, a função de auxiliar técnico de Matthäus. Vieth conheceu o técnico atleticano em Hamburgo, na Alemanha, sua cidade natal e conversou algumas vezes com o ex-jogador enquanto este era técnico da seleção da Hungria. "Não somos amigos, mas nos conhecemos em Hamburgo. Fiquei muito feliz com o convite para trabalhar aqui no Atlético, que é o filé mignon do futebol aqui no Brasil", contou o intérprete-auxiliar, que já conhecia o CT do Caju que considera uma estrutura de primeiro mundo.

Falando português, Vieth falou também sobre sua experiência no mundo do futebol, mas contou que também tem muito a aprender por aqui. "Trabalhei como auxiliar técnico nas categorias de base do Internacional (Porto Alegre) e como técnico no Hamburgo e o Altova, da Alemanha. Além disso, trabalhei no marketing de uma multinacional ligada ao futebol", revela. Foi desta maneira que o alemão conheceu o Atlético. Representantes da empresa vieram ao Brasil para tentar uma parceria com o Furacão e Vieth era um deles.

O novo auxiliar de Matthäus aceitou o convite por acreditar na metodologia de trabalho que é aplicada no Rubro-negro, além de sua estrutura e a oportunidade de estar ao lado de um ícone do esporte alemão. "Gosto da metodologia aqui e essa comissão técnica é excelente, eu sei que posso aprender muito e isso vai criar uma mistura muito boa", finalizou.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 10h29

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Treinamento será à tarde

Treinamento começa às 15 horas.

Os convocados para a partida contra o Galo Maringá treinarão hoje às 15 horas, no CT do Caju.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 10h27

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Confira os relacionados para o jogo contra o Galo Maringá

O técnico Lothar Matthäus convocou 21 jogadores para a partida deste domingo, entre Atlético e Galo Maringá, na Kyocera Arena.
 
A grande novidade está na presença do atacante Dagoberto, que poderá fazer sua estréia na temporada 2006 vestindo a camisa Rubro-negra.
 
Confira a lista dos jogadores relacionados para a partida:

GOLEIROS
Cléber
Tiago Cardoso

ZAGUEIROS
Danilo
Juninho
Paulo André

LATERAIS
Jancarlos
Michel Bastos
Moreno

VOLANTES
Alan Bahia
Cristian
Erandir

MEIAS
Adriano
Ferreira
Pezzolano
Rodriguinho
Simão

ATACANTES
Cléo
Dagoberto
Denis Marques
Ricardinho
Rodrigão
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 10h25

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Matthäus: estréia no Atlético.

CAMP. PARANAENSE
Diante do Galo Maringá, sob nova direção

Atlético promove a estréia de Lothar Matthäus neste domingo.

Em busca do mesmo objetivo no Campeonato Paranaense: a liderança do Grupo A, Atlético e Galo Maringá, ambos com 11 pontos somados até o momento, voltam a se enfrentar neste domingo, às 17h, na Arena da Baixada, em jogo válido pela abertura do segundo turno do estadual.

Além da vitória, o Furacão e o Maringá precisam torcer por um tropeço dos atuais líderes, o Rio Branco e Cianorte, para então chegar à liderança. Motivos para aumentar a confiança em um resultado positivo não vão faltar a nenhuma das equipes. No Atlético, a estréia do treinador alemão Lothar Matthäus, renovou o espírito da equipe e abriu possibilidades de novidades no time.

Logo de cara, o treinador já avisou que vai abusar da ofensividade da equipe e para isso já fez sua primeira alteração no time: mudou o esquema que vinha sendo utilizado pelo interino Vinicius Eutrópio, de 4-4-2 para o 3-5-2. Além disso, o técnico recebeu a notícia de que o atacante Dagoberto já está à sua disposição e o jogador pode ser a surpresa da equipe já neste domingo.

A maior surpresa, porém, ficou por conta do novo camisa 1 da equipe. No treino desta sexta-feira, Matthäus promoveu Cléber como titular do time e deve estrear com o novo arqueiro. Tiago Cardoso ficará no banco de reservas.

No Galo Maringá o clima é de união. Cientes da dificuldade de jogar na Kyocera Arena, onde o Atlético está invicto há oito meses, a vitória se tornou o primeiro desafio a ser vencido pela equipe de Ivair Cenci. Para quebrar o jejum de derrotas do adversário boas notícias chegaram ao técnico.

O time terá a volta de quatro jogadores considerados titulares. A equipe, que teve três baixas na partida disputada em São José dos Pinhais - os zagueiros Sandro e Daniel Vicente, além do técnico Ivair Cenci, que foram expulsos de campo - terá a volta do zagueiro César Gaúcho e dos meias Batata, Carlos Alberto e Renatinho.

ATLÉTICO-PR x GALO MARINGÁ

Data: 05/02/2006 (domingo)
Horário: 17h
Local: Kyocera Arena, em Curitiba
Árbitro: Vagner Vicentim (PR)
Assistentes: Altemar Roberto Domingues e Moisés Aparecido de Souza (ambos do PR)

Atlético-PR
Cléber (Tiago Cardoso); Erandir, Danilo e Paulo André; Jancarlos, Alan Bahia, Adriano, Ferreira e Michel Bastos; Dagoberto (Rodrigão) e Denis Marques
Técnico: Lothar Matthäus

Galo Maringá
Paulo Sérgio; Dan (Pet), Cuca, César Gaúcho e Maurício; Batata, Kullmann, Carlos Alberto e Renatinho; Adriano (Marcelo Régis) e Didi
Técnico: Ivair Cenci

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 10h23

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Divulgação
Matthäus: no 3-5-2
CAMP. PARANAENSE
Matthäus faz estréia e chama Dagoberto

Técnico alemão vai comandar o Atlético-PR pela primeira vez e já poderá contar com atacante, que ainda não jogou em 2006.

O próximo domingo promete ser especial para o Atlético-PR. E cheio de atrações. A principal delas, confirmada, é a aguardada estréia do técnico Lothar Matthäus. O alemão chegou ao clube na última segunda-feira e comandará pela primeira vez a equipe do banco de reservas.

TABU ATLETICANO
Para completar a festa rubro-negra programada para este domingo, o Atlético-PR conta com um longo tabu a seu favor.

Afinal, já são 21 jogos, ou quase nove meses, de invencibilidade na Arena da Baixada. O último tropeço foi em maio de 2005.

Em duelo válido pelo Brasileirão, o Internacional, que se tornaria vice-campeão, surpreendeu o Furacão e triunfou por 3 a 1, no dia 22 de maio.

Mas o início oficial da trajetória do treinador, às 17h deste domingo, contra o Galo Maringá, na Arena da Baixada, deve ser acompanhado pela presença da principal revelação do Furacão nos últimos anos. Após mais uma temporada atrapalhada por lesões, o atacante Dagoberto está pronto para voltar aos gramados e aparecerá no banco de reservas.

"Meu pensamento é jogar, mas vai da cabeça dele", disse Dagoberto, que participou de um duelo preparativo com o Joinville, na última quinta-feira, e foi decisivo na vitória por 2 a 1. O atacante converteu pênalti sofrido por ele mesmo e depois deu assistência para Cristian fazer o outro gol.

"Nesse jogo ele pôde ter uma noção. Esses treinos e o Paranaense são importantes para buscar condicionamento e para entrar bem na Copa do Brasil", comentou Dagoberto, que tem seguido todas as ordens do treinador: "O que ele fala a gente procura aprender. Vamos usar isso para crescer".

Matthäus estréia no comando do time à beira do campo neste domingo, mas já acompanhou das tribunas da Arena a partida contra o Cianorte, na última rodada. Após perder por 3 a 1 no primeiro tempo, o Atlético-PR conseguiu a heróica virada na etapa final para triunfar por 4 a 3.

"O que foi visto no segundo tempo, quando o time melhorou sensivelmente, já é um exemplo de como eu devo mexer na equipe", adiantou o treinador alemão. Com isso, o time rubro-negro irá começar a partida deste domingo no esquema 3-5-2, com Erandir na defesa, dando maior liberdade para os alas Jancarlos e Michel Bastos.

Outra mudança que possivelmente irá acontecer é a entrada do goleiro Cléber no lugar de Tiago Cardoso, que passa por momento irregular. Cléber já trabalhou entre os titulares na sexta-feira e deve ser confirmado na equipe por Lothar Matthäus.

"Ninguém me comunicou nada, mas estou fazendo meu trabalho corretamente, com muito empenho, para que a titularidade venha naturalmente. Se eu entrar jogando, será por merecimento", disse o goleiro rubro-negro.

Com os mesmos 11 pontos do Galo Maringá, o Atlético-PR aparece em terceiro lugar do Grupo A e pode terminar a oitava rodada como líder da chave. Para isso, precisa torcer por tropeços de Cianorte e Rio Branco, que totalizam 13 pontos cada.

Atlético-PR
Cléber (Tiago Cardoso); Danilo, Paulo André e Erandir; Jancarlos, Alan Bahia, Adriano, Ferreira e Michel Bastos; Rodrigão e Denis Marques
Técnico: Lothar Matthäus

Galo Maringá
Paulo Sérgio; Dan (Pet), Cuca, César Gaúcho e Maurício; Batata, Kullmann, Carlos Alberto e Renatinho; Adriano (Marcelo Régis) e Didi
Técnico: Ivair Cenci

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h39

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Matthäus comandou seu primeiro treino nesta sexta

O técnico Lothar Matthäus começou a trabalhar no CT do Caju na terça-feira, mas somente na manhã desta sexta é que ele assumiu definitivamente o comando da equipe.
 
Até então, o auxiliar Vinícius Eutrópio estava comandando os treinamentos, sempre com algumas orientações do alemão. Nesta sexta, Lothar conduziu os trabalhos pela primeira vez.

Acompanhado pelo tradutor, Matthäus promoveu um treinamento técnico. Bastante participativo, ele fez questão de orientar individualmente alguns atletas. A língua não foi uma barreira para a transmissão das ordens. "A tradução está quase simultânea e nós estamos fazendo o que ele pede", diz o zagueiro Paulo André, garantindo que a comunicação com Matthäus não está complicada.

Um dos pedidos de Matthäus foi para que os jogadores cuidassem mais da marcação. "Ele quer que todo mundo tenha muita força de vontade e marcação", revelou o atacante Denis Marques.

Confiança
O estilo de trabalho de Matthäus já contagiou o elenco atleticano. O atacante Dagoberto, animado com a possibilidade de fazer sua estréia em 2006 neste domingo, revela que os atletas têm grande respeito e admiração por Matthäus. "O que ele fala a gente procura aprender e com certeza vamos usar isso para nos aprimorar", afirma.

O meia Adriano gostou do treinamento realizado na manhã desta sexta: "O trabalho que está sendo feito é excelente, esperamos entrar com o pé direito no jogo de domingo e ele também".
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
"Estamos em busca do mesmo objetivo", diz Denis Marques

O atacante Denis Marques contou que o primeiro treinamento da equipe sob o comando do técnico Lothar Matthäus foi muito bom.

"Ele está com o mesmo objetivo que a gente, que é são as conquistas. Acho que vai dar certo", analisa.

Segundo o atacante, Matthäus procura passar o que quer e é bem rígido para conquistar o objetivo. Para o jogo de domingo, Denis Marques conta que o treinador já fez um pedido à equipe. "Ele quer que todo mundo tenha muita força de vontade e marcação", finalizou.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h33

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Michel Bastos treinou normalmente pela manhã

O lateral-esquerda Michel Bastos treinou normalmente com o elenco atleticano na manhã desta sexta-feira.

Depois de passar a semana em tratamento no Departamento Médico, o atleta voltou aos treinos. No treinamento desta tarde, o lateral figura como titular na equipe que joga contra o Galo Maringá, no domingo às 17h.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h31

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Adriano quer entrar com o pé direito no domingo

O meia Adriano espera que a estréia de Lothar Matthäus como comandante do Atlético seja muito boa.

"O trabalho que está sendo feito é excelente, esperamos entrar com o pé direito no jogo de domingo e ele também", torce Adriano. O técnico atleticano treinou a equipe hoje pela manhã e está comandando o treinamento desta tarde também. Antes da partida de domingo, os jogadores ainda terão uma oportunidade de pegar mais algumas dicas com o técnico alemão no treino de sábado.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h30

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Dagoberto se espelha no comandante

O atacante Dagoberto espera voltar aos gramados neste domingo, quando o Atlético enfrenta o Galo Maringá pelo returno do Campeonato Paranaense.

Para que o retorno aconteça da melhor maneira possível, o jogador está atento à todas as dicas do treinador Lothar Matthäus. "O que ele fala a gente procura aprender, e com certeza vamos usar isso para aprimorar", conta. Dagoberto conta também que ficaria muito feliz se chegasse a ser como o comandante atleticano. "Ele foi moleque um dia como nós. É um ídolo mundial e esperamos um dia chegar a ser como ele", finalizou.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h29

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Paulo André: "Tradução está quase simultânea"

Apesar de falar algumas línguas européias, o zagueiro Paulo André também está aproveitando o intérprete que auxilia o técnico rubro-negro Lothar Matthäus nos treinamentos.

"De maneira nenhuma a comunicação está difícil. A tradução está quase simultânea e nós estamos fazendo o que ele pede", conta o jogador.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h27

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Técnico comandou seu primeiro treino técnico

O técnico Lothar Matthäus comandou o seu primeiro treino técnico na manhã desta sexta-feira.

Desde que chegou à Curitiba, o treinador alemão estava observando os treinamentos comandados pelo técnico interino Vinícius Eutrópio e pelos preparadores físicos. Na manhã de hoje, o técnico foi para o gramado junto com o intérprete e passou as primeiras instruções aos atletas

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h24

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Dagoberto pode retornar contra o Galo Maringá

Que ótima notícia...

O atacante Dagoberto, afastado dos gramados desde o final do Campeonato Brasileiro, foi liberado pelo departamento médico e pode integrar o elenco do Atlético-PR na partida contra o Galo Maringá, às 17h, neste domingo, na Arena da Baixada.

No entanto, o treinador alemão Lothar Matthäus afirmou que não quer se precipitar em relação à escalação de Dagoberto.

"Nós vamos pensar em todas as possibilidades que temos, mas com certeza não vamos nos precipitar em colocar um jogador importante como ele e correr o risco de perdê-lo por mais tempo ainda", disse o treinador.

A partida de abertura do returno no Campeonato Paranaense também marca a estréia de Matthäus a beira do gramado. Depois de acompanhar três dias de treinamento e uma partida do Atlético-PR, Matthäus já pensa em mudanças.

"O que vocês viram em campo na quarta-feira é um esboço bem feito do time ideal. Aquelas substituições deram mais segurança e confiança ao elenco", comentou o treinador.

O atacante Rodrigão e o volante Rodriguinho voltam de suspensão automática e também ficam à disposição de Matthäus. O lateral-esquerdo Michel Bastos ainda é dúvida, mas deve ser liberado nesta sexta-feira.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 21h22

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético contou com ajuda de Matthäus na quarta-feira

Técnico alemão admite que deu instruções a Vinícius Eutrópio na virada sobre o Cianorte.

A virada da última quarta-feira sobre o Cianorte (4 x 3) não marcou a estréia oficial de Lothar Matthäus, mas poderia. O treinador alemão admitiu que passou instruções de como alterar o time, ao técnico interino Vinícius Eutrópio.

Em entrevistas no CT do Caju, Matthäus apontou a alteração táctica do time no intervalo, quando o jogo estava 3 x 1 para po adversário, como tendência de como irá trabalhar.

“O que vocês viram é um exemplo de como pretendemos mexer no time”, disse Matthäus. O Atlético saiu de um 4-3-3 para um 3-5-2 na segunda etapa, na qual marcou três gols, virando o jogo.

A tendência portanto, é que o técnico alemão continue usando este sistema, declaradamente do agrado dos laterais Michel Bastos e Jancarlos.

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 21h20

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Furacão pode voltar a jogar no 3-5-2

Erandir: cotado para ser mais
uma vez improvisado na zaga
A “Era Matthäus” no Atlético pode fazer com que o time volte a adotar o sistema 3-5-2.
 
O treinador gostou da postura do time no segundo tempo do jogo contra o Cianorte (quando atuou com três zagueiros e dando mais liberdade aos laterais). Por isso, no jogo-treino desta quinta-feira, contra o Joinville, a mesma formação tática foi adotada.

“O segundo tempo melhorou sensivelmente e o que foi visto já é um exemplo de como eu devo mexer na equipe”, afirmou Lothar Matthäus.

Caso opte por essa formação, o mais provável é que o volante Erandir seja recuado para atuar na defesa – função que já exerceu na partida de quarta-feira. A tendência é que o Atlético entre em campo no domingo com: Tiago Cardoso; Danilo, Paulo André e Erandir; Jancarlos, Alan Bahia, Adriano, Ferreira e Michel Bastos (Moreno); Dagoberto (Rodrigão) e Denis Marques.

O sistema de jogo no 3-5-2 traz boas recordações para a torcida atleticana. Em 2001, quando conquistou o título brasileiro, o Atlético atuava com essa formação, que protege a defesa com três jogadores, dando liberdade para os alas poderem subir para o ataque.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h18

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TORCIDA
Lanchonete na Kyocera Arena homenageia Matthäus

Os torcedores do Atlético que forem acompanhar o jogo contra o Galo Maringá, no domingo, vão encontrar mais uma novidade na praça de alimentação da Kyocera Arena.
 
O "mix" São Dubão, localizado no setor Getúlio Vargas, andar superior, em frente ao portão 308, vai preparar diversos lanches homenageando o técnico Lothar Matthäus.

"Nós homenagearemos o Lothar com o 'Heilige Matthaus', ou 'São Mateus'. O lanche será feito com broa preta alemã, Weiß Wurst (salsicha branca), Dunkel Wurst (salsicha escura) e mostarda escura", afirma Robson Ogiboski, um dos proprietários do São Dubão. A comida foi copiada da região de Munique, onde é vendida por bancas nas entradas dos estádios.

O São Dubão também faz outros lanches, como:
 
- "Show Dubão" (pão de queijo gigante e peito de peru);
- "Escabeche Dubão" (baguete de gergelim e carne fria à escabeche);
- "Onsão Dubão" (carne de onça);
- "São Frangote" (sanduíche com frango xadrez);
- "São D´Arábia" (pão árabe, rosbife e salaminho);
- e além de todas as marcas de cerveja e chopp sempre servido com amendoins.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 10h07

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Lothar Matthäus vai armar time no 3-5-2 contra o Galo Maringá

“O primeiro tempo contra o Cianorte não mereceu ser chamado de futebol.”

Mais direto, impossível. Foi desse jeito que o técnico Lothar Matthäus analisou o primeiro jogo que assitiu do Atlético na Kyocera Arena. Mesmo assim, ele destacou a recuperação na etapa final e deve fazer algumas mudanças para a partida de domingo contra o Galo Maringá, às 17h, também em casa. Hoje, estão programados trabalhos em dois períodos no CT do Caju.

“O segundo tempo melhorou sensivelmente e o que foi visto já é um exemplo de como eu devo mexer na equipe”, adiantou Matthäus. Entre essas mudanças deverá constar o esquema tático adotado. Tanto no segundo tempo contra o Leão do Vale do Ivaí como no trabalho dos reservas, ontem à tarde, ficou clara a disposição de se usar o 3-5-2. Com ele, os alas ganham mais liberdade para atacar e a defesa fica menos vulnerável aos contra-ataques.

Contra o Joinville treinaram Cléber; João Leonardo, Bruno Lança e Juninho; Ney Santos, Cristian, Rodriguinho, Pezzolano e Ivan; Dagoberto e Rodrigão. Desses, a tendência é que Dagoberto possa ganhar uma oportunidade como titular, em relação àqueles que atuaram na quarta. A outra novidade poderá ser o retorno do lateral-esquerdo Michel Bastos, que ainda sente uma lesão na tíbia. Se treinar hoje, vai para a partida. O possível time para domingo pode ter: Tiago Cardoso; Danilo, Paulo André e Erandir; Jancarlos, Alan Bahia, Adriano, Ferreira e Michel Bastos (Moreno); Dagoberto e Denis Marques.

Retornos

O meia Fabrício participou da segunda parte do trabalho de ontem contra a equipe do Joinville e mostrou estar totalmente recuperado. Assim, ele já é outro atleta à disposição de Lothar Matthäus. Já o também meia Evandro, ainda se recupera de uma pubalgia, e prevê a volta aos treinos com bola na próxima semana. Enquanto isso, o atacante Pedro Oldoni está em ritmo de pré-temporada. Após disputar a Copa São Paulo e sofrer uma lesão no joelho esquerdo, ele está fazendo trabalhos físicos e dentro de dez dias deverá se integrar ao elenco principal do Atlético.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h04

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Dagoberto está bem e pode voltar no domingo


Ídolo do Furacão só depende do técnico Lothar Matthäus pra estrear domingo.

Se Lothar Matthäus deixar, Dagoberto volta a vestir a camisa rubro-negra no domingo, contra o Galo Maringá.

A espera acabou e o atacante Dagoberto pode voltar a vestir a camisa do Atlético já no domingo contra o Galo Maringá, às 17h, na Kyocera Arena. Se depender dele, a camisa 11 já tem dono. Como quem manda é o técnico Lothar Matthäus, o treinamento de hoje deve definir se o ídolo da torcida rubro-negra começa jogando ou fica no banco de reservas. Ontem, ele marcou o único gol da vitória entre os reservas do Furacão contra os reservas do Joinville, no CT do Caju.

“Meu pensamento é jogar, mas vai da cabeça dele e ele tem um time também e não adianta precipitar as coisas”, ponderou o atacante. Presença destacada no trabalho de ontem, Dagoberto revela que o alemão queria ver como ele se comportaria. “Esse primeiro treino que ele queria ver já deu para ter uma noção também, eu estou muito feliz de poder fazer coisas que há muito tempo eu não fazia e agora é questão de tempo para eu jogar”, comemorou.

Contra os catarinenses, Dagoberto mostrou que voltou com força total. Além de atuar na frente e levar perigo ao gol do Joinville, ele se revezou com Pezzolano na criação no meio-de-campo, voltando para buscar a bola. E foi dele o lance do único gol dos primeiros 50 minutos, quando estava em campo a segunda equipe do Furacão. Ele invadiu a área e foi derrubado. O árbitro marcou pênalti, que o próprio atacante cobrou com categoria e marcou.

“O jogo-treino foi muito bom, depois de um longo tempo buscando um condicionamento deu para ver que estou muito bem fortalecido, me sinto bem e, agora, é com o Lothar”, ressaltou. Segundo ele, as condições do trabalho foram muito boas para se ter uma idéia do que o espera em partidas oficiais. “Estava um pouco quente, mas deu para correr bem, me movimentar bastante, fazer algumas jogadas legais e buscando a cada dia melhorar”, analisou.

Com tudo isso, só falta o aval do comandante alemão para Dagoberto voltar a pisar no gramado da Baixada com a camisa rubro-negra. E com o apoio da galera, apesar de ter sido pivô de um briga entre a diretoria e a Massa Sports, que o representa. “Saíram coisas de algumas pessoas que querem se promover, mas a torcida do Atlético me conhece e sabe que eu vou retribuir dentro de campo aquele carinho e tomara que eles possam fazer aquelas coisas maravilhosas que sempre fizeram”, opinou.

Com os dirigentes, as conversas, segundo ele, continuam em compasso de espera. “Vamos esperar. Meu pensamento primeiro é jogar e aí sentar e conversar”, finalizou. No ano passado, Dagoberto atuou somente em oito jogos. Marcou um gol e levou um cartão vermelho. Se for relacionado para a partida, o atacante estreará no Brasil a nova chuteira da Nike, batizada de Mercurial Vapor III.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h02

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ARBITRAGEM
Definida a arbitragem para jogo de domingo

O árbitro que vai apitar a partida do próximo domingo, quando o Furacão recebe o Galo Maringá, já foi escalado.

Para comandar o jogo, foi chamado o árbitro Vagner Vicentim, que será auxiliado por Altemar Roberto Domingues e Moisés Aparecido de Souza. O quarto árbitro será Jarbe Cassou e o representante da Federação Paranaense de Futebol, Adão Efigênio Proença.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 09h58

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




JOGO-TREINO
Atlético derrota o Joinville em jogo-treino no CT

O Atlético venceu o Joinville por 2 a 1 no jogo-treino realizado na tarde desta quinta-feira no CT do Caju.
 
O técnico Lothar Matthäus observou todo o trabalho. No primeiro tempo, o Rubro-Negro foi melhor. Contando com Dagoberto e Rodrigão no ataque, o Atlético esteve forte ofensivamente.

Aos 29 minutos, Dagoberto sofreu pênalti. Ele mesmo bateu e marcou o gol atleticano. O segundo gol do Atlético saiu aos 41 minutos. Dagoberto driblou o zagueiro e abriu na esquerda para Cristian, que chutou forte cruzado para marcar o gol. O Joinville descontou poucos minutos depois, com um gol de Valdir.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 09h55

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético pode ter Dagoberto no banco, domingo contra o Galo Maringá

Ídolo rubro-negro tem grande chance de ficar à disposição de Matthäus, na partida contra o Galo Maringá.

Lothar Matthäus poderá ter um grande reforço no banco de reservas do Atlético-PR na partida de domingo, 17h, contra o Galo Maringá, na Arena. Trata-se do atacante Dagoberto, que treinou na tarde desta quinta-feira no CT do Caju junto com os reservas, num jogo-treino com o Joinville.

Dagoberto, que sofreu uma lesão muscular no ano passado, garantiu não sentir nada durante o treinamento. O jogador pretende voltar aos poucos para não arriscar a condição física e estar com ritmo de jogo para a estréia do Atlético na Copa do Brasil, no dia 15 de fevereiro, contra o Moto Clube, no Maranhão. Assim, há a chance de Matthäus, que assume definitivamente o comando do Atlético no domingo, contar com o atacante.

Se for escalado, o atacante fará seu primeiro jogo, desde o dia 6 de novembro no ano passado, quando sentiu uma lesão muscular, diante do Palmeiras, pelo Brasileiro.

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 09h50

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Jogos de hoje

7ª Rodada (1º Turno) - 02 de Fevereiro

Grupo B

16h - União Bandeirante 0 x 1 Roma - Luiz Meneghel - Bandeirantes (PR)
20h30 - Coritiba 2 x 0 ADAP - Couto Pereira - Curitiba (PR)
21h45 - Paranavaí 1 x 1 Londrina - Waldomiro Wagner - Paranavaí (PR)



Escrito por Vinícius às 20h53

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PAULISTA
Jogos de hoje

6ª Rodada - 02 de Fevereiro

17h - Ituano 2 x 2 Ponte Preta - Novelli Júnior - Itú (SP)
20h30 - Santos 3 x 0 Santo André - Vila Belmiro - Santos (SP)



Escrito por Vinícius às 20h50

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. CARIOCA
Jogos de hoje

5ª Rodada - 02 de Fevereiro

Grupo A

20h30 - Flamengo 4 x 2 Americano - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)



Escrito por Vinícius às 20h46

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Matthäus destaca poder de reação do Atlético-PR

Novo técnico do Atlético-PR, o alemão Lothar Matthäus fez nesta quinta-feira a primeira análise da equipe.

O treinador assistiu à virada da equipe diante do Cianorte por 4 a 3, na Arena, na última quarta, pelo Campeonato Paranaense.

Matthäus não aprovou a atuação do time no primeiro tempo, mas gostou da reação dos jogadores na etapa final.

"O segundo tempo melhorou sensivelmente e o que foi visto nesta etapa já é um exemplo de como eu devo mexer na equipe", disse o comandante rubro-negro.

O alemão também gostou do apoio da torcida no jogo contra o Cianorte, mas disse que espera ver o estádio lotado para sentir a vibração da Arena.

"Não foi um caldeirão, porque não estava toda a torcida, mas foi muito bom e eles foram o nosso décimo segundo jogador", disse.

Nesta quinta-feira, Matthäus conversou com os atletas titulares durante o treino regenerativo. Além disso, pôde observar os jogadores que não participaram da partida em um jogo-treino contra o Joinville.

O novo treinador ainda participou do clima do vestiário antes da partida contra o Cianorte. Matthäus chegou e passou segurança aos atletas que estavam em aquecimento. Dentro do vestiário, participou da reunião final entre jogadores e comissão técnica, em que acontece a reza de proteção.

Dagoberto
O atacante Dagoberto, que iniciou o jogo-treino desta tarde contra o Joinville como titular da equipe, quer permanecer no grupo que enfrenta o Galo Maringá no domingo, na Arena. O jogador está longe dos gramados desde novembro, quando sofreu um estiramento muscular.

"Meu pensamento é jogar domingo, mas vai da cabeça dele (Matthäus). No jogo de hoje ele teve uma noção", revelou o atacante.

Para o jogador, iniciar logo o trabalho dentro de campo significa um bom preparo para a Copa do Brasil, que começa neste mês. Para ele, os jogos do Paranaense são importantes para o condicionamento físico, principalmente por causa do torneio nacional.

Dagoberto acredita que o treinamento diferente nesta tarde valeu para que ele possa sentir como está a sua recuperação após tanto tempo longe dos gramados.

"Hoje tivemos um jogo-treino muito bom e pude ver que estou bem. Não senti nada e me movimentei bastante", finalizou.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 20h40

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Além de Lothar Matthäus, Dagoberto pode ser a novidade no Atlético

O Atlético pode ganhar um grande reforço para a próxima partida contra o Galo Maringá, às 17h deste domingo na Arena da Baixada.

O atacante Dagoberto já foi liberado pelo Departamento Médico do time e deve compor o banco de reservas no próximo jogo do Furacão.

O técnico Lothar Mattäus comentou sobre a possibilidade de utilizar o atacante. “Nós vamos pensar em todas as possibilidades que temos, mas com certeza não vamos nos precipitar em colocar um jogador importante como ele e correr o risco de perde-lo por mais tempo ainda”, afirmou. O jogador participou do jogo-treino desta quinta-feira no CT do Caju contra o Joinville e marcou um dos gols da vitória por 2 a 1 (o outro foi marcado por Cristian).

O novo treinador assumiu definitivamente o comando do Atlético e acompanhou toda a movimentação do dia. No jogo contra o Galo Maringá, Matthäus estará à beira do gramado para orientar os jogadores. No jogo desta quarta-feira, quando o Rubro-negro venceu o Cianorte por 4 a 3, o técnico esteve no vestiário para incentivar os atletas.

Sobre a escalação e esquema tático que podem ser utilizados no final de semana, o técnico explicou. “O que vocês viram em campo na quarta-feira é um esboço bem feito do time ideal. Aquelas substituições deram mais segurança e confiança ao elenco”, disse Matthäus, ainda acompanhado por Klaus Junginger. O novo intérprete, Jost Vieth, chega na semana que vem.

Nesta sexta-feira o elenco treina em dois períodos. Pela manhã, às 9h, e às 16h durante a tarde. Os atacantes Rodrigão e Rodriguinho voltam ao time após cumprirem suspensão automática. O lateral-esquerdo Michel Bastos ainda é dúvida, mas deve ser liberado.

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 20h35

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Lothar Matthäus analisa atuação contra Cianorte

O técnico atleticano Lothar Matthäus não gostou do que viu no primeiro tempo do jogo entre Atlético e Cianorte, na noite desta quarta-feira.

Para o treinador, o primeiro tempo não mereceu ser chamado de futebol. Matthäus acredita que na segunda etapa de jogo, "a equipe melhorou muito e acabou merecendo o resultado final. O segundo tempo melhorou sensivelmente e o que foi visto no segundo tempo já é um exemplo de como eu devo mexer na equipe", revelou o comandante rubro-negro.

Sobre o torcedor do Furacão, que cobrou dos jogadores em alguns momentos da partida, o treinador contou que ainda espera ver a Kyocera Arena lotada. "Ontem não foi um caldeirão porque não estava toda a torcida, mas foi muito bom e eles foram o nosso décimo segundo jogador", finalizou.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h33

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
David entendeu substituição no jogo de ontem

O lateral David assumiu a responsabilidade por não ter feito um bom primeiro tempo na partida desta quarta-feira, quando o Furacão derrotou o Cianorte pelo Campeonato Paranaense.

"Entrei no meio porque acertamos que eu ia jogar por ali e se não joguei bem, a responsabilidade é minha porque eu já sabia que iria jogar nessa posição. Mas isso é passado", conta o jogador, que ficou feliz com a reação do time na segunda etapa de jogo. "O importante é que deu tempo de socorrer para que o Atlético revertesse a situação. Essa vitória foi muito boa pra gente", analisou.

O jogador conta que inicialmente ficou chateado com a substituição pouco antes do final do primeiro tempo, mas que entendeu o treinador. "A gente fica chateado com a situação, mas foi para o bem da equipe, então foi válida", acrescentou.

Questionado sobre o treinamento no dia das partidas, o jogador contou que é uma questão de cada jogador se adaptar. "Você tem que dosar, se sentir que está cansado no dia do jogo, você não vai forçar tanto. Mas foi uma surpresa pois tinham passado uma programação e quando vimos esta nova no quarto achamos que estivesse errada. No começo é um pouco estranho, mas é questão de se acostumar", finalizou

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h31

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Técnico alemão conversou com atletas titulares

Antes do treinamento regenerativo desta tarde, o técnico Lothar Matthäus reuniu os atletas que atuaram contra o Cianorte.

Matthäus conversou um bom tempo com os jogadores e passou suas impressões sobre a partida. O intérprete Klaus Junginger esteve junto de Matthäus.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h29

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Matthäus participou do clima pré-jogo

O técnico atleticano Lothar Matthäus participou do clima do vestiário antes da partida contra o Cianorte.

Pouco tempo antes do jogo, Matthäus chegou e passou segurança aos atletas que estavam em aquecimento. Dentro do vestiário, Matthäus participou da reunião final entre jogadores e comissão técnica, em que acontece a reza de proteção.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h28

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Treinamentos amanhã serão em dois períodos

O elenco profissional do Atlético treinará em dois períodos, amanhã, no CT do Caju.

O primeiro trabalho, que será físico, começará às 9 horas. Meia hora depois, às 9h30, os atletas participarão de um treinamento técnico. Às 16 horas, os atletas voltam a campo para realizar um treino técnico e tático.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h27

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Dagoberto quer jogar no domingo

O atacante Dagoberto, que iniciou o jogo treino desta tarde contra o Joinville como titular da equipe, quer participar do grupo que enfrenta o Galo Maringá no domingo, na Kyocera Arena.

"Meu pensamento é jogar, mas vai da cabeça dele. No jogo de hoje ele teve uma noção", revelou o atacante. Para o jogador, iniciar o trabalho logo significa um bom preparo para a Copa do Brasil, que começa neste mês. Esses jogos e o Paranaense são importantes para buscar condicionamento, para entrar bem na Copa do Brasil, analisou.

Dagoberto acredita que o treinamento diferente nesta tarde valeu para que ele mesmo possa sentir como está a sua recuperação após tanto tempo longe dos gramados. Hoje tivemos um jogo-treino muito bom e puder ver que estou bem. Não senti nada e me movimentei bastante, finalizou.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h25

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pelé.Net

CLUBE
Vinícius Eutrópio se despede elogiado por elenco

Interino se emociona com time durante vitória sobre o Cianorte. Jogadores dedicaram virada ao auxiliar, que segue no Furacão.

Depois de quase um mês no comando do Atlético-PR, Vinícius Eutrópio se despediu do cargo na noite da última quarta-feira, na vitória por 4 a 3 sobre o Cianorte, de virada. Ele dará lugar a Lothar Matthäus, que estréia oficialmente neste domingo, diante do Galo Maringá.

Antes do duelo com o Cianorte, o elenco havia combinado de dedicar a vitória ao treinador alemão. No entanto, devido às dificuldades da partida (o Furacão foi para o intervalo perdendo por 3 a 1), os jogadores fizeram questão de ressaltar o trabalho de Vinícius Eutrópio.

"Nós havíamos falado que a vitória era para o Matthäus, mas é também para o Vinícius, pois ele está trabalhando com a gente desde o dia 6 [de janeiro] e é merecedor de todo o mérito", disse o zagueiro Paulo André.

"Ele tem muito moral com todo o grupo, tem nos ajudado bastante e tem treinado muito com cada jogador. O Vinícius recebeu muitas críticas, mas ele tem muito mérito nesse resultado", acrescentou o defensor.

A união do interino com os atletas ficou ainda mais evidente nas declarações do treinador, que se emocionou no vestiário da Arena da Baixada. "Pedi desculpas aos jogadores por ter substituído o David antes do intervalo. Isso é terrível, fui jogador e sei, mas eles me abraçaram e foi bastante emocionante", contou ele.

"Como foi a minha última partida oficial, eu queria agradecer a eles, o respeito. Exijo bastante, treino bastante e eu cobro, mas não levanto a voz com eles. Agradeço muito porque todos foram profissionais comigo", completou Eutrópio, em tom de despedida.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 20h23

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pelé.Net

CAMP. PARANAENSE
Vaias no intervalo despertam Furacão

Equipe perdia por 3 a 1 no intervalo e deixou o gramado criticada. Na etapa final, porém, torcida viu reação rubro-negra.

Principal personagem da virada do Atlético-PR sobre o Cianorte, na última quarta, o zagueiro Paulo André mostrou faro de artilheiro e marcou dois gols na vitória por 4 a 3. O último foi anotado aos 42min do segundo tempo, garantindo o triunfo da equipe na Arena da Baixada.

Para ele, as vaias da torcida no intervalo, quando o Furacão perdia por 3 a 1, fizeram o elenco acordar na etapa final. "Saímos de campo vaiados, uma vergonha. Mas no vestiário arrumamos o time e conseguimos a reação", comentou o defensor.

No intervalo, o técnico Vinícius Eutrópio pediu uma postura diferente de seus comandados, mas na base da conversa. "Precisamos ter muita calma no primeiro tempo para não tomar mais gols, mas no intervalo sentamos e corrigimos. Pedi para eles calma e que nós buscássemos um gol após o outro, com tranqüilidade", contou.

O atacante Cléo, que entrou no lugar de Willian no início do segundo tempo, ressaltou o empenho do elenco rubro-negro. "Todo time vem motivado, mas nós unimos a garra e a determinação e conseguimos o resultado positivo", comemorou o jogador.

Com a vitória, o Atlético-PR chegou aos 11 pontos e subiu para a terceira colocação. Agora, a equipe rubro-negro está a apenas dois pontos de Cianorte e Rio Branco, que aparecem no topo da classificação do Grupo A do Paranaense.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 20h21

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ELENCO
Dagoberto estreará nova chuteira da Nike

Dagoberto exibe a chuteira Mercurial
Vapor III, novo modelo da Nike
O atacante Dagoberto foi escolhido pela Nike para estrear a nova chuteira da multinacional norte-americana, Mercurial Vapor III, no Brasil.
 
O modelo, que chegou às lojas nacionais no dia 1º de fevereiro, foi lançado por Ronaldo, em 9 de janeiro e tem sido usada por Robinho (Real Madrid) e Adriano (Internazionale).

Dagoberto, patrocinado pela Nike, disse ter ficado impressionado com o design e peso da nova chuteira. O atacante atleticano deve estrear o novo acessório em seu retorno aos gramados, provavelmente já neste domingo, contra o Galo Maringá.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 20h20

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Dagoberto: liberado para voltar.

DEP. MÉDICO
Dagoberto, o retorno

Atacante pode aparecer no banco de reservas contra o Galo Maringá.

O atacante Dagoberto pode reaparecer como a camisa do Atlético, domingo, às 17h, no jogo entre o Furacão e o Galo Maringá. Em sua partida de estréia como técnico, Lothar Matthäus fez uma consulta para poder contar com o jogador e ouviu do departamento médico e da preparação física que Dagol está apto para poder voltar a atuar. O atacante se submeteu a reforço muscular e uma pré-temporada especial.

Dagoberto afirma não ver a hora de voltar a atuar. O jogador espera apagar a recente polêmica, quando foi acusado de fazer "corpo mole" por orientação de seus procuradores, a fim de apressar uma negociação. "Ninguém mais do que eu quer voltar a defender o Atlético. Tenho uma dívida com o clube e a torcida e quero pagá-la integralmente", disse o jogador.

Além de Dagoberto, outro que prepara seu retorno ao Atlético é o meio-campista Fabrício. O jogador já está recuperado de fratura que sofreu na perna, no Brasileiro do ano passado. O meio-campista Evandro, que também andou afastado do time por contusão, igualmente já está quase pronto para voltar.

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 20h12

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Jogadores do Cianorte brigaram no vestiário

A derrota de virada para o Atlético por 4 a 3 causou um conflito entre os atletas do Cianorte.
 
Logo após o término do jogo desta quarta-feira à noite, os jogadores do atual líder do Grupo A do Campeonato Paranaense discutiram no vestiário dos visitantes da Kyocera Arena e o tempo fechou.

Houve até agressões físicas. Um jogador, não identificado, foi agredido e atirado para fora do vestiário, indo parar na área comum de imprensa. Bastante machucado, o atleta recebeu atendimento do massagista atleticano Bolinha.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 20h07

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SELEÇÃO BRASILEIRA - Convocação
Parreira convoca no dia 14

Seleção fará um amistoso contra a Rússia como forma de preparação para a Copa do Mundo.

O técnico Carlos Alberto Parreira irá convocar no próximo dia 14, às 15 horas no Rio de Janeiro, os 22 jogadores que irão enfrentar a Rússia em Moscou no único amistoso progamado antes do embarque da seleção para a Alemanha. O jogo está marcado para 1º de março.

A convocação deve ser a última chance dos jogadores que ainda sonham com uma vaga na delegação. A maior disputa está no ataque, para o lugar de Ricardo Oliveira que vinha sendo chamado constantemente pelo treinador mas sofreu uma lesão e não vai disputar o Mundial.

As apostas para a vaga estão em Fred, ex-atacante do Cruzeiro, que hoje defende o Lyon da França, e Nilmar, camisa nove do Corinthians, artilheiro do Paulistão com cinco gols, ao lado de seu companheiro de ataque Carlitos Tevez.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 20h04

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




JOGO-TREINO
Atlético recebe o Joinville no CT do Caju

O Atlético recebe o Joinville na tarde desta quinta-feira, às 16h, para um jogo-treino no CT do Caju.

A partida acontece para os jogadores que não participaram da partida de ontem, quando o Furacão venceu o Cianorte de virada. O jogo é aberto somente à imprensa.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 11h13

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Torcida
Torcedor homenageou Matthäus com bandeira

Um torcedor atleticano não perdeu tempo e levou uma bandeira da Alemanha à Kyocera Arena na noite desta quarta-feira para homenagear o técnico Lothar Matthäus.
 
Apesar de não ter dirigido a equipe na vitória por 4 a 3 sobre o Cianorte, o treinador foi à Arena pela primeira vez para assistir a um jogo do Furacão. Ele assumirá o comando de modo oficial no jogo do próximo domingo.

Além da bandeira alemã, o torcedor atleticano vestia uma camisa do Bayern de Munique, clube pelo qual Matthäus teve duas passagens e com o qual criou fortes laços. No próximo domingo, a torcida rubro-negra está programando um mosaico para celebrar a estréia do técnico alemão.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 11h11

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Matthäus passou a maior parte do jogo tomando notas

Matthäus comemorou entusiasmado o
gol de Paulo André, que garantiu a vitória
O técnico alemão Lothar Matthäus assistiu a um jogo do Atlético na Kyocera Arena pela primeira vez nesta quarta-feira.
 
Depois de ser apresentado à imprensa na segunda e começar a trabalhar na terça, Matthäus decidiu não comandar a equipe já neste jogo contra o Cianorte. Por isso, limitou-se a assistir à partida. Ele fará sua estréia oficial no jogo de domingo, contra o Galo Maringá, também na Arena.

Matthäus assistiu ao jogo desta quarta em um camarote localizado logo acima do setor Getúlio Vargas inferior, acompanhado do intérprete Klaus Junginger e do consultor técnico Borba Filho. Sua presença foi logo notada pelos fotógrafos e cinegrafistas, que apontaram seus equipamentos no sentido contrário ao campo, indicando que o registro do técnico era mais importante que o início da partida.

O técnico atleticano passou a maior parte do tempo calado e tomando notas. Provavelmente, deve ter realizado observações táticas e das características individuais dos atletas. Ele pouco conversou com as demais pessoas que o acompanharam no camarote. Durante o intervalo, Matthäus e os demais integrantes do staff se retiraram.

A primeira vez que o alemão se levantou foi aos 29 minutos do segundo tempo, quando Jancarlos fez linda jogada individual e empatou a partida. Feliz com o empate, limitou-se a sorrir e a aplaudir. Aos 42 minutos, quando Paulo André virou o jogo, Matthäus voltou a se levantar. Entusiasmado, conversou com um auxiliar e gesticulou apontando para si mesmo, como que dizendo que havia previsto a virada.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 11h10

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Vinícius Eutrópio: "Superação dos atletas foi maravilhosa"

Vinícius Eutrópio: "A busca deles
pela superação foi maravilhosa"
O auxiliar técnico Vinícius Eutrópio despediu-se do comando técnico do Atlético após a vitória desta quarta-feira sobre o Cianorte por 4 a 3, na Kyocera Arena.
 
Eutrópio entregará o comando ao alemão Lothar Matthäus com a seguinte campanha: 11 pontos, 3 vitórias, 2 empates, 2 derrotas, 18 gols pró e 13 gols contra. Paradoxalmente, o Furacão tem o melhor ataque e a segunda pior defesa do Campeonato Paranaense.

Ao final do jogo, Eutrópio concedeu entrevista coletiva e comentou o sufoco pelo qual o Rubro-Negro passou para conseguir a vitória. Ele admitiu o equívoco na escalação da equipe no primeiro tempo, o que permitiu ao Cianorte uma grande liberdade para avançar. O time do interior marcou três gols nos primeiros 25 minutos, algo inédito na história da Arena.

Mais uma vez, o auxiliar destacou a qualidade dos atletas. Contou que pediu muita calma aos jogadores no vestiário durante o intervalo e sentou ao lado deles para analisar o que estava acontecendo de errado. Vinícius disse que eles procuraram corrigir todos os defeitos e que a comissão técnica incentivou os atletas a mostrarem suas qualidades na etapa final. Ao final do jogo, com a vitória assegurada, ele fez questão de agradecer aos jogadores pela dedicação: "Eu agradeci a eles porque a gente treina bastante e eles foram de um profissionalismo maravilhoso. Ninguém é melhor que ninguém. A relação tem de ser franca".

Para ele, a jogada do quarto gol atleticano sinterizou a força de vontade da equipe no segundo tempo. "Isso prova a vontade dos jogadores. O Paulo foi para o ataque e fez o gol. Mas foi bom porque quando o Paulo avançou, o Erandir e o Alan ficaram cobrindo. Então, houve uma troca, uma consciência de todos. A busca deles pela superação foi maravilhosa", finalizou.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 11h08

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Golaço de Jancarlos acendeu o time em campo

Jancarlos fez um golaço e empatou
a partida contra o Cianorte
A vitória do Atlético contra o Cianorte foi pra lá de sofrida.
 
Depois de estar perdendo por 3 a 1, ainda no primeiro tempo, o time rubro-negro teve forças suficientes para virar o placar nos últimos 45 minutos. O segundo gol atleticano foi marcado por Alan Bahia. Logo no começo do segundo tempo ele cobrou um pênalti sofrido por Cléo. Com força, e sem chances para o goleiro do Cianorte, o placar foi alterado mais uma vez na Kyocera Arena.

Só que foi com o empate, aos 29 minutos, que a torcida do Atlético empurrou o time à vitória - e os jogadores acordaram em campo. E o terceiro gol atleticano foi um dos gols mais bonitos do Campeonato Paranaense até o momento. Arrancando quase do meio-campo, o lateral-direita Jancarlos passou por vários marcadores e chutou forte da entrada da área. O goleiro adversário tentou evitar o golaço, mas não conseguiu nem tocar na bola.

Com 3 a 3 no placar, o Atlético se acendeu e foi para cima do Cianorte. O quarto e último gol da partida foi marcado por Paulo André, restando apenas três minutos para o fim do tempo complementar, alegrando os mais de seis mil atleticanos no estádio.

Gol bonito é com ele
O lateral Jancarlos dificilmente marca gols nos jogos do Atlético. Mas quando marca deixa belas lembranças. No ano passado, o jogador atleticano foi responsável pelo gol mais bonito do Campeonato Brasileiro, em enquete realizada pelo programa Globo Esporte.

O gol foi anotado contra o São Paulo, na vitória por 4 a 2, na Kyocera Arena. Ele driblou três são-paulinos e chutou colocado, sem chances para Rogério Ceni defender.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 11h06

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Equívoco tático custou caro ao Atlético

Um equívoco na formação tática do Atlético acabou custando muito caro ao time na partida desta quarta-feira contra o Cianorte, na Kyocera Arena.
 
No afã de obter uma vitória e golear o adversário, a comissão técnica escalou uma equipe teoricamente muito ofensiva. O time entrou em campo somente com um volante (Alan Bahia) e com três atletas no ataque (Denis Marques, Willian e Ferreira, meia que atuou bastante avançado).

A surpresa na formação em relação ao time que treino durante a semana foi a presença do meia David no lugar do volante Erandir. Com isso, o time se tornou muito frágil e acabou levando três gols em 25 minutos. O equívoco ficou tão evidente que o auxiliar Vinícius Eutrópio não esperou sequer o intervalo para substituir David por Erandir. Ao final do jogo, na entrevista coletiva, Eutrópio reconheceu que o time ficou muito vulnerável.

Os próprios jogadores do Atlético acreditaram que a virada só foi possível graças a essa mudança. No segundo tempo, a equipe venceu por 3 a 0 e compensou o revés de 3 a 1 da etapa inicial. "Com a entrada do Erandir, a gente ficou melhor postado atrás e deu mais liberdade para os meias e os atacantes", comentou o zagueiro Paulo André, autor de dois gols.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 11h04

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ARENA
Atlético mantém invencibilidade na Arena

Furacão não perde em seu reduto desde maio do ano passado, quando foi derrotado pelo Internacional.

A suada vitória por 4 a 3, de virada, sobre o Cianorte marcou o início da “era Matthäus” no Atlético-PR. O treinador alemão pode conferir a força da Arena da Baixada, o “caldeirão” no qual o Furacão não perde há 21 jogos. A última derrota no seu reduto aconteceu diante do Internacional, por 3 a 1, no dia 22 de maio do ano passado, pelo Brasileiro.

A partida, válida pelo Paranaense, teve a presença, pela primeira vez, do técnico alemão num jogo na Arena. Depois de ser apresentado na última segunda-feira, ele começou a trabalhar, mais ainda em doses homeopáticas. Nesta quarta-feira, o novo treinador do Furacão preferiu assistir a partida dos camarotes e deixar que o time fosse dirigido pelo interino Vinícius Eutrópio.

O Atlético, que não vencia há três jogos no Paranaense, subiu na classificação do Grupo. Com onze pontos, chegou ao terceiro lugar. Na próxima rodada, domingo, o Rubro-Negro volta a jogar na Arena, diante do Galo Maringá. A expectativa é de que Matthäus já dirija o time neste jogo.

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 11h03

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Técnico interino dedica vitória do Atlético-PR a Lothar Matthäus

Lembrando: a estréia de Lothar Matthäus no comando do Atlético-PR vai ser contra o Galo Maringá.

O técnico interino do Atlético-PR, Vinicius Eutrópio, dedicou a vitória de virada sobre o Cianorte por 4 a 3 ao novo treinador da equipe, o alemão Lothar Matthäus. Ele revelou ter usado a chegada do campeão do mundo para motivar a equipe nos vestiários.

"Eu disse para que todos dedicassem essa vitória ao Matthäus, para lhe dar boas-vindas", disse o treinador, que confirmou: esta foi sua despedida oficial do comando técnico do Atlético-PR.

Com isso, Matthäus ficará no banco de reservas domingo, na Arena, contra o Galo Maringá, no início do returno do Campeonato Paranaense. "Quero agradecer aos jogadores pelo respeito. Eu cobro muito e todos são muitos profissionais", acrescentou Eutrópio.

O zagueiro Paulo André, autor de dois gols, dedicou a vitória aos dois técnicos. "Nós havíamos falado sim que a vitória era para o Matthäus, mas essa vitória é também para o Vinicius porque ele trabalhou duro desde de dezembro e merece isso", disse o defensor.

O jogador deve ser um dos principais líderes em campo, já que fala fluentemente inglês e está aprendendo italiano, duas línguas dominadas por Matthäus. "Pela facilidade de comunicação, pode ser que seja uma liderança em campo sim, mas o Alan Bahia é o capitão e um time precisa de dois, três líderes. A gente espera poder ajudar na comunicação."

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 11h01

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Com Lothar Matthäus no camarote, Atlético-PR vence o Cianorte de virada

O Atlético-PR conseguiu uma grande vitória contra o Cianorte, nesta quarta-feira, na Kyocera Arena.

Na primeira partida acompanhada pelo técnico Lothar Matthäus, a equipe chegou a estar perdendo por 3 a 1, mas conseguiu virar para 4 a 3 e manteve a invencibilidade de 21 jogos em seu estádio.

Paulo André (2), Alan Bahia e Jancarlos marcaram para os donos da casa, enquanto Bruno, Ninja e Sinval fizeram para o Cianorte. Na próxima rodada, no início do returno e com Matthäus no banco de reservas, o Atlético-PR enfrenta o Galo Maringá, novamente na Arena.

O jogo
A partida começou em alta velocidade e, logo aos 2min, o Cianorte abriu o placar. Em uma arrancada rápida pela direita, o meia Mikimba levantou na área e Bruno completou para as redes.

O Atlético-PR não se encontrava em campo e não demorou para o time do interior ampliar o placar. Aos 16 min, o Cianorte saiu tocando a bola pelo meio-de-campo até que Bruno deixou Ninja na cara do gol. O lateral só precisou completar para o gol.

No entanto, o time da casa reagiu rápido e diminuiu no minuto seguinte, quando Jancarlos cobrou falta pela direita e Paulo André cabeceou para o gol. Em seguida, o time rubro-negro melhorou no jogo e criou boas chances com Ferreira e Moreno, mas parou no goleiro Danilo.

Com isso, aos 25min, o time visitante fez o terceiro. Bruno arrancou pela esquerda e cruzou, Fernandinho tentou o arremate, mas Sinval completou para o fundo do gol: 3 a 1.

Depois disso, o jogo caiu de produção e as equipes fizeram substituições antes do término da primeira etapa. Pelo Cianorte, Sinval saiu contundido para a entrada de Ademílson, enquanto o Atlético-PR trocou David por Erandir.

No segundo tempo, o Furacão voltou com Cléo no lugar de William e a substituição deu resultado logo aos 4 minutos. Ferreira dominou na entrada da área e chutou, Danilo espalmou, Cléo pegou o rebote e foi derrubado pelo goleiro. Alan Bahia cobrou o pênalti com perfeição e fez o segundo do Atlético.

Aos 14min, o time rubro-negro perdeu grande chance de empatar. Cleo roubou a bola na entrada da área e abriu para Adriano que chutou à esquerda do gol de Danilo. Aos 20min, o Cianorte respondeu em cobrança de falta de Montoya e Tiago Cardoso defendeu.

O Atlético dominava a partida e chegou ao empate aos 29min. Jancarlos dominou na direita, passou por dois adversários e chutou forte na saída do goleiro para igualar o marcador.

A partir daí, o Cianorte se encolheu e só deu Atlético-PR em busca da virada, que veio aos 42min. Ferreira fez grande jogada pela direita, foi à linha de fundo e cruzou. Paulo André matou no peito e chutou sem defesa para o goleiro Danilo para fazer o quarto gol rubro-negro e garantir a virada.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 10h58

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Vinícius Eutrópio reconhece erros na escalação

Na entrevista coletiva após a vitória sobre o Cianorte por 4 a 3, o treinador do Atlético, Vinicíus Eutrópio, tentou explicar a opção pelo meia David no time titular.

“A entrada do David realmente deixou a zaga vulnerável. Nós queríamos que ele desse um passo à frente, não vários. Isso congestionou o ataque e deixou a zaga descoberta”.

Como solução para o problema, quando o placar marcava 3 a 1 para o time visitante, Eutrópio promoveu a primeira mudança. “Eu pedi desculpas ao David e aos jogadores, já que é terrível para um jogador ser substituído no 1º tempo. Eu fui jogador, sei como é. Ainda bem que eles entenderam”.

Para o lugar de David, o volante Erandir entrou em campo. “Com a entrada do Erandir, as coisas melhoraram muito, pois ele ajudava na frente, mas também marcava. Isso fez com que o Jancarlos ficasse com mais liberdade e o time buscou a virada”, afirmou Eutrópio.

O time que jogou no 2º tempo foi considerado “quase ideal”. “A equipe jogou bem em todos os setores, com os alas mais soltos. Mas não teríamos conseguido a vitória sem a doação dos atletas. Eu dedico a vitória à torcida, que nos apoiou o tempo todo e, assim como os jogadores também desejam, dedicar a vitória ao Matthäus”.

Porém, após corrigir as próprias falhas, a vitória foi dedicada ao próprio Vinicius Eutrópio, que deixa o comando do time para ser apenas auxiliar do novo treinador. “Os jogadores vieram até mim no vestiário e me abraçaram dedicando a vitória a mim. Foi emocionante”, concluiu.

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 10h55

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Atlético bate o Cianorte de virada

Paulo André marcou o gol da vitória
aos 42 minutos do segundo tempo
Durante 115 minutos, a torcida atleticana sofreu.
 
O jogo contra o Cianorte, que era para ser de festa pelo fato de contar com a ilustre presença do técnico Lothar Matthäus em um dos camarotes da Arena, acabou causando raiva e apreensão. Logo aos 2 minutos de partida, o goleiro Tiago Cardoso falhou e Bruno Batata abriu o marcador para o time adversário. Daí para frente, passaram-se mais 46 minutos da primeira etapa (contando com os três minutos de acréscimo), 17 minutos do intervalo e 42 minutos do segundo tempo até que o Furacão conseguisse passar à frente no marcador, com um gol salvador do zagueiro Paulo André.

O primeiro gol não foi motivo de tanta reclamação, mas a torcida começou a se irritar quando aos 15 minutos a zaga atleticana falhou e o lateral-esquerda Ninja surgiu livre para tocar na saída do goleiro e marcar o segundo do Cianorte. A sensação era de incredulidade. Como uma equipe que conta com jogadores talentosos e deveria estar extremamente motivada com a chegada de Matthäus poderia jogar tão mal a ponto de sofrer dois gols em poucos minutos de jogo?

Parecia que a ordem natural das coisas seria restabelecida quando, aos 18 minutos, o zagueiro Paulo André aproveitou uma cobrança de falta de Jancarlos e escorou de cabeça para o fundo da rede. Mas não houve tempo para pensar em uma virada. Aos 25 minutos, Sinval chutou, Tiago Cardoso deu rebote e o veteraníssimo atacante do Cianorte empurrou para o fundo do gol, marcando o terceiro. A essa altura, a torcida já era para que o primeiro tempo terminasse de uma vez para se evitar uma tragédia.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o auxiliar técnico Vinícius Eutrópio, que comandou a equipe pela última vez antes de Matthäus assumir a função, resolveu corrigir o equívoco tático e substituiu David por Erandir. Era uma tentativa de fortalecer a marcação do meio-campo e dar maior sustentação à zaga, completamente exposta aos contra-ataques do Cianorte.

Após o fim da etapa inicial, uma cena chamou a atenção dos torcedores: antes de se dirigirem aos vestiários, os jogadores atleticanos se reuniram no gramado, fizeram uma rodinha e discutiram sobre a postura do time. Provavelmente, cobraram uns aos outros maior dedicação.

Finalmente a virada
É preciso se dizer que o Atlético não melhorou da água para o vinho no segundo tempo. O time não realizou uma exibição de gala, corrigindo todos os defeitos. De todo modo, os jogadores demonstraram muita vontade e a virada veio mais na base da raça do que da técnica.

O time retornou para a etapa final já com outra mudança: Cléo no lugar do novato Willian. Logo no início, o goleiro Danilo rebateu um chute de fora da área e Cléo aproveitou o rebote. Mesmo de costas para o goleiro, o atacante atleticano foi derrubado. Pênalti marcado. Alan Bahia cobrou bem e descontou. A torcida se animou, mas o time não acompanhou o ritmo e demorou mais de 20 minutos para empatar.

O terceiro gol atleticano foi o mais bonito da partida e saiu em jogada individual do lateral-direita Jancarlos. Ele carregou a bola pela direita, cortou os adversários e bateu forte no canto do goleiro Danilo. O jogador foi festejado pelos comoanheiros. A torcida já começava a esboçar um sorriso na Kyocera Arena. Lothar Matthäus, posicionado estrategicamente em um camarote na reta da Getúlio Vargas, deve ter respirado aliviado com a reação da equipe.

Mas a explosão de alegria dos 6 mil atleticanos só foi completa aos 42 minutos, quando Paulo André robou uma bola no meio-campo e se mandou para a área adversária. Depois de uma jogada confusa, a bola acabou sobrando para o zagueiro atleticano, que encheu o pé e virou a partida. Festa na Arena.

Com o resultado, o Atlético subiu para a terceira colocação do Grupo A e agora está a apenas dois pontos do líder Cianorte. A vitória veio. Agora cabe a Lothar Matthäus a tarefa de fazer a equipe voltar a jogar bem e a convencer a torcida.

Paranaense - (01/02/06) - Atlético-PR 4 x 3 Cianorte
Local: Kyocera Arena; Hora: 20h; Arbitro: Nilo Neves de Souza Júnior (PR); Cartões Amarelos: Ninja (C), Alan Bahia (A), Adriano (A), Bruno (C), Emanoel (C) e Mikimba (C); Público: 6.761; Gols: Bruno, aos 2, Ninja, aos 15, Paulo André, aos 18 e Sinval, aos 25 do 1° tempo; Alan Bahia, aos 6, Jancarlos, aos 29, e Paulo André, aos 42 do 2° tempo.

ATLÉTICO-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Moreno; Alan Bahia, David (Erandir), Ferreira e Adriano; Willian (Cléo) e Denis Marques (Ricardinho).
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino).

CIANORTE
Danilo; Daniel Marques, William, Montoya e Ninja (Amaral); Emanoel, Gilmar, Mikimba e Fernandinho (Robert); Bruno e Sinval (Ademilson).
Técnico: Gilson Kleina.



Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 10h52

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Era Matthäus começa com virada heróica


Moreno dá combate contra o
Cianorte: susto na Arena
.

Na Kyocera Arena, Atlético leva susto, mas vence Cianorte por 4 a 3.

O início da "era Matthäus" no Atlético teve ares de heroísmo e dramaticidade. Nesta quarta-feira, na Arena, sob a observação do técnico alemão, o Furacão mostrou grande poder de reação e venceu o Cianorte por 4 x 3, de virada, depois de terminar o primeiro tempo perdendo por 3 x 1.

Com resultado, o Furacão se reencontrou com a vitória no Paranaense, depois de três rodadas de jejum. O time subiu para 11 pontos no Grupo A e encostou nos primeiro lugares. O Rubro-Negro terminou o primeiro turno em terceiro lugar, a dois pontos do próprio Cianorte, que lidera a chave, com 13.

Os primeiros 25 minutos da partida foram alucinantes. O Cianorte não tomou conhecimento da Arena da Baixada e fez 2 x 0 em quinze minutos. O primeiro gol surgiu logo aos 2 min, marcado por Bruno, após Tiago Cardoso não segurar um chute de Sinval. Aos 15min, Ninja recebeu de Bruno e, livre, tocou na saída do goleiro para ampliar.

O Atlético reagiu dois minutos depois, com um gol do zagueiro Paulo André, que escorou, de cabeça, um cruzamento.

O Cianorte, porém, voltou a surpreender. Aos 25 minutos, numa grande jogada pela esquerda, o veterano Sinval ampliou para 3 x 1. Ele, primeiro, chutou na trave para, depois, apanhar o rebote e marcar.

Depois de uma reunião no gramado, após o fim do primeiro tempo, o Atlético voltou para o segundo tempo disposto a buscar o empate. O segundo gol aconteceu logo aos 6 minutos, num pênalti sofrido por Cléo. Alan Bahia cobrou com categoria e diminuiu para 3 x 2.

O Furacão continuou forçando e o Cianorte não resistiu. O gol de empate aconteceu aos 30 minutos, numa grande jogada do lateral Jeancarlos. Eles desceu em grande velocidade e chutou forte, se defesa. Com o jogo na mão, a vitória atleticana era questão de tempo. E ela veio aos 42 minutos, num novo gol de Paulo André. Desta vez ele mostrou bastante categoria, ao dominar no peito e bater no canto.

Foi suado, mas o Atlético acabou mostrando a Lothar Matthäus a força da Arena da Baixada, onde o time é praticamente imbatível.

ATLÉTICO-PR 4 x 3 CIANORTE

Atlético-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Moreno; Alan Bahia, David (Erandir), Adriano e Ferreira; Willian (Cléo) e Denis Marques (Ricardinho) Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)

Cianorte
Danilo; Daniel Marques, William, Montoya e Ninja (Amaral); Emanoel, Gilmar, Mikimba e Fernandinho (Robert); Bruno e Sinval (Ademilson)
Técnico: Gilson Kleina

Data: 1/2/2006 (quarta-feira)
Local: Kyocera Arena, em Curitiba
Público: 6.761 torcedores
Gols: Bruno, aos 2min, Ninja, aos 15min, Paulo André, aos 17min, e Sinval, aos 25min do 1º tempo; Alan Bahia, aos 6min, Jancarlos, aos 29min, e Paulo André, aos 42min do 2º tempo
Árbitro: Nilo Neves de Souza Júnior (PR)
Auxiliares: José Amilton Pontarolo e Sidnei Nairne (ambos do PR)
Cartões amarelos: Ninja, Bruno, Nikimba, Emanuel (CFC); Alan Bahia (CAP)

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 10h48

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Zagueiro goleador dedica triunfo a Vinicius Eutrópio

“A equipe lutou e é isso que a gente tem que apresentar dentro de casa.”

A opinião é do zagueiro Paulo André e herói da vitória de ontem do Atlético sobre o Cianorte por 4 a 3. Para ele, o time só se encontrou no segundo tempo e reagiu após a sonora vaia tomada das arquibancadas no intervalo. Novo líder da equipe, ele foi até a bancada da entrevista coletiva e dedicou o resultado para o técnico interino Vinícius Eutrópio.

“A gente saiu do campo, no primeiro tempo, vaiado, com vergonha. Fomos para o vestiário e arrumamos o time e essa luta e essa vontade é que tem que ser ressaltada”, desabafou, na saída do gramado. Como não poderia deixar de ser, a torcida aplaudiu de pé a reação e a virada. Por isso, quando voltou para a coletiva de imprensa, Paulo André enalteceu o trabalho de Vinícius. “Ele também é merecedor dos méritos dessa vitória porque tem muita moral com o grupo, trabalhou duro, recebeu críticas e tem nos ajudado muito”, elogiou.

Já o treinador interino reconheceu os erros cometidos na escalação. Principalmente a retirada de David aos 44 do primeiro tempo. “Eu fiz uma coisa e pedi desculpas aos jogadores por substituir um atleta antes do intervalo. Isso é terrível e para você fazer isso é uma posição radical. Graças a Deus, todos me abraçaram e vieram dedicar essa vitória a mim”, revelou. Segundo ele, faltou um melhor entendimento no meio para o esquema inicial ter funcionado. “A gente queria que o David desse um passo à frente do Alan, mas não vários e isso acabou ocasionando esse espaço no meio e um congestionamento na frente”, analisou.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h41

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético vence na base da superação


O zagueiro Paulo André, herói da noite, fez dois gols na virada do Atlético sobre o Cianorte.

O rubro-negro conseguiu virar um jogo que parecia perdido e passou pelo Cianorte por 4 a 3. Paulo André foi o destaque do jogo.

Ufa! Foi por pouco. Depois de entrar mal escalado e em pane no primeiro tempo, o Atlético conseguiu virar um jogo que parecia perdido e passou pelo Cianorte por 4 a 3, ontem, na Kyocera Arena. Sorte do Rubro-Negro. Um empate ou derrota derrubaria o Furacão na tabela do Campeonato Paranaense e acabaria com uma invencibilidade de mais de oito meses em casa. Com os três pontos conquistados, graças ao herói Paulo André, são 21 partidas sem derrota na Baixada e a subida para a terceira colocação no estadual.

No início da “era Lothar Matthäus”, mesmo com o alemão no camarote, tudo o que a torcida não queria ver era o que viu no gramado: um time ainda amarrado pelos lados, aberto pelo meio e sem quase nenhum poder ofensivo. Mesmo com o novo treinador passando suas impressões ao interino Vinícius Eutrópio, os erros e vícios das partidas anteriores permaneceram. Pior para o meia David, que fez sucesso no Náutico, mas que no Atlético insistem em colocá-lo de lateral ou volante. Coitado, se perdeu em campo e foi queimado com uma substituição aos 44 do primeiro tempo.

Saiu vaiado, mas não merecia os apupos sozinho. Quem o escalou de forma errônea deveria se penitenciar. O Cianorte não quis nem saber. Partiu para cima e logo abriu o marcador, após Tiago Cardoso dar rebote para Bruno Batata tocar para a rede. Não demorou muito para Ninja entrar pela esquerda e ampliar. Com a confusão armada em campo, só a bola parada poderia mudar o panorama e Paulo André aproveitou bem um cruzamento de Jancarlos para diminuir.

Seria o prenúncio de uma reação, com a torcida apoiando, mas o meio estava vulnerável demais e propiciou ao Leão do Vale do Ivaí a oportunidade de ampliar. Novamente, Tiago deu o rebote, ninguém ajudou o arqueiro e Sinval só completou. Perdendo por três, Vinícius colocou Erandir para aumentar a marcação no meio faltando quatro minutos para o final do primeiro tempo. O time só poderia sair vaiado de campo.

“Não sei o que está acontecendo, o time está correndo, mas as coisas não estão acontecendo”, resumiu Tiago Cardoso. Para tentar fazer as coisas acontecerem, Vinícius trocou William por Cléo. A torcida pediu “raça” e a equipe foi para cima dos comandados de Gilson Kleina, que prometeu continuar mandando sua equipe ao ataque. Jogo aberto e com as peças se encaixando, o Rubro-Negro passou a mandar na partida. Mandou tanto que Danilo se apavorou e fez pênalti em Cléo (substituto de William), que foi convertido por Alan Bahia.

Daí em diante foi na raça mesmo. Primeiro com Jancarlos. Mais solto, foi à frente, deixou a zaga para trás e mandou para a rede. Quase no final, Ferreira mandou uma bola para a área para Paulo André matar no peito, fuzilar e tirar o grito da garganta do torcedor.

CAMPEONATO PARANAENSE
Grupo A - 1º Turno - 7ª Rodada

Local: Kyocera Arena
Árbitro: Nilo Neves de Souza Júnior (PR)
Assistentes: José Amílton Pontarolo e Sidnei Nairne (ambos do PR)
Gols: Bruno aos 2, Ninja aos 15, Paulo André aos 17 e Sinval aos 26 do 1º tempo; Alan Bahia aos 6, Jancarlos aos 30, Paulo André aos 42 do 2º tempo
Cartão amarelo: Ninja e Emanoel (CFC); Alan Bahia, Adriano (CAP)
Público: 6.761

Atlético-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Moreno; Alan Bahia, David (Erandir), Adriano e Ferreira; Willian (Cléo) e Denis Marques (Ricardinho).
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)

Cianorte
Danilo; Emanoel, William e Montoya; Daniel Marques, Gilmar, Mikimba, Fernandinho (Robert) e Ninja (Amaral); Bruno e Sinval (Ademílson).
Técnico: Gílson Kleina

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h39

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
De virada, Atlético vence Cianorte por 4 a 3

Furacão esteve perdendo por 3 a 1, mas buscou resultado, em partida acompanhada por Lothar Matthäus.

Sob a observação do técnico alemão Lothar Matthäus, o Atlético obteve uma vitória suada, mas heróica, sobre o Cianorte, nesta quarta-feira, pelo Paranaense. Depois de estar perdendo por 3 x 1, o Furacão virou o placar no segundo tempo e venceu por 4 x 3, na Arena da Baixada. Foi o primeiro jogo da “era Matthäus”, que não dirigiu o time, preferindo assistir dos camarotes.

Apesar do resultado suado, o Furacão mostrou poder de reação. O resultado assegurou uma longa invencibilidade: faz 21 jogos que o time não perde em seu estádio. O jogo foi o último do primeiro turno. O Atlético terminou a etapa com 11 pontos, em terceiro lugar no Grupo A, dentro da zona de classificação para a próxima fase.

O Cianorte, líder do Grupo A, não se intimidou por jogar na Arena da Baixada e abriu 2 x 0 em quinze minutos. O primeiro gol saiu aos dois minutos: Sinval recebeu pela direita e chutou. O goleiro Tiago Cardoso espalmou e Bruno completou para abrir o placar. Aos 15, o time do interior ampliou. Bruno escapou pela esquerda e tocou para Ninja, que tocou na saída de Tiago.

A desvantagem inesperada levou o Furacão a partir com tudo em busca do gol. Aos 17, o zagueiro Paulo André foi para a área e diminuiu o placar. Após um cruzamento ele cabeceou sem defesa para o goleiro Danilo.

O esperado empate, porém, não aconteceu. Ao contrário, o Cianorte continuou jogando bem e ampliou para 3 x 1 aos 25 minutos. O veterano Sinval escapou livre, pela esquerda, e chutou na trave. Ele mesmo apanhou a sobra e empurrou para o gol.

O Furacão voltou para o segundo tempo disposto a reverter o placar. Logo aos 4 minutos, Cléo, que havia substituído William, foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Alan Bahia bateu bem e diminuiu para 3 x 2, aos 6 min.

O Atlético continuou forçando em busca do empate, mas encontrando dificuldades para penetrar na defesa do Cianorte. Os atacantes passaram a tentar chutes de fora de área, mas com pouca pontaria.

O empate surgiu aos 30 minutos, numa jogada pessoal do lateral-direito Jancarlos. Ele carregou em velocidade e bateu forte, para fazer seu segundo gol no Paranaense e deixar tudo igual.

Aos 42, Arena voltou a explodir, desta vez com o gol da vitória. Após um cruzamento, Paulo André, com categoria, matou no peito e tocou para marcar o quarto gol. Foi o segundo do zagueiro, no jogo que marcou a estréia Lothar Matthäus como treinador do Furacão.

ATLÉTICO-PR 4 x 3 CIANORTE

Atlético-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Moreno; Alan Bahia, David (Erandir), Adriano e Ferreira; Willian (Cléo) e Denis Marques (Ricardinho)
Técnico: Vinícius Eutrópio

Cianorte
Danilo; Daniel Marques, William, Montoya e Ninja (Amaral); Emanoel, Gilmar, Mikimba e Fernandinho (Robert); Bruno e Sinval (Ademilson)
Técnico: Gilson Kleina

Data: 01/02/2005 (quarta-feira)
Local: Estádio Kyocera Arena, em Curitiba
Árbitro: Nilo Neves de Souza Júnior (PR)
Auxiliares: José Amilton Pontarolo e Sidnei Nairne (ambos do PR)
Público: 6.761 torcedores
Cartões amarelos: Ninja, Bruno, Nikimba, Emanuel (CFC); Alan Bahia (CAP)
Gols: Bruno, aos 2min, Ninja aos 15min, Paulo André, aos 17min e Sinval, aos 25min do 1º tempo; Alan Bahia, aos 6min, Jancarlos, aos 29min e Paulo André, aos 42min do 2º tempo

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 10h33

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético vira, vence e mantém invencibilidade de 21 jogos

Pedro Serápio / Gazeta do Povo / O volante Alan Bahia marcou um dos 4 gols da vitória do Atlético sobre o Cianorte
O volante Alan Bahia marcou um dos 4 gols
da vitória do Atlético sobre o Cianorte

A vitória por 4 a 3 foi surpreendente, já que o Cianorte saiu vencendo por 2 a 0. Os três pontos recolocam o Atlético na briga pela liderança do Grupo A.

O Atlético conseguiu uma virada surpreendente e venceu o Cianorte por 4 a 3 na noite desta quarta-feira na Arena da Baixada. Com os três pontos conquistados, o Furacão passa a ocupar a 3ª posição com 11 pontos conquistados no Grupo A. O Cianorte, mesmo com a derrota, continua líder com 13 pontos conquistados.

O técnico Vinicius Eutrópio errou na escalação do Atlético – e admitiu isso na entrevista coletiva após o jogo – facilitando o trabalho do comandante do Leão do Vale, Gilson Kleina. A marcação do Cianorte foi envolvente e logo aos 15 minutos o time vencia por 2 a 0. O Atlético buscou a igualdade no placar, mas terminou o 1º tempo com a desvantagem de 3 a 1.

Sob os olhares atentos do novo treinador Lothar Matthäus, que acompanhava o jogo dos camarotes, o time voltou mais determinado para o 2º tempo. Buscou a igualdade, que foi alcançada aos 30 minutos, e a vitória, que veio somente aos 42 minutos com um golaço de Paulo André. Para o próximo jogo, contra o Galo Maringá no domingo, o técnico alemão estréia no comando direto do time rubro-negro.

Primeiro tempo
O torcedor mal se ajeitou nas cadeiras da Arena da Baixada e já levou um susto. Aos 2 minutos de jogo o Cianorte abriu o placar numa arrancada pela direita de Mikimba. O volante fez o cruzamento para a área, a zaga falhou e Bruno completou para as redes.

Os jogadores do Furacão se assustaram, mas no minuto seguinte o time quase empatou o jogo. Depois disso, o time do Atlético diminuiu o ritmo e foi facilmente envolvido pelo Cianorte. O esquema tático apresentado por Gilson Kleina conseguiu anular qualquer chance de ataque do rubro-negro, além de aproveitar as falhas no sistema de marcação do time curitibano.

Poucos tempo depois, aos 15 minutos, o Leão do Vale ampliou o placar para a perplexidade dos torcedores do Atlético. Em jogada muito bem trabalhada, Bruno roubou a bola e tocou para o ala-esquerda Ninja chutar com categoria e vencer o goleiro Tiago Cardoso.

Em seguida, aos 17 minutos, o Atlético diminuiu a diferença do placar. Numa cobrança de falta de Jancarlos, a bola foi direto na cabeça do zagueiro Paulo André que venceu a marcação e balançou as redes do goleiro Danilo.

Finalmente, após tomar dois gols antes dos 15 minutos, o Atlético acordou em campo. O time se soltou e algumas jogadas começaram a surgir com mais freqüência.

Mas o castigo veio aos 26 minutos da 1ª etapa. Em nova jogada de qualidade do atacante Bruno, a bola foi lançada para Fernandinho. O jogador recebeu e tocou para o gol. A bola bateu na trave e sobrou para o veterano Sinval balançar as redes do goleiro Tiago Cardoso.

Para tentar resolver os problemas de marcação, o auxiliar técnico Vinícius Eutrópio tirou o jogador David e promoveu a entrada de Erandir. No Cianorte, o atacante Sinval sentiu uma contusão e deixou o campo para a entrada de Adenilson.

Sob as vaias da torcida, o time do Atlético deixou o campo abatido ao final da 1ª etapa. Perguntado sobre o desempenho ruim, o zagueiro Danilo profetizou: “No segundo tempo vai ser diferente”. E foi.

Segundo tempo
Em nova intervenção, o técnico Vinicius Eutrópio colocou o atacante Cléo no lugar de Willian. Já Gilson Kleina preferiu manter os mesmos jogadores que terminaram o 1º tempo, já que eles lhe proporcionaram uma vantagem de 3 a 1 no placar.

O time do Atlético recebeu uma injeção de ânimo e voltou para o segundo tempo mais determinado. Uma bronca generalizada – não se sabe se as palavras ríspidas vinham em português ou em alemão - deve ter mexido com a moral dos jogadores.

Aos 6 minutos do 2º tempo o Atlético diminuiu o placar pela segunda vez. O atacante Cléo, que acabara de entrar em campo, fez grande jogada dentro da grande área, driblou o goleiro, mas em seguida foi puxado e derrubado por Danilo. Pênalti. Na cobrança, Alan Bahia chutou no canto direito e balançou as redes do goleiro do Cianorte.

O time do Leão do Vale voltou um pouco mais abatido para o segundo tempo e aos poucos o Atlético reverteu a desvantagem na marcação e criação das jogadas. O empate até demorou, mas veio.

Aos 30 minutos do 2º tempo o lateral-direito Jancarlos recebeu a bola no campo de defesa, carregou pela meia-ofensiva, driblou dois marcadores e disparou um chute na saída do goleiro Danilo. Um golaço.

Em uma virada surpreendente, o Atlético marcou o 4º gol aos 42 minutos do segundo tempo. Num cruzamento do meia Ferreira, Paulo André matou a bola no peito e estufou as redes do goleiro Danilo, determinando o placar final na Arena da Baixada: Atlético 4 x 3 Cianorte.

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 10h29

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético-PR vira partida sob olhares de Lothar Matthäus

Isso que é jogo...

Sob os olhares do alemão Lothar Matthäus, seu novo treinador, o Atlético-PR venceu com uma virada espetacular o Cianorte nesta quarta-feira à noite, na Arena da Baixada, por 4 a 3. O técnico assistiu ao jogo das tribunas do estádio e viu um time com poder de reação.

Depois de ir para o intervalo perdendo por 3 a 1, os donos da casa reagiram na segunda etapa e conseguiram deixar a Arena da Baixada com os três pontos, fazendo o último gol aos 42min, com o zagueiro Paulo André.

Com o triunfo, o Atlético-PR vai para a terceira colocação, agora com 11 pontos no Grupo A. Na mesma chave, o Cianorte está em situação mais confortável e lidera com 13 pontos.

Esta noite, Matthäus, apesar de não estar no banco de reservas, ficou em contato com o interino Vinicius Eutrópio. Entretanto, na próxima rodada, o alemão já comandará a equipe da beira do gramado. O jogo será contra o Galo Maringá, domingo, às 16h, na Arena da Baixada.

Já o líder Cianorte, no mesmo dia e horário, tentará confirmar a boa fase contra o Nacional, no estádio Erick George, em Rolândia.

O jogo
Na partida desta noite, os visitantes abriram o placar logo aos 2min com Bruno, aproveitando com oportunismo rebote do goleiro Tiago Cardoso. Animada, a equipe do Cianorte seguiu tocando bem a bola e ampliou aos 15min, quando Ninja entrou por trás da zaga e sem ângulo bateu na saída do goleiro Tiago Cardoso.

O Atlético-PR ainda esboçou uma reação logo em seguida, quando Jancarlos levantou na área e o zagueiro Paulo André marcou de cabeça, aos 17min. Mas, aos 26min, o veterano atacante Sinval aproveitou rebote de bola na trave e com o gol aberto fez o terceiro do Cianorte.

"Temos que acertar o posicionamento. Está todo mundo querendo resolver sozinho. Tem que ter conjunto", bradou na saída de campo o zagueiro Paulo André, do Atlético-PR.

A bronca do zagueiro surtiu efeito. Logo aos 5min da etapa complementar, Cléo, que substituiu Willian no intervalo, foi derrubado pelo goleiro Danilo na área. Alan Bahia bateu bem o pênalti e descontou.

O gol inflamou os torcedores, que trocaram as vaias por incentivos. Depois de muito pressionar, veio o empate aos 29min. O defensor Jancarlos chutou forte de fora da área e fez um bonito gol.

Empurrado pela torcida, o Atlético-PR conseguiu a virada no fim. Aos 42min, o zagueiro Paulo André dominou a bola dentro da grande área e bateu sem chances para o goleiro Danilo, fazendo seu segundo gol no jogo e levando ao delírio os torcedores rubro-negros.

Atlético-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Moreno; Alan Bahia, David (Erandir), Adriano e Ferreira; Willian (Cléo) e Denis Marques (Ricardinho)
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)

Cianorte
Danilo; Daniel Marques, William, Montoya e Ninja (Amaral); Emanoel, Gilmar, Mikimba e Fernandinho (Robert); Bruno e Sinval (Ademilson)
Técnico: Gilson Kleina

Fonte: UOL Esporte



Escrito por Vinícius às 10h24

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




LIBERTADORES
Jogos de hoje

1ª Fase - 01 de Fevereiro

19h30 - Goiás 3 x 0 Deportivo Cuenca - Serra Dourada - Goiânia (GO)
22h - Deportivo Táchira 2 x 4 Palmeiras - Pueblo Nuevo - San Cristóbal (VEN)



Escrito por Vinícius às 21h53

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escalação de Atlético-PR 4 x 3 Cianorte

Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)
  1 Tiago Cardoso
  2 Jancarlos
  3 Danilo
  4 Paulo André  
  6 Moreno
  5 Alan Bahia  
15 Erandir
  8 David
10 Adriano
11 Ferreira
17 Ricardinho
  9 Denis Marques
18 Cléo
  7 Willian

 Paulo André 17min. (1ºT)
 Alan Bahia (de pênalti) 6min. (2ºT)
 Jancarlos 30min. (2ºT)
 Paulo André 42min. (2ºT)

Técnico: Gilson Kleina
  1 Danilo
  2 Daniel Marques
  3 William
  4 Montoya
14 Amaral
  6 Ninja   
  5 Emanuel
  7 Gilmar
  8 Mikimba
15 Robert
10 Fernandinho
11 Bruno  
17 Ademílson
  9 Sinval  

 Bruno 3min. (1ºT)
 Ninja 15min. (1ºT)
 Sinval 26min. (1ºT)



Escrito por Vinícius às 21h38

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Placar do Noticiário

7ª Rodada - 01 de Fevereiro

Atlético-PR
4 x
 3
Cianorte

Tempo de Jogo:
Encerrado

Lance-a-Lance

Que jogo... No primeiro jogo após a chegada de Matthäus, Atlético-PR sofre, mas vira o jogo no fim e consegue emocionante vitória.

Escalação

Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)
A escalação está acima

 

Técnico: Gilson Kleina
A escalação está acima

 

Gol C. amarelo C. vermelho Subst. - entrada Subst. - saída

Estádio: Kyocera Arena
Cidade: Curitiba (PR)

Árbitro: Nilo Neves de Souza Jr (PR)
Assistentes: José Amilton Pontarolo (PR)
e Sidnei Nairne (PR)



Escrito por Vinícius às 19h52

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Jogos de hoje

7ª Rodada - 01 de Fevereiro

Grupo A

16h - Iraty 4 x 1 Nacional - Emílio Gomes - Irati (PR)
16h - J. Malucelli 3 x 1 Galo Maringá - Tancredo Neves - São José dos Pinhais (PR)
20h - Atlético-PR 4 x 3 Cianorte - Kyocera Arena - Curitiba (PR)
20h30 - Francisco Beltrão 2 x 0 Rio Branco - Anilado - Francisco Beltrão (PR)

Grupo B

20h30 - Toledo Colônia Work 0 x 2 Paraná - 14 de Dezembro - Toledo (PR)



Escrito por Vinícius às 19h52

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PAULISTA
Jogos de hoje

6ª Rodada - 01 de Fevereiro

20h30 - São Caetano 1 x 1 Mogi Mirim - Anacleto Campanella - São Caetano do Sul (SP)
20h30 - Noroeste 1 x 0 Portuguesa - Alfredo Castilho - Bauru (SP)
20h30 - Guarani 3 x 2 Rio Branco - Brinco de Ouro - Campinas (SP)
20h30 - Corinthians 5 x 0 São Bento - Pacaembu - São Paulo (SP)
20h30 - Bragantino 0 x 1 América-SP - Marcelo Stéfano - Bragança Paulista (SP)
21h45 - Marília 0 x 2 São Paulo - Abreuzão - Marília (SP)
21h45 - Portuguesa Santista 0 x 1 Paulista - Ulrico Mursa - Santos (SP)



Escrito por Vinícius às 19h52

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. CARIOCA
Jogos de hoje

5ª Rodada - 01 de Fevereiro

Grupo A

21h45 - Nova Iguaçu 3 x 2 Portuguesa-RJ - Giulitte Coutinho - Rio de Janeiro (RJ)
21h45 - Fluminense 0 x 1 Cabofriense - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)

Grupo B

19h30 - Friburguense 1 x 1 Vasco - Eduardo Guinle - Nova Friburgo (RJ)
19h30 - Volta Redonda 3 x 1 Madureira - Raulino de Oliveira - Volta Redonda (RJ)
19h30 - Botafogo 0 x 2 América-RJ - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)



Escrito por Vinícius às 19h52

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Para vencer

Jogadores querem fazer bonito para
o técnico Lothar Matthäus

Sob os olhares do novo técnico, equipe quer reverter maus resultados.

O Atlético entra em campo na noite desta quarta-feira querendo mostrar ao técnico Lothar Matthäus as armas que o time possui para os campeonatos no decorrer do ano. Para enfrentar o Cianorte na Kyocera Arena, a equipe ainda vai estar sob o comando do técnico interino Vinícius Eutrópio, que pretende entregar o time ao comandante alemão após uma vitória.

Para a partida, Vinícius não vai poder contar com o meia Rodriguinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo que recebeu na partida contra o J. Malucelli, com o atacante Rodrigão, expulso no mesmo jogo, e com o zagueiro Juninho, que foi julgado pela expulsão no jogo contra o Francisco Beltrão e pegou dois jogos de suspensão. Por outro lado, o lateral-esquerda Ivan fica no banco de reservas pela primeira vez desde que operou o tornozelo.

Na quarta colocação do Grupo A deste Campeonato Paranaense, o Furacão planeja vencer nesta noite para iniciar o segundo turno, no final de semana, com o pé direito. Contando com o jogo desta noite, as próximas três partidas são importantes para o Rubro-negro conquistar uma posição superior na tabela de classificação, já que enfrenta Cianorte, Galo Maringá e Rio Branco nas próximas semanas.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 19h49

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
FPF confirma Atlético x Galo Maringá para domingo

A Federação Paranaense de Futebol acaba de confirmar os horários dos jogos da primeira rodada do returno da primeira fase do Campeonato Paranaense.
 
O Atlético havia solicitado a realização de seu jogo contra o Galo Maringá para o sábado às 17h, mas não foi atendido. Todos os jogos da rodada serão no domingo. Seis partidas começarão às 16h. Atlético x Galo Maringá será às 17h, enquanto que ADAP e Londrina jogarão às 18h30. A CNT transmitirá a partida entre Toledo e Coritiba, com início marcado para às 16h.

O jogo entre Atlético e Galo Maringá, domingo às 17h na Kyocera Arena, deverá marcar a estréia do técnico Lothar Matthäus no comando do Furacão.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 19h46

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CLUBE
Intérprete já está definido

Jost Vieth: intérprete deve chegar nos próximos dias

O auxiliar de Lothar Matthäus é alemão e chega nos próximos dias para assumir a tarefa de ajudar na comunicação entre o treinador e o elenco.

O intérprete para o técnico Lothar Matthäus estará em Curitiba nos próximos dias. O também alemão Jost Vieth, atualmente morando em Hamburgo, será o responsável por traduzir as orientações do treinador atleticano aos jogadores. Vieth fala português e inglês fluentemente e domina o português por já ter trabalhado no Brasil. Em 1998, ele atuou como observador de atletas e auxiliar técnico das categorias de formação do Internacional de Porto Alegre e dirigiu equipes de base de três clubes alemães (SV Rugenbergen, de Bönningstedt; ETVS Altona, de Hamburgo; e do Hamburgo, clube mais conhecido da cidade).

O nome foi escolhido a partir dos inúmeros currículos encaminhados ao Atlético durante as últimas semanas. Ele já era conhecido dentro do clube porque, em 2002, ele integrava uma empresa ligada a um grupo de mídia alemã e tentou se unir ao Atlético. O objetivo seria a negociação de novos patrocinadores para o clube, mas as negociações não evoluíram.

O intérprete também é conhecido de Matthäus, que deu a palavra final na escolha, por causa da afinidade com o Vieth e por confiar nele.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 19h41

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brasileirão
Brasileiro terá queda e ascensão de quatro times

A Confederação Brasileira de Futebol venceu a queda de braços com os principais clubes do país e garantiu a manutenção do rebaixamento de quatro clubes no Campeonato Brasileiro deste ano, informou a CBF nesta quarta-feira.

Apesar da pressão do Clube dos 13 - representante dos principais clubes do país - para que o número de rebaixados no Brasileirão de 2006 caísse de quatro para dois, a CBF anunciou que quatro clubes serão rebaixados à Série B e outros quatro serão promovidos à divisão de elite.

O campeonato será disputado com a participação de 20 equipes e mais uma vez em sistema de pontos corridos com jogos de ida e volta. A abertura será no dia 16 de abril e a última rodada acontece em 3 de dezembro. A fórmula de disputa será repetida em 2007 e os clubes receberam a promessa de uma nova discussão do formato a partir de 2008. "Cair 20 por cento dos clubes é muita coisa. Espanha, Portugal e Itália, que são muito menores do que o Brasil, disputam a primeira divisão com 20 clubes", afirmou o presidente do Vasco, Eurico Miranda, após reunião do Conselho Técnico da competição na sede da CBF, no Rio de Janeiro, na quarta-feira.

O dirigente, que liderava a proposta dos clubes, deixou o encontro antes de seu término inconformado com o que chamou de imposição da CBF. "Isso aqui não é um conselho técnico, é uma homologação das vontades do (presidente da CBF) Ricardo Teixeira", acrescentou. "Tem traíra que roeu a corda. Ontem fechou uma proposta e depois cedeu às pressões da CBF", acrescentou Eurico, culpando Flamengo, Fluminense, Santos e São Paulo pelo fracasso da campanha do Clube dos 13.

Convicto de que sua posição sairia vencedora, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, deixou a reunião logo após seu início. O dirigente não falou com os jornalistas, mas na véspera afirmara que não abria mão do Campeonato Brasileiro com 20 equipes. Fabio Koff, presidente do Clube dos 13, afirmou: "Em termos saio frustrado daqui. O único avanço foi a possibilidade de uma nova discussão em 2008. Não sei se houve pressão da CBF, mas alguns clubes que deixaram a reunião do Clube dos 13 fechados conosco e hoje já tinham uma outra posição."

De acordo com o estatuto da CBF aprovado em 2005, a fórmula de disputa do Campeonato Brasileiro deixou de ser de competência dos clubes e passou a ser uma decisão da confederação. Ficou acertado ainda pelo Conselho Técnico que o preço mínimo do ingresso será de 10 reais e os estádios devem ter capacidade mínima de 15 mil espectadores.

Fonte: Agência Reuters


Escrito por Vinícius às 19h38

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mercado
Schumacher assina contrato com o Ascoli

Schumacher atuará no futebol italiano
O atacante Schumacher, de 19 anos, assinou contrato com o Ascoli, que disputa a primeira divisão do Campeonato Italiano.
 
O jogador está na Itália há cerca de uma semana e realizou exames médicos e físicos. Após esta temporada, que se encerra em maio, Schumacher jogará na Udinese. O atacante foi emprestado pelo Atlético, mas no seu contrato constou uma cláusula de direito de preferência para transferência definitiva.

O Ascoli foi um dos times que mais se reforçaram nesta janela da Série A. Além de Schumacher, o clube contratou mais cinco jogadores. O Ascoli foi fundado em 1898 e é considerado um time de ambições modestas. O time está em décimo terceiro lugar do Italiano, com 23 pontos. O líder é a Juventus, que tem 59. O principal goleador da equipe é o veterano atacante Marco Ferrante, que marcou cinco gols. Luca Toni, da Fiorentina, já marcou 23 gols na atual temporada.

Recentemente, Schumacher renovou seu contrato com o Atlético até 18 de janeiro de 2010. Em sua primeira experiência internacional, jogará por empréstimo no Ascoli para ganhar experiência e, depois, seguirá para a Udinese.

Carreira
Schumacher começou no futsal do Atlético, mas passou pelas categorias de base do Paraná, Coritiba e Nacional antes de retornar ao Atlético, como juvenil. Inicialmente, foi reserva de Anderson Aquino (emprestado ao Sport nesta terça-feira), mas depois formou com ele uma bem-sucedida dupla de ataque, tanto nos juvenis quanto nos juniores.

Promovido ao time profissional em 2005, Schumacher participou de 11 partidas e marcou três gols. O mais importante foi o decisivo na vitória por 5 a 4 sobre o Cruzeiro na Kyocera Arena, aproveitando um cruzamento de escanteio aos 45 minutos do segundo tempo.

Depois de ajudar o Atlético a conquistar o bicampeonato paranaense juvenil (como artilheiro da equipe), Schumacher seria emprestado pelo clube ao Paulista, de Jundiaí. Porém, ele se recusou a assinar a prorrogação de seu contrato e o negócio se inviabilizou. Ele treinou em separado até que surgiu a proposta do futebol italiano.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 19h36

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Jogo contra o Galo Maringá deverá ser no sábado

O jogo entre Atlético e Galo Maringá, pela primeira rodada do segundo turno da primeira fase do Campeonato Paranaense 2006, deverá ser realizado no próximo sábado, dia 4 de fevereiro, às 17h, na Kyocera Arena.
 
A realização do jogo nesta data foi solicitada pela diretoria do Atlético. A Federação Paranaense de Futebol ainda não homologou a transferência, mas é quase certo que a partida será no sábado e não no domingo.

A partida contra o Galo Maringá está sendo aguardada com grande ansiedade pela torcida atleticana, pois deverá marcar a estréia do técnico Lothar Matthäus no comando da equipe. O Mosaico Furacão está preparando mais uma edição do já tradicional mosaico, desta vez para homenagear o treinador alemão.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 19h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Veja os jogos que a CNT exibirá para todo o país

A Central Nacional de Televisão (CNT) assinou contrato de exclusividade para transmissão ao vivo dos jogos do Campeonato Paranaense 2006 nesta terça-feira à tarde.
 
Uma das atrações do contrato com a CNT é o fato de que os jogos serão exibidos para todo o país. "Os jogos poderão ser acompanhados em qualquer parte do Brasil", declarou Oscar Martinez Neto, diretor da emissora paranaense.

O contrato prevê uma preferência para a CNT transmitir os Campeonatos Estaduais de 2007 e 2008. Nos próximos anos, a FPF deverá consultar a CNT antes de negociar os direitos de transmissão com outras emissoras de televisão. Apesar de deter a exclusividade das imagens, a CNT autorizou a gravação de imagens nas cabines dos estádios pelas outras emissoras. Com isso, os torcedores poderão conferir os gols das partidas nos diversos programas esportivos.

A CNT transmitirá os jogos sempre aos domingos às 16h. No segundo turno da primeira fase, haverá preferência às partidas realizadas no interior do estado, aproveitando a boa audiência dos torcedores da capital. No returno, o Atlético jogará apenas três partidas fora da Arena, contra Nacional, Francisco Beltrão e Cianorte. A transmissão do jogo Nacional x Atlético, no dia 12, já está confirmada. O jogo contra o Francisco Beltrão não será exibido e a partida contra o Cianorte pode ser transmitida (dependerá do interesse da partida em termos de classificação).

Confira o cronograma de jogos divulgado pela CNT:

05/02 - domingo - 16h
Toledo x Coritiba

12/02 - domingo - 16h
Nacional x Atlético-PR

19/02 - domingo - 16h
Paraná Clube x Coritiba

19/02 - domingo - 16h*
Coritiba x Londrina
ou
Paranavaí x Paraná

05/03 - domingo - 16h*
Cianorte x Atlético-PR
ou
ADAP x Coritiba
 
*A escolha vai depender do interesse na classificação.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 19h33

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Matthäus explica treino em dia de jogo no Atlético-PR

Costume europeu, primeira novidade do técnico no Brasil, é agradável ao treinador.

A primeira medida de Lothar Matthäus como técnico do Atlético pegou à todos de surpresa. Não se tratava de nenhuma mudança tática ou de jogadores: foi sim a marcação de um treino para a manhã desta quarta-feira, dia no qual o Furacão enfrenta o Cianorte pelo Campeonato Paranaense.

O fato, incomum em terras brasileiras, foi explicado por Matthäus por intermédio de seu tradutor. Segundo o técnico, era agradável se movimentar antes dos jogos, na época de jogador. O treinamento envolveu mais o que o brasileiros chamam de “desintoxicante”: corridas leves e toques de bola.

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 19h29

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DEP. MÉDICO
Michel Bastos faz tratamento intensivo

O lateral-esquerdo Michel Bastos continua em tratamento intensivo no departamento médico atleticano.

Michel sofreu uma contratura no músculo tibial da perna esquerda. O jogador continua concentrado para a partida desta noite contra o Cianorte.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 19h27

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




STJD
Juninho foi suspenso por dois jogos

João Leonardo está
concentrado

João Leonardo entra para a concentração.

Na noite de ontem, o zagueiro Juninho foi julgado pela expulsão da partida contra o Francisco Beltrão. Juninho foi suspenso por dois jogos, sendo que já cumpriu uma partida.

Como estava concentrado para a partida contra o Cianorte, Juninho foi cortado da concentração. Em seu lugar entrou João Leonardo, que já treinou entre os convocados.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 19h26

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ELENCO
Lothar Matthäus quer Fabrício jogando como segundo volante

No time de Matthäus, Fabrício
deverá ser segundo volante
Desde que chegou no Atlético, em 2002, o meia Fabrício se acostumou a jogar na armação das jogadas ofensivas, fazendo a ligação entre o meio-campo e o ataque.
 
Agora, com a chegada do técnico Lothar Matthäus no time, o jogador pode mudar seu posicionamento em campo, vindo mais de trás.

“Ele quer que eu jogue de segundo volante, como o Zé Roberto faz na Seleção Brasileira. Ele (Lothar Matthäus) acha que, vindo de trás, seria mais fácil eu aproveitar o meu chute. Falei que não tem problema nenhum”, afirmou Fabrício em entrevista à Gazeta do Povo.

Matthäus já vinha acompanhando o futebol de Fabrício antes mesmo de assinar com o Furacão. Quando visitou o Brasil, no início de janeiro, o treinador atleticano disse que gostou do futebol apresentado pelo meia e também do atacante Dagoberto. Antes de vir para Curitiba conhecer de perto a estrutura do Atlético, Matthäus assistiu a uma apresentação do clube gravada em DVDs. O material continha também alguns jogos do clube e Matthäus pôde acompanhar alguns lances dos atletas rubro-negros. Assim como Matthäus, Fabrício também é agenciado pela empresa inglesa Stellar Group.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 19h21

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
"Era Matthäus" começa esta noite


O treinador alemão já passou as primeiras orientações ontem

Alegria e muito trabalho.

Foi assim que o técnico Lothar Matthäus iniciou sua era à frente do time do Atlético. E os jogadores parecem ter gostado muito. Mesmo que tenham que acordar um pouco mais cedo hoje para um bate-bola leve no CT do Caju. Esta, aliás, é a primeira novidade implantada pelo alemão em seu primeiro dia de trabalho de campo, mas ele ainda não sentará no banco de reservas na partida contra o Cianorte, às 20h, na Kyocera Arena.

“A primeira impressão foi muito boa. Ele é uma pessoa divertida, que anima o grupo, dá risada, procura aprender o português rapidamente e vem colocando, aos pouquinhos, sua maneira de trabalho”, comentou o zagueiro Paulo André. Mesmo com a barreira da língua, Matthäus, com o auxílio do tradutor Klaus Junginger, passou orientações individualmente, com os jogadores mostrando muita admiração. “Ele já está aprendendo algumas coisas como “toca a bola” e “sai o time”. Ele gosta de muito trabalho e tem um currículo invejável”, opinou o capitão Alan Bahia.

E toda essa alegria veio com o aval de Matthäus. “O lazer faz parte do futebol”, justificou o ex-craque da seleção alemã. Ainda em forma, apesar dos 44 anos, ele mostrou toda a categoria ao fazer embaixadinhas para as lentes dos fotógrafos. Quando a bola rolou, no entanto, o novo comandante rubro-negro tratou de observar e tomar suas primeiras impressões sobre a equipe. “Não quis intervir demais no treino porque no jogo a responsabilidade não está toda comigo, mas vou passar o que penso ao Vinícius para a partida de amanhã (hoje)”, adiantou.

Para este jogo, ele pouco acrescentou na hora da escalação. “Por enquanto, nós estamos com alguns jogadores importantes lesionados”, disse Matthäus. A estréia, portanto, fica para a partida contra o Galo Maringá, que o Atlético quer que seja sábado, às 17h, mas ainda não foi confirmada pela FPF.

Até lá, o alemão estará mais adaptado ao Brasil, pelo menos na pele. “Ainda estou com a tintura européia e não a brasileira, mas isso há de mudar nas próximas semanas”, finalizou o treinador, meio vermelho do sol forte do CT do Caju.

CAMPEONATO PARANAENSE
Grupo A - 1º Turno - 7ª Rodada

ATLÉTICO-PR x CIANORTE

Local: Kyocera Arena
Horário: 20h
Árbitro: Nilo Neves de Souza Jr. (PR)
Assistentes: José Amilton Pontarolo e Sidnei Nairne (ambos do PR)

Atlético-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Moreno; Alan Bahia, Erandir, Adriano e Ferreira; Willian e Denis Marques.
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)

Cianorte
Danilo; Daniel Marques, William, Montoya e Ninja; Emanoel, Gilmar, Rafael (Robert) e Fernandinho; Bruno Batata e Sinval.
Técnico: Gilson Kleina

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h12

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Furacão ofensivo contra Cianorte

No último jogo sob o comando do auxiliar técnico Vinícius Eutrópio, o Atlético entra em campo contra o Cianorte com uma formação bastante ofensiva.

Pelo menos no treinamento de ontem foi assim. O Rubro-Negro acabou armado num 4-4-2 que se transformava facilmente num 4-3-3. As novidades na equipe são as presenças de Moreno e Willian e a volta de Jancarlos.

“Nos dois jogos que nós fizemos na Arena nós implantamos algo nesse sentido (ofensivo). Agora, mudaram as peças e daqui a cinco dias nós vamos ter jogadores retornando e isso qualifica o trabalho, aumenta o número de opções que a gente não tinha nos jogos passados”, justifica Vinícius. Entre esses jogadores estão o atacante Dagoberto e os meias Evandro e Fabrício.

Por enquanto, o time vai com o que tem. Sem Rodriguinho e Rodrigão, ambos suspensos, e com Michel Bastos sentindo uma lesão, Moreno ganha a vaga na lateral-esquerda e Willian entra no ataque. A estrutura tática também muda. Enquanto Erandir volta a atuar na frente da zaga, Ferreira volta ao meio, mas com liberdade para encostar em Denis Marques e Willian. No banco, a outra novidade é o reaparecimento do lateral-esquerdo Ivan.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h08

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Lothar Matthäus: só observando.

CAMP. PARANAENSE
Atlético joga para Lothar Matthäus ver

Contra Cianorte, Furacão faz primeiro jogo sob o olhar do alemão.

Sob o olhar de Lothar Matthäus, mas ainda dirigido por Vinícius Eutrópio, o Atlético tenta voltar a vencer no Campeonato Paranaense, nesta quarta-feira. O Rubro-Negro recebe, às 20h, o Cianorte, que tenta isolar-se na liderança do Grupo A, no qual soma com 13 pontos.

Além de mostrar-se ao novo treinador, oficialmente apresentando nesta segunda-feira, o Furacão precisa vencer o jogo. Em quarto lugar, com 8 pontos, o time corre o risco de ficar fora da zona de classificação para a próxima fase do campeonato, caso tenha um mau resultado.

Matthäus já começou a participar dos treinamentos, mas, nesta quarta-feira, ele deve assistir a partida dos camarotes da Arena. É provável que, diante do Galo Maringá, no próximo sábado, o alemão já dirija o time dentro do campo.

O time terá três desfalques nesta quarta-feira. Moreno substitui o lateral Michel Bastos, que sofre dores na tíbia. Rodriguinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, será substituído por Erandir e Rodrigão, também suspenso, cede a vaga para Willian.

Cianorte

Invicto há quatro jogos, o Cianorte lidera o grupo A, com 13 pontos, empatado com o Rio Branco em todos os critérios: quatro vitórias, um empate, uma derrota, 13 gols a favor e oito gols contra. Os destaques da equipe treinada por Gilson Kleina são o lateral-direito Daniel Marques e o atacante Sinval, que marcaram quatro gols cada neste campeonato.

O lateral-direito Ninja retorna, após cumprir suspensão. O técnico Gilson Kleina, entretanto, não conta com o meia Mikimba, punido com três cartões amarelos. Para substituí-lo, o técnico Gilson Kleina faz segredo entre Rafael e Robert (o primeiro atua mais recuado).

ATLÉTICO-PR x CIANORTE

Data: 01/02/2006 (quarta-feira)
Local: Kyocera Arena, em Curitiba
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Nilo Neves de Souza Jr. (PR)
Assistentes: José Amilton Pontarolo e Sidnei Nairne (ambos do PR)

Atlético-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Moreno; Alan Bahia, Erandir, Adriano e Ferreira; Willian e Denis Marques
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)

Cianorte
Danilo; Daniel Marques, William, Montoya e Ninja; Emanoel, Gilmar, Rafael (Robert) e Fernandinho; Bruno Batata e Sinval
Técnico: Gilson Kleina

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 10h01

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Arquivo
Matthäus nos camarotes

CAMP. PARANAENSE
Furacão faz primeiro jogo na era Matthäus

Treinador alemão assistirá à partida com Cianorte dos camarotes para observar equipe, que tenta reencontrar a vitória.

Motivação não faltará ao Atlético-PR nesta quarta-feira, quando a equipe enfrenta o Cianorte, às 20h, na Kyocera Arena. Afinal, o jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Paranaense está recheado de atrativos, sobretudo para o elenco rubro-negro.

Não bastasse o incômodo jejum de vitórias que já dura três partidas, o Furacão atuará pela primeira vez desde a chegada do técnico Lothar Matthäus. O ex-jogador alemão ainda não ficará no banco de reservas, mas estará nas tribunas para observar o time até assumir o comando total, na rodada seguinte, contra o Galo Maringá.

"Quando um treinador novo chega, queremos mostrar o que podemos fazer em campo", comentou o zagueiro Paulo André, que ressaltou também a importância de um resultado positivo em casa. O Atlético-PR está em quarto lugar no Grupo A, com oito pontos ganhos.

"Temos a obrigação de vencer na Arena, mas além disso precisamos convencer nesta partida", acrescentou o defensor, que realizou nesta terça-feira o primeiro treino com Matthäus. Apesar do pouco tempo, o alemão já mostrou um pouco do que deseja. "Ele cobrou profissionalismo e está disposto a ajudar", contou o zagueiro Danilo.

Mesmo das tribunas, porém, Matthäus dará seus palpites ao interino Vinícius Eutrópio. "Neste momento, posso estar mais integrado ao grupo, mas logo ele assumirá o comando total da equipe, pois já pegou as características de vários atletas", opinou o auxiliar, que terá poder nas decisões finais nesta quarta-feira.

Sem vencer há três rodadas, o Furacão luta contra sua irregularidade neste início de temporada. A equipe conquistou apenas dois pontos dos últimos nove disputados, obtendo aproveitamento de apenas 22%, e terá pela frente o líder da chave, que possui 13.

Para desbancar o primeiro colocado, o Atlético-PR terá dois desfalques confirmados. O atacante Rodrigão, expulso diante do J. Malucelli, e o meia Rodriguinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, ficam fora da partida. Erandir entra no meio e Willian estréia como titular no setor ofensivo.

"Cheguei quieto, treinei e conquistei meu espaço. Não esperava estar entre os titulares tão rápido", comentou o ex-jogador do Guarani, que formará dupla com Denis Marques. A dúvida no Furacão está na lateral esquerda. Michel Bastos, com dores musculares, está concentrado com os demais relacionados, mas ainda não sabe se terá condições de atuar. Se estiver impossibilitado, Ivan e Moreno disputam a vaga.

Atlético-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Paulo André, Danilo e Michel Bastos (Ivan ou Moreno); Alan Bahia, Erandir, Adriano e Ferreira; Denis Marques e Willian
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)

Cianorte
Danilo; Daniel Marques, William, Montoya e Ninja; Emanoel, Gilmar, Rafael (Robert) e Fernandinho; Bruno Batata e Sinval
Técnico: Gilson Kleina

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 09h57

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Matthäus terá período de adaptação no Atlético-PR

Clube abre possibilidade do técnico apenas observar o time até final do Paranaense.

A opção será pessoal. Recém-chegado ao Atlético-PR para assumir o comando técnico do time, o alemão Lothar Matthäus tem carta branca da diretoria para não assumir imediatamente a equipe e seguir observando e aprendendo mais sobre o futebol brasileiro. A não-oficialização seria uma maneira de “blindar” o técnico de eventuais maus resultados do time - ora em quarto lugar no Grupo A do Paranaense, no limite da Zona de Classificação.

“Não estamos preocupados com isso. A decisão será toda de Matthäus, mas creio que ele, pelo entusiasmo que está demonstrando, não queira utilizar-se desta prerrogativa”, disse o presidente rubro-negro, João Augusto Fleury. Matthäus disse na entrevista coletiva de apresentação que o time pode levar semanas até ficar do jeito que ele deseja.

Para o novo técnico, o Campeonato Paranaense é uma fase de pré-temporada. “Sei que é um preparatório para os outros campeonatos mais importantes, no qual podemos experimentar tácticas e oportunizar chances aos jogadores mais jovens”, declarou em alemão. No entanto, Matthäus disse estar ciente da pressão por títulos.

“Na Europa não é diferente. Estou no ramo há 30 anos e sei disso. Mas vamos defender o título do Paranaense mesmo assim”, afirmou o treinador, que deve ficar no banco de reservas na partida de quarta-feira, 20h, na Arena, contra o Cianorte, ao lado de Vinícius Eutrópio, o auxiliar que comandou o Furacão até então.

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 09h54

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético-PR pega Cianorte sem Lothar Matthäus no banco

O Atlético-PR vai enfrentar o Cianorte, nesta quarta-feira, às 20h, na Kyocera Arena, sem o alemão Lothar Matthäus no banco de reservas.

O novo treinador, que já comandou o treinamento nesta terça-feira, vai acompanhar o time de um camarote do estádio.

Matthäus deve estrear no banco de reservas somente no jogo do fim de semana, no início do returno do Paranaense, em que a equipe rubro-negra jogará na Kyocera Arena contra o Galo Maringá.

"O time não vai sentir diferença se eu estiver no banco ou não. Quero observar melhor o time", disse o técnico alemão.

Na quinta-feira, Matthäus poderá observar o restante do grupo em um amistoso no CT do Caju. Com isso, o interino Vinicius Eutrópio comanda a equipe nesta quarta. O treinador já mostrou que entendeu o recado de Matthäus e disse que o Atlético vai jogar no ataque.

"A questão ofensiva é o principal deste jogo. Vamos jogar em casa e temos a responsabilidade de atacar. A gente vai procurar atacar diante de um adversário difícil que é o Cianorte ", disse Eutrópio.

Para o jogo com o Cianorte, o Furacão não terá o lateral-esquerdo Michel Bastos, que está com um problema na tíbia da perna direita. Para o seu lugar, Moreno está confirmado.

Outra novidade é o atacante William. O jogador ganha a vaga do meia Rodriguinho e joga ao lado de Denis Marques.

Com isso, Ferreira, que vinha atuando como atacante, volta para sua posição de origem ao lado de Adriano. Já os volantes Cristian e Alan Bahia estão mantidos.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 21h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Dagoberto, Ivan, Fabrício e Evandro participaram do treino

Não foi apenas a presença do técnico Lothar Matthäus a novidade nos treinamentos desta terça-feira, no CT do Caju.
 
Depois de passarem meses em recuperação no Departamento Médico, os meias Evandro e Fabrício, o lateral-esquerda Ivan e o atacante Dagoberto voltaram a realizar os trabalhos com bola junto com o restante do elenco do Rubro-negro. As presenças de Dagoberto, Evandro e Ivan já eram esperadas pela comissão técnica. A surpresa ficou por conta do retorno do meia Fabrício, que pelas informações iniciais precisaria ainda de mais alguns dias antes de voltar a treinar com bola.

O quarteto volta aos trabalhos com vontade de mostrar um bom futebol, tendo como incentivo ainda maior a presença do novo técnico atleticano. “Estamos (Ivan, Fabrício, Evandro e Dagoberto) tranqüilos agora e com muita esperança de que tudo vai dar certo para nós. No começo sempre tem um pouco de insegurança no local que foi lesionado. Mas como a vontade de jogar é maior, vamos esquecer isso”, afirmou o lateral-esquerda Ivan.

A expectativa é de que os quatro jogadores possam atuar na partida deste sábado, contra o Galo Maringá, na Baixada. O jogo marca a estréia oficial de Lothar Matthäus no comando-técnico do Furacão.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h32

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Amanhã haverá treinamento recreativo

O técnico Lothar Matthäus chegou e fez um pedido para alteração na programação semanal.

O treinador pediu para que aconteça amanhã um treinamento recreativo para os atletas convocados para a partida. Usualmente, os atletas relacionados para o jogo não treinavam no dia da partida. Matthäus acredita que um treinamento leve e recreativo pela manhã (já que a partida será à noite) fará com que os atletas não fiquem totalmente parados no dia da partida. O treinamento acontecerá às 10h30, mas a imprensa não terá acesso ao trabalho. Como já acontecia e continuará acontecendo, a imprensa não tem acesso aos atletas e comissão técnica nos dias do jogos (somente após a partida) para que nada atrapalhe a concentração.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h24

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CLUBE
Vinícius Eutrópio fala sobre o novo técnico

O auxiliar técnico Vinícius Eutrópio ficou orgulhoso por ter como comandante o alemão Lothar Matthäus.

O auxiliar acredita que logo Matthäus assumirá o comando total da equipe. "Neste momento, eu posso estar mais integrado ao grupo, mas ele (Matthäus) é o comandante. Tenho certeza que em pouco tempo ele assumirá o comando definivo, porque ele já pegou as características de vários atletas", afirmou Eutrópio, que completou opinando sobre a importância do técnico alemão no Atlético. "Será um aprendizado muito grande para todos nós. Ele é uma referência mundial", disse Eutrópio.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h22

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético recebe líder Cianorte na "estréia" de Matthäus

Jonathan Campos / Gazeta do Povo / O novo treinador Lothar Matthäus passará orientações, mas quem fica no banco é o auxiliar Vinicíus Eutrópio

O novo treinador Lothar Matthäus
passará orientações, mas quem fica
no banco é o auxiliar Vinícus Eutrópio

O novo treinador atleticano ficará nos camarotes da Kyocera Arena e passará orientações ao auxiliar Vinícius Eutrópio.

Os jogadores do Atlético entram em campo nesta quarta-feira, às 20h na Arena da Baixada, com duas responsabilidades. Vencer o Cianorte, atual líder do Grupo A com 13 pontos, e mostrar “serviço” ao novo treinador Lothar Matthäus, que estará supervisionando a equipe dos camarotes do estádio atleticano.

Nos treinamentos de terça-feira o treinador alemão praticamente só observou as movimentações do dia. Com a companhia de Klaus Junginger, que por enquanto será o intérprete do treinador, explicou aos jogadores como será sua forma de trabalho e quais são suas expectativas.

Porém, quem continua com a responsabilidade de conduzir o time em campo é o auxiliar Vinícius Eutrópio. “Amanhã (quarta) a responsabilidade sobre o time ainda não é minha. Vou orientar e dar sugestões, mas quem tomará as decisões é o Vinicius”, afirmou Matthäus.

E para escalar o Furacão, o auxiliar tem dois problemas certos, e uma dúvida. Os jogadores Rodrigão e Rodriguinho ficarão de fora do jogo contra o Cianorte. O primeiro recebeu o cartão vermelho no último jogo contra o J. Malucelli e o segundo recebeu o 3º amarelo. Os substitutos serão Willian e Erandir.

A dúvida que só será solucionada minutos antes do jogo fica na lateral esquerda. O jogador Michel Bastos sente uma contusão na musculatura tibial da perna esquerda e não foi confirmado como titular. Mesmo assim, o jogador está concentrado com o grupo. Quem também fica de sobreaviso é o lateral Ivan. Recuperado de uma lesão, o jogador pode ir para o jogo como reserva de Moreno, caso Michel Bastos seja vetado.

Cianorte
A equipe do Cianorte chega em Curitiba com a difícil missão de manter a liderança do Grupo A diante do Atlético. O “Leão do Vale” é o 1º com 13 pontos conquistados e saldo positivo de cinco gols, mesma campanha que o Rio Branco. No confronto direto, o Cianorte ganha a ponta da tabela.

Para o jogo desta quarta o técnico Gilson Kleina não vai poder contar com o futebol do volante Mikimba, que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Em seu lugar, o comandante do Leão tem duas opções: Robert ou Ronaldo. A outra novidade é a volta de Ninja na ala-esquerda, no lugar de Bahia.

O diretor de futebol do Cianorte, Luiz Carlos, comemora a boa fase o time. “Estamos muito contentes com a liderança provisória do grupo. Porém, temos os pés no chão e sabemos das dificuldades do campeonato e vamos continuar trabalhando para permanecer na frente”, afirmou.

Atlético-PR x Cianorte

Data: 01/01/2006 (quarta-feira), às 20h
Local: Estádio Kyocera Arena, em Curitiba (PR)
Árbitro: Nilo Neves De Souza Jr. (PR)
Auxiliares: José Amilton Pontarolo e Sidnei Nairne (ambos do PR)

Atlético-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Paulo André, Danilo e Michel Bastos (Moreno); Alan Bahia, Erandir, Adriano e Ferreira; Denis Marques e Willian
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)

Cianorte
Danilo, Daniel Marques, Willian, Montoya e Ninja; Gilmar, Emanuel, Robert (Ronaldo) e Fernandinho; Bruno (Pêpe) e Sinval
Técnico: Gilson Kleina

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 21h17

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Matthäus deu primeiras orientações ao time

Novo técnico conversou com
os atletas no campo

Apesar de não assumir em campo a equipe na partida de amanhã, o alemão Lothar Matthäus fez questão de passar aos jogadores a sua primeira impressão do treinamento tático desta tarde.

Com seu intérprete, Matthäus conversou com cada atleta que treinou na equipe titular. No entanto, o novo técnico atleticano deixou claro que a responsabilidade do comando do time nesta partida contra o Cianorte não será 100% sua. Matthäus revelou que passará ao auxiliar técnico Vinícius Eutrópio suas opiniões, mas que caberá ao auxiliar decidir o que fará com elas.

O novo treinador atleticano afirmou que o jeito de atuar da equipe não mudará para a partida de amanhã. "Este sistema de jogo já é conhecido por todos os jogadores. Mas nós não queremos nos limitar a um esquema só, porque um bom time sabe se adaptar a vários esquemas táticos", disse.

Matthäus demonstrou total desenvoltura com os atletas, comissão técnica e imprensa. Quando questionado sobre o forte sol do Brasil, o técnico respondeu que já providenciou um protetor solar, porque ainda está com a “tintura” européia.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h09

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Willian treinou no ataque atleticano

Willian conquistou seu espaço
no ataque atleticano

O atacante Willian, que entrou durante a partida contra o J. Malucelli, treinou na equipe titular na tarde de hoje.

O jogador veio do Guarani. Ele revelou que não esperava receber uma chance tão rápido no Atlético. "Eu cheguei quieto, fui treinando e conquistando meu espaço. Não esperava estar entre os titulares tão rápido", afirmou.

Willian acredita que seu desempenho no último jogo-treino, contra o Grêmio de Jaraguá do Sul foi fundamental para sua ascensão no grupo. "Foi bom, foi excelente. Em todo jogo-treino e em todo treinamento tem alguém olhando e analisando. Aquele trabalho pode ter sido um desses casos", disse o atacante atleticano.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h07

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Jancarlos treinou no trabalho da tarde

O lateral-direito Jancarlos, que foi poupado do treinamento da manhã, participou normalmente do treinamento da tarde.

Jancarlos fez parte da equipe titular durante o treino e deve atuar contra o Cianorte.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 21h00

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Ivan foi convocado para a concentração

O lateral-esquerdo Ivan foi convocado para a concentração da partida contra o Cianorte.

Michel Bastos, com uma contratura no músculo tibial da perna esquerda, está em recuperação e continua concentrado. Seu substituto no treinamento da tarde foi Moreno.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h59

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mercado
Anderson Aquino é emprestado ao Sport

Anderson Aquino jogará no Sport
O atacante Anderson Aquino foi emprestado ao Sport Club do Recife até o final desta temporada.
 
O jogador era o principal destaque do time júnior do Atlético e é considerado uma das grandes apostas do clube. No entanto, com a grande quantidade de atacantes no elenco profissional, Anderson dificilmente teria uma chance de ser titular. Por essa razão, o Atlético resolveu emprestá-lo a outro clube para que ele possa ganhar experiência. No Sport, Anderson jogará ao lado de Ticão (seu parceiro nos tempos de júnior), Welington, Durval e Jadilson, todos vinculados ao Furacão. Sua chegada a Recife está prevista para esta quarta-feira.

Anderson Aquino foi um dos principais artilheiros do departamento de formação do Atlético nos últimos anos, razão pela qual sua carreira tem sido acompanhada pelos torcedores atleticanos desde que ele era da categoria juvenil. Nascido em Foz do Iguaçu, Aquino mudou-se para Curitiba aos 12 anos, especialmente para jogar futebol. Começou sua trajetória no Paraná Clube, onde foi bicampeão e artilheiro do Metropolitano Infantil.

Depois de uma disputa com dirigentes do Paraná, que recusaram a liberá-lo para a Seleção Brasileira Sub-17, Anderson Aquino resolveu se transferir para o Atlético. Com a camisa rubro-negra, foi bicampeão da Dallas Cup e maior artilheiro da edição de 2005. Além disso, foi o maior goleador atleticano em praticamente todas as competições de que participou como juvenil ou júnior.

Em 2004, fez sua estréia no profissional, lançado pelo técnico Levir Culpi. No ano passado, jogou algumas partidas no Campeonato Paranaense e depois no Brasileiro, sob o comando de Antônio Lopes. Porém, não conseguiu se firmar e acabou retornando aos juniores no final da temporada, ajudando o Rubro-Negro a conquistar o bicampeonato estadual da categoria. Em 2006, disputou a Copa SP de Juniores, sua última competição pelo Atlético antes de ser emprestado ao Sport.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 20h57

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Jogando para o alemão

Willian jogará pela primeira vez
como titular do Atlético
O Atlético enfrenta o Cianorte nesta quarta-feira às 20h na Kyocera Arena pela última rodada do primeiro turno da primeira fase do Campeonato Paranaense 2006.
 
O adversário é o líder do Grupo A, com 13 pontos. O Furacão está em quarto lugar, com cinco pontos a menos.

A principal atração da partida estará fora de campo. O técnico Lothar Matthäus, que começou a trabalhar nesta terça-feira, assistirá ao jogo de um camarote na Arena e ficará com um rádio para se comunicar com o auxiliar técnico Vinícius Eutrópio, que dirigirá a equipe do banco de reservas pela última vez antes da estréia definitiva do alemão.

Pressionados para vencer em razão dos maus resultados das últimas rodadas e também em função das avaliações que serão feitas pelo novo treinador, os jogadores atleticanos prometem uma postura diferente para esta partida. É consenso entre eles de que o time precisa vencer e convencer, para reconquistar a confiança da torcida. Três jogadores desfalcarão o time: Rodriguinho, Rodrigão e Michel Bastos. Os dois primeiros cumprem suspensão, enquanto que Michel está lesionado.

Em relação ao último jogo, haverá três mudanças no time titular: Jancarlos em lugar de David, Moreno em lugar de Michel Bastos e Willian em lugar de Rodriguinho. Esta última alteração é a mais surpreendente. Willian tem apenas 19 anos e até agora não disputou sequer um jogo como titular do Furacão. Sua única participação foi justamente na última partida, contra o J. Malucelli, quando entrou no lugar de Adriano aos 42 minutos do segundo tempo. O jovem atacante foi revelado nas categorias de base do Guarani e já foi artilheiro do campeonato paulista juvenil. Habilidoso e veloz, Willian gosta de atuar pelo lado esquerdo do campo.

Adversário
O Cianorte vem a Curitiba com a marca de líder do Grupo A do Paranaense. Os destaques da equipe são o técnico Gilson Kleina, ex-Paraná e Paysandu, e o veterano atacante Sinval, ex-Portuguesa e Botafogo.

Paranaense - (01/02/06) – Atlético-PR x Cianorte
Local: Kyocera Arena; Hora: 20h; Arbitro: Nilo Neves de Souza Jr. (PR); Transmissão: Banda B (AM 550).

ATLÉTICO-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Moreno; Erandir, Alan Bahia, Adriano e Ferreira; Denis Marques e Willian.
Técnico: Vinícius Eutrópio.

CIANORTE
Danilo; Daniel Marques, William, Montoya e Ninja; Emanoel, Gilmar, Rafael e Fernandinho; Bruno Batata e Sinval.
Técnico: Gilson Kleina.



Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 20h53

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Moreno substituirá Michel Bastos nesta quarta

Moreno será titular
nesta quarta
O lateral-esquerda Michel Bastos não jogará contra o Cianorte, nesta quarta-feira, pela última rodada do primeiro turno da primeira fase do Campeonato Paranaense 2006.
 
O jogador sofreu uma torção no tornozelo na partida contra o J. Malucelli, no último domingo. Desde então, está sentindo fortes dores na musculatura tibial da perna esquerda.

Michel foi poupado do treinamento desta terça-feira pela manhã, mas ainda havia a expectativa de que ele conseguisse se recuperar. À tarde, ele novamente não treinou. Com isso, a comissão técnica confirmou que Moreno ocupará a vaga de titular da lateral-esquerda.

Moreno começou sua carreira no Corinthians e teve passagens pelas Seleções Brasileiras de base. Antes de ser contratado pelo Atlético, na metade de 2005, jogou no futebol suíço. Ele tem contrato com o Rubro-Negro até o final da temporada de 2006.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 20h50

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Sob os olhos de Lothar Matthäus, Atlético encara Cianorte

Furacão quer reabilitar-se sobre líder do Grupo A, nesta quarta, ainda dirigido pelo interino Vinicius Eutrópio.

Sem vencer há três jogos, o Atlético entra em campo na noite desta quarta-feira, 20h, na Arena, para pegar um dos líderes do Grupo A, o Cianorte, ainda sob a chancela do técnico interino Vinícius Eutrópio, mas já sob a observação de Lothar Matthäus. Com 8 pontos, o Furacão é o quarto colocado e está no limite da zona de classificação.

Matthäus esteve presente no treinamento desta terça-feira, mas optou por não assumir o time de imediato. A única novidade já implementada pelo alemão é a marcação de um treinamento para o dia do jogo, na manhã de quarta, fato incomum em campos brasileiros.

Todas as mudanças no time são por ordem de lesão ou suspensão. Michel Bastos, com dores na tíbia, está fora do jogo. Moreno entra na lateral-esquerda. Rodriguinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Rodrigão, que foi expulso no empate (1 x 1) com o J. Malucelli, deixam a equipe. Erandir e Willian ganham vagas de titulares.

Cianorte
No Cianorte, o sonho é repetir o feito da última Copa do Brasil. Na ocasião, o Corinthians estreava contra o time do interior um estrangeiro campeão mundial - e capitão - por sua seleção: o argentino Daniel Passarela. Jogando em Maringá, o Cianorte fez 3 x 0 no Timão, e apareceu para o Brasil. Ainda que não seja oficial a estréia de Matthäus (campeão do Mundo e também capitão - pela Alemanha em 90) a motivação persiste.

Para este desafio, o lateral-esquerdo Ninja está de volta a equipe, após cumprir suspensão. Quem está fora é o meia Mikimba. O time de Gilson Kleina está invicto há quatro jogos e tem como destaques o lateral-direito Daniel Marques e o veterano atacante Sinval, ambos com 4 gols marcados.

ATLÉTICO-PR x CIANORTE

Data: 01/02/2006 (quarta-feira)
Local: Kyocera Arena, em Curitiba
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Nilo Neves de Souza Jr. (PR)
Assistentes: José Amilton Pontarolo e Sidnei Nairne (ambos do PR)

Atlético-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Moreno; Alan Bahia, Erandir, Adriano e Ferreira; Willian e Denis Marques
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)

Cianorte
Danilo; Daniel Marques, William, Montoya e Ninja; Emanoel, Gilmar, Rafael (Robert) e Fernandinho; Bruno Batata e Sinval
Técnico: Gilson Kleina

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 20h48

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Lista dos convocados para o jogo desta quarta

Tem cada jogador...
 
A comissão técnica atleticana convocou 19 atletas para a concentração do jogo contra o Cianorte, nesta quarta-feira às 20h na Kyocera Arena. Confira a lista dos convocados:

GOLEIROS
Tiago Cardoso
Cléber

LATERAIS
Jancarlos
David
Michel Bastos
Moreno
Ivan

ZAGUEIROS
Danilo
Paulo André
Juninho

VOLANTES
Alan Bahia
Erandir
Cristian

MEIAS
Adriano
Ferreira
Pezzolano

ATACANTES
Denis Marques
Ricardinho
Willian
Cléo
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 20h45

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Arquivo
Matthäus: trabalho duro

CT DO CAJU
Matthäus fará treino em dia de partida

Nesta quarta-feira, horas antes da partida diante do Cianorte, Lothar Matthäus faz treino pela manhã com os relacionados.

Assim que chegou ao Atlético-PR na última segunda-feira, Lothar Matthäus frisou que um dos principais mandamentos de sua cartilha é trabalhar muito. E entre as primeiras medidas, o alemão já marcou um treino para a manhã desta quarta-feira para todo o elenco, horas antes de o time jogar pelo Campeonato Paranaense.

Os jogadores que estiverem relacionados para enfrentar o Cianorte, às 20h, na Arena da Baixada, realizam uma movimentação leve no CT do Caju, algo incomum entre os treinadores brasileiros. Os demais atletas trabalham normalmente.

Na manhã desta terça-feira, Matthäus foi apresentado ao elenco rubro-negro e observou atentamente aos treinos. Em seu primeiro dia de trabalho, ele aproveitou para conversar com os integrantes de sua comissão, sobretudo com o auxiliar Vinícius Eutrópio, que comanda o Furacão desde o início do Paranaense.

O alemão irá acompanhar das tribunas da Arena o duelo com o Cianorte, nesta quarta, para conhecer melhor o potencial da equipe. Sua estréia no banco de reservas acontecerá no domingo, contra o Galo Maringá, também em casa.

Matthäus, cujo contrato com o Furacão termina no fim de 2006, tem sido acompanhado de perto pelo intérprete Klaus Junginger, responsável pela comunicação do treinador com comissão e jogadores.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 20h42

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Matthäus começa a trabalhar e já surpreende no Furacão

Novo treinador já participou dos treinamentos desta terça-feira pela manhã. Para passar orientações, o alemão conta com um intérprete em campo.

O novo técnico do Atlético, Lothar Matthäus, foi apresentado ao elenco de jogadores rubro-negros na manhã desta terça-feira. Em sua primeira conversa com o grupo, o alemão explicou um pouco da sua metodologia de trabalho e anunciou a primeira mudança. Nesta quarta-feira, dia do jogo com o Cianorte, haverá um treino pela manhã.

Esse tipo de prática, de fazer treino em dia de jogo, é pouco comum, ou quase inexistente em times do futebol brasileiro. Os jogadores, apesar de um pouco surpreendidos, se mostraram receptivos ao novo planejamento. O zagueiro Paulo André disse que um treino recreativo no dia do jogo pode ser importante para unir o grupo.

Interado sobre o que acontece no Furacão, Matthäus já conhece as características de alguns dos principais jogadores do Atlético. Há cerca de duas semanas, desde que foi anunciado como o novo comandante rubro negro, o técnico vem assistindo fitas de vídeo que mostram os jogadores em jogos e treinos.

Nos trabalhos da manhã, Matthäus ficou acompanhado do coordenador de futebol, Borba Filho, e do seu intérprete, Klaus Junginger, que também foi o responsável pela tradução na entrevista coletiva de apresentação nesta segunda.

Um problema a menos
Um dos homens de confiança do técnico Lothar Matthäus em campo deve ser o zagueiro Paulo André. O jogador tem experiências pelo futebol europeu e fala inglês fluentemente, além de estar aprendendo italiano. Como o novo treinador fala estas duas línguas fluentemente, além do alemão, Paulo André pode ser a ponte entre o comandante e os comandados.

A diretoria segue procurando um intérprete para o técnico alemão. Quase 100 currículos de profissionais se oferecendo para esta função chegaram ao setor administrativo do Atlético. Porém, o tradutor dificilmente será escolhido desta forma, já que além de falar português e alemão, deve entender muito bem de futebol e não interferir nas ordens do técnico.

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 20h39

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DEP. MÉDICO
Ivan, Evandro, Fabrício e Dagoberto de volta aos gramados

O lateral-esquerdo Ivan, os meias Evandro e Fabrício e o atacante Dagoberto iniciaram os trabalhos com bola junto com o elenco atleticano.

Os quatro jogadores permaneceram por um bom tempo no departamento médico. Com sorrisos em seus rostos, os quatro participaram do treinamento que teve a observação do novo técnico Lothar Matthäus. Ivan contou qual foi a sensação de voltar a treinar com bola e qual será sua maior dificuldade. “Eu não via a hora de jogar. Foi muito bom. Estamos (Ivan, Fabrício, Evandro e Dagoberto) tranqüilos agora e com muita esperança de que tudo vai dar certo para nós. No começo sempre tem um pouco de insegurança no local que foi lesionado. Mas como a vontade de jogar é maior, vamos esquecer isso”, disse o lateral Ivan.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h35

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CLUBE
Dupla de zaga confiante com a chegada de Matthäus

Zagueiros querem mostrar seu futebol

Os zagueiros Danilo e Paulo André estão empolgados com a chegada do técnico Lothar Matthäus.

Os jogadores acreditam que o treinador alemão movimentará o ambiente nos treinamentos. "Quando um treinador novo chega, queremos mostrar o que podemos fazer em campo", afirmou Paulo André. Danilo concorda com o companheiro. "Os treinamentos ficarão mais competitivos", disse.

Danilo revelou um pouco do que foi pedido pelo treinador. "Ele cobrou profissionalismo e está disposto a nos ajudar 24 horas por dia", contou. Sobre a próxima partida, que será analisada por Matthäus, Paulo André falou da obrigação do Atlético conseguir um bom resultado. "É nossa obrigação vencer dentro de casa. Temos de vencer, mas também convencer nesta partida", analisou Paulo André.

Danilo e Paulo André têm formado a dupla da zaga constante atleticana. Danilo participou de 63 jogo pelo Rubro-Negro, tendo vencido 31 partidas e marcado cinco gols. Paulo André atuou em 33 jogos, sendo 18 vitórias. O zagueiro marcou dois gols com a camisa atleticana.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h26

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DEP. MÉDICO
Michel Bastos sentiu dores e preocupa

O lateral-esquerda Michel Bastos não participou de todo o treinamento desta manhã.
 
O jogador sentiu dores na musculatura tibial da perna esquerda, após ter sofrido uma torção no tornozelo na partida contra o J. Malucelli. No início desta tarde, Michel será submetido a um exame de ultra-sonografia para saber a gravidade de sua contusão.
 
Fonte: Site Oficial do Atlético-PR


Escrito por Vinícius às 20h21

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Técnico inova e marca treino para o dia do jogo

O técnico Lothar Matthäus já começa a implementar seu estilo de comando no Atlético.
 
Logo em seu primeiro dia de trabalho no CT do Caju, o alemão anunciou algumas mudanças na preparação da equipe. A mais evidente delas é a marcação de um treinamento para esta quarta-feira pela manhã, no mesmo dia em que o Atlético jogará contra o Cianorte, na Kyocera Arena.

Normalmente, os times brasileiros não têm o costume de treinar nos dias de jogos. Matthäus pretende que os atletas façam um treino antes do jogo para que já estejam preparados para a partida da noite.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 20h18

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Técnico participou do treino em campo

Lothar Matthäus, novo treinador do Atlético, chegou ao CT do Caju nesta manhã.

O técnico, que já havia se interado dos trabalhos em reunião realizada ontem com a comissão técnica, foi apresentado aos atletas e fez questão de subir ao campo. Ao lado do intérprete Klaus Junginger, que foi responsável pela tradução em sua coletiva de apresentação, Matthäus observou toda a movimentação do grupo em campo e recebeu várias informações sobre os atletas. No treinamento desta tarde, Matthäus também participará da observação do trabalho.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h16

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Matthäus foi apresentado aos atletas

Matthäus conversou com os atletas

O novo técnico do Atlético, Lothar Matthäus, foi apresentado oficialmente aos jogadores atleticanos nesta manhã.

Em sua conversa com os atletas, Lothar expôs o que pretende realizar e quais os objetivos a serem alcançados em seu trabalho no Rubro-Negro. Após a apresentação, o treinador atleticano se preparou para participar do treinamento da manhã.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 20h14

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Matthäus começou a trabalhar nesta manhã

Matthäus começou a trabalhar
no CT do Caju nesta terça-feira
O técnico alemão Lothar Matthäus começou a trabalhar no Atlético na manhã desta terça-feira, no CT do Caju.
 
Vestido com calção e camisa cinza e boné fabricados pela Umbro para a comissão técnica atleticana, Matthäus passou a maior parte do tempo apenas observando a movimentação dos jogadores, orientados mais diretamente pelo auxiliar Vinícius Eutrópio e pelo preparador físico Riva de Carli.

Matthäus foi apresentado aos jogadores e aos demais membros da comissão técnica. O programa Globo Esporte exibiu uma imagem do técnico abraçando o massagista Bolinha, demonstrando que o alemão já está se integrando com os funcionários do clube.

Auxiliado pelo intérprete Klaus Junginger, Matthäus conversou com o consultor técnico Borba Filho, que lhe transmitiu informações sobre os jogadores.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 20h11

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Folha Imagem
Parreira: confiança

SELEÇÃO BRASILEIRA - Elenco
Parreira manifesta apoio a Dida

Para o técnico da Seleção Brasileira, goleiro não chegaria à sua terceira Copa do Mundo se não tivesse qualidade.

A exemplo do técnico do Milan, Carlo Ancelotti, o técnico da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Parreira, manifestou apoio ao goleiro Dida, que falho no gol do Sampdoria, no empate em 1 x 1, pela última rodada do Campeonato Italiano. "Se o Dida foi duas vezes à Copa do Mundo e está indo para a terceira é porque ao longo da sua carreira mostrou qualidade", disse Parreira, entrevista à Rádio Itatiaia.

Segundo o treinador da Seleção Brasileira, ninguém é "impunemente" campeão italiano e europeu, "jogando por uma equipe tão famosa e importante como o Milan". Parreira esteve em Belo Horizonte na noite desta segunda-feira, para receber o Troféu Telê Santana, na categoria futebol internacional, premiação organizada pela TV Alterosa.

Indagado se sua dúvida para o gol da Seleção na Copa da Alemanha, está entre Marcos, Gomes e Rogério Ceni, já que Dida e Júlio César estariam garantidos, Parreira não quis falar em nomes. "Não quero falar em nomes, a convocação vai ser apresentada no final de maio, não quero levantar nenhum tipo de possibilidade", comentou.

"Acho que estamos atentos, temos dificuldades ainda para fechar o grupo. Isso vai ser resolvido, bem pesado e balanceado na época propícia. Nós temos quatro meses até a Copa e não precisamos antecipar nada agora", afirmou Parreira.

A solenidade de entrega do Troféu Telê Santana, em homenagem ao treinador da Seleção Brasileira nas Copas do Mundo de 1982 e 1986, contou com a presença ainda de outro ex-treinador do escrete canarinho, Wanderley Luxemburgo, atual comandante do Santos.

O atacante Marques, do rebaixado Atlético-MG, foi eleito o craque do futebol mineiro em 2005. O meia Kerlon, de 17 anos, foi escolhido a revelação.

Seleção do Troféu Telê Santana
Bruno (Atlético-MG); Zé Antônio (Atlético-MG), Cáceres (Atlético-MG), Willian (Ipatinga) e Wagner (Cruzeiro); Fábio Santos (Cruzeiro), Paulinho (Ipatinga), Léo Medeiros (Ipatinga) e Kelly (Cruzeiro); Fred (Cruzeiro) e Marques (Atlético-MG).
Técnico: Ney Franco (Ipatinga)

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 20h09

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Torcida
Torcedores foram ao Rayon para ver Matthäus

Fernando, Jeferson e Ionildes:
tentativa de ver o técnico de perto
O nome do novo ídolo eles sabiam de cor: Lothar Matthäus.
 
Depois de acompanharem lances e gols de um dos maiores jogadores da história do futebol mundial pela TV ou através de fotos de jornais, chegava a hora de conhecer Matthäus de pertinho. E foram movidos por esse sonho que Jeferson Luiz de Matos, Fernando Habib Sotnas e Ionildes Pinheiro se dirigiram ao Hotel Rayon, no centro de Curitiba. O trio trazia consigo a curiosidade e a esperança dos mais de um milhão de atleticanos espalhados pelo planeta.

O relógio ainda apontava 16 horas quando Jeferson Luiz de Matos, de 19 anos, chegou em frente ao hotel. Faltando uma hora para o início da coletiva, ele sabia que dificilmente conseguiria ver Lothar Matthäus, mas mesmo assim decidiu arriscar. “Estou muito confiante de que o trabalho dele vai dar certo”, disse. “Infelizmente não consegui vê-lo e acho até que nem vou conseguir nada aqui hoje. Deveriam ter pensado numa aparição dele hoje para a torcida, lá na Arena”, completou.

No trio, a palavra otimismo era o que mais se ouvia. “Maravilhoso! O Atlético vai ganhar em todos os aspectos, no marketing, financeiramente, na divulgação. Tomara que ele consiga traduzir esse prestígio todo em resultados dentro de campo. Aí ninguém segura a gente”, aposta Ionildes Pinheiro, de 53 anos. “Espero que ele faça um bom trabalho no clube e que o time faça uma boa apresentação. Creio que unido seus conhecimentos de futebol com o talento que o nosso time tem, o resultado pode ser de muitas conquistas para o Atlético”, prevê Fernando Habib Sotnas, de 35 anos.

Além do botton do Atlético, ele exibia com orgulho uma amarelada carteirinha do Furacão. Com a experiência de viver tempos difíceis acompanhando o time, fala com orgulho desse novo passo que o Atlético está dando. “Com certeza é uma contratação fantástica, não apenas na parte técnica, como no marketing do Atlético, do futebol paranaense e do Brasil”, relata. Já quando o assunto é ver Matthäus, a decepção toma o lugar da confiança. “Se ele pudesse vir aqui pelo menos dar um oi para nós seria muito bem-vindo. Mas é difícil”, disse Fernando.

Foram cerca de 100 jornalistas que conseguiram o acesso vip para acompanhar a coletiva. Para driblar o forte esquema de segurança montado, seria preciso muita habilidade. Então, o trio preferiu se contentar em ficar em frente ao hotel, na calçada, batendo papo, falando daquilo que eles mais gostam: o Atlético. Ah, ver Lothar Matthäus de perto? Isso eles garantem que farão junto com o restante da torcida atleticana, no jogo deste sábado, contra o Galo Maringá, na Kyocera Arena. Por ora, eles desejam apenas boa sorte a Matthäus, ou como preferiu dizer Fernando Sotnas: “Viel Glueck, Matthäus!”.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 10h27

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Novo técnico estréia sábado

O técnico Lothar Matthäus assume o comando do Atlético hoje, mas só deve sentar no banco de reservas na partida de sábado contra o Galo Maringá, pelo Campeonato Paranaense.

De acordo com o treinador do Rubro-Negro, a primeira missão é se ambientar no novo clube antes de colocar em prática o seu trabalho. Trabalho esse que ele já iniciou ontem e que garante que é para deixar o Furacão ofensivo, como ele jogou e gosta de ver suas equipes.

Logo após o desembarque, o alemão se reuniu com a comissão técnica e já ficou a par da atual situação do Atlético na temporada 2006. “Já tive uma reunião com a comissão e não quero perder tempo. Amanhã cedo já estarei no CT”, revelou. No entanto, ele quer tempo para conhecer melhor o clube e os jogadores antes de sentar no banco num jogo oficial. “Talvez esse processo leve uma semana. Quero me ambientar antes para falar com desenvoltura sobre o time. Tanto faz se vou dar orientações no banco ou ficar observando na arquibancada”, apontou.

De certo mesmo, por enquanto, é o gosto pelo futebol ofensivo. “A minha tendência é ofensiva. Futebol é equipe e todos devem jogar para cima, mas perdendo, todos devem voltar e colaborar defensivamente”, ponderou. Sobre a tática do time, ele vai esperar mais um pouco antes de falar para a imprensa. “É necessário, primeiro, que os jogadores saibam o que eu quero deles”, revelou. Mas, não deve modificar muito o que já vem sendo feito. “Minha missão não é modificar, mas corrigir pontos errados e aprimorar aquilo que for possível aprimorar”, finalizou. Hoje, o elenco trabalha no período da tarde no CT do Caju, na preparação para a partida de amanhã contra o Cianorte, às 20h, na Kyocera Arena. Para este confronto, o time não terá Rodriguinho, com o terceiro amarelo, e Rodrigão, expulso contra  o J. Malucelli.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h22

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Feliz, Lothar Matthäus assume o Atlético


O treinador alemão espera ficar no Atlético por muito tempo

“É uma alegria estar aqui.”

Assim, o técnico Lothar Matthäus definiu a sua presença em definitivo na cidade para dirigir o Atlético. Cercado de expectativa pelo ineditismo da presença de um treinador alemão no Brasil, o novo comandante do rubro-negro já avisou que está preparado para as pressões e prometeu fazer o melhor possível para manter o Furacão entre as principais equipes do País. Com contrato até o final do Campeonato Brasileiro, ele garante que a passagem pela Baixada não é um estágio para dirigir a seleção alemã e até espera permanecer por mais tempo aqui.

“Sei que as expectativas estão lá em cima, mas foi sempre assim na minha vida e vou lutar para conseguir novas conquistas aqui”, disse, em seu primeiro pronunciamento como contratado do Atlético. Após aterrissar pela manhã no Aeroporto Afonso Pena, Matthäus foi cercado pela imprensa e torcedores e já começou a presenciar o que o espera em seu trabalho no Brasil. “Sei das vozes críticas que existem aqui e da desconfiança sobre os treinadores europeus, mas estou aguardando esse momento com muita ansiedade”, destacou.

Depois de alertado sobre a política pouco amigável dos clubes nacionais de mandarem treinadores embora por falta de resultados, Matthäus avisou que sabe disso. “Faz 30 anos que estou nessa indústria e é padrão no mundo inteiro jogadores e treinadores serem avaliados por seus resultados”, ressaltou. No entanto, ele acredita no seu trabalho e não teme por uma demissão. “É importante acreditar no seu potencial e no potencial dos jogadores. O Atlético oferece estrutura e eu não tenho medo desse desafio”, revelou.

E é esse desafio que está movendo o supercampeão, ex-capitão da seleção alemã.

“É disso que eu gosto. Ser alemão aqui não será problema, muito menos o idioma. É a mesma coisa que ser treinador na Sérvia e Montenegro ou na Hungria”, comparou. Vivendo o dia-a-dia do futebol, ele já garantiu que está 24 horas à disposição dos companheiros de comissão técnica e dos jogadores. “Eu costumo trabalhar em equipe, não só dentro de campo, mas fora dele também”, apontou.

Depois de treinar Rapid Viena (Aústria), Partizan Belgrado (Sérvia e Montenegro) e seleção húngara, a presença de Matthäus no Atlético seria um estágio para pegar a seleção alemã, mas ele negou essa possibilidade. “Isso para mim é uma novidade. Não vou me preocupar com essa questão, que deve ser especulação da imprensa. No momento, minhas forças estão concentradas no Atlético”, finalizou.

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 10h20

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Matthäus: bom-humor e confiança.

CAMP. PARANAENSE
Lothar Matthäus, mãos à obra

Sob o ar da incógnita, alemão inicia nesta terça seu trabalho no Atlético.

Foi apresentado para a imprensa, em uma concorrida coletiva, na tarde desta segunda-feira, o novo técnico do Atlético, o ex-capitão da seleção alemã, Lothar Matthäus. Matthäus chegou na hora combinada, às 17h, e com um sorriso de orelha a orelha.

Questionado na coletiva, se sua permanência no cargo dependia dos resultados imediatos e se solicitou mais tempo para se adaptar a realidade do futebol brasileiro, ele declarou que está ciente da responsabilidade, que acredita em seu trabalho e que não tem qualquer temor.

"Faz trinta anos que estou nesta indústria e é padrão no mundo inteiro tanto para os jogadores quanto para o treinador serem avaliados pelos seus resultados. O mais importante nesta questão é que se trabalhe 100% e que se acredite no seu potencial e no potencial dos seus jogadores. E o potencial oferecido pelo Atlético é muito bom. A aparência destes resultados não depende somente do treinador, apesar de muitas vezes ele ser julgado assim pela sociedade. Mas eu não tenho medo disso, tenho até prazer neste desafio. E estou esperando bons resultados, porque no caso de bons resultado o treinador também é o responsável", afirmou o novo comandante do Furacão.

O bom humor de Lothar Matthäus foi a tônica da coletiva. Quando perguntado sobre detalhes de seu contrato com o Atlético, respondeu que o documento tinha uma cláusula que rezava "não leia!" disse, rindo. Quem melhor resumiu o desafio do técnico alemão foi o professor, escritor e historiador de futebol, Heriberto Ivan Machado. "Lothar Matthäus vai ter de adaptar o dogmatismo do futebol alemão à ginga do jogador brasileiro". Como técnico, Lothar Matthäus comandou três equipes. O Rubro-Negro é o quarto time em sua carreira e o primeiro fora da Europa. Em 2001, foi treinador do Rapid Viena, da Áustria. No final de 2002, assumiu o Partizan Belgrado. Neste clube conquistou o Campeonato da Sérvia e Montenegro. Depois do Partizan, assumiu a seleção da Hungria, trabalho que durou dois anos até o fim de 2005.

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 10h17

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Treinos em dois períodos nesta terça-feira

O time principal do Atlético treina em dois períodos nesta terça-feira.

Pela manhã, o treino está marcado para às 9h30, enquanto o treino da tarde tem início às 16h.

Fonte: Site Oficial do Atlético-PR



Escrito por Vinícius às 22h12

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pelé.Net

TÉCNICO
Matthäus promete o Atlético-PR ofensivo

Treinador garantiu que a equipe vai ter postura ofensiva nesta temporada, mas cobrou discilpina em campo e fora dele.

Logo na chegada ao novo clube, o técnico alemão Lothar Matthäus deu ao torcedor rubro-negro uma idéia do que será o Atlético-PR que ele vai comandar. A idéia do treinador é montar uma equipe disciplinada taticamente, mas com perfil ofensivo.

"O Atlético-PR vai jogar sempre buscando a vitória, de forma ofensiva, e nunca preocupado em parar o adversário. Minha tendência é sempre atacar. Vou tentar aproveitar os pontos fortes do brasileiro, que são a habilidade e a alegria de jogar", prometeu Matthäus.

O futebol ofensivo que o novo treinador do Atlético-PR imagina, contudo, não abandona a disciplina tática: "O futebol brasileiro é muito criativo, mas não pode andar isolado. É preciso ter vontade e trabalhar muito para que essa criatividade possa aparecer".

Além da dedicação dentro de campo, Matthäus mostrou preocupação com o comportamento dos atletas longe das quatro linhas. "É preciso ter disciplina para que o rendimento aconteça. Tudo pode afetar o desempenho da equipe", explicou.

Como treinador, Matthäus já passou pelo Rapid Viena, pelo Partizan Belgrado e pela seleção da Hungria. Agora, em sua quarta experiência fora de seu país, ele revelou que quer aprender bastante.

"Adoro andar por novos caminhos e estou aqui para me desenvolver. O futebol alemão lucrou muito com a presença de jogadores brasileiros, e eu quero ter esse contato com eles também. Mas é claro que tenho muito a transmitir e devolver ao elenco", ponderou o alemão.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 22h11

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ESPECIAL
Alemão na área

Clube Concórdia: sociedade alemã cujo
patrimônio já pertenceu ao Atlético
Uma das características mais marcantes da história do Clube Atlético Paranaense, e que tanto orgulha sua gente, é o espírito democrático.
 
A tradição de aproximar pessoas tão diferentes em torno do mesmo ideal foi iniciada logo na fundação. A junção de forças entre o Internacional e o América é prova inequívoca de que o novo clube estaria fadado a promover união e a ser objeto da paixão de todo o tipo de torcedor.

O espírito democrático, de não cometer nenhuma rejeição por origem, credo ou raça, está nas raízes atleticanas. Em 1912, Joaquim Américo liderou um grupo que fundou o Internacional Foot-Ball Club. O próprio nome já era um recado: este seria o clube que estaria de portas abertas a todos os curitibanos, paranaenses e estrangeiros. Era uma evidente oposição ao Coritiba, surgido alguns anos antes e restrito à comunidade alemã.

Não se pode negar que o clube mais alemão da cidade é o Coritiba. Mas o Atlético é o mais democrático: agrega italianos, poloneses, ucranianos, portugueses, árabes, austríacos, suíços, russos, holandeses, franceses, espanhóis, e até alemães.

É isso mesmo: a torcida atleticana é grande e fanática mesmo entre os descendentes de alemães. E a história do clube foi construída com a colaboração de muitos deles. Por isso, o técnico Lothar Matthäus não se sentirá um estranho no ninho. A torcida atleticana está de braços abertos para recebê-lo e esperançosa que ele grave seu nome como o fizeram diversos rubro-negros de origem germânica.


Escrito por Vinícius às 22h08

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Os alemães no Atlético
Dezenas de pessoas de origem alemã foram de fundamental importância ao Clube Atlético Paranaense ao longo de seus 82 anos, seja na função de dirigentes, jogadores ou torcedores. Para contar essa história, tivemos de escolher alguns personagens. Aqueles que, por uma razão ou outra, representam um elo entre o Furacão e a Alemanha.

Os primeiros descendentes de alemães a tomarem parte do Atlético são oriundos do Internacional. Os irmãos Mäder (Candido, Erasmo, Hugo e Othon) praticaram futebol na Baixada. Hugo foi o primeiro secretário do alvinegro. Erasmo integrou a primeira diretoria do Atlético. Anos mais tarde, tanto Erasmo quanto Candido foram presidentes do Rubro-Negro.

A família Mäder é originária da Suíça, de uma cidade chamada Schaffhausen, que fica no norte do país e faz fronteira com a Alemanha. A cidade fez parte do Império Austro-Húngaro e por isso, a influência germânica é marcante - a tal ponto de a língua alemã ser a praticada na localidade. Mesmo com forte tradição alemã, os irmãos Mäder não simpatizaram com o Coritiba, que reunia os ex-participantes do Clube de Ginástica Teuto-Brasileiro. Por isso, escolheram o Atlético e foram recebidos de braços abertos - sem qualquer restrição por sua origem.

Tão impressionante quanto à acolhida dos Mäder é a história de José Gustavo de Macedo Seiler. Descendente de alemães, José Gustavo era filho de João Vianna Seiler, fundador e primeiro presidente do Coritiba. Mas a pressão do pai não foi suficiente para cooptar José Gustavo. Desde cedo, seu coração bateu mais forte pelo Atlético. Jogou nos médios (denominação de então para os juniores) entre 1935 e 1937. Seu apelido como atleta era "Alemão", para evitar o desgosto do pai de ver estampado o nome Seiler ligado ao Rubro-Negro. José Gustavo Seiler foi ainda médico do Atlético por vários anos e conselheiro do clube na gestão de João Alfredo Silva. Morreu em 1997, aos 84 anos, com a honra de ter o caixão coberto por uma bandeira rubro-negra.

Paulo Rink: revelado pelo Atlético e
com passagem pela seleção alemã
Mais recentemente, outro "alemão" brilhou com a camisa atleticana. Paulo Roberto Rink, nascido em Curitiba e atleticano desde criancinha, foi um dos principais ídolos da torcida e ajudou o clube a conquistar o título da segunda divisão do Campeonato Brasileiro em 1995. Depois, foi negociado com o Bayer Leverkusen e se naturalizou alemão, resgatando as tradições da família Rink. Orgulho ainda maior, tornou-se o primeiro brasileiro nato a vestir a camisa da seleção alemã - jogando inclusive ao lado do lendário Lothar Matthäus.

Dentre os dirigentes, o Atlético teve ainda outros dois presidentes cujos sobrenomes têm origem alemã: o belga Carlos Zehnpfennig, na década de 60, e Valmor Zimermann, na década de 80.

Os clubes alemães
A influência germânica em Curitiba não se deu apenas no comércio ou nas atividades de profissionais liberais. Os descendentes fundaram diversos clubes sociais para a prática de diversas atividades durante o tempo livre e como medida de preservação cultural. Muitas dessas entidades existem até hoje, como o Clube Concórdia, Graciosa Country Club, Sociedade Duque de Caxias, Clube Rio Branco e Sociedade Thalia, entre outros.

O Concórdia é um dos clubes que ainda mantêm a tradição germânica entre as suas práticas. O clube foi fundado em 1869 com o nome de "Verein Deutscher Sängerbund" ("Associação Alemã de Cantores"). Ou seja, tratava-se de uma sociedade eminentemente dedicada à música e às artes. Ao longo dos anos, o clube foi incorporando diversas outras associações e diversificando suas práticas. No final da década de 30, os alemães foram proibidos de participar da diretoria de clubes em todo o Brasil e o "Verein Deutscher Sängerbund" mudou de nome para Clube Concórdia.

Em 1942, durante a II Guerra Mundial, o clube foi tomado de seus sócios e foi administrado pela Cruz Vermelha e pela Liga de Defesa Nacional. Em junho de 1945, o interventor Manoel Ribas decretou a transferência do Clube Concórdia ao Clube Atlético Paranaense. Durante cerca de seis meses, o Rubro-Negro ocupou a sede central do Concórdia, na Rua Carlos Cavalcanti. Ao final do ano, e com o fim da Guerra, o patrimônio foi devolvido aos sócios.

Matthäus: apreciador da famosa
festa do chopp de Munique
Além dessa ligação histórica com o Atlético, o Concórdia se orgulha ainda de outro feito: foi na sede do clube que foi realizada a primeira Oktoberfest do Brasil. Inspirados na tradicional festa do chopp de Munique, os diretores do Concórdia resolveram promover um evento parecido em 1961. De lá para cá, a festa se popularizou no Brasil e hoje é realizada em diversas cidades, como Blumenau, Rolândia e Ponta Grossa.

Atualmente, o Concórdia possui cerca de 800 sócios. "Diria que metade do nosso quadro de sócios é de descendentes alemães. Houve tanta mistura no Brasil que o clube deixou de ser apenas dos alemães", conta o atual presidente do Concórdia, Claudio Luiz Mäder, neto de Othon e sobrinho-neto de Candido e Erasmo, ex-presidentes do Atlético. "Pouca gente fala a língua alemã, mas fazemos questão de manter a tradição. O clube tem um grupo folclórico e realizamos as tradicionais festa da cerveja em outubro e da colheita em agosto", completa Mäder.

Ainda não houve nenhuma reunião da diretoria do Clube Concórdia neste ano, razão pela qual não foi discutida alguma recepção especial para a chegada do ilustre Lothar Matthäus. Porém,o presidente garante que o alemão será bem acolhido pela colônia. "Vamos preparar alguma coisa e convidá-lo para alguma festa. Não vai ser igual às festas que ele freqüenta na Alemanha, mas alguma coisa vai fazê-lo lembrar da terra", promete Mäder.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 22h08

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Matthäus não deve ficar no banco contra o Cianorte

Alemão prefere apenas
acompanhar o treino
desta terça-feira
 
O primeiro dia de trabalho de Lothar Matthäus no Atlético-PR será nesta terça-feira.
 
Ele conhecerá o grupo de atletas com quem vai trabalhar e acompanhar seu primeiro treino, mas não deve dirigir a equipe contra o Cianorte, nesta quarta-feira. A estréia ficará para o fim de semana, contra o Galo Maringá.

"Amanhã cedo estarei lá durante o treinamento. Vou me contentar em observar bastante nos primeiros dias e analisar a qualidade dos jogadores. Quero entender toda a atmosfera, conhecer os atletas, me identificar com os pontos fortes e tentar melhorar os pontos mais fracos", declarou.

Matthäus pode até participar da escalação do Atlético na quarta, mas não ficará na beira do gramado. "Já serei o treinador do time a partir do dia 1° de fevereiro. Não preciso estar no banco para comandar o time. Só decidirei isso após o trabalho no dia-a-dia", completou.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 21h49

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Folha Imagem
Matthäus quer tempo

CAMP. PARANAENSE
Matthäus espera ter tempo para acertar

Apresentado nesta segunda, o novo treinador do Rubro-Negro admitiu que vai sofrer pressão e pediu paciência para render.

Apresentado oficialmente em um hotel do centro de Curitiba, o técnico alemão Lothar Matthäus iniciou na tarde desta segunda-feira o trabalho no Atlético-PR. Na chegada, o novo comandante rubro-negro admitiu que seu trabalho será cercado por muita expectativa. Contudo, pediu tempo para se acertar no clube e no futebol brasileiro.

A primeira demonstração que Matthäus recebeu do quanto ele será cobrado é que sua apresentação foi acompanhada por cerca de 100 jornalistas, sendo duas equipes de rádio e uma de TV vindas da Alemanha.

"Sei da expectativa que existe sobre mim. Vou procurar fazer aqui no Atlético-PR o que sempre fiz na minha carreira: vou trabalhar e trabalhar muito. Sempre dei tudo de mim para as coisas acontecerem e quero repetir isso aqui", garantiu o treinador alemão.

Para justificar as cobranças que vai receber, Matthäus invocou o histórico de sua carreira como jogador: "Consegui somar muito no período em que fui atleta e isso aconteceu porque sempre trabalhei com muita dedicação".

Entusiasmado e ciente da pressão que vai cercá-lo, o novo treinador do Atlético-PR não estipulou uma data para fazer a equipe render bem. Preocupado com a expectativa, Matthäus pediu um tempo para se acertar em Curitiba.

"Ainda é cedo para dizer quando o time vai se acertar. Vou ministrar meus treinamentos e procurar manter as qualidades já existentes, mas não sei quando o time vai assimilar o que eu pretendo passar. Preciso de um tempo até eu conseguir ter a visão total da arte brasileira do futebol. Só aí é que eu vou poder falar com desenvoltura sobre adversários e comparar nosso potencial com o deles", explicou Matthäus.

Nesta terça-feira, o alemão fará o primeiro treinamento à frente do Atlético-PR. No entanto, ele ainda assistirá das tribunas o jogo contra o Cianorte, na quarta-feira, às 20h30, na Kyocera Arena.

Com isso, a estréia de Matthäus no Atlético-PR acontecerá no domingo, quando o Rubro-Negro receberá o Galo Maringá na Arena. "Não preciso estar no banco para comandar o time. Sou o treinador a partir de hoje [segunda-feira], mas quero apenas acompanhar um jogo para ter uma noção do potencial da equipe", ponderou.

Fonte: Pelé.Net



Escrito por Vinícius às 21h46

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Atlético-PR é o quarto time de Lothar Matthäus

Matthäus fez história no Bayern
de Munique e na Internazionale
 
Lothar Matthäus foi um dos maiores jogadores do futebol mundial.
 
Como técnico, o alemão comandou três equipes antes do Atlético-PR. Em 2001, foi responsável pelo Rapid Viena, da Áustria. No final de 2002, assumiu o Partizan Belgrado, onde conquistou o Campeonato da Sérvia e Montenegro. Depois do Partizan, assumiu a seleção da Hungria, trabalho que durou dois anos e terminou no mês passado.

Nascido na cidade de Erlangen (Alemanha), em 21 de março de 1961, Matthäus começou sua carreira no clube de sua cidade, o FC Herzogenaurach.

Com 18 anos, transferiu-se para o Borussia Mönchengladbach, clube em que chamou a atenção e foi convocado para servir a seleção da Alemanha. Em 1980, ajudou sua seleção a conquistar a Copa da Europa. Em 1982, Matthäus fez sua estréia em Copas do Mundo, quando a Alemanha venceu o Chile por 4 a 1. No entanto, ele ainda não era titular absoluto e seu país acabou perdendo a final para a Itália.

Em 1984, Matthäus foi transferido para o Bayern de Munique. Em suas duas passagens pelo clube, conquistou vários títulos. Foi duas vezes vice-campeão da Copa dos Campeões da Europa (1987 e 1999), sete vezes campeão alemão (1985, 1986, 1987, 1994, 1997, 1999 e 2000), quatro vezes vice-campeão Alemão (1988, 1993, 1996 e 1998), três vezes campeão da Copa da Alemanha (1986, 1998 e 2000), duas vezes vice-campeão da Copa da Alemanha (1985 e 1999) e campeão da Copa da UEFA em 1996.

Em 1986, Matthäus disputou sua segunda Copa do Mundo, no México. Apesar de ter feito belas apresentações na equipe, a Alemanha não conseguiu se sagrar campeã. Em 1988, transferiu-se para a Internazionale, clube que defendeu por cinco anos. Em seu primeiro ano, ajudou a equipe a conquistar o Campeonato Italiano e a Supercopa da Itália.

Sentindo-se em casa, Lothar defendeu novamente a Alemanha na Copa do Mundo de 1990, realizada na Itália. Esta foi sua melhor participação em Mundiais. Capitão, ele comandou os alemães, marcou quatro gols e levantou a taça do título, na final em Roma.

Graças ao seu excelente desempenho, Matthäus ganhou os prêmios de melhor atleta do mundo, melhor jogador de futebol do mundo, melhor jogador de futebol da Europa e melhor jogador de futebol da Alemanha. No ano seguinte, conquistou a Copa da Uefa pela Internazionale.

Em 1994, voltou ao Bayern de Munique. Pela seleção, disputou sua quarta Copa do Mundo, desta vez nos Estados Unidos. A Alemanha foi desclassificada nas quartas-de-final. Matthäus ainda voltou a vestir a camisa de sua seleção na Copa de 1998 e entrou para a história dos mundiais com o recorde de 25 partidas em cinco edições. O último clube em que atuou foi o New York Metrostars, nos Estados Unidos.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 21h44

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Petraglia: "O Atlético deu o primeiro passo"

Petraglia: "A oportunidade do clube
dar um passo à frente e
inovar nos motivou muito"
Tomara que dê certo...
 
Depois da apresentação do técnico Lothar Matthäus à imprensa na tarde desta segunda-feira, o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia, conversou com os jornalistas e revelou planos mais ambiciosos para o futuro do clube. De acordo com Petraglia, a contratação de Matthäus foi apenas "o primeiro passo" de um projeto maior para o Atlético.

O dirigente disse que o Atlético promove uma ação ousada mais uma vez, mas que se trata de algo muito bem pensado e com objetivos. De acordo com ele, toda grande conquista começa com um passo e a chegada do treinador alemão pode ser o início de uma trajetória vitoriosa.

CHEGADA DE MATTHÄUS
“O Atlético deu um passo ao trazer esse grande homem e grande desportista que é o Lothar Matthäus. Toda a longa caminhada começa sempre pelo primeiro passo. E nós demos esse primeiro passo. Temos a certeza de que os próximos serão ainda mais firmes e com os pés no chão, buscando alcançar os objetivos que foram determinados. Temos a segurança disso."

OUSADIA
"Nós sempre estamos na contramão. Raramente as pessoas entendem aquilo que o Atlético propõe, o que estamos fazendo e prometemos a essa grande massa de torcedores. Se você olhar desta forma, estamos na contramão. Mas não existe mão nem contramão. Existe futebol, profissionalismo e trabalho."

COMANDO TÉCNICO
"O Atlético realmente precisava de um treinador. Nós tínhamos algumas alternativas, como a própria continuidade do professor Evaristo, mas essa oportunidade de o Atlético novamente dar um passo à frente e poder inovar, nos motivou muito. É isso que nos leva a fazer esse futebol, buscar os objetivos que estamos trabalhando e podar dar mais um passo dentro do nosso projeto. É algo que foge do comum e que os grandes clubes têm muito medo. Eles preferem ficar no conhecido, porque o homem tem essa resistência natural ao desconhecido. O homem tem muitos bloqueios à inovação, mas o Atlético não tem isso. O Atlético dá um passo com muita coragem e certeza de que todas a mudanças são sempre para melhor. Nunca vi uma mudança para pior, ao menos no que notei na minha vida."

SUCESSO
“Não se trata de jogada de marketing. Mas, obviamente que com a projeção e a exposição que a marca do Atlético tem tido, nossa torcida continuará crescendo. É chique ser Atlético, é moderno, está na onda, é fashion. Ganhamos todos os prêmios, a maior e melhor torcida. Claro que os jovens querem isso, não querem ficar no velho, passado, vencido, naquilo que foi superado."

CONQUISTAS
"O que realmente nos preocupa muito, além de tudo isso, é a vitória, pois a vitória é que consolida todo o trabalho. Se pegarmos os últimos seis anos, fomos quatro vezes campeões paranaenses, fomos campeões brasileiros, vice-campeões das Américas, além de termos disputado três Libertadores. Além de ser moderno, tem também as vitórias em campo. É isso que nos dá a segurança do crescimento da torcida".
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h39

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Rodrigão e Rodriguinho estão fora na partida contra o Cianorte

Além dos dois suspensos, novo treinador pode promover outras mudanças no time principal.

O time do Atlético ficou em segundo plano nesta segunda-feira com a apresentação do novo técnico Lothar Matthäus. Porém, os jogadores se reapresentaram para iniciar os trabalhos de preparação para o jogo desta quarta, contra o Cianorte.

Para montar o time titular, o técnico Lothar Matthäus não vai poder contar com os atacantes Rodrigão e Rodriguinho. Os dois ficam de fora para cumprir suspensão: o 1º pelo cartão vermelho e o segundo pelo 3º amarelo.

Nesta terça o time treina em dois períodos e mudanças mais radicais, além de meros substitutos para os dois jogadores suspensos, devem acontecer. Matthäus refutou a fama de defensivo, herdado do futebol europeu, e prometeu um Atlético agressivo e “para frente”.

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 21h36

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Alemão promete cumprir contrato no Atlético-PR

Lothar Matthäus: "Vou dedicar
100% dos meus esforços
ao Atlético"
Não existe a possibilidade de Lothar Matthäus trocar o Atlético-PR por um clube europeu antes do término de seu contrato, que tem duração de um ano.
 
Quem garante é o próprio alemão, apresentado como novo treinador rubro-negro nesta segunda-feira.

"Minha vida no momento está direcionada para este clube. No momento, vou dedicar 100% dos meus esforços a ele. Claro que minha carreira não termina aqui, mas eu não acho que seja hora de questionar o que acontecerá depois da minha fase no Atlético", comentou.

Matthäus chegou ao Brasil demonstrando muito entusiasmo com a tarefa de comandar o Atlético. Empolgado com a estrutura da equipe e com as possibilidades de conseguir ótimos resultados, ele ficou surpreso com os rumores de que sua mudança para o Brasil tenha sido imposta pela Federação Alemã de Futebol (DFB).

"É novidade para mim, deve ser especulação. Não me preocupei e não me preocuparei com essa questão. Minha concentração será dedicada ao meu empregador e, a essa altura, não tenho nada a ver com a Alemanha", assegurou.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 21h34

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
“Vamos defender o título do Paranaense”, diz Lothar Matthäus

Em 4º lugar no Campeonato Paranaense com oito pontos, o Atlético não vem realizando uma boa campanha no início da competição, onde defende o título de campeão estadual.
 
Mesmo sem vencer há três rodadas, o técnico Lothar Matthäus afirmou que o time não deve se preocupar com esses resultados.

“Não se deve supervalorizar esses resultados. No momento o Atlético está com vários jogadores bons, de importância, mas contundidos. A gente sabe que esse campeonato é secundário. Mas é importante lembrar que o time não vai sair de campo sem um bom resultado e, de preferência, defendendo o título do ano passado”, comentou.

Segundo ele, as atenções da equipe deverão se voltar a outra competição durante o ano. “Vamos nos preocupar com a Copa do Brasil, que é o nosso grande interesse”.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h30

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Segundo Mauro Holzmann, marketing só começa agora

Holzmann: "O Atlético terá uma
exposição internacional que um
clube fora do centro não tinha ainda"
É marketing. E futebol?
 
Uma dos únicos argumentos dos rivais do Atlético para desvalorizar a extraordinária contratação do técnico alemão Lothar Matthäus é o suposto fato de que se trata unicamente de uma jogada de marketing. Ou seja, que Matthäus não traria benefícios de ordem técnica ao Atlético. Um colunista chegou a escrever que a contratação foi viabilizada pelo diretor do marketing do clube, Mauro Holzmann.

Após a apresentação oficial de Matthäus, Holzmann rebateu de modo veemente esse tipo de especulação. Afirmou que só ficou sabendo da contratação do técnico após a assinatura do contrato. "Eu só fiquei sabendo da contratação do Matthäus depois que ele foi contratado. Eu não sabia. Isso foi uma contratação técnica. As pessoas que cuidam do futebol, e todos sabem que o presidente Petraglia participa muito dessa área, foram buscar um treinador e tivemos a sorte de encontrar o Matthäus", declarou o dirigente atleticano.

Para Holzmann, as ações de marketing só começam agora, a partir da chegada do alemão ao clube. "O marketing do Atlético começará daqui para frente. Eu acredito que o Matthäus deva ser uma das quatro ou cinco figuras mais importantes do futebol mundial, junto com Pelé, Beckenbauer e Zico", disse ele, já pensando na repercussão que o clube terá fora do país. "O Atlético consegue ter uma exposição internacional que um clube que não é do centro do país não tinha ainda. Isso é que vamos aproveitar", adiantou.

Mercado
Para justificar o quesito técnico da contratação de Matthäus, Mauro Holzmann afirmou que não há no Brasil um técnico que esteja disponível e represente uma certeza de sucesso. "Treinador no Brasil que você tem quase certeza que vai dar resultado são só três: Felipão, Luxemburgo e Leão. Eles estão todos empregados e ganham salarios de 400, 500 mil reais por mês. Os outros (técnicos) são circunstanciais. Eles vão bem num clube, mal em outro", afirmou, citando o exemplo de Nelsinho Baptista, campeão brasileiro com o Corinthians, mas que teve uma passagem negativa pelo Santos em 2005.

Por isso, Holzmann acredita que a contratação de Matthäus representa um risco menor do que o Atlético teria ao apostar em um nome brasileiro, com a vantagem de se tratar de uma personalidade do futebol mundial. "É uma interrogação na mesma proporção de qualquer outro treinador do Brasil. Você sempre se pergunta: será que vai dar certo? No caso do Matthäus, nós trazemos um treinador com bagagem e que terá todas as condições de trabalho no Atlético. Acho que tem tudo para dar certo", apostou Holzmann.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h28

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Para Fleury, Lothar Matthäus está acima do bem e do mal

O presidente João Augusto Fleury da Rocha ficou muito satisfeito com a apresentação do técnico Lothar Matthäus à imprensa.
 
O dirigente considera que a contratação do Atlético causou grande impacto e que o clube se aproveitará disso em todos os aspectos.

"O Atlético não está trazendo apenas um treinador estrangeiro. Estamos trazendo um dos grandes ídolos do futebol mundial, alguém que está acima do bem e do mal no futebol. Ele vem compartilhar sua experiência para que possamos desenvolver um trabalho no Atlético-PR de desenvolvimento mais rápido do talento dos jogadores", declarou Fleury, destacando especialmente a atividade de Matthäus na orientação do departamento de formação de atletas.

O presidente rubro-negro se mostrou impressionado com a força de trabalho de Matthäus, que após uma cansativa viagem de 14 horas já chegou pensando em montar a equipe. "Ele nos pediu para que convocássemos imediatamente a comissão técnica. Durante esse período em que esteve fora, ele analisou através de fitas a qualidade dos nossos jogadores, fez um exame apurado", revelou o dirigente.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h22

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Matthäus se reuniu com a comissão técnica

O técnico alemão Lothar Matthäus chegou em Curitiba na manhã desta segunda-feira e seu primeiro pedido à diretoria já foi relacionado ao seu trabalho no Atlético.
 
Ele solicitou que fosse marcada uma reunião com integrantes da comissão técnica do Rubro-Negro para ser colocado a par do que encontrará em seu trabalho a partir desta terça-feira.

Assim, antes mesmo de sua apresentação oficial à imprensa, Matthäus já começou a trabalhar. O coordenador técnico Borba Filho, o auxiliar técnico Vinícius Eutrópio e o preparador físico Riva de Carli foram até o Grand Hotel Rayon e conversaram com Matthäus sobre a situação do Atlético no Campeonato Paranaense e o planejamento da equipe.

Matthäus começará a trabalhar nesta terça-feira. Ele será apresentado aos jogadores e comandará treinamentos pela manhã e à tarde no CT do Caju.
 
Fonte: Terra Esportes


Escrito por Vinícius às 21h20

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Matthäus prega disciplina alemã em chegada ao Atlético-PR

Lothar Matthäus posa com
a bandeira do Atlético-PR
em sua apresentação
O ex-jogador Lothar Matthäus foi apresentado, nesta segunda-feira, como novo treinador do Atlético-PR.
 
Acompanhado por um tradutor, o alemão falou muito sobre disciplina e deixou claro que este será um dos pilares de seu trabalho no futebol brasileiro.

"Não é só no futebol que a disciplina é necessária. No trânsito, por exemplo, é preciso parar quando o sinal está vermelho. O que estou querendo dizer é que na nossa vida há determinadas regras que têm de ser seguidas, inclusive no futebol", afirmou.

Um dos primeiros objetivos do novo técnico é conhecer melhor seus jogadores para melhorar principalmente os pontos fracos de cada um. Ele avisou que não pretende adotar uma tática defensiva, mas voltou a falar sua palavra favorita ao comentar esse assunto.

"A disciplina não me impede de maneira alguma de fazer o Atlético jogar sempre pensando na vitória, e não na defensiva. Pretendo explorar ao máximo as habilidades dos jogadores e melhorar seus pontos fracos. É sabido que o futebol brasileiro é muito criativo", acrescentou Matthäus.

O ex-capitão da seleção alemã elogiou bastante a estrutura do novo clube. "Fiquei impressionado quando vim a Curitiba, há três semanas. É uma estrutura maravilhosa, um estádio moderno e um centro de treinamentos excelente. Treinar um time no país pentacampeão é um desafio muito grande, mas é desse tipo de desafio que eu gosto", concluiu.

Estréia no Camp. Paranaense

Matthäus estréia no comando do Atlético-PR nesta quarta-feira, contra o Cianorte, mesmo adversário de Daniel Passarella em sua primeira partida à frente do Corinthians. Naquela ocasião, o ex-capitão da seleção argentina não deu sorte e o time alvinegro perdeu por 3 a 0. O jogo foi pela Copa do Brasil.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 21h19

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Técnico deve estrear contra o Galo Maringá

O técnico alemão Lothar Matthäus deve estrear no comando do Atlético no próximo sábado, na partida contra o Galo Maringá, na Kyocera Arena.
 
No jogo de quarta-feira, diante do Cianorte, ele estará na Kyocera Arena, mas não no banco de reservas. "Já serei o treinador do time a partir do dia 1° de fevereiro. Não preciso estar no banco para comandar o time. Só decidirei isso após o trabalho no dia-a-dia", afirmou o treinador.

Apesar de Matthäus não querer confirmar, seu agente Márcio Bittencourt disse que a intenção é de que a estréia ocorra no início do segundo turno da primeira fase do Campeonato Paranaense. "Se toda a documentação estiver regularizada, ele estará comandando a equipe no sábado", afirmou.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h14

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CT DO CAJU
Lothar Matthäus comanda primeiro treinamento amanhã

Uma das respostas mais aguardadas pelos profissionais que acompanham a coletiva de imprensa por ocasião da apresentação do técnico Lothar Matthäus, foi a respeito dos primeiros passos do treinador alemão durante a semana.

Lothar anunciou que amanhã cedo estará presente no primeiro treinamento no CT do Caju, mas não estará em campo na quarta-feira, quando o Atlético recebe o Cianorte na Kyocera Arena. “É um pouco cedo para isso. Amanhã cedo estarei lá durante o treinamento, vou me contentar em observar bastante nos primeiros dias e analisar a qualidade dos jogadores. Quero entender toda a atmosfera, conhecer os jogadores, me identificar com os pontos fortes e tentar melhorar os pontos mais fracos. E se precisar, 24 horas por dia”, prometeu. Nesta terça, ele comandará treinamentos em dois períodos.

O novo técnico atleticano deu a entender que ficará no banco pela primeira vez no sábado, na partida entre Atlético e Galo Maringá.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h12

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Mais de 100 profissionais acompanharam a coletiva

A apresentação do técnico Lothar Matthäus à imprensa na tarde desta segunda-feira foi bastante movimentada.
 
Conduzida pelo diretor de comunicação do Atlético, Toni Casagrande, a entrevista coletiva foi realizada no Grand Hotel Rayon, no centro de Curitiba. A correria foi tanta que o evento começou com um pequeno atraso, antes previsto para iniciar às 17h.

Segundo o repórter Osmar Antônio, da Rádio Banda B, mais de 100 profissionais acompanharam as declarações do técnico alemão. Deste número, estão presentes duas equipes de rádio e uma de televisão vindas direto da Alemanha.

Todas as perguntas dos profissionais foram traduzidas por um intérprete, que também se encarregou de passar para o português o que Matthäus está respondendo em alemão. No total, a coletiva durou menos de uma hora, terminando por volta das 18h.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h10

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Matthäus diz que trabalhar no Brasil é “desafio”

Treinador alemão apresentou-se nesta segunda-feira ao Atlético-PR e já começa a trabalhar nesta terça.

O alemão Lothar Matthäus disse, nesta segunda-feira, considerar “um grande desafio” assumir o cargo de treinador no Brasil. A declaração foi dada na entrevista coletiva que marcou sua apresentação oficial como técnico do Atlético-PR, em Curitiba.

“É um grande desafio chegar ao futebol pentacampeão do mundo e assumir o cargo de treinador. Mas eu gosto destes desafios”, afirmou o treinador.

Matthäus disse que não teme sofrer a costumeira pressão por resultados, comum no futebol brasileiro. “Faz 30 anos que estou nesta índústria. É padrão no mundo inteiro o treinador ser avaliado por seus resultados”, disse. “Não estou aqui somente por resultados, embora eles sejam cruciais”, completou mais adiante.

O técnico disse que vai procurar aliar a criatividade do jogador brasileiro com disciplina tática. “É sabido que o jogador brasileiro é muito criativo, mas disciplina é necessária. Mas o Atlético sempre vai buscar a vitória, nunca vai jogar na defesa. Quero explorar o potencial dos jogadores”, afirmou.

O ex-astro da seleção alemã disse que começa a trabalhar com os jogadores já nesta terça-feira, mas só irá dirigir o time na partida contra o Galo Maringá, no próximo sábado, pelo Paranaense. No jogo desta quarta-feira, diante do Cianorte, na Arena, o time ainda será comandado pelo interino Vinícius Eutrópio.

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 21h08

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Clube
Novo site oficial do Atlético está no ar

A nova versão do site oficial do Atlético já está no ar.
 
Em produção há cerca de um ano, o novo site entra ao ar para substituir o modelo produzido pela agência Duet no final de 2003. A nova versão segue a tendência da Internet mundial, com um visual agradável e de fácil navegação. O site passa a dar grande destaque para a área de notícias.

Confira como ficou o novo site do clube: www.atleticopr.com.br.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h07

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Matthäus: "Vou dedicar 100% dos meus esforços ao clube"

Matthäus chegou em Curitiba pela manhã
e à tarde já foi apresentado à imprensa
Lothar Matthäus chegou ao Brasil demonstrando muito entusiasmo com a tarefa de comandar o Clube Atlético Paranaense.
 
Empolgado com a estrutura da equipe e com as possibilidades de conseguir ótimos resultados, ele afirmou durante a entrevista coletiva por ocasião de sua apresentação que dedicará todos os seus esforços para o sucesso do Furacão. Assim, deixou registrado que não pensa no Rubro-Negro como um trampolim para trabalhar na Alemanha posteriormente, embora reconheça que isso acontecerá naturalmente.

"Minha vida no momento está direcionada para este clube. No momento, vou dedicar 100% dos meus esforços a esse clube", afirmou ele, dizendo que não está pensando em dirigir um clube europeu. "Claro que minha carreira não termina aqui, mas eu não acho que seja hora de questionar o que acontecerá depois da minha fase no Atletico", declarou.

Matthäus também desmentindo a informação de que dirigir um clube brasileiro teria sido uma condição imposta pela Federação Alemã para que no futuro ele assuma o comando da seleção. "Isso é novidade para mim. Deve ser especulação da imprensa. Não me preocupei e não me preocuparei com essa questão. Minha concentração será dedicada ao meu empregador e a essa altura não tenho nada a ver com a Alemanha", assegurou.

O alemão não poupou elogios ao Furacão, dizendo que está muito satisfeito em trabalhar no clube: "Quando estive aqui há três semanas, fiquei muito surpreso com o clube e sua estrutura profissional, o estádio moderno, com um bom centro de treinamentos. Isso me surpreendeu".
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h05

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




TÉCNICO
Matthäus promete armar o time de modo ofensivo

Lothar Matthäus posa para
foto com bandeira do Atlético
O técnico Lothar Matthäus foi apresentado à imprensa pelo Clube Atlético Paranaense na tarde desta segunda-feira.
 
A concorrida entrevista coletiva foi conduzida pelo diretor de comunicação Toni Casagrande. Cada pergunta foi traduzida por um intérprete, que também se encarrega de passar para o português o que Matthäus foi respondendo em alemão.

Em uma de suas primeiras manifestações, o novo treinador atleticano fez questão de tranqüilizar a torcida quanto ao sistema tático que implementará na equipe. Por ser oriundo da escola européia, havia um receio de que ele fosse escalar a equipe de maneira extremamente defensiva. Matthäus descartou essa idéia, dizendo que é preciso aproveitar a qualidade dos atletas. De todo modo, ele disse que a equipe precisa ter o mínimo de disciplina.

"Não é só no futebol que a disciplina é necessária. No trânsito, por exemplo, é preciso parar quando o sinal está vermelho. O que estou querendo dizer é que na nossa vida há determinadas regras que têm de ser seguidas, inclusive no futebol", afirmou o treinador. "Mas isso não me impede de maneira alguma de fazer o Atlético jogar sempre pensando na vitória e não na defensiva. Pretendo explorar ao máximo as habilidades dos jogadores e melhorar seus pontos fracos. É sabido que o futebol brasileiro é muito criativo", concluiu Matthäus.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 21h02

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Torcida
Atleticanos farão mosaico em homenagem a Matthäus

Matthäus será o homenageado da
quarta edição do Mosaico Furacão
Na partida em que estrear no comando do Atlético, o técnico Lothar Matthäus receberá uma homenagem especial da torcida atleticana.
 
Os torcedores planejam fazer um mosaico dando as boas-vindas ao alemão. A coreografia fará uma referência à Alemanha, país de Matthäus, mostrando ao treinador que no Atlético ele poderá se sentir em casa.

“Acreditamos que esta é uma maneira original de mostrarmos ao Matthäus o quanto estamos felizes com a sua contratação. Lothar Matthäus é um grande ídolo do futebol mundial e para nós, atleticanos, é uma honra tê-lo aqui conosco”, afirmou o presidente da Comissão de Mosaicos, Thiago Henk.

Para que o Mosaico fique ainda mais bonito e completo que os anteriores, a Comissão pede que o torcedor atleticano compareça no setor Buenos Aires Superior, local onde será realizada a coreografia. “A formação do mosaico não depende apenas de nós. É um conjunto de organização com a torcida e essa precisa comparecer em grande número para formarmos o mosaico. ", afirmou Henk.

História dos Mosaicos
A homenagem a Lothar Matthäus será o quarto mosaico a ser realizado pela torcida atleticana. A idéia, pioneira no Brasil, estreou oficialmente no dia 20 de agosto de 2005, na partida entre Atlético e São Paulo, na Kyocera Arena. Naquela oportunidade, os torcedores formaram um gigantesco painel com as iniciais do clube – CAP.

A segunda edição aconteceu no dia 02 de outubro, no jogo do Furacão contra o Flamengo. Neste, a idéia empregada foi reverenciar as duas principais conquistas do clube: os títulos Brasileiros da 2ª divisão (em 1995) e da 1ª divisão (em 2001), com os painéis formando as duas estrelas que simbolizam as conquistas.

E o terceiro Mosaico foi no clássico entre Atlético e Paraná, no dia 30 de outubro de 2005, com os torcedores formando uma enorme bandeira do estado do Paraná nas cores rubro-negras, numa referência à maior torcida do estado – “O Paraná é Rubro-negro”.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 10h57

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CLUBE
Atlético-PR apresenta Lothar Matthäus nesta 2ª feira

O alemão Lothar Matthäus será apresentado nesta segunda como novo treinador do Atlético-PR e a diretoria do clube está ansiosa para ver os primeiros resultados do seu trabalho.

O presidente do clube, João Fleury, garantiu que fez diversos estudos logísticos para proporcionar a melhor estada possível a Matthäus. Ao chegar, o treinador ficará em um hotel e terá à disposição um automóvel e um motorista contratado pelo clube.

A diretoria do clube também realizou uma seleção com 50 candidatos para a escolha de um intérprete para trabalhar com Matthäus. Cinco pessoas foram aprovadas e, entre estas, uma será escolhida pelo treinador.

Mesmo animado por receber o ex-jogador, campeão mundial de 90 com a seleção de seu país, o presidente afirmou saber que a contratação tem alguns riscos.

"É um trabalho sujeito a chuvas e trovoadas, mas torcemos para que dê certo", disse.

Borba Filho, consultor de futebol do Atlético, também está trabalhando para que Matthäus seja bem recebido.

Ele afirmou ter preparado uma planilha com todos os detalhes sobre os últimos jogos do time (incluindo as partidas do Brasileiro e da Libertadores), além de vídeos com lances do time.

"Ele só irá a campo quando tiver tudo nas mãos. Não queremos problemas quanto à adaptação", disse.

Matthäus ainda assistirá ao jogo contra o Cianorte, na quarta-feira, na Kyocera Arena, antes de assumir o comando, no domingo.

Para analisar jogadores que não foram usados na partida, Matthäus estará presente a um amistoso na quinta-feira, contra um time de Curitiba.

"Até a estréia na Copa do Brasil, ele já conhecerá bem seus comandados", garantiu Borba.

Segundo o consultor de futebol, a parceria entre Lotar Matthäus e Atlético-PR tem tudo para dar certo.

Ele afirma, com confiança, que haverá a união da experiência do técnico com a ótima estrutura do clube. E, como o presidente, está ansioso pelo início do trabalho.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 22h27

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PRÉ-TEMPORADA
Eutrópio: “Hoje é o fim da primeira etapa de trabalho”

Vinícius Eutrópio: o grupo está coeso,
principalmente na parte física

Oficialmente, a pré-temporada do elenco atleticano termina nesta terça-feira, dia 31.
 
No início do ano, quando os jogadores se reapresentaram para as atividades, o preparador físico Riva de Carli explicou que a pré-temporada atleticana demoraria 30 dias (de 02 a 31 de janeiro), com trabalho intensivo de condicionamento físico e trabalhos específicos voltados aos jogos. Com a apresentação do técnico Lothar Matthäus, nesta segunda-feira, e o início de seus trabalhos na terça, o Atlético chega à segunda fase dos trabalhos visando a temporada 2006.

Responsável por comandar essa primeira etapa de treinamento, o técnico-interino Vinícius Eutrópio afirma que Matthäus receberá um elenco nivelado na questão física, o que facilita as coisas para que ele imponha seu sistema de jogo no time.

“Hoje diria que foi o fim da primeira etapa de trabalho. Os jogos faziam parte desse treinamento. Sabemos que é complicado para o torcedor entender, mas estávamos em ritmo de pré-temporada ainda. Óbvio que queríamos agregar a isso os três pontos em cada jogo”, afirmou. Sobre a “herança” que deixará a Matthäus, Eutrópio disse que “ele (Lothar Matthäus) vai pegar um grupo coeso, principalmente na parte física”. Outro aspecto apontado por Vinícius Eutrópio para que Matthäus consiga comandar a reação atleticana no Estadual está no “fator Arena”. “Temos que usar o fator casa, porque ainda nos resta, se não me engano, cinco jogos em casa nesta primeira fase do campeonato”.

Na seqüência do Campeonato Paranaense, o Atlético enfrenta Cianorte, Galo Maringá, Rio Branco, Iraty e J.Malucelli, na Kyocera Arena. O time fará, ainda, jogos contra Nacional, Francisco Beltrão e Cianorte no interior do estado.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 22h23

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Rodriguinho e Rodrigão não jogam contra o Cianorte

Para a partida desta quarta-feira, contra o Cianorte, na Kyocera Arena, o Atlético terá dois desfalques certos.
 
Trata-se do meia Rodriguinho e do atacante Rodrigão, que terão que cumprir suspensão. Rodriguinho recebeu neste domingo seu terceiro cartão amarelo e terá que cumprir a suspensão automática. Já Rodrigão foi expulso na partida contra o J.Malucelli e também desfalca o time.

Até aqui, Rodriguinho havia disputado as seis partidas do Atlético no Campeonato Paranaense. Já Rodrigão participou de três jogos na temporada até aqui – entrou no 2º tempo dos jogos contra Francisco Beltrão e J.Malucelli e foi titular na partida contra o Iraty.
 
Fonte: Furacão.ocm


Escrito por Vinícius às 22h20

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Vinícius Eutrópio considerou empate resultado justo

Um resultado justo.
 
Foi desta maneira que o técnico-interino do Atlético, Vinícius Eutrópio, classificou o resultado de 1 a 1 da partida entre J.Malucelli e Atlético, neste domingo, no Estádio Tancredo Neves, em São José dos Pinhais. O treinador atleticano mais uma vez lamentou os erros na finalização do time, em especial quando teve a chance dos contra-ataques para definir a partida. “Foi justo porque o J.Malucelli não desistiu nunca do jogo e nós erramos nas chances que tivemos para definir o jogo”, afirmou na entrevista coletiva após o jogo.

Segundo Eutrópio, a proposta de jogo do Atlético, principalmente após abrir o marcador nos minutos iniciais, era explorar o contra-ataque. “A gente procurou tocar a bola para tentar fazer os gols no contra-ataque. Encaixamos alguns bons contra-ataques, mas não conseguimos concluir. O recuo do time foi porque o J.Malucelli, quando vinha para o ataque, vinha com toda a força, com os zagueiros inclusive subindo para nos atacar”, explicou.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 22h19

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Atleticanos lamentam desatenção no final

Paulo André: "Não pode
tomar gol no final."
Quarenta e oito minutos do segundo tempo.
 
O placar do estádio Tancredo Neves, em São José dos Pinhais, apontava a vitória apertada do Atlético por 1 a 0 sobre o J.Malucelli. E o castigo para os atleticanos veio justamente no finalzinho do jogo: enquanto o sistema defensivo ficou parado pedindo impedimento, o zagueiro Paulo César cabeceou a bola contra o gol de Tiago Cardoso, que não conseguiu evitar o gol de empate dos donos da casa.

O gol já nos acréscimos foi lamentado por todos os jogadores atleticanos, num empate com sabor de derrota para o Furacão. “O jogo quase garantido e a gente cede o empate no final. Faltou atenção, coisa que não pode acontecer”, resumiu o goleiro Tiago Cardoso.

Falta de atenção foi também a justificativa dada pelo zagueiro Paulo André para o gol sofrido no fim do jogo. “A gente ganhando o jogo fora de casa é até natural um recuo do time no final do jogo, para segurar o empate. Temos que ter atenção para não tomar mais gol no final”, disse.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 22h17

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Jogadores do J.Malucelli dedicam empate a Lio Evaristo

Lio Evaristo reencontrou
o Atlético neste domingo,
em São José dos Pinhais
“O empate é para o nosso professor, uma homenagem a ele que sempre nos deu muita força”.
 
A declaração é do zagueiro Paulo César, autor do gol de empate do J.Malucelli na tarde deste domingo contra o Atlético, em São José dos Pinhais.

O jogo marcou o reencontro de Lio Evaristo com o Atlético, clube em que trabalhou até o ano passado. Depois de passar por várias funções dentro no Furacão (técnico do time de Juniores, auxiliar técnico e até mesmo assumir a condição de técnico-interino do time), Lio foi dispensado pelo Atlético em junho do ano passado. Quando Antônio Lopes chegou no clube para ocupar o cargo de treinador, anunciou que Lio não seria reintegrado à comissão técnica do profissional após seu período de férias.

Agora técnico do J.Malucelli, Lio afirma estar feliz com a oportunidade que conseguiu no time de São José dos Pinhais e revela que seu objetivo maior é transformar novamente o clube na quarta potência do futebol paranaense. “Estou contente, o J.Malucelli montou um time competitivo. Hoje pegamos um adversário de alto nível, de qualidade. Não é fácil jogar contra o Atlético, com jogadores de alto nível, acostumados com pressão. Mas estou feliz porque os jogadores da minha equipe deram sangue para conseguir a vitória para mim. Ela não veio, mas eles foram determinados, eles queriam me dar a vitória de presente”, disse Lio.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 22h16

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
David foi a surpresa na lateral-direita do Atlético

David atuou muito bem.
 
Vetado pelo departamento médico, o lateral-direita Jancarlos não pôde participar do empate desta tarde entre J.Malucelli e Atlético, em São José dos Pinhais. Em seu lugar entrou o meia David, que atuou improvisado na posição.

Esta foi a primeira partida de David como titular do Atlético na temporada. O jogador atuou também nos jogos contra Galo Maringá, Rio Branco e Iraty, sempre entrando no segundo tempo. Sobre a partida, David lamentou o empate no final, mas diz que confia no apoio da torcida na quarta-feira para a recuperação. “Tive liberdade para apoiar o ataque, o professor (Vinícius Eutrópio) disse que eu podia ajudar bastante. Lamentável com o placar favorável deixar empatar, mas agora temos um jogo em casa que podemos vencer para voltar a tranqüilidade”, afirmou.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 22h14

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético-PR ainda patina às vésperas da chegada de Lothar Matthäus

Jogadores lamentam empate com J. Malucelli, um dia antes de o técnico alemão assumir o time.

O lateral-direito David definiu as razões de mais um tropeço do Atlético-PR no Campeonato Estadual deste ano: “No segundo tempo tivemos uma postura muito atrás. Não pode. Mas agora é trabalhar para corrigir esses erros”, declarou.

O discurso de correção, presente há três jogos (o Atlético não venceu nenhum de seus últimos três confrontos), fez parte das falas do zagueiro Danilo. “Lamentavelmente deixamos eles empatar no fim. Temos que trabalhar mais nessa semana”, disse.

O volante Alan Bahia preferiu questionar a arbitragem novamente. Para ele, o gol do J.Malucelli, já no final da partida, poderia estar irregular. “Acho que o rapaz (o jogador do J.Malucelli, Paulo César) estava impedido. Quero ver na TV”, disse.

Nesta segunda, o Furacão apresenta oficialmente o técnico alemão Lothar Matthäus, que pega o time em quarto lugar na classificação, no limite das vagas para a segunda fase do campeonato.

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 22h12

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Furacão está há três rodadas sem vencer no Estadual

Com o empate cedido nos acréscimos da partida deste domingo, contra o J.Malucelli, o Atlético completa três jogos sem vencer no Campeonato Paranaense.
 
A última vitória foi na terceira rodada, no dia 18 de janeiro, quando o time goleou o Nacional por 5 a 1, na Kyocera Arena. De lá para cá foram três jogos, com dois empates (contra Francisco Beltrão, em casa, e J.Malucelli) e uma derrota (para o Iraty).

A situação é preocupante mas os jogadores afirmam que só com trabalho poderão tirar o time dessa situação. “Temos o próximo jogo em casa, com o apoio da torcida o time sempre cresce. Temos que corrigir os erros e trabalhar, não tem nada perdido ainda”, afirmou David.

Para tentar a recuperação, o Atlético conta com a tabela a seu favor. Os próximos três jogos do Furacão no Estadual serão em casa – contra Cianorte, Galo Maringá e Rio Branco.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 22h10

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético-PR vacila e empata no dia "pré-Matthäus"

Vacilou demais.

No último jogo antes da chegada do técnico Lothar Matthäus (o alemão será apresentado nesta segunda-feira), o Atlético-PR vacilou e empatou por 1 a 1 com o J. Malucelli neste domingo, fora de casa, pela sexta rodada do Campeonato Paranaense.

O volante Alan Bahia marcou para o time da Arena da Baixada logo aos 7min. No entanto, quando a vitória atleticana era quase certa, o J.Malucelli empatou o jogo com um gol de Leandrão, aos 47min do segundo tempo.

Dessa maneira, o interino Vinicius Eutrópio entrega o Atlético-PR para o alemão Lothar Matthäus com oito pontos em seis partidas, um aproveitamento de 44,4%. Mas ainda na zona de classificação para a próxima fase da competição estadual - o time é o quarto no Grupo A.

Na próxima rodada, a última do primeiro turno do Campeonato Paranaense, o Atlético-PR recebe o Cianorte, na Arena da Baixada. Já o J.Malucelli enfrenta o Galo Maringá, em casa. As partidas estão inicialmente marcadas para quarta-feira.

Fonte: UOL Esporte



Escrito por Vinícius às 22h08

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mercado
Finazzi pode defender o Grêmio nesta temporada

O atacante Finazzi pode ser o novo reforço do ataque do Grêmio nesta temporada.
 
Em entrevista ao portal clicRBS, o procurador do atleta, Elias Pedroso, afirmou que acerto só depende do Grêmio, já que apresentou uma proposta ao clube que deverá ser respondida e até mesmo concretizada.

Ano passado, Finazzi marcou 14 gols com a camisa atleticana no Campeonato Brasileiro. Apesar de ter chegado ao clube apenas em julho, ele foi o vice-artilheiro do time na temporada – atrás apenas de Lima, que marcou 25 gols no ano.

Dono dos próprios direitos federativos, Finazzi não chegou a um acordo salarial com o Atlético para este ano, deixando o clube. Desde então, o Flamengo e o próprio Grêmio já fizeram propostas para contar com o seu futebol este ano, esbarrando sempre na questão salarial.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 22h06

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Alemão? A coisa tá é russa

Tiago Cardoso evitou uma derrota
em São José dos Pinhais
A última partida do técnico interino Vinícius Eutrópio no comando do Atlético terminou empatada.
 
Um empate pra lá de criticado no Estádio Tancredo Neves, em São José dos Pinhais. Confuso em alguns lances, o rubro-negro não conseguiu conquistar mais três pontos no Campeonato Paranaense. O único gol atleticano foi de Alan Bahia, marcado aos 8 minutos iniciais, de pênalti. O J.Malucelli empatou com Paulo Cesar, aos 48 do segundo tempo, de cabeça. Enquanto a zaga pediu impedimento, ele finalizou.

Quem esperava por uma grande atuação - e por um placar mais amplo - por parte do Atlético, teve que se contentar com um futebol apático e minguado. Apesar das boas descidas dos laterais David e Michel Bastos, o rubro-negro se enrolou na marcacão do J.Malucelli. Se não fosse o goleiro Tiago Cardoso, o placar poderia ter sido bem pior.

As principais jogadas do Atlético eram com os meias Adriano e Ferreira. Nem mesmo Denis Marques, no ataque, servia de referência ao confuso time de Eutrópio. Apesar de abrir o placar com Alan Bahia, de pênalti, o J.Malucelli, de Lio Evaristo, marcava com perfeição e não deixava o time da Baixada tocar a bola.

Burocrático
Sem perceber que estava sendo ameaçado pelo J.Malucelli, o técnico Vinícius Eutrópio começou o segundo tempo com o mesmo time que terminou a primeira etapa. Só aos 25 minutos o treinador promoveu a primeira alteração. Sacou David, que vinha fazendo boa partida, e colocou em campo o irregular Cristian.

O J.Malucelli soube aproveitar o corredor criado pelo lado direito - que passou a ser ocupado por Rodriguinho - e passou a explorar as bolas aéreas no ataque. De tanto insistir, o time de São José dos Pinhais empatou o jogo. Paulo Cesar, aproveitando a falha da zaga, cabeceou sem chances para Tiago Cardoso. A zaga ainda pediu impedimento, não marcado pelo árbitro Maurício Batista dos Santos.

A recuperação do Atlético no Campeonato Paranaense está marcada para a próxima quarta-feira, na Kyocera Arena, contra o Cianorte. A partida pode marcar a estréia de Lothar Matthäus no comando do Furacão.

Paranaense - (29/01/06) - J.Malucelli 1 x 1 Atlético-PR
Local: Tancredo Neves; Hora: 16h; Arbitro: Maurício Batista dos Santos (PR); Cartões Amarelos: Paulo Cesar (J), Elton (J), Adriano (A), Ferreira (A), Anderson (J), Willian (J), Rodrigão (A), Rodriguinho (A) e Everton (J); Cartão Vermelho: Rodrigão (A); Público: 2.650; Gols: Alan Bahia, aos 8 do 1°; Paulo César, aos 48 do 2°.

J.MALUCELLI
Cristiano Corrêa; George (Normando), Paulo Cesar, Elton e Emerson (Fabinho); Anderson, Gomes, Everton e Willian; Cristiano e André Nunes (Leandrão).
Técnico: Lio Evaristo.

ATLÉTICO-PR
Tiago Cardoso; David (Cristian), Danilo, Paulo André e Michel Bastos; Erandir, Alan Bahia, Rodriguinho e Adriano (Willian); Ferreira e Denis Marques (Rodrigão).
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino).


Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 22h05

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético-PR "enrosca" no J.Malucelli

Furacão apenas empata por 1 x 1 e chega a três jogos sem vencer, no seu jogo de número 1.800 no Paranaense.

Em seu jogo de número 1800 pelo Campeonato Paranaense, o Atlético enroscou-se no J.Malucelli, neste domingo, no Estádio Tancredo Neves, em São José dos Pinhais, empatando em 1 x 1 e ficou com três jogos seguidos sem vencer. Entretanto, o Furacão segue ocupando a quarta posição no Grupo A, com 8 pontos, já que os resultados mantiveram Cianorte, Rio Branco e Galo Maringá à frente do time da Capital. O J.Malucelli segue em sexto, mas com sete pontos.

Logo no início o Atlético chegava com toque de bola à área do J.Malucelli. Denis Marques arriscou para boa defesa de Cristiano. Na seqüência, uma tabela entre David e Denis Marques resultou em pênalti. Elton derrubou o lateral atleticano. Os jogadores do ”Jota” protestaram, mas nada adiantou: Alan Bahia cobrou e marcou aos 8: Atlético 1 x 0. O time da família Malucelli passou a sair mais para o ataque, e o jogo ficou mais alternado.

Entre os 20 e 30 minutos da primeira etapa, o quadro se inverteu. Sem conseguir trocar passes, o Rubro-Negro foi envolvido em sua defesa pelo time da casa. Entretanto, chances reais, somente aos 31. Cristiano bateu, a bola ia encobrindo Tiago Cardoso, que espalmou para escanteio. No primeiro tempo, o panorama não se alterou: enquanto o “Jota” não conseguia chegar efetivamente, o Furacão desperdiçava contra-ataques.

Nos primeiros minutos do segundo tempo, o J.Malucelli começou na pressão. O Atlético teve de encarar uma seqüência de quatro escanteios nas tentativas do “Jota”. O time com sede em São José dos Pinhais pressionava, mas perdia as chances. A equipe da família Malucelli esteve tão superior que até os 24 minutos, o Atlético não conseguiu dar sequer um chute ao gol de Cristiano Corrêa.

Só aos 24, Ferreira arrancou e cruzou rasteiro para Adriano que bateu forte. Cristiano Corrêa segurou em 2 tempos. Mas o J.Malucelli era superior. Em boa jogada pela esquerda, Cristiano obrigou Tiago Cardoso a fazer um novo “milagre”, evitando o empate. O técnico interino Vinícius Eutrópio mexeu na equipe, reforçando a marcação com a entrada de Cristian. Pouco se alternou na partida. Aos 40, um bom cruzamento na área e Cristiano desviou para fora, assustando o Atlético. De tanto insistir, o J.Malucelli foi premiado. Em jogada pela direita, Paulo César apareceu na área e empatou o jogo: 1 x 1;

Não havia tempo para mais nada; Com o empate, o Atlético chega a três jogos seguidos sem vencer. Na próxima rodada, o Atlético, já sobre a tutela de Lothar Matthäus, recebe o Cianorte, na Arena; já o J.Malucelli recebe o Galo Maringá em São José dos Pinhais.

J.MALUCELLI 1 x 1 ATLÉTICO

J.Malucelli
Cristiano Corrêa; George (Normando), Paulo César, Elton e Emerson (Fabinho); Anderson, Gomes, Everton César e Willian; André Nunes (Leandrão) e Cristiano.
Técnico: Lio Evaristo

Atlético-PR
Tiago Cardoso; David (Cristian), Danilo, Paulo André e Michel Bastos; Alan Bahia, Erandir, Rodriguinho e Adriano (Willian); Ferreira e Denis Marques (Rodrigão).
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)

Data: 29/01/2006 (Domingo)
Local: Estádio Tancredo Neves, em São José dos Pinhais (PR)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Maurício Batista dos Santos (PR)
Assistentes: Adriana Frazmann e Frederika Marianne de Jager (ambas do PR)
Gols: Alan Bahia (A), aos 8 minutos do primeiro tempo; Paulo César (J), aos 47 minutos do segundo tempo
Cartões Amarelos: Elton, Cristiano Corrêa, Paulo César, Anderson, Willian e Everton César (JM); Adriano, Ferreira e Rodriguinho (CAP)
Cartões Vermelhos: Rodrigão (CAP)
Público: 2.650

Fonte: iBest Esportes



Escrito por Vinícius às 22h01

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Lothar Matthäus: trabalho não vai faltar.

CAMP. PARANAENSE
Empate para alemão ver

Atlético esbarra no J.Malucelli, na véspera da chegada de Lothar Matthäus.

O Atlético obteve seu terceiro mau resultado consecutivo no Campeonato Paranaense. Neste domingo, o tropeço foi diante do J.Malucelli, no empate por 1 x 1, no Pinhão, em São José dos Pinhais. O resultado, no entanto, não mexe com a posição do Rubro-negro, que segue na 4ª colocação do grupo A, agora com 8 pontos. O J.Malucelli, com 7 pontos, segue na 6ª posição.

O jogo começou com o J.Malucelli partindo para cima do Atlético. No entanto, no primeiro contragolpe, o Furacão trocou passes rápidos entre Adriano, Ferreira e David. Quando o lateral-direito se preparava para servir Denis Marques, foi derrubado por Elton e o árbitro Maurício Batista dos Santos marcou pênalti. Os jogadores do J.Malucelli protestaram e o jogo ficou paralisado dos 5min aos 7min, quando Alan Bahia converteu a penalidade e fez 1 x 0.

Com a vantagem no placar, o Atlético passou a se poupar e a atuar nos contra-ataques. Ao mesmo tempo, o J.Malucelli apertou a marcação no meio-campo. A partida passou a ser truncada, com vários lances de falta. Como não conseguia encaixar o ataque, o Furacão passou a recuar e começou a tomar sufoco do rival, obrigando o goleiro Tiago Cardoso a operar duas importantes defesas na etapa inicial.

No segundo tempo, o J.Malucelli perdeu o técnico Lio Evaristo. Ele foi expulso ao reclamar com a arbitragem no intervalo e passou a coordenar a equipe das cabines de rádio. Vendo o jogo de cima, Lio promoveu as três alterações permitidas para conseguir pelo menos empatar a partida.

As mexidas não deram resultado, mas o zagueiro Paulo César decidiu se aventurar no ataque e, presdestinado, empatou a partida no minutos final, aos 47min da segunda etapa. O resultado teve sabor de vitória para a torcida do J.Malucelli, que deixou o Estádio Tancredo Neves festejando. Já a do Atlético segue apreensiva e convicta de que técnico Lothar Matthäus, que assume o comando do Furacão nesta segunda-feira, terá muito trabalho.

J.MALUCELLI 1 x 1 ATLÉTICO-PR

J.Malucelli
Cristiano Corrêa; George (Normando), Paulo César, Elton e Emerson (Fabinho); Anderson, Gomes, Willian e Everton; André Nunes (Leandrão) e Cristiano
Técnico: Lio Evaristo

Atlético-PR
Tiago Cardoso; David, Danilo, Paulo André e Michel Bastos; Alan Bahia, Erandir, Rodriguinho e Adriano; Ferreira e Denis Marques (Rodrigão)
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)

Data: 29/01/2006 (domingo)
Local: Tancredo Neves, em São José dos Pinhais (PR)
Público: 2.650 torcedores
Gols: Alan Bahia, aos 7min do 1°; Paulo César, aos 47min do 2° tempo
Árbitro: Maurício Batista dos Santos (PR)
Assistentes: Adriana Franzmann e Frederika Mariane Jager (ambas do PR)

Fonte: FutebolPR



Escrito por Vinícius às 21h56

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético-PR cede empate no fim ao J.Malucelli

O Atlético-PR e o J.Malucelli empataram por 1 a 1, neste domingo, pelo Campeonato Paranaense.

O Atlético-PR começou atacando muito e pressionando a saída de bola do J.Malucelli. As melhores jogadas da equipe eram criadas por triangulações entre o meia Adriano Gabiru e os atacantes Denis Marques e Ferreira.

Buscando o gol desde o início, o Atlético abriu o placar logo aos sete minutos do primeiro tempo. David fez boa jogada pela direita e foi derrubado na área. Alan Bahia cobrou e abriu o placar. O gol não fez o Atlético recuar e a equipe continuou pressionando o adversário.

Aos 25min, Denis Marques cruzou da esquerda e, quando Adriano ia só empurrar para dentro das redes, a zaga cortou. Cinco minutos depois, Michel Bastos bateu falta com perfeição, mas Cristiano Corrêa fez ótima defesa.

Quando o jogo parecia fácil para o Atlético, o J.Malucelli quase complicou. O atacante André Nunes recebeu livre na entrada da área e chutou forte para a excelente defesa de Tiago Cardoso.

O segundo tempo foi bem diferente do primeiro e o J.Malucelli começou partindo para cima para buscar o empate. Aos 12min, Anderson recebeu cruzamento, mas cabeceou rente ao travessão de Tiago Cardoso.

Aos 23min, porém, o Atlético deu o troco. Ferreira cruzou da direita e Adriano cabeceou para ótima defesa de Cristiano Corrêa.

Depois disso, o J.Malucelli pressionou todo o jogo, mas sem muita objetividade. Porém, no contra-ataque, Ferreira quase marcou. O atacante invadiu a área, mas chutou na rede pelo lado de fora.

Aos 46min, quando ninguém mais esperava a reação do time da casa, Willian cruzou da direita e a bola sobrou para Paulo César marcar o gol do empate.

Na próxima rodada, o Atlético recebe o Cianorte, no dia 1º de fevereiro.

Fonte: Terra Esportes



Escrito por Vinícius às 21h50

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Atlético empata e deixa mais trabalho para Lothar Matthäus

Marcelo Elias/Gazeta do Povo / O atacante Rodrigão não teve espaço para jogar e ainda foi expulso no final da partida

O atacante Rodrigão não teve espaço para jogar e ainda foi expulso no final da partida.

Piorou pro Lothar Matthäus.

O Atlético não suportou a pressão do J. Malucelli no final partida e conquistou apenas um ponto, neste domingo, na véspera da chegada do técnico alemão Lothar Matthäus. No Estádio do Pinhão, em São José dos Pinhais, o Furacão ficou no 1 a 1 com o J.Malucelli.

Alan Bahia, de pênalti, marcou o gol atleticano, aos sete minutos do primeiro tempo. Leandrão definiu o placar aos 48 da etapa final.

O Atlético esteve bem na partida até os 25 minutos iniciais, quando criou boas jogadas ofensivas e teve chances de ampliar o placar. No entanto, o ritmo do Furacão diminuiu e o J.Malucelli foi para cima.

Adriano sentiu o tempo que ficou afastado do Atlético e não conseguiu fazer uma boa partida. Tiago Cardoso foi o destaque do Rubro-Negro na partida e evitou a vitória da equipe de São José dos Pinhais. O J.Malucelli tentou o gol até o último minuto e alcançou o empate aos 48 minutos do segundo tempo.

Leandrão foi mais esperto que a zaga atleticana e venceu o goleiro atleticano na última oportunidade da partida. Com o resultado, o Atlético continua na quarta posição, com 11 pontos ganhos. O J.Malucelli subiu para 7 pontos, na sexta posição.

Na próxima rodada o Atlético enfrenta o Cianorte, na Baixada. Nesta partida, Matthäus deve ficar nas arquibancadas observando o Rubro-Negro. O J.Malucelli recebe o Galo Maringá, no meio de semana.

Fonte: OndaRPC



Escrito por Vinícius às 21h48

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Placar do Noticiário

6ª Rodada - 29 de Janeiro

J.Malucelli
1 x
 1
Atlético-PR

Tempo de Jogo:
Encerrado

Lance-a-Lance

Jogando fora de casa, o Atlético-PR saiu na frente, mas cedeu o empate já nos acréscimos. Com este resultado, o time chegou aos oito pontos e permanece em quarto colocado no Grupo A.

Escalação

Técnico: Lio Evaristo
  1 Cristiano Corrêa
16 Normando
  2 George
  3 Paulo César  
  4 Elton
14 Fabinho
  6 Emerson
  5 Anderson
  7 Gomes
  8 Everton
10 William 
18 Leandrão
11 André Nunes
  9 Cristiano

 Paulo César 48min. (2ºT)

Técnico: Vinícius Eutrópio (interino)
  1 Cléber
15 Cristian
  2 David
  3 Danilo
  4 Paulo André
  6 Michel Bastos
  5 Erandir
  7 Alan Bahia
  9 Rodriguinho
17 Willian
  8 Adriano  
10 Ferreira
18 Rodrigão   
11 Denis Marques

 Alan Bahia (de pênalti) 8min. (1ºT)

Gol C. amarelo C. vermelho Subst. - entrada Subst. - saída

Estádio: Tancredo Neves
Cidade: São José dos Pinhais (PR)

Árbitro: Maurício Batista dos Santos (PR)
Assistentes: Adriana Franzmann (PR)
e Frederika Marianne de Jager (PR)



Escrito por Vinícius às 09h16

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Jogos de hoje

6ª Rodada - 29 de Janeiro

Grupo A

16h - J.Malucelli 1 x 1 Atlético-PR - Tancredo Neves - São José dos Pinhais (PR)
16h - Galo Maringá 1 x 1 Rio Branco - Willie Davids - Maringá (PR)
16h - Nacional 3 x 1 Francisco Beltrão - Erick George - Rolândia (PR)
16h - Cianorte 4 x 2 Iraty - Albino Turbay - Cianorte (PR)

Grupo B

16h - Roma 1 x 1 Coritiba - Bom Jesus da Lapa - Apucarana (PR)
16h - Paranavaí x Toledo Colônia Work - Waldomiro Wagner - Paranavaí (PR) << Jogo adiado.
17h - Londrina 4 x 0 União Bandeirante - Estádio do Café - Londrina (PR)
18h30 - ADAP 1 x 3 Paraná - Roberto Brzezinski - Campo Mourão (PR)



Escrito por Vinícius às 09h09

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PAULISTA
Jogos de hoje

5ª Rodada - 29 de Janeiro

16h - Rio Branco 1 x 4 Corinthians - Décio Vitta - Americana (SP)
16h - Juventus 1 x 1 Marília - Rua Javari - São Paulo (SP)
17h - Ponte Preta 1 x 3 Noroeste - Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
17h - Santo André 3 x 2 São Bento - Bruno José Daniel - Santo André (SP)
17h - Mogi Mirim 0 x 0 Portuguesa - Papa João Paulo II - Mogi Mirim (SP)
17h - Bragantino 1 x 1 Ituano - Marcelo Stéfano - Bragança Paulista (SP)
18h10 - São Paulo 3 x 3 Guarani - Morumbi - São Paulo (SP)
18h10 - América-SP 2 x 3 Santos - Teixeirão - São José do Rio Preto (SP)



Escrito por Vinícius às 09h00

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. CARIOCA
Jogos de hoje

4ª Rodada - 29 de Janeiro

Grupo A

18h10 - Fluminense 2 x 2 Flamengo - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)

Grupo B

16h - Volta Redonda 3 x 2 Botafogo - Raulino de Oliveira - Volta Redonda (RJ)



Escrito por Vinícius às 08h55

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. PARANAENSE
Jogo na véspera da "Era Matthäus"

David Ferreira pode jogar no ataque caso Cristian deixe a equipe

Com a quarta pior defesa da competição, o Atlético tenta corrigir os erros para entrar na "era Lothar Matthäus" com vitória e para voltar a subir na tabela do campeonato paranaense.

Diante do J.Malucelli, o time ainda comandado por Vinícius Eutrópio, a principal novidade será o retorno do meia Adriano, que resolveu ficar após não concretizar a transferência para o Internacional. A partida está programada para às 16h, no Estádio Tancredo Neves.

Vinícius diz que o time está no caminho certo, apesar dos resultados não estarem vindo. "Muita gente pode até me criticar, mas eu me apego aos números de finalizações. Nós estamos dando muita ênfase a isso, a criar e isso está acontecendo", analisa. O treinador interino espera que a bola possa entrar mais daqui para frente. "A partir do momento em que a bola entrar, até mais, porque está entrando dois três gols por partida, e obter esse equilíbrio de não levar, aí a coisa caminha naturalmente", projeta.

Dessa forma, a única alteração no time que perdeu para o Iraty por 3 x 2 será mesmo a volta do meia Adriano. Após anunciar que estava indo para o Internacional, o próprio jogador cansou de esperar a concretização do negócio e resolveu ficar. Ficando, tem presença garantida para a saída de um meia ou de um atacante. "A gente pode tirar um atacante ou abrir mão de um volante. São duas opções: um time muito ofensivo ou um time meio-termo, com três volantes, que é aquela formação que nós jogamos contra o Nacional", explica.

Com a necessidade de vencer e continuar na zona de classificação, a tendência é de que Vinícius coloque Adriano na meia-cancha no lugar de Cristian. No trabalho de sexta-feira, o volante foi sacado na segunda parte do treinamento coletivo para a entrada de David, que é mais criativo e joga mais solto, no estilo Adriano. Se a opção for por um meio-de-campo mais forte, Rodrigão deixaria a equipe e Ferreira faria o papel de atacante, mas sempre buscando as jogadas com Alan Bahia, Cristian, Rodriguinho e Adriano.

CAMPEONATO PARANAENSE
Grupo A - 1º Turno - 6ª Rodada

J.MALUCELLI x ATLÉTICO-PR

J.Malucelli
Cristiano Corrêa; Márcio Goiano, Paulo César, Refferson e Emerson; Willian, Faéco, Altair e Everton; André Nunes e Cristiano.
Técnico: Lio Evaristo

Atlético-PR
Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Michel Bastos; Alan Bahia, Rodriguinho, Adriano e Ferreira; Denis Marques e Rodrigão (Cristian).
Técnico: Vinícius Eutrópio

Local: Tancredo Neves, em São José dos Pinhais (PR)
Horário: 16h
Árbitro: Maurício Batista dos Santos (PR)
Assistentes: Adriana Franzmann e Frederika Mariane Jager (ambas do PR)

Fonte: Paraná-Online



Escrito por Vinícius às 08h40

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Volante Erandir pode ser a novidade neste domingo

Erandir pode ter sua primeira
oportunidade como titular neste domingo
Dono da quarta pior defesa do Campeonato Paranaense até agora, o Atlético poderá ter mudanças em seu sistema defensivo na partida deste domingo, contra o J.Malucelli.
 
O técnico-interino Vinícius Eutrópio pode optar em escalar o volante Erandir no meio-de-campo, no lugar de Cristian, que não vem tendo boas apresentações nesta temporada. Assim a meia-cancha atleticana deverá ser formada por Alan Bahia, Erandir, Rodriguinho e Adriano.

Caso seja confirmado no time, este será o primeiro jogo como titular de Erandir com a camisa atleticana depois que voltou ao clube. O jogador já atuou em duas partidas nesta temporada (contra Nacional e Iraty), entrando no 2º tempo.

Francisco Erandir da Silva Feitosa iniciou sua carreira nas categorias de base do Fortaleza atuando como zagueiro. Depois de ser um dos destaques do time no Campeonato do Nordeste de 2001, foi contratado pelo Atlético, numa indicação do então técnico atleticano Mário Sérgio. Porém, como não teve boas atuações com a camisa Rubro-negra, foi devolvido ao time nordestino. No Fortaleza, voltou a ser destaque, sendo um dos principais jogadores na campanha do time na Série B de 2004, que valeu ao Fortaleza a classificação para a Primeira Divisão. Ano passado, depois de fazer boas partidas no Brasileirão, foi contratado novamente pelo Atlético.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 08h36

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CAMP. Paranaense
Para reencontrar o caminho da vitória

Meia Adriano tem presença garantida
no jogo deste domingo, em
São José dos Pinhais

A partida deste domingo entre Atlético e J.Malucelli, no Estádio do Pinhão, pode ser considerada histórica.
 
Não apenas porque marca o primeiro confronto entre o Rubro-negro e o J-Malucelli (ex-Malutrom). E sim porque é a partida de número 1800 do Atlético na história do Campeonato Paranaense.

Em 82 participações na história do Estadual, o Atlético disputou até aqui 1799 jogos, com 936 vitórias, 460 empates e 403 derrotas, acumulando aproveitamento de 60,55% dos pontos disputados. São 21 títulos conquistados, 3344 gols marcados e 2024 sofridos, com saldo de 1320. Até hoje, a maior goleada imposta pelo Atlético foi por 10 a 0 sobre o Aquibadan, no Paranaense de 1929.

Para a partida de número 1800 do Atlético em todas as edições do Campeonato Paranaense, o técnico-interino Vinícius Eutrópio fará algumas mudanças no time titular. Dono do melhor ataque do Campeonato Paranaense até aqui, o Atlético terá novidades no meio-campo e ataque neste domingo. Depois de confirmar que fica no Atlético nesta temporada, o meia Adriano retorna ao time, no lugar do atacante Rodrigão. Quem também ganha uma oportunidade entre os titulares é o volante Erandir, que entra no meio-campo no lugar de Cristian. Assim, a meia-cancha atleticana será formada por Alan Bahia, Erandir, Rodriguinho e Adriano. No ataque, Ferreira faz a dupla ao lado de Denis Marques.

Outra mudança na equipe pode ser no gol. Tiago Cardoso pode dar lugar a Cléber, que estreou nesta temporada no segundo tempo do jogo contra o Francisco Beltrão, quando entrou no lugar de Tiago Cardoso, machucado. A idéia da comissão técnica é avaliar os dois arqueiros para saber qual deles será o titular da camisa número um do Furacão nesta temporada. Em cinco jogos até aqui no Estadual, Tiago sofreu oito gols.

Se no Atlético ainda restam dúvidas ao técnico Vinícius Eutrópio, no J.Malucelli o técnico Lio Evaristo deve manter a mesma formação que perdeu para o Rio Branco no meio de semana. As novidades podem ser as estréias do lateral-esquerda Fabinho e do atacante Tiganá, que já foram registrados e estão liberados para jogar.

Paranaense - (29/01/06) – J.Malucelli x Atlético-PR
Local: Tancredo Neves; Hora: 16h; Arbitro: Maurício Batista dos Santos (PR); Transmissão: Banda B (AM 550).

J.MALUCELLI
Cristiano Corrêa; Márcio Goiano, Paulo César, Réferson e Émerson; Faeco, William, Marcelo e Altair; Éverton César e André Nunes.
Técnico: Lio Evaristo.

ATLÉTICO-PR
Tiago Cardoso (Cléber); Jancarlos, Danilo, Paulo André e Michel Bastos; Alan Bahia, Erandir (Cristian), Rodriguinho e Adriano; Ferreira e Dênis Marques.
Técnico: Vinícius Eutrópio (interino).



Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 08h33

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DEP. MÉDICO
Dagoberto, Evandro e Ivan voltam aos treinos com bola

O Departamento Médico atleticano ficará mais vazio a partir desta segunda-feira.
 
Depois de meses de tratamento, o atacante Dagoberto, o meia Evandro e o lateral-esquerda Ivan retornam aos treinamentos com bola com o restante do grupo e podem, inclusive, estrear na temporada 2006 no jogo do dia 05 de fevereiro, contra o Galo Maringá, na Kyocera Arena, partida que deve marcar também a estréia do técnico Lothar Matthäus no comando atleticano. Assim, apenas um jogador continua em tratamento no Departamento Médico: o meia Fabrício, que ainda vai precisar de mais alguns dias para sua recuperação plena.

De acordo com o técnico-interino do Atlético, Vinícius Eutrópio, a reintegração desses jogadores dará ainda mais qualidade ao time atleticano para o restante do Campeonato Paranaense e a temporada 2006. “São boas notícias. Na segunda-feira, a gente terá a integração do Evandro, do Ivan e do Dagoberto e as notícias boas estão chegando aí”, afirmou. “A concorrência aumenta, a produção dos jogadores é melhor. Chega a Copa do Brasil e com o novo treinador a motivação aumenta”, completou.

Recuperação
O último jogo de Dagoberto com a camisa atleticana foi no dia 06 de novembro de 2005, contra o Palmeiras, na Kyocera Arena. Naquela oportunidade, o jogador saiu de campo no final do primeiro tempo reclamando de dores musculares, quando foi constatada uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda. A guerra do jogador com as lesões, no entanto, vem de mais tempo. No dia 17 de outubro de 2004, na partida entre Atlético e Paraná Clube, na Baixada, Dagoberto sofreu uma séria lesão no ligamento cruzado do joelho esquerdo, sendo operado nos Estados Unidos. A recuperação foi lenta e, de lá para cá, Dagoberto atuou em apenas oito jogos do Furacão, todos no ano passado – nos dois clássicos contra o Coritiba, no Campeonato Brasileiro, e contra Flamengo, Fortaleza, Brasiliense, Atlético-MG, Paraná e Palmeiras.

Já o lateral-esquerda Ivan está desde maio no CT do Caju fazendo tratamento no tornozelo, machucado após uma torção, sendo necessária intervenção cirúrgica. Naquela época, Ivan estava emprestado ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. O tratamento deveria ser feito na Europa mesmo, mas o jogador pediu e foi liberado para se tratar no Brasil. No final do ano, quando venceu seu empréstimo com os ucranianos, Ivan foi reintegrado ao elenco atleticano.

Quem está a menos tempo no Departamento Médico é o meia Evandro, que depois das férias retornou ao clube reclamando de dores na região do púbis, ficando de fora das primeiras partidas do Furacão na temporada.
 
Fonte: Furacão.com


Escrito por Vinícius às 08h29

[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 


Histórico
Outros sites
  zerozero.pt
  Federação Paranaense
  CBF News
  Conmebol
  Site Oficial Atlético-PR
  Furacão.com
  UOL Esporte
  Terra Esportes
  GloboEsporte.com
  OndaRPC
  FutebolPR
  Fanáticos por Futebol



O que é isto?